Leandro Neto

Leandro Neto
Foto :  Kudo venceu Yamamoto na revanche do torneio de outubro de 2018. Naquela ocasião, a luta foi realizada em um ringue de cordas. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Professional Shooto Japan | ( C ) TRIBE TOKYO FIGHT | ( C ) TTF MMA | Divulgação ).  
Na mesma noite em que aconteceu o torneio profissional do Shooto, em Osaka - competição que foi realizada em duas partes - o Sr. Ryo Chonan, representante do TRIBE TOKYO MMA, obteve uma licença de promotor do Professional Shooto MMA.
 
Assim sendo, o Tribe Tokyo Fight 9 ( TTF 9 ) teve lugar no mesmo Hotel Mielparque, em Osaka, naquele domingo ( 20 de dezembro ), com três confrontos ( do 6º ao 8º duelo do ‘card’ principal ) sendo realizados como “luta oficial do Shooto”, no qual os titulares de licenças profissionais da franquia do Shooto lutaram entre si.
 
No ‘main event’ ( ou “evento principal” ) desse TTF 9, Ryoji Kudo ( 10-01 ) obteve a sua quarta vitória nesse ano de 2020, ao passar por Derricott Yamamoto ( 9-7 ), em revanche da luta que fizeram no Shooto: Gig Tokyo 26, em outubro de 2018. Naquela ocasião, Yamamoto havia se sagrado vencedor, por decisão.
Mas desta vez, Kudo não deixou nas mãos dos juízes. Ele parou seu oponente com golpes no final do round inicial ( 4:28 ), vencendo-o por “KO/TKO” .
 
O ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) viu uma luta na categoria de peso meio médio, em que Takuya Nagata ( 9-3 ) se recuperou de sua derrota por finalização no ONE Warrior Series 8. Ele derrotou Tateo Iida ( 8-5 ) com uma vitória difícil por decisão após três rounds.
 
Joji Goto ( 11-4-1 ) foi outro vencedor desse ‘card’. O peso pena parou Kenta Hattori (4-3-1) por nocaute ainda no round inicial.
 
Já Kouki Nakagawa ( 6-0-0-1 ) manteve o seu ‘recorde’  profissional perfeito. Ele passou por Yu Karino do Tribe Tokyo (2-1) com uma vitória por decisão majoritária.
 
Os resultados do “Tribe Tokyo Fight 9” incluem :
 
Tribe Tokyo Fight 9
20 de dezembro de 2020
Osaka Mielparque Hall
Osaka, Japan
 
Ryoji Kudo venceu Derricott Yamamoto por KO/TKO aos 4:28 do primeiro round
Takuya Nagata venceu Tateo Iida por decisão unânime 
Joji Goto venceu Kenta Hattori por nocaute aos 3:06 do primeiro round
Takanori Takahashi venceu Yohei Nada por decisão unânime
Naoki Ueda venceu Daichi Nishimura por decisão dividida
Taiga Iwasaki venceu Masanori Kato por KO aos
4:04 do segundo round 
Kouki Nakagawa venceu Yu Karino por decisão majoritária
Hiroki Otani venceu Go Utsunomiya por decisão majoritária
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 24/12/2020
_
Foto :  Kudo venceu Yamamoto na revanche do torneio de outubro de 2018. Naquela ocasião, a luta foi realizada em um ringue de cordas. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Professional Shooto Japan | ( C ) TRIBE TOKYO FIGHT | ( C ) TTF MMA | Divulgação ).
 
Foto : Saori Oshima foi derrotada por Si Woo Park na luta principal da noite. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Deep Jewels | ( C ) Deep Impact | (C) Gong Fighting  | Divulgação ).  
No sábado, 19 de dezembro de 2020, o Deep Jewels - maior show de MMA feminino do continente asiático da atualidade - sediou seu 31º evento no Shinjuku Face, em Tóquio, capital do Japão.
 
