Leandro Neto

Leandro Neto
Foto : Souris Manfredi, “a rainha do Lethwei”, está empolgada com a retomada das competições do WLC. ( Cortesia | Créditos :  ( C )  World Lethwei Championship | Divulgação ).

À medida que o mundo aceita a convivência com a pandemia global do novo coronavírus, os esportes estão retornando lentamente. Da mesma forma, o Lethwei está buscando retomar o seu crescimento e expansão, e para isso, a organização líder do esporte birmanês, o World Lethwei Championship ( WLC ), está de volta à atividade.

O Lethwei, para quem não conhece, é amplamente visto como o esporte de combate mais brutal do mundo. Os competidores lutam sem luvas. São permitidos socos e chutes, assim como cotoveladas, joelhadas e cabeçadas, além de uma variedade de quedas.
Os eventos do World Lethwei Championship são exibidos no UFC Fight Pass na América do Norte.

Quem está de olho nesse retorno da modalidade é a lutadora Souris Manfredi, natural de Besançon, na França, que tem feito história e está subindo no ‘ranking’ do World Lethwei Championship, após conquistar a primeira vitória na recém-criada divisão feminina do WLC ainda em 2019.

Manfredi, conhecida como “a rainha do Lethwei”, lutou recentemente em 31 de janeiro, no estádio Thein Pyu em Yangon, Mianmar, durante o WLC 11: “Battlebones”. Na ocasião, ela venceu a atleta Tran Thi Lua, do Vietnã, por nocaute no segundo round.
Agora a francesa quer voltar à exibir o seu estilo de luta único para os fãs do UFC Fight Pass.

Enquanto isso, Manfredi planeja lutar todos os meses, alternando as modalidades :

-“ Olá, mundo do Muay Thai e K-1 !
Estou procurando lutar em qualquer lugar do mundo, eu posso pagar minhas passagens de avião !
Eu preciso lutar !
Eles dizem que as mulheres não são poderosas o suficiente, aqui está o meu ‘record’ no esporte
35 Lutas - 29 W ( 17 KO ) - 5 L - 1 D
Acho que isso mostra quem eu sou.
Eu posso fazer o show para você ! ”- escreveu Souris Manfredi, em sua página oficial no Facebook.

Quem também deverá figurar nos próximos ‘cards’ do WLC são os lutadores europeus Diogo “tKD” Calado e Nauzet Trujillo, recém-contratados pela promoção.

O português Diogo Calado ( 39-17-0 ), 29 anos, conquistou os títulos de Campeão Mundial do Enfusion, Campeão Europeu WBC, Campeão Europeu ISKA e Campeão da Liga Strikers.

Já o espanhol Nauzet Trujillo ( 40-7-1 ), conquistou os títulos de campeão pela ISKA, IPCC e WMC.

Os maiores astros do Lethwei também estão ansiosos para voltar e os próximos eventos estarão repletos de talentos, que estão animados por finalmente voltar ao ringue.

Ainda como parte das novidades, o World Lethwei Championship acaba de anunciar o calendário completo para a sua temporada 2020 / 2021, começando com um evento em 7 de agosto que marcará o retorno da promoção após um breve hiato.

A temporada do WLC contará com nove eventos de grande sucesso em sete cidades em cinco países, incluindo as estreias da organização no Japão e nos EUA.

Confira abaixo o calendário da temporada 2020 / 2021 do WLC ( sujeito à alterações ) :

7 de agosto de 2020 (provisório)
Yangon, Mianmar

18 de setembro de 2020 (provisório)
Phnom Penh, Camboja

27 de novembro de 2020
Mandalay, Myanmar

8 de janeiro de 2021
Bangkok, Tailândia

12 de março de 2021
Yangon, Mianmar

1 de maio de 2021
Hpa An, Mianmar

6 de agosto de 2021
Tóquio, Japão

5 de novembro de 2021
TBD, EUA

3 de dezembro de 2021
Mandalay, Myanmar

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 24/06/2020
_
Foto : Souris Manfredi, “a rainha do Lethwei”, está empolgada com a retomada das competições do WLC. ( Cortesia | Créditos :  ( C )  World Lethwei Championship | Divulgação ).

Foto : Ze Lang Zha Xi superou Liang Hui no ONE Hero Series 13. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

O ONE Championship sediou seu primeiro evento ‘ao vivo’ após uma pausa de quatro meses devido a pandemia do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, que levou a organização a interromper temporariamente os seus shows programados para os meses de março à maio. Mas agora a franquia retornou à ação no coração da China.

Hua Fung Teh, presidente do grupo do ONE Championship na China, ficou encantado ao ver o retorno da organização ao seu país.

