Vodka, saúna e esportes : conselhos do presidente da Bielorrússia para combater o coronavírus

Apesar das medidas preventivas adotadas em diversas partes do mundo para combater a propagação do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, a conduta das lideranças de alguns países para conter o avanço da infecção pode ser considerada, no mínimo, polêmica.

Um destes líderes é Aleksander Lukashenko, presidente da Bielorrússia ( ou Belarus  ), que comanda o destino daquele país do Leste Europeu desde 1994.

O líder máximo da Bielorrússia disse que o fato da Organização Mundial da Saúde ( OMS ) ter declarado a pandemia da Covid-19 não significa nada, pois no seu país todas as infeções sempre foram combatidas, não apenas o novo coronavírus.

-“Praticamente não existe um único país que não seja afetado por esse vírus. Mas é muito diferente uma pessoa ficar doente num país no norte de África, enquanto 475 pessoas morrem em apenas 24 horas na Itália. É uma grande diferença”.-observou.

Para ele, a coisa mais perigosa não é o coronavírus, mas sim a ‘psicose’ que este gerou.

-“Estas coisas ( as pandemias ) passam. O mais importante é não entrar em pânico”.-declarou.

Lukashenko atacou os países que fecharam as suas fronteiras de modo a conter o novo coronavírus, especialmente a Rússia, chamando essa medida de ‘parvoíce absoluta’.

-“Muitos países fecharam-se aos estrangeiros. Entre eles cinco países vizinhos da Bielorrússia. É uma ‘parvoíce total e absoluta’, algo que já está confirmado. Isso não vai defender a Rússia de forma alguma. Especialmente se for um encerramento seletivo. Mas é problema deles”.-disse o presidente em declarações recolhidas pela agência BelTA.

-“O mundo ficou maluco com o coronavírus. Essa ‘psicose’ aleijou as economias nacionais em quase todos os lugares do mundo. Não há necessidade de entrar em pânico, é preciso continuar a trabalhar. Especialmente agora. Vão para o campo e procurem trabalhar pesado, seja manualmente ou nos tratores. A vida no campo, o trabalho braçal e o trator curam todas as pessoas”.-Complementou, insistido para que os cerca de 9,5 milhões de habitantes do seu país continuem a trabalhar.

-“Vão fazer uma sauna, desde que seja seca, duas ou três vezes por semana. Os chineses dizem que o vírus morre a partir dos 60 graus centígrados”.- acrescentou, em outra declaração ao país.

Em outra entrevista, esta concedida ao jornal britânico ‘The Times’, Lukashenko sugeriu que a população ‘envenene’ o coronavírus com vodca e até lave as mãos com a bebida. -“Vocês deveriam beber o equivalente a 40-50 mililitros de álcool por dia. Mas não no trabalho. Pratiquem esportes também”.- afirmando que a prática esportiva é o melhor remédio contra o coronavírus.

O esporte, aliás, continua ‘à todo vapor’ na Bielorrússia, uma vez que o líder máximo da nação apoia a manutenção dos torneios esportivos, como também se recusa a impor isolamento à população.
O presidente afirma que a pandemia é uma oportunidade para mostrar os esportes do país. -“Eu vejo a Rússia e muita gente lá ganha dinheiro com apostas, porque de antemão eles não conheciam os nossos times”.-ele disse.

O presidente Lukashenko, inclusive, participou de um jogo de hóquei no gelo no sábado ( 28 de março ), junto com centenas de torcedores.
Anteriormente, ele já havia disputado amigáveis partidas deste que é o seu esporte favorito com o russo Vladimir Putin.

-“É melhor morrer de pé do que viver de joelhos”.-começou à dizer, antes de uma jornalista perguntar se existe algo que o faça deixar de jogar.

-“A mim? É possível. Mas ... por que razão? Não entendo. Não há vírus aqui. Você vê o vírus por aqui? Eu também não vejo. É uma pista de hóquei, é o melhor para a saúde. O desporto, principalmente os desportos no gelo, são o melhor remédio para o vírus. Este é melhor dos desportos, este estádio é onde está a verdadeira cura do vírus”.-concluiu.

A temporada de futebol lá começou em março de 2020 e a primeira rodada do campeonato nacional contou com um público de 933 pessoas.
Os torcedores têm álcool em gel à disposição nos estádios e também tem a sua temperatura medida.

Não custa lembrar que não é só o esporte que continua acontecendo na Bielorrússia normalmente. Estão abertos cinemas, teatros, restaurantes e até as fronteiras do país - apesar de vizinhos como a Rússia e a Ucrânia terem tomado medidas mais drásticas para enfrentar a pandemia, como fechar escolas e cancelar eventos para evitar aglomerações.