A sul-coreana Si Woo Park obteve a sua quarta vitória consecutiva no ‘main event’ ( ou “evento principal” ) desse ‘card’ ao vencer Saori Oshimapor decisão unânime em luta na categoria peso átomo.
 
Oshima ( que está no judô há 21 anos ) tentou uma queda quase imediatamente após o ‘soar’ do gongo, apesar disso foi Park ( ativa tanto no MMA quanto no kickboxing e que tem o Taekwondo como espinha dorsal ) quem manteve uma posição de domínio. Contudo, esta não conseguiu manter a lutadora japonesa por baixo e Oshima tentou um arm-lock, com a sul-coreana escapando na sequência. 
 
No segundo round, Oshima procurou novamente levar a luta para o solo enquanto Park se valia de suas boas defesas de quedas, embora ela tenha sido penalizada por chutar a cabeça da adversária caída. Após uma redução de pontos, Park lutou bravamente contra Oshima e acertou socos curtos enquanto defendia as suas novas tentativas de quedas.
 
No último round, Park estava dentro da guarda da lutadora japonesa, mas mesmo assim acertava a sua adversária com socos quando soou o gongo encerrando a luta.
 
A redução de pontos tornou a tarefa do juízes mais complicada. Mas todos os três votaram a favor da coreana, que melhorou para 4-2, enquanto sua oponente caiu para 3-2.
 
No restante da programação, Miki Motono ( 6-1 ) derrotou Seika Izawa ( 1-1 ) também por decisão em disputa no peso palha.
 
Já em luta válida pela categoria de peso mosca, Mika Arai ( 6-4 ) fez Mikiko Shimizu ( 2-1 ) conhecer a derrota pela primeira vez, também após a leitura da papeleta dos juízes.
 
Confira os resultados do “Deep Jewels 31” que incluem :
 
Deep Jewels 31
19 de dezembro de 2020
Shinjuku Face
Tóquio, Japão
 
Si Woo Park venceu Saori Oshima por decisão unânime ( 28-27, 28-28 : Park, 28-28 :  Park )
Seika Izawa venceu Miki Motono por decisão unânime ( 30-27, 29-28, 29-28 )
Kate Lotus venceu Marina Kumagai por finalização ( arm-lock )  aos 4:33 do primeiro round
Mikiko Shimizu venceu Mika Arai por decisão unânime ( 20-18, 20-18, 19-19 : Shimuzu )
Otoha Nagao venceu Mika Sakamoto por decisão unânime ( 20-18 x3 )
Ayaka Watanabe venceu Akari Jinno por nocaute ( socos ) aos 4:56 do primeiro round
Moe Sasaki venceu Moeri Suda por decisão unânime ( 19-19 : Sasaki x3 )
Eru Takebayashi venceu Saki por finalização ( arm-lock ).  aos 1:16 do segundo round 
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/12/2020
_
Foto : Saori Oshima foi derrotada por Si Woo Park na luta principal da noite. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Deep Jewels | ( C ) Deep Impact | (C) Gong Fighting  | Divulgação ).
 
Foto acima: Todos os eventos do Professional Shooto Japan em 2021 serão patrocinados pela Sustain. ( Créditos | Cortesia : AP Kazuhiro Sakamoto | ( C ) Professional Shooto Japan | ( C ) Sustain | Divulgação ).  
Primeiro evento profissional de MMA no Japão, o Shooto foi fundado por Satoru Sayama na década de 80 e é o mais antigo show da modalidade no mundo ainda em atividade.
Nesta semana a tradicional competição - que já foi classificada como o “Pride dos leves” - divulgou o seu calendário para 2021.
 
A programação completa foi anunciada pela promoção em sua conta oficial no Twitter, com todas as datas e locais divulgados. Todos os eventos serão patrocinados pela Sustain. 
 
No total, serão oito eventos, sendo que sete destes acontecerão em Tóquio e dois deles no mesmo dia ( domingo, 31 de janeiro ), quando será realizada a rodada de abertura de 2021 no New Pier Hall com um “torneio diurno” e um  “outro noturno”. 
 