Na retomada de suas atividades, a promoção realizou dois ‘cards’ de lutas sem público em Xangai, com o ONE Hero Series 13 acontecendo no sábado à noite ( 20 de junho ), enquanto o ONE Hero Series 14 foi realizado na noite de domingo ( 21 de junho ).

O ‘card’ do ONE Hero Series 13 foi composto por três lutas de MMA e duas lutas de kickboxing do ONE Super Series. Já o ONE Hero Series 14 apresentou três lutas de MMA e duas kickboxing.

Destaque para o ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ONE Hero Series 13 protagonizado pelo nativo de Sichuan, Ze Lang Zha Xi, e o novato no ONE, Liang Hui.

Os dois já haviam lutado algumas vezes em eventos chineses de artes marciais mistas e novamente os atletas da categoria peso médio deram “tudo de si” dentro do ringue.

Após o término do confronto, o lutador Ze Lang Zha Xi obteve uma nova vitória sobre Liang por decisão unânime dos juízes.

Com o resultado, o representante do Enbo Gedou melhorou seu registro nas artes marciais mistas para 13-4-1, enquanto Liang caiu para um recorde profissional de 5-5-1.

Nas demais lutas de MMA da programação, quem brilhou foi Wang Zhen ( 3-5 ), que emergiu triunfante em sua luta na categoria peso mosca contra Zou Jin Bo ( 4-7 ), obtendo a vitória por decisão dividida depois de quase terminar a luta com um mata-leão no último minuto do duelo.

O destaque do kickboxing foi Yang Hua que passou os três rounds da sua luta com Wei Zi Qin em uma “trocação” franca de socos e chutes para obter a vitória por decisão dividida dos juízes.

Ao término da programação, as palavras de Hua Fung Teh mostravam otimismo :
-“Nós do ONE Championship temos o prazer de receber novamente os mais emocionantes eventos de artes marciais do mundo. Gostaria de agradecer pessoalmente a todos os fãs pelo apoio contínuo à nossa organização e aos nossos atletas. Xangai serviu como pano de fundo perfeito para o retorno do prestigiado ONE Hero Series, que visa mostrar o melhor dos jovens talentos de artes marciais da China. Ao impor rigorosas medidas sanitárias e de segurança, garantimos a prioridade à saúde e ao bem-estar de todos que fizeram desses eventos consecutivos um enorme sucesso.”-analisou o presidente do grupo do ONE Championship na China.

As lutas foram transmitidas nas plataformas de vídeo : Toutiao / Xigua da ByteDance, bem como no Douyin. A Qinghai TV e a Shenzhen TV5 também transmitiram os dois eventos de lutas, mas ambas as redes televisivas exibiram os dois ‘cards’ apenas na China.

O próximo evento do ONE já foi batizado de “Fists of Fury” e está programado para o dia 03 de julho.
O mesmo deverá ser realizado no Singapore Indoor Stadium, em Singapura.

Resultados do ONE Hero Series 13 :

MMA : Ze Lang Zha Xi venceu Liang Hui por decisão unânime
Kickboxing: Luo Chao venceu Zhao Jun Chen por decisão dividida
Kickboxing: Yang Hua venceu Wei Zi Qin por decisão dividida
MMA : Wang Zhen venceu Zou Jin Bo por decisão dividida
MMA : Fu Kang Kang venceu Wang Hu por finalização ( mata-leão ) aos 3:29 minutos do segundo round

Resultados do ONE Hero Series 14 :

Kickboxing : Xu Liu venceu Zhao Xiao Yu por decisão unânime
MMA : Zhu Kang Jie venceu Ayijiake Akenbieke por decisão unânime após três rounds
Kickboxing : Fu Qing Nan venceu Yuan Peng Bin por decisão dividida
MMA : Zhang Ze Hao venceu Gao Bo por nocaute aos 3:43 minutos do primeiro round
MMA : Li Zhe venceu Mo Hao Xiong por finalização ( mata-leão ) aos 3:16 minutos do primeiro round

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/06/2020
_
Foto : Ze Lang Zha Xi superou Liang Hui no ONE Hero Series 13. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Foto : Lenda vs. lenda. Demetrious Johnson vs. Bruce Lee, em concepção artística do ONE Championship. Lee continua à inspirar a nova geração de lutadores da China. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Após acumular enormes perdas - que aumentam a cada ano - o ONE Championship anunciou na segunda-feira que estava cortando 20% de sua equipe em todo o mundo como forma de ‘garantir a sua longevidade’.

No entanto, Josh Gross - um jornalista especializado em MMA - comentou que as demissões vão muito além dos 20% que o ONE anunciou, com um número “mais próximo de 50% - 60% de seus trabalhadores, que inclui todos os contratados freelancers”.

Não custa lembrar que, somente em 2018, a empresa teve perdas de quase US $ 59 milhões, totalizando US $ 126 milhões em perdas acumuladas.