Até o dia 1º de abril, o Ministério da Saúde da Bielorrússia registrava 163 casos de Covid-19 no país, com 47 pacientes recuperados e apenas 2 mortes.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 02/04/2020
_
Foto : O presidente da Bielorrússia, Aleksander Lukashenko, afirma que o esporte é o melhor remédio contra o coronavírus ( Cortesia | Créditos : Andrey Pokumeiko | BelTA | Divulgação | Via Reuters ).

[ K-1 ] Japoneses ensinam como promover um evento de lutas com público em tempos de pandemia

No domingo, 22 de março, o K-1 Group retornou a Tóquio, no Japão com o seu K’Festa.3, também chamado de “K-1 WORLD GP 2020 JAPAN-K’FESTA.3”. O evento foi um sucesso e contou com um público de 9.000 pessoas.

Embora vários eventos tenham sido adiados ou até mesmo cancelados devido à disseminação do novo coronavírus, os organizadores deram toda atenção à realização de um evento em um grande local que é a Saitama Super Arena.

Antes do início do torneio, o produtor do K-1 Takumi Nakamura participou de uma conferência de imprensa que contou com a cobertura de emissoras comerciais, incluindo a NHK, além da mídia especializada em artes marciais.

Nakamura explicou que estava tomando as medidas máximas de precaução para organizar um torneio com público em tempos de pandemia.

Entre essas medidas constavam a distribuição de máscaras e a realização de termografia ( para verificar a temperatura do corpo ) na entrada do local, a instalação de desinfetantes em vários locais do ginásio e a distribuição de água mineral gratuitamente, juntamente com copos para gargarejo, bem como álcool para desinfecção.

No corredor, havia um umidificador - com água e ácido de hipoclorito - que foi convertida em névoa e usada para desinfetar o espaço.

Já a instalação com estandes de vendas foi feita fora do ginásio, para evitar aglomeração no local das lutas, assim como as outras medidas que foram anunciadas e explicadas detalhadamente no site da promoção.

O público ainda foi instruído a inserir seu nome, endereço e informações de contato no momento da entrada e preparar-se para eventuais emergências.

Houve uma diminuição de assentos desta vez, para permitir um distanciamento seguro entre as pessoas presentes.

Só então, após os organizadores tomarem o máximo possível de medidas preventivas, é que o show teve início.

Quanto às lutas em si, estas apresentaram os notáveis Yoshiki Takei, KANA e Masaaki Noiri, todos no ‘card’ principal. Também houve um torneio eliminatório na categoria de 70 kg.

No ‘main event’ ( evento principal ) da programação, o campeão mundial do K-1, Takeru,substituiu Petchdam Petchkiatpetch.

Confira abaixo os resultados do “K’Festa.3” que incluem :

K-1 World GP 2020 : K’Festa 3
22 de março de 2020
Saitama Super Arena
Tóquio, Japão

Minoru Kimura venceu Hiromi Wajima por TKO. Round 1 - final do torneio de 70 kg
Takeru venceu Petchdam Petchkiatpetch por nocaute. Round 2, 0:49
Sina Karimian venceu Ryo Aitaka por decisão unânime ( 28-27 × 3 )
Yoshiki Takei venceu Dansiam Ayothaya Fight Gym por decisão unânime ( 30-29 × 3 )
KANA venceu Gloria Peritore por nocaute. Round 1, 2:42
Taio Asahisa venceu AKenta Hayashi por decisão unânime ( 29-26, 29-26, 30-26 )
Rukiya Anpo venceu Fukashi por decisão unânime ( 30-27, 29-28, 29-28 )
Hiromi Wajima venceu Yasuhiro Kido por decisão unânime ( 30-27, 29-28, 30-28 ) - semifinal do torneio de 70 kg
Minoru Kimura venceu Eder Lopes por nocaute. Round 1, 1:02 - semifinal do torneio de 70 kg
Masaaki Noiri venceu David Mejia por decisão unânime ( 30-28, 30-29, 30-28 )
Leona Pettas venceu Yuta Murakoshi por nocaute. Round 3, 2:33
Musashi Kumura venceu Akihiro Kaneko por decisão majoritária ( 30-29, 30-28, 30-30 )
Jawsuayai Sor.Dechaphan venceu Kaito Ozawa por TKO. Round 3:
Yuta Kubo venceu Jordann Pikeur por decisão unânime ( 30-29 × 3 )
Hideaki Yamazaki venceu Hikaru Terashima por nocaute. Round 2, 2:59
Yutaka venceu Satoru Nariai por decisão unânime ( 29-25, 30-25, 30-25 )
Hiromi Wajima venceu Avatar Tor.Morsi por nocaute. Round 3, 0:40 - quartas de final do torneio de 70 kg
Yasuhiro Kido venceu Milan Pales por nocaute. Round 2, 1:54 - quartas de final do torneio de 70 kg
Eder Lopes venceu Katsuya Jinbo por nocaute. Round 2, 0:49 - quartas de final do torneio de 70 kg
Kimura Minoru venceu Kaito por nocaute. Round 1, 2:10 - quartas de final do torneio de 70 kg
Daisuke Fujimura venceu Kotetsu por decisão unânime ( 30-29, 30-28, 30-27 ) - Reserve Bout
Shinya Uemura x Seiya Tanigawa terminou em empate maioritário ( 28-28, 29-28, 28-28 )
Riamu venceu Ryuto por decisão unânime ( 30-28, 30-28, 30-29 )
Hikaru Hasumi venceu Hisaki Higashimoto por nocaute. Round 3, 2:53
Rira venceu Kyoken Jin por nocaute. Round 1, 1:57