Assim sendo, o Shooto estará em dois espaços diferentes na capital do país, o já citado New Pier Hall e Korakuen Hall. Este último sediará eventos em 20 de março, 16 de maio, 25 de julho, 20 de agosto e 23 de novembro.
 
O único evento marcado para acontecer fora de Tóquio está marcado para 20 de junho. Esse ‘card’ está reservado para o Mielparc Hall, em Osaka.
 
O mesmo local também receberá o último ‘card’ da promoção nesse ano, no próximo final de semana, quando o Shooto 1220 ( ou Shooto 2020 Vol. 8 ) será realizado. Yu Tanaka enfrentará Shutaro Debana no ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação.
 
Datas adicionais serão anunciadas assim que forem decididas.
 
Confira abaixo a programação oficial do Shooto Professional MMA Japan para 2021 patrocinada pela Sustain.
 
31 de janeiro ( domingo ) Tóquio New Pier Hall ( Parte 1 começa às 13:00 )
31 de janeiro ( domingo ) Tóquio New Pier Hall ( Parte 2 começa às 18:00 )
20 de março ( sábado / feriado ) Tóquio・ Korakuen Hall
16 de maio ( domingo ) Tóquio ・ Korakuen Hall
20 de junho ( domingo ) Osaka ・ Mielparc Hall OSAKA
25 de julho ( domingo ) Tóquio ・ Korakuen Hall
20 de setembro ( domingo ) Tóquio ・ Korakuen Hall
23 de novembro ( terça / feriado ) Tóquio ・ Korakuen Hall
 
[ P.S.: ] Todos os torneios do Korakuen Hall serão realizados à noite.
A programação pode ter eventos adicionados ou cancelados.
Os ingressos para os torneios diurno e noturno de 31.1 já estão à venda na Eplus.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 17/12/2020
_
Foto acima: Todos os eventos do Professional Shooto Japan em 2021 serão patrocinados pela Sustain. ( Créditos | Cortesia : AP Kazuhiro Sakamoto | ( C ) Professional Shooto Japan | ( C ) Sustain | Divulgação ).
 
Abaixo : A ‘logo’ do Professional Shooto Japan. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Professional Shooto Japan | ( C ) Sustain | Divulgação ).
 
0000001156 1 4dc63
Foto acima : O lutador brasileiro Minoru Kimura está com 10 “KO’s” consecutivos no K-1. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Japan Group | ( C ) M-1 Mídia Esportiva | Divulgação ).  
O último evento do K-1 World GP 2020 do ano aconteceu no domingo, 13 de dezembro, no Ryōgoku Kokugikan, em Sumida, Tóquio, Japão. A programação, composta por 17 lutas, teve início às 23h30 ( horário de Brasília ) e contou com transmissão ‘ao vivo’  pela Abema.tv no Japão.
 
O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) desse ‘card’ foi o duelo entre Kenta Hayashi e Gonnapar Weerasakreck que disputaram o cinturão do peso leve da promoção. O tailandês Gonnapar é o atual detentor do título do “Krush” ( evento afiliado ao K-1 ) e já nocauteou Hayashi anteriormente no primeiro round do Krush.82. Agora, Gonnapar procurava repetir sua atuação contra o lutador japonês e acabou vencendo por decisão majoritária. Após três rounds de uma luta em que ambos os lutadores deram tudo de si e alternaram bons momentos, o tailandês foi coroado como o novo campeão dos leves ( 63 kgs ) do K-1.
 
Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card’ foi uma luta violenta entre Minuro Kimura e Abiral Ghimire. Após uma “trocação” furiosa de ambas as partes, Ghimire - que havia sido examinado pelo médico em três oportunidades ao logo de dois rounds - foi impedido de continuar e o árbitro decretou a vitória do brasileiro Minuro por ‘TKO’. Não custa lembrar que Minuro está com 10 “KO’s” consecutivos no K-1.
 