Também na segunda-feira, o CEO do ONE Championship, Chatri Sityodtong, anunciou um aumento de US $ 70 milhões em fundos de investidores institucionais. Apesar dessa injeção de dinheiro, ele disse que os cortes de empregos em áreas “não essenciais” são necessários para isolar a empresa contra uma desaceleração econômica esperada.

O financiamento extra veio de patrocinadores existentes e de um novo investidor institucional - um “fundo de US $ 20 bilhões” dos Estados Unidos cuja identidade será revelada nas próximas semanas.

A organização sediada em Singapura, que promove ‘cards’ de MMA, Muay Thai e kickboxing em toda a Ásia, tem entre 201 e 500 funcionários, de acordo com o seu perfil no LinkedIn.

Contudo, a promoção que não sediava um evento desde fevereiro, poderá retomar à promoção de shows de lutas já à partir do mês de Julho, de acordo com comentários do CEO Chatri Sityodtong concedidos à AFP : Agence France-Presse, ainda na segunda-feira.

Mas antes mesmo do retorno dos shows do ONE Championship no mês que vem, o One Hero Series, um torneio eliminatório que seleciona lutadores para os eventos principais da franquia, voltará à ser realizado em Xangai ( ou Shanghai ) já nos próximos dias 20 e 21 de junho, com o ONE Hero Series 13 e o ONE Hero Series 14, respectivamente.

O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ONE Hero Series 13 será uma revanche entre Ze Lang Zha Xi e Liang Hui. Os dois já lutaram algumas vezes na cena chinesa das artes marciais mistas.

Zha Xi ( 12-4-1 ) está vindo de uma vitória por decisão sobre Bu Huo You Ga no ONE Hero Series 12, em dezembro passado. Foi a terceira vitória consecutiva para o veterano do WLF.

Por sua vez, Hui ( 5-4-1 ), fará sua estréia no ONE Hero Series. Ele enfrentou Zha Xi pela primeira vez no Kunlun Fight 45 em 2016 e na ocasião a luta terminou empatada.

Anteriormente, todos os eventos do ONE Hero Series eram transmitidos no YouTube. O público em todo o mundo podia assistir ao evento completo ‘ao vivo’ bem como a sua reprodução na plataforma de “streaming” de vídeo gratuita.

Mas tanto o ONE Hero Series 13 quanto o ONE Hero Series 14 serão transmitidos apenas na China. Resta aos fãs de MMA fora daquele país buscar os resultados dos eventos posteriormente, em sites especializados.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 17/06/2020
_
Foto : Lenda vs. lenda. Demetrious Johnson vs. Bruce Lee, em concepção artística do ONE Championship. Lee continua à inspirar a nova geração de lutadores da China. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Foto : O novo evento é fruto da união do Road FC com a AfreecaTV. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Road FC | AfreecaTV | Divulgação ).

Após o retorno dos jogos de Beisebol ( em 21 de abril ) e de futebol ( em 8 de maio ) à Coréia do Sul, agora é chegada a vez da retomada das competições de artes marciais mistas naquele país do continente asiático.

Para esse reinício do MMA na Coréia do Sul, o Road FC assinou um acordo de parceria com a AfreecaTV, um serviço de ‘streaming’ de vídeo baseado na tecnologia P2P, para garantir a realização de um novo evento já no próximo dia 23 de maio.

O novo show se chamará AfreecaTV Road Championship ( ARC ) e a edição inaugural terá lugar no Hot6ix Afreeca Colosseum, uma arena de esportes eletrônicos, dentro da Lotte World Tower, no sul de Seul, capital do país.

O ARC é uma promoção profissional de MMA que visa lançar um conteúdo curto que poderá ser visto mais rápido pelos espectadores mais jovens.

As lutas consistirão de três rounds com duração de três minutos cada. Haverá um bônus em dinheiro para o lutador que vencer seu oponente por nocaute ou finalização nos primeiros 30 segundos do round inicial de cada luta.

Também haverá uma regra de 30 segundos para impedir que os lutadores parem a ação durante a luta no solo.

O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ‘card’ de 23 de maio será uma luta de pesos-pesados, entre Heo Jae Hyuk ( 1-2 ) e Bae Dong Hyun ( 2-1 ).

Seguindo as diretrizes do governo para combater o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, o local do evento não permitirá que nenhum membro da platéia entre nas instalações.

Funcionários, treinadores e lutadores deverão usar uma máscara o tempo todo ( exceto durante as lutas, no caso dos atletas ), enquanto uma equipe médica estará de prontidão no local para atender a qualquer emergência. Ao entrar e sair, todos os indivíduos terão sua temperatura corporal verificada e desinfetantes para as mãos também estarão disponíveis.