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 23/03/2020
_
Foto acima : O evento foi um sucesso e contou com um público de 9.000 pessoas. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Group | ( C ) M- 1 Mídia Esportiva ).

Abaixo : Os organizadores tomaram o máximo possível de medidas preventivas e o evento foi coroado com grandes lutas. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Group | ( C ) M- 1 Mídia Esportiva | Gonkaku ).

DSC 3497 e701b

Surto de Coronavírus no Japão poderá forçar o adiamento de eventos por duas semanas

O CEO do RIZIN, Nobuyuki Sakakibara, falou sobre os desenvolvimentos futuros após o torneio “RIZIN.21”, realizado em 22 de fevereiro de 2020 ( sábado ) na Hamamatsu Arena, em Shizuoka.

Foi anunciado anteontem que o próximo ‘card’ da franquia, o “RIZIN.22”, deverá ser realizado no dia 19 de abril ( domingo ), na Yokohama Arena.

Contudo, Sakakibara comentou sobre as suas preocupações à cerca do impacto do novo coronavírus, oficialmente chamado COVID-19.

-“Estou preocupado com a forma como a infecção pelo coronavírus se espalhará por aqui, mas dependerá de quando será o pico do surto e quando este chegará ao fim, como você pode ver nos exemplos de outros patógenos. Ouvi dizer que as bactérias desaparecerão se a temperatura exceder 20 graus, mas, em qualquer caso, eu estarei atento às informações e continuo tendo em mente que nós estaremos bem prepararemos para o dia 19 de abril e realizaremos o torneio ”.-afirmou Sakakibara.

Na tarde de quarta-feira ( 26 de março ), o primeiro-ministro do Japão Abe Shinzo pediu que todos os eventos esportivos e culturais sejam suspensos ou limitados durante duas semanas, como parte da luta para conter a disseminação do coronavírus no país.

Abe Shinzo - que em maio de 2019 adotou a estrutura tradicional de nomes no Japão, com o sobrenome na frente - afirmou que esse período é importante para deter a disseminação da infecção.

-“Considerando que as próximas duas semanas são extremamente importantes para evitar a propagação da infecção, solicitaremos a suspensão, adiamento ou redução do tamanho ( dos eventos ) nesse período, pois o governo considera existir um risco de transmissão em larga escala nos eventos esportivos e culturais em todo o país”.-disse Abe, no Parlamento, ao pedir aos organizadores que considerem cancelar ou adiar seus eventos, embora isso não seja obrigatório.

Em resposta à esse pedido, a indústria das artes marciais anunciou o cancelamento do “SHOOT BOXING Hanayashiki Extreme.4”, que seria realizado em 1º de março no Asakusa Hanayashiki / Asakusa Flower Theatre, em Tóquio.

O mundo do boxe decidiu adiar um torneio doméstico marcado para março e, os dirigentes da Luta Livre ( modalidade conhecida aqui no Brasil como ‘Telecatch’ ), anunciaram que a New Japan Professional Wrestling cancelará 11 torneios de 1 à 15 de março, mas que retornará às suas atividades posteriormente.

Uma outra opção seria fazer que nem a liga de beisebol de Tóquio, que informou que realizará partidas sem espectadores até o dia 15 de março.

Quanto às Olimpíadas, os preparativos