Os resultados do “K-1 World GP 2020 Japan” incluem :
 
K-1 World GP 2020 Japan
13 de dezembro de 2020
Ryōgoku Kokugikan
Sumida, Tóquio, Japão
 
Gonnapar Weerasakreck venceu Kenta Hayashi por decisão majoritária ( 29-29, 30-29, 30-28 ) - pelo título dos leves ( 63 kgs )
Minoru Kimura venceu Abiral Ghimire por TKO ( corte ) aos 2:50 do segundo round
Kizaemon Saiga venceu Hirotaka Urabe por desclassificação ( golpe na virilha ) no segundo round
Yuta Murakoshi venceu Naoki Yamamoto por decisão unânime ( 30-27, 30-27, 30-26 )
Ryusei Ashizawa venceu Kotaro Shimano por TKO ( regra de três knockdown ) aos 3:00 do segundo round
Taio Asahisa venceu Hikaru Hasumi por nocaute ( chute na cabeça ) aos 1:48 do terceiro round
Daizo Sasaki venceu Tetsuya Yamato por decisão unânime ( 30-29, 30-29, 30-28 )
Shuji Kawarada venceu Fumiya Osawa por decisão dividida após round extra ( 10-9, 9-10, 10-9 )
Hiromi Wajima venceu Yuhei Fujioka por TKO ( regra de três knockdown ) aos 2:03 do primeiro round
Gunji Taito venceu Yusho Kamemoto por nocaute ( soco ) aos 1:54 do segundo round
Junki Sasaki venceu Riamu por decisão unânime ( 29-27, 30-26, 30-26 )
Fukashi Mizutani venceu Hayato Suzuki por nocaute ( soco ) aos 0:09 do segundo round
Shinya Uemura venceu Meisam Eshghi por nocaute ( socos ) aos 2:55 do primeiro round
Rei Inagaki venceu Hideki por TKO ( regra de três knockdown ) aos 1:23 do terceiro round
Natsuki Kitamura venceu Seiya por nocaute  ( soco ) aos 0:33 do primeiro round
Eiki Kurata venceu Yuki Toyoda por TKO ( regra de três knockdown )aos 2:57 do segundo round
Yuta Matsuyama venceu Masashige Umeda por nocaute ( socos ) aos 0:31 do primeiro round
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 15/12/2020
_
Foto acima : O lutador brasileiro Minoru Kimura está com 10 “KO’s” consecutivos no K-1. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Japan Group | ( C ) M-1 Mídia Esportiva | Divulgação ).
 
Abaixo : O tailandês Gonnapar é o novo campeão dos leves ( 63 kgs ) do K-1. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Japan Group | ( C ) M-1 Mídia Esportiva | Divulgação ).
201213k1 12 konnapar 3 d8998
 
Foto :  O sul-coreano Kim Jae Woong venceu o japonês Tetsuya Yamada. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
Na sexta-feira, 11 de dezembro, o ONE Championship exibiu o seu segundo ‘card’ do “Big Bang”, novamente no Singapore Indoor Stadium, em Singapura. O show incluiu lutas de Muay Thai e kickboxing, além de MMA, que foram transmitidas pelas plataformas de ‘streaming’ para os fãs americanos ‘ao vivo’ e pelo canal do ONE no YouTube para o restante do mundo.
 
O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ONE : “Big Bang II”, foi encabeçado por uma luta de Muay Thai entre Taiki Naito, um “astro” japonês de 24 anos e o inglês Jonathan Haggerty, ex-campeão mundial na modalidade. Depois de três rounds emocionantes, os dois ‘knockdowns’ sofridos por Naito foram mais do que suficientes para dar a Haggerty a vitória por decisão unânime, que mudou seu ‘recorde’ para 16-4.
 
Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ), a ação foi sob as regras do Kickboxing e Nieky Holzken, ‘ex-rei’ do peso meio médio do GLORY tentava defender seu posto de n°1 no ranking dos leves diante de Elliot Compton. Holzken acabou vencendo com um soco no fígado, após alguma ‘trocação’, ainda no primeiro round.
 