A Coréia do Sul foi um dos países fora da China que foi mais afetado no início da crise do coronavírus, o que forçou o adiamento dos shows do Road FC programados anteriormente para 18 de abril e 16 de maio, mas na sequência o país conseguiu estabilizar as infecções.

O feito rendeu elogios da própria Organização Mundial de Saúde ( OMS ), que classifica o país como um dos mais gabaritados para se sobressair à essa crise mundial da saúde, com métodos que já se  mostraram eficazes para rastrear e controlar possíveis surtos no futuro.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 16/05/2020
_
Foto : O novo evento é fruto da união do Road FC com a AfreecaTV. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Road FC | AfreecaTV | Divulgação ).

Foto : O “K-1 DX” é uma nova plataforma digital suportada pelo OEN que promete uma transformação no mundo dos esportes. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Group | ( C ) M- 1 Mídia Esportiva | ( C ) Cyber Agent Co., Ltd. | ( C ) OEN Co., Ltd. | ( C ) GEN Sports Management ).

O K-1, que foi durante muito tempo a maior promoção de “trocação” ( ou ‘lutas em pé’ ) do mundo, está trabalhando para se manter durante esses tempos difíceis e além de continuar à realizar eventos de lutas ( sem público ), está inovando ao promover a mudança digital da indústria do entretenimento, além de criar novas oportunidades de lucro para o segmento das artes marciais.

Na quarta-feira, 13 de maio, a sede de publicidade da CyberAgent anunciou em um comunicado à imprensa que a sua subsidiária OEN Co., Ltd., em cooperação com a GEN Sports Management, lançou uma nova linha especializada on-line chamada “K-1 DX” ( K one DX ).

O lançamento faz parte das medidas para “apoiar os negócios”, e está relacionado à situação atual em que muitos entretenimentos, como os shows de artes marciais e performances ‘ao vivo’ foram cancelados devido à disseminação de novas infecções pelo coronavírus, e está relacionado também ao entretenimento de acordo com a era do ‘novo normal’.

Estes foram alguns dos motivos pelos quais o K-1 Japan Group decidiu estabelecer este novo conteúdo on-line exclusivo através do K-1 DX, com foco em projetos que não podem ser vistos nas competições regulares do K-1 e lutas de exibição como no canal da franquia no YouTube.

Além da possibilidade de realizar eventos de lutas on-line, a plataforma também permitirá que os fãs possam interagir e manter a comunicação com os lutadores e demais fãs, mediante o pagamento de uma taxa mensal por canal.

O “K-1 DX” disponibilizará ainda uma sala on-line, vendas de comércio eletrônico e troca de dinheiro ( digital ), entre outros recursos.

O primeiro “K-1 DX” será realizado de junho a julho e promete ser completamente diferente do K-1 Krush, K-1 KHAOS, e outros shows da famosa franquia, de acordo  com o produtor do K-1, Takumi Nakamura.

Desta vez, a OEN Co., Ltd., subsidiária da Cyber Agent Co., Ltd. especializada em suporte à digitalização para monetização na indústria do entretenimento, decidiu apoiar o K-1, mas existe uma boa possibilidade de distribuição dos eventos de MMA e de ‘grappling’ nesse mesmo formato em um futuro bem próximo.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 14/05/2020
_
Foto : O “K-1 DX” é uma nova plataforma digital suportada pelo OEN que promete uma transformação no mundo dos esportes. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Group | ( C ) M- 1 Mídia Esportiva | ( C ) Cyber Agent Co., Ltd. | ( C ) OEN Co., Ltd. | ( C ) GEN Sports Management ).

Foto acima : O lutador brasileiro Gesias “JZ” Cavalcante, famoso no Japão, será a atração principal do Titan FC 60. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Gesias “JZ” Cavalcante | ( C ) fightsports | ( C ) FEG | Divulgação ).

À medida que o mundo retoma as suas atividades gradativamente, as promoções de MMA também voltam a realizar os seus eventos. Com isso, o UFC não será a única franquia a realizar seus shows no mês de maio nos EUA, enquanto as restrições começam a diminuir.

Os oficiais do Titan Fighting Championship confirmaram que o Titan FC 60 será realizado na sexta-feira, dia 29 de maio, com cinco lutas de MMA e uma luta no estilo ‘Combat Grappling’.

O torneio terá lugar na Flórida, mas será realizado em um local não revelado e também não será aberto ao público. Contudo, será transmitido pelo UFC Fight Pass.

O Titan FC 60 foi anunciado oficialmente após conversas com o governo do estado, a Comissão Estadual de Boxe, o UFC, o prefeito de Miami e os senadores da Flórida, segundo Lex McMahon, diretor de operações do Titan FC.

-“Enquanto estamos empolgados em voltar à competição, trabalhamos duro para garantir a segurança de nossos atletas, nossos funcionários e funcionários da comissão que trabalharão conosco no evento. Trabalhamos no desenvolvimento de nosso plano de segurança com a Comissão de Boxe da Flórida e os governos estaduais e locais. Os principais componentes do nosso plano são: 1) números limitados no local, 2) testes, 3) distanciamento social prático e 4) ênfase no saneamento.”- disse McMahon.

No mês passado, o escritório do governador da Flórida, Ron DeSantis, considerou o esporte profissional de lutas como “atividade essencial”, uma vez que o entretenimento também é essencial para a vida humana, desde que as diretrizes sejam respeitadas em meio à pandemia do novo coronavírus.

Desde então, as gravações da WWE ( shows com lutas de ‘Telecatch’ ) e tês ‘cards’ consecutivos do UFC ( nos dias 9, 13 e 16 de maio, respectivamente  ) estão sendo realizados no estado da Flórida e o mundo norte-americano do MMA começou a passar para o próximo nível.

A atração principal do Titan FC 60 será uma luta no estilo ‘Combat Grappling’ entre Gesias “JZ” Cavalcante e Raush Manfio.

O brasileiro Gesias é famoso no continente asiático, principalmente no Japão, onde se apresentou em promoções de MMA do porte do K-1 HERO’S, DREAM e Ganryujima. O lutador também se tornou conhecido na China, onde lutou no Kungfu Union, um show de MMA realizado em Dalian ( uma grande cidade e porto marítimo do sul da província de Liaoning ).

Seu adversário, Raush Manfio, é um ex-campeão dos leves do Titan FC.

Segundo alguns jornalistas, o estilo ‘Combat Grappling’ é regulamentado pela ISKA e suas regras permitem golpes traumáticos ( como socos e chutes ), além técnicas de finalização, portanto o seu formato é bem próximo ao MMA.

Além dessa luta no estilo ‘Combat Grappling’, o Titan FC 60 contará ainda cinco lutas de MMA, como citamos anteriormente.

Veja como está o ‘card’ de lutas do “Titan FC 60” até o momento :

Titan FC 60
29 de maio de 2020
Flórida, EUA

Gesias “JZ” Cavalcante vs Raush Manfio - Combat Grappling
Frank Carrillo vs Ramy Hamed - MMA
Danny Sabatello vs Raymond Ramos - MMA
Mike Lilly vs Kendly St. Louis - MMA
Dany Gonzalez vs Sal Guerierro - MMA
Gustavo Villamil vs TBD - MMA

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 12/05/2020
_
Foto acima : O lutador brasileiro Gesias “JZ” Cavalcante, famoso no Japão, será a atração principal do Titan FC 60. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Gesias “JZ” Cavalcante | ( C ) fightsports | ( C ) FEG | Divulgação ).

Abaixo : O Titan FC 60 será transmitido pelo UFC Fight Pass. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Titan FC | Divulgação ).

36339969 10160354934080447 7941581537475035136 o e0c3e

Foto : Megumi Sugimoto e Miku Nakamura lutam em uma das semi-finais do torneio da categoria peso átomo feminino. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Japan Shooto Association | ( C ) ONE Championship | AbemaTV ).

A Japan Shooto Association confirmou a realização do Shooto 0531 no dia 31 de maio. O evento será promovido com a cooperação do ONE Championship e  as lutas serão transmitidas pela AbemaTV. Mas essa edição não será aberta ao público em geral e o local do evento não será revelado, assim como aconteceu com o “Road to ONE: 2nd” realizado no mês passado.

Contudo, não custa lembrar que a organização que remota às origens das artes marciais mistas tem experiência em promover ‘cards’ de lutas durante a pandemia.

Regulamentos bastante rígidos estarão em vigor como parte das medidas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus.
Será realizada uma termometria completa em todos os presentes, desinfecção das mãos com álcool, gargarejo e o local será esterilizado várias vezes ao dia por um especialista.

Os lutadores não poderão permanecer no local após as lutas e serão obrigados a registrar sua temperatura todos os dias no período de preparação que que antecede os combates, além de passar por verificações de temperatura também na noite do evento, como citado anteriormente.

Todos os ‘córners’ dos lutadores também serão obrigados a usar máscaras, luvas e roupas de proteção contra o vírus e os médicos do evento usarão roupas cirúrgicas.
Somente os atletas não utilizarão as máscaras de proteção ( e isso apenas durante as lutas ) bem como os árbitros centrais.

A pesagem agora ocorrerá no mesmo dia do evento e todos serão automaticamente movidos para uma categoria de peso acima, em sistema semelhante ao que será operado pelo ONE Championship, embora sem os testes de hidratação.

Quanto às lutas propriamente ditas, estas incluirão uma disputa de cinturão, algumas lutas casadas e as semi-finais do torneio da categoria peso átomo feminino.