Por falar em Kickboxing, foi ainda nessa modalidade que vimos a luta destaque do ONE : “Big Bang II”, quando o experiente veterano Errol Zimmerman, campeão de K-1 e Muay Thai, acabou sofrendo uma derrota por nocaute técnico devido a um chute de calcanhar desferido por Rade Opačić.
 
Na seção de MMA do evento, dois dos destaques do ONE Championship foram colocados em rota de colisão, quando o lutador da Malásia, Agilan Thani ( 10-5 ), enfrentou o americano Tyler McGuire ( 12-1 ). Thani acabou vencendo por decisão unânime dos jurados.
 
Além disso, o sul-coreano Kim Jae Woong ( 11-4 ) venceu o japonês Tetsuya Yamada ( 26-8 ) com socos e chutes violentos que forçaram uma paralisação da luta já no segundo round, enquanto o peso galo chinês Chen Rui ( 9-1 ) venceu o iraniano Ali Motamed ( 7-5 ), também por interrupção do árbitro, que decretou o ‘TKO’, ainda no primeiro round.
 
Os resultados do ONE : “Big Bang II” incluem :
 
ONE Championship : Big Bang
Sexta-feira, 11 de dezembro de 2020
Singapore Indoor Stadium
Kaalang, Singapura
 
MMA
Kim Jae Woong venceu Tetsuya Yamada por TKO ( socos ) - aos 4:39 do segundo round
Agilan Thani venceu Tyler McGuire por decisão unânime
Chen Rui venceu Ali Motamed por TKO ( socos ) - aos 1:56 do primeiro round
 
Muay Thai
Jonathan Haggerty venceu Taiki Naito por decisão unânime
 
Kickboxing
Nieky Holzken venceu Elliot Compton por KO ( socos ) - aos 1:36 do primeiro round
Rade Opacic venceu Errol Zimmerman por TKO ( chute giratório ) - aos 1:35 do segundo round
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 12/12/2020
_
Foto :  O sul-coreano Kim Jae Woong venceu o japonês Tetsuya Yamada. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
Foto : O ‘card’ do “Road to ONE : 5rd” foi composto exclusivamente por lutas de Muay Thai. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | ( C ) Abema TV | Divulgação ).
O “Road to ONE : 5rd” foi realizado na tarde de segunda-feira ( 7 de dezembro ) no WSS ( World Siam Stadium ) em Bangkok, capital tailandesa. Em um ‘card’ totalmente composto por lutas de Muay Thai, atletas de toda a Tailândia e um do Brasil lutaram por um contrato no ONE Championship.
 
O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) trouxe Petchpangan Teeded99 e Wanchana Nor Narisson e terminou em “no-contest”, após um golpe baixo acidental no final do terceiro round.
 
No ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) vimos Yodsaenchai Nayok-A-Thasala nocautear Roylan WarriorsMuayThai no terceiro round com um belo golpe de cotovelo.
 
Em outra atração desse ‘card’, Nongchamp Suanaharnpikmai marcou um ‘knockdown’ no segundo round da sua luta contra Kongburapha Thipthaamai, derrubando-o com alguns chutes baixos violentos.
 
Em uma das primeiras lutas do show, vimos Kaensak Sor Tienpho enfrentar Patakngern Pahkbangkhaakao. Este último acabou perdendo, após desabar de dor nas cordas com uma lesão no ombro, forçando o árbitro a decretar o encerramento do confronto.
 
Road to ONE : 5rd : Bangkok
Segunda-feira, 07 de dezembro de 2020
World Siam Stadium
Bangkok, Tailândia
 