Foi anunciado que o título provisório da categoria peso galo estará em jogo nesse Shooto 0531. O atual campeão Ryo Okada ( 15-4-3 ) estará defendendo o seu cinturão contra o invicto Kazuma Kuramoto ( 7-0 ).

Okada empatou com Tatsuya Ando em sua mais recente defesa do título no “Shooto 30th Anniversary Tour: 7th Round” em setembro passado. Atualmente, o lutador de 31 anos é o campeão incontestável do peso galo.

Kuramoto, por sua vez, iniciou a sua carreira no MMA relativamente tarde. O  atleta de 33 anos estreou profissionalmente em 2017 e venceu todas as suas sete lutas, obtendo uma vitória por nocaute técnico sobre o experiente Yuta Nezu no “Shooto 30th Anniversary Tour” em novembro passado.

Também teremos um confronto no peso leve entre Akiyo Nishiura ( 14-9-1 ) e Keisuke Sasu ( 5-1-1 ).

Nishiura não tem competido regularmente no MMA. Ele foi derrotado por Kleber Koike Erbst no “Road to ONE” no ano passado, mas conseguiu uma vitória por decisão sobre Andy Souwer em um ‘card’ do RIZIN em 2017.
O veterano enfrentará um lutador 11 anos mais novo.

Já Keisuke Sasu vingou-se da única derrota em toda a sua carreira quando venceu Derricott Yamamoto por decisão majoritária no “Shooto 30th Anniversary Tour”, em novembro passado.

O ‘card’ também apresentará as semi-finais do torneio da categoria peso átomo feminino.
Saori Oshima ( 1-0 ) enfrenta Mina Kurobe ( 14-5 ), enquanto Mirai Nakamura ( 2-1 ) lutará com Megumi Sugimoto ( 4-1 ).

Os duelos entre Takeaki Kinoshita vs. Yamato Nishikawa ( peso leve ) e Hayato Ishii vs. Tsubasa Saito ( peso pena) completam a programação.

Shooto 0531
31 de maio de 2020
Tóquio, Japão

Ryo Okada (c) vs. Kazuma Kuramoto ( válido pelo título provisório de peso galo )
Keisuke Sasu x Akiyo Nishiura ( peso leve )
Megumi Sugimoto x Miku Nakamura ( semi-final do torneio peso átomo feminino )
Mina Kurobe x Saori Oshima ( semi-final do torneio peso átomo feminino )
Takeaki Kinoshita x Yamato Nishikawa ( peso leve )
Hayato Ishii x Tsubasa Saito ( peso pena)

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/05/2020
_
Foto : Megumi Sugimoto e Miku Nakamura lutam em uma das semi-finais do torneio da categoria peso átomo feminino. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Japan Shooto Association | ( C ) ONE Championship | AbemaTV ).

Foto : Fábio Maldonado vai lutar com Mike Tyson ? Segundo Anderson Silva, ex-campeão peso médio do UFC, vai sim. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Fábio Maldonado | Divulgação ).

Depois de vários anos de dificuldades financeiras, o boxeador Mike Tyson está mantendo outros negócios que caminham em paralelo. Ele dirige o seu popular “podcast” ( Hotboxin’ With Mike Tyson ), montou uma instituição de caridade ( Mike Tyson Cares Foundation ) e cuida de uma fazenda dedicada ao cultivo da erva ‘cannabis’ ( Tyson Ranch ).

Agora, o ex-campeão dos pesos pesados de boxe anunciou que pretende retornar - 15 anos depois de se aposentar - e fazer lutas exibição de três ou quatro ‘rounds’ para ajudar pessoas carentes ou dependentes de drogas, além de arrecadar recursos para ações de caridade com as vítimas do coronavírus.

Mike Tyson, inclusive, já compartilhou com os seguidores de suas redes sociais detalhes de sua rotina de treinamento para voltar aos ringues de boxe.

-“Faço duas horas de cárdio, ando de bicicleta e esteira por uma hora, depois faço alguns pesos leves, 300, 250 repetições. Então começo o treino de boxe, vou lá e bato as manoplas, 30 minutos, 25 minutos, começo a ficar em melhores condições. Estou começando a juntar essas combinações. Pretendo fazer três ou quatro lutas de exibição para ajudar algumas instituições de caridade além de outras coisas.”-disse o pugilista.

Mike Tyson, atualmente com 53 anos, contabiliza ao todo em seu cartel 58 vitórias, sendo 44 delas por nocaute, e 6 derrotas.
Em 1986, então com 20 anos de idade, ele se tornou o mais jovem campeão mundial dos pesos pesados. Em 1987, Mike Tyson conquistou títulos mundiais da Federação Internacional do Boxe e da Associação Mundial de Boxe.

Atualmente, Tyson se reverteu ao Islamismo. Seu nome muçulmano é Malik Abdul Aziz.

Quem já se colocou à disposição para lutar com ‘Iron Mike’ foi o paulista Fábio Maldonado, lutador de boxe e MMA. Ele torce para ser um dos possíveis adversários de Tyson ( idolatrada por Maldonado ). O atleta - que iniciou a sua carreira nas lutas em 1997 no boxe amador e migrou para o boxe profissional em 2002 - vê com bons olhos essas lutas de exibição em prol da caridade.
A informação nos foi passada por um dos ‘managers’ do “caipira de aço”, como é conhecido o lutador que completou 40 anos no último dia 17 de março.

No MMA profissional desde o ano 2000, Fabio Maldonado tem 26 vitórias e 14 derrotas na carreira e acumula apresentações pelo UFC e RIZIN. O atleta vem de vitória sobre Pelu Adetola em sua última luta realizada sob as regras do MMA no Serbian Battle Championship 27, em 14 de março.

Por outro lado, Maldonado voltou a amargar uma derrota em sua última luta de boxe profissional. No último dia 28 de fevereiro, o brasileiro foi derrotado nas regras da nobre arte por Carlos Takam ( decisão dos jurados ), no Star Boxing Rocking Fights, evento realizado em  Huntington, New York, EUA.

O atleta também planeja continuar competindo e revelou ter planos até o fim deste ano, tanto no boxe, quanto no MMA.

Contudo, ainda não está certo se Maldonado irá realizar esse seu desejo de lutar com Mike Tyson. Onde e quando e sob quais regras ?

Se a internet é um guia, certamente há interesse. Segundo o próprio Anderson Silva, ex-detentor do cinturão do peso médio do UFC, existe a possibilidade de realização dessa luta.

Mas e para você ? Quem vence essa provável luta ? Mike Tyson  ou Fabio Maldonado ?

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 08/05/2020
_
Foto : Fábio Maldonado vai lutar com Mike Tyson ? Segundo Anderson Silva, ex-campeão peso médio do UFC, vai sim. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Fábio Maldonado | Divulgação ).

Foto : O boxe tailandês se tornou popular em todo o mundo graças aos filmes de Jean Claude Van Damme e aos lutadores que representaram o Muay Thai nas competições de MMA, além de eventos como o K-1. ( Créditos | Cortesia : tvtoday.de | Pinterest.com | Divulgação ).

A pandemia de covid-19 atingiu o Muay Thai com força na Tailândia, com torneios e estádios sendo os primeiros a fechar devido a quarentena decretada em Bangkok à partir de 21 de março e que, inicialmente, duraria 14 dias. Com o aumento de casos e mortes, além da prorrogação do confinamento, o toque de recolher foi decretado.

Sem qualquer renda, muitos lutadores voltaram para suas províncias onde o treinamento parou. Os lutadores juntaram-se assim à milhões de desempregados por causa do vírus, que devastou as indústrias de turismo, entretenimento e restaurantes da Tailândia.
Para a maioria dos lutadores profissionais na Tailândia, o ringue serviu como uma saída da pobreza para eles e suas famílias.

O governo prometeu uma entrega mensal em dinheiro de 5.000 baht ( R$ 800 ) aos trabalhadores afetados.
Mas lutadores sem licença específica não são elegíveis para o auxílio, diz Jade Sirisompan, da Organização Mundial de Muay Thai.

Contudo, os lutadores poderão retornar aos ringues em breve, pois com o aparente controle da pandemia, a quarentena deverá terminar já no final de maio e a proibição das lutas nos estádios deverá cair em meados do mês de junho.

Inclusive, já foi anunciado pela mídia geral e especializada que os estádios de boxe tailandês ( Muay Thai ), notoriamente o Ratchadamnoen ( ou Rajadamnern ) e o Lumpinee, deverão reabrir em 15 de junho. A notícia também foi confirmada por um dos organizadores do esporte em Bangkok, capital e cidade mais populosa da Tailândia.

Sumet Suesattabongkoch, um promotor de Muay Thai do Estádio Ratchadamnoen, disse que as lutas provavelmente serão transmitidas apenas pela TV e que o público não poderá assistir às lutas dentro dos estádios.

-“A boa notícia é que há esperança para a indústria do boxe tailandês, pois já se comenta que os [estádios] serão destravados até, mais tardar, 15 de junho.”-disse Sumet.

Ele também expressou condolências por aqueles que morreram na pandemia do coronavírus e pediu ao governo tailandês para ajudar a indústria do Muay Thai que foi atingida com força pelo novo vírus.

-“Gostaria de pedir a todos da indústria do boxe tailandês que aguentem um pouco mais. Tudo ficará bem em breve.”-complementou Sumet.