Petchpangan Teeded99 vs Wanchana Nor Narisson - Terminou em no-contest, após um golpe baixo acidental no terceiro round
Yodsaenchai Nayok-A-Thasala derrotou Roylan WarriorsMuay Thai por nocaute no terceiro round
Nongchamp Suanarhanpeekmai derrotou Kongboorapha Thipthamai por decisão unânime
Kansak Sor.Tienpho derrotou Patakngern Pakbanakao no quinto round por TKO ( ombro deslocado )
Waatcharaphol Singmawin derrotou Wutthidet TDE99 por decisão majoritária 
Noelisson PhuketFightClub derrotou Thor.Kor.Sor Sor.Chokmeechai por decisão unânime
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/12/2020
_
Foto : O ‘card’ do “Road to ONE : 5rd” foi composto exclusivamente por lutas de Muay Thai. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | ( C ) Abema TV | Divulgação ).
Foto : Jihin Radzuan, da Malásia, venceu a vietnamita-americana Bi Nguyen, no duelo que está cotado para ‘luta da noite’ do ONE : “Big Bang”. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
Na sexta-feira, 04 de dezembro de 2020, o ONE Championship : “Big Bang”, foi realizado “à portas fechadas” no Singapore Indoor Stadium, em Singapura. Esse ‘card’ do ONE em particular foi atingido por algumas mudanças de última hora, mas, no final das contas, tudo ocorreu muito bem.
 
O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) culminou em um confronto de Kickboxing na categoria peso pena entre Marat Grigorian e Ivan Kondratev, em que o primeiro venceu com um nocaute técnico impressionante no segundo round. 
 
Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) desse ONE : “Big Bang”, o craque do Jiu-Jitsu Garry Tonon melhorou o seu ‘recorde’ no MMA para 6-0 com uma vitória por decisão unânime e árdua sobre o japonês Koyomi Matsushima ( 12-15 ), um ex-desafiante ao título da categoria peso pena do ONE. Com a vitória, Tonon agora está bem posicionado para disputar com Thanh Le, o novo campeão dos penas do ONE.
 
Em outra atração desse ‘card’ os fãs foram brindados com uma luta divertida entre a “grappler” da Malásia Jihin Radzuan ( 6-2 ) e a vietnamita-americana especialista em ‘trocação’ Bi Nguyen ( 5-6 ), vencida pela primeira na decisão dos jurados. 
 
Na outra luta feminina da noite, vimos a “estrela” do Wrestling indiano Ritu Phogat ( 4-0 ), conseguir uma vitória enfática ao nocautear Jomary Torres ( 4-5 ) com sequência brutal de cotoveladas no ‘ground and pound’ ainda no primeiro round. 
 
O momento mais aguardado pelos brasileiros nesse ‘card’, foi uma luta de Kickboxing em que Anderson Silva acabou sendo superado por Murat Aygun na decisão unânime dos jurados.
 
Os resultados do ONE : “Big Bang” incluem :
 
ONE Championship : Big Bang
Sexta-feira, 04 de dezembro de 2020
Singapore Indoor Stadium
Kaalang, Singapura
 
MMA
Garry Tonon derrotou Koyomi Matsushima por decisão unânime dos jurados
Bokang Masunyane derrotou Rene Catalan por nocaute no 1R
Jihin Radzuan derrotou Bi Nguyen por decisão unânime dos jurados
Ritu Phogat derrotou Jomary Torres por nocaute técnico no 1R
 
Kickboxing
Marat Grigorian derrotou Ivan Kondratev por nocaute técnico no 2R
Murat Aygun derrotou Anderson Silva por decisão unânime dos jurados
Andy Souwer derrotou Zhang Chunyu por decisão unânime dos jurados
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 07/12/2020
_
Foto : Jihin Radzuan, da Malásia, venceu a vietnamita-americana Bi Nguyen, no duelo que está cotado para ‘luta da noite’ do ONE : “Big Bang”. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Beauty e Spa Day

Imagem - Mario Hirano.

Beauty & Spa Day

MHH 0034 b fae55

No dia 8 de maio de 2021, (feriado GOOD WEEK do Japão) sábado, na cidade de Kariya, centro de Promoção Industrial de Kariya. Foi realizado um evento para mulheres MOTHERS DAY EVENT Beauty & Spa Day organização de Sierra School JBHA (Japan Brazilian Holistic Association) coordenado por Mônica  Kawai diretora responsável e Sandra Celusa membro organizadora da escola.