Dezenas de infecções por coronavírus na Tailândia foram atribuídas a uma noite de lutas em 6 de março no Estádio Lumpinee. As lutas ocorreram nas instalações pertencentes ao exército, apesar de uma ordem de fechamento emitida pelo governo. A arena lotada levou a centenas de contaminações, incluindo o locutor, funcionários do estádio, políticos e oficiais do exército.

Mais tarde, os militares anunciaram uma investigação sobre o incidente, mas nenhum resultado foi publicado até o momento da publicação desta matéria.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 05/05/2020
_
Foto : O boxe tailandês se tornou popular em todo o mundo graças aos filmes de Jean Claude Van Damme e aos lutadores que representaram o Muay Thai nas competições de MMA, além de eventos como o K-1. ( Créditos | Cortesia : tvtoday.de | Pinterest.com | Divulgação ).

Foto : O Women’s Bushido Rin será liderado por lutadoras do “Team Date”. Nao, Nori, Hana e Karen Date. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Women’s Bushido Rin | Divulgação ).

A cena do MMA no Japão anda devagar, quase parando, com os eventos sendo remarcados para datas posteriores.
O “Road to ONE: 2nd” realizado em Tóquio no mês passado foi uma exceção a essa regra.

No próximo dia 17 de maio o Dojo Chakuriki Japan estará promovendo o campeonato “CHAKURIKI 6-Branko Cikatic Memorial-”, um torneio realizado sem público em Osaka e com distribuição apenas pela internet.

Já no dia 23 de Maio, ( sábado ),será a vez de uma nova e intrigante organização de lutas chamada Women’s Bushido Rin ou “Bushido Rin feminino” promover o seu ‘card’ inaugural.
A competição deve apresentar uma mistura de regras únicas situadas em algum lugar entre as artes marciais mistas ( MMA ), “Ganryujima”, RINGS e ‘Telecatch’ ( luta livre profissional ).

As lutas serão compostas por um único ‘round’ de 10 minutos ( 5 minutos para as lutas eliminatórias ) e ocorrerão em um tatame circular. As competidoras deverão usar o “Gi” ( quimono ), mas o comprimento das mangas será opcional, e estas deverão usar também calções ou shorts, além de calçar as luvas de MMA.

As lutas começarão em pé e serão permitidos socos, chutes e joelhadas. Cotoveladas serão proibidas. As quedas serão permitidas, bem com os arremessos, desde que estes não joguem as oponentes ‘de cabeça’. No caso de um “knockdown”, será aberta uma contagem de 10 segundos. Será imposto um prazo de 30 segundos para a luta no solo e golpes na cabeça de qualquer tipo no chão serão proibidos.

O Women’s Bushido Rin ou “Bushido Rin feminino” oferecerá uma variedade de maneiras para se vencer uma luta. Um nocaute em que a adversária não consegue se recuperar durante a contagem até 10 garantirá a vitória, assim como um nocaute limpo. No solo, as vitórias podem vir por finalização ou por paralisação médica. Ao contrário das regras do MMA, as participantes também podem garantir uma vitória empurrando ou jogando as suas adversárias para fora da área de luta algumas vezes ( no caso desse evento, em particular, 10 vezes. Ou 5 vezes para as lutas de 5 minutos ). Por fim, imobilizar os dois ombros da adversária no tapete ( encostamento ) por 3 segundos também garantirá a vitória.

O ‘card’ do programa de estréia do Women’s Bushido Rin será encabeçado por lutadoras do “Team Date”, que enfrentam adversárias vindas de vários outros estilos de lutas.

O evento será realizado na Star Rise Tower, que mantêm vários estúdios como Terra, Jupiter, Venus, etc. que são preparados para sediar vários eventos, como filmagens diversas, desfiles de moda, apresentação de novos produtos, exposições, shows, exibições públicas, festas, entre outros.

Veja como está o ‘card’ do “Women’s Bushido Rin” até o momento :

Women’s Bushido Rin
23 de Maio de 2020
Star Rise Tower
Tóquio, Japão

Combate especial de ‘tag team’, 70 kg ( 15 minutos x 1R )
Nao Date vs Yuiga ( Pro Wrestling )
Nori Date vs Yuko Hayashi ( Judô )

Luta casada, 45kg
Hana Date vs Yayoi Inoue ( Kickboxing )

Luta casada, 55 kg
Karen Date x Melty Kira ( anfitriã de combate )

P.S.: Para maiores informações sobre como chegar ao local do evento, acesse o site da Star Rise Tower clicando no ‘link’ abaixo ( ou então, copie e cole no seu navegador ) :
http://starrise-tower.com/

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 04/05/2020
_
Foto : O Women’s Bushido Rin será liderado por lutadoras do “Team Date”. Nao, Nori, Hana e Karen Date. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Women’s Bushido Rin | Divulgação ).

«May 2021»
MonTueWedThuFriSatSun
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

DMCA.com Protection Status

Go to top