MHH 0011 2

O Slogan “Você Mulher Mais Bonita”.

Voltado para apresentação de profissionais de terapias holísticas e estéticas orientais demonstraram seu talento com uma breve explanação e prática de suas técnicas.

Objetivo do evento é proporcionar um dia especial para as mamães ficarem mais belas para o seu dia especial com todo cuidado e carinho que elas merecem.

MHH 0021 2

Pensando o quão importante são as mulheres e toda a dedicação pela qual dedicam todos os dias criamos um menu especial para o Spa Beauty Day

Tratamento Facial.

Tratamento Corporal.

Aromaterapia Body Care.

Esfoliação Rosas Marroquinas.

Cone Terapia.

Spa Foot (Reflexologia Podal).

Reiki.

Barra de Acess.

Spa candle Massage.

Hot Stones.

Thai Massage.

Bambu Therapia.

Compressas Herbal.

Facial Gua Sha.

Tok Sen.

Seitai.

MHH 0189 2

Tivemos demonstração de Terapeutas e Massoterapeutas: Pilar Miranda Noda e Ana Paula Sekiguchi.

Pilar Miranda Noda apresentou em destaque entre seus trabalhos o cone terapia que também ministra em idioma espanhol, pela escola Ana Paula Sekiguchi apresentou entre seus trabalhos em destaque suas produções aromáticas de cosmetologia personalizada de produtos e decorações artesanais de flores naturais desidratadas.

MHH 0291 2

Os Terapeutas Holístico formandos dos cursos de Aromaterapia aplicado em técnica da reflexologia podal  Rosana Hirano, David Urbina e Renilde Kanekiyo marcaram presença também formando do curso de Aromatherapy Body Care Rosângela Shine Bolzani e Marcia Yamauti foram homenageadas apesar não estar presente com a decoração feita em homenagem aos formandos com o tema da Índia e o coração da cura com o destaque do livro Antigos Segredos de um mestre curador que foi inspiração dos estudos e éticas holisticas. Participação especial da Angelica Hayassaka esteticista e terapeuta holistica de Kanagawa Yokosuka com o destaque da Aromaterapia a terapia dos Aromas com os princípios de técnicas orientais e beleza com saúde.

Galeria de fotos.

Foto :  Shinya Aoki, um “astro” já estabelecido no MMA, compete no ONE Championship e no ‘Road to ONE’. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | ( C ) Abema TV | Divulgação ).
Após um hiato de cinco meses no início deste ano devido à pandemia, atualmente o ONE Championship está com uma agenda lotada em andamento, com eventos sendo realizados ‘ao vivo’ na China, Tailândia e Singapura, uma vez que que as medidas de confinamento foram amenizadas. O mesmo é válido para a sua série de eventos chamada ‘Road to ONE’.
 
Houveram três eventos do Road to ONE no Japão até agora. Todos foram promovidos pelo Pancrase e Shooto e apresentaram atletas promissores que buscam ganhar um lugar no evento principal, bem como estrelas já estabelecidas, como é o caso do lutador Shinya Aoki.
 
Os ‘cards’ do “Road to ONE 1rd”, “Road to ONE 2rd” e “Road to ONE 3rd” foram todos realizados em Tóquio, com as promoções locais Pancrase e Shooto enviando seus representantes para todos os shows.
 
Já o “Road to ONE 4rd” aconteceu no último sábado ( 28 de novembro ) em Yekaterinburg, na Rússia, em conjunto com as promoções locais de kickboxing : Fair Fight e de MMA : RCC.
 
Após plantar sua bandeira em solo russo, o ‘Road to ONE’ anunciou outros shows para aquele país para o ano que vem, com mais ‘cards’ mistos de Kickboxing e MMA, à exemplo do evento de sábado.
 
Antes disso, porém, o “Road to ONE 5rd” será realizado na segunda-feira ( 7 de dezembro ), no World Siam Stadium, em Bangkok, Tailândia. Esse evento será composto exclusivamente de lutas de Muay Thai.
 
O evento principal do ONE Championship também está de volta, com o ONE : “Big Bang” sendo realizado nesta sexta-feira ( 4 de dezembro ), no Singapore Indoor Stadium, em Singapura, enquanto o ONE : “Collision Course”  está definido para o mesmo local em 18 de dezembro. Ambos os ‘cards’ contarão com uma mistura de lutas de Kickboxing e MMA.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 04/12/2020
_
Foto :  Shinya Aoki, um “astro” já estabelecido no MMA, compete no ONE Championship e no ‘Road to ONE’. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | ( C ) Abema TV | Divulgação ).
 
Foto : Nobuyuki Sakakibara gostaria que Anderson Silva encerrasse sua carreira lutando MMA no Japão. ( Cortesia | Créditos : (C) Jake Nichols | (C) The Body Lock MMA | @RIZINFF | Divulgação ).
Após ser rejeitado por numerosas promoções, incluindo ONE Championship, PFL, Bellator e BKFC, Anderson Silva - agora um ‘free agent’ ( ou “agente livre”, em português ) - poderá continuar na ativa, até porque o ex-campeão dos médios ( 84 kg ) do UFC ainda não cravou sua aposentadoria e deixou em aberto a chance de fazer mais algumas lutas de MMA.
 
Nesse final de semana foi reportado por jornalistas do porte de Drake Riggs ( MyMMANews ) e Jake Nichols ( TheBodyLockMMA ), entre outros de mídias especializadas em artes marciais mistas pelo mundo afora, que o fundador e presidente do Rizin FF, Nobuyuki Sakakibara, expressou interesse em ajudar Anderson Silva a “cumprir seus desejos” e “iniciar o capítulo final de sua carreira no Japão”.
 
-“Tenho ótimas lembranças do Anderson Silva na época do Pride e na minha opinião pessoal acho que a carreira dele disparou no Japão. Ouvi dizer que o Japão também tem um lugar especial em seu coração. Eu realmente sinto que gostaria de ajudá-lo a cumprir seus desejos por respeito pelo que ele conquistou e pelo que fez pelo nosso esporte. Ainda não falei com ele, mas gostaria de saber se podemos encontrar algo que faça sentido para ele começar seu capítulo final no Japão.”-declarou Sakakibara, em entrevista concedida ao site MyMMANews.
 
Por outro lado, a opinião dos comentaristas Matthew Wells, Ant Walker e Patrick Auger é de que embora Sakakibara tenha expressado seu interesse em ajudar Anderson a terminar sua carreira no Japão, isso não significa necessariamente que Silva lutará no Rizin, embora sejam unânimes em afirmar que gostariam de vê-lo lutar na ‘terra do Sol Nascente’.
 
Durante seu auge, Silva foi amplamente considerado o melhor lutador ‘pound for pound’ ( “peso por peso” ) do planeta. Ele registrou 16 vitórias consecutivas no UFC e ficou com o título dos médios da organização por sete anos.
 
Mas com apenas uma vitória em suas últimas nove lutas, as ações de Silva caíram. Ele vem de derrota para Urijah Hall no UFC Vegas 12 naquela que foi a última luta de seu contrato.
 
Silva lutou cinco vezes pelo Pride FC, vencendo três dessas lutas. Ele também apareceu duas vezes nos ‘cards’ do Shooto, mas não luta no Japão desde 2004.
 
Mas e você, caro leitor ? Gostaria de ver o Anderson Silva encerrar a sua carreira lutando no Japão ? Acredita que isso irá acontecer ? Deixe-nos saber a sua opinião à respeito nos comentários abaixo.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 29/11/2020
_
Foto : Nobuyuki Sakakibara gostaria que Anderson Silva encerrasse sua carreira lutando MMA no Japão. ( Cortesia | Créditos : (C) Jake Nichols | (C) The Body Lock MMA | @RIZINFF | Divulgação ).
«May 2021»
MonTueWedThuFriSatSun
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

DMCA.com Protection Status

Go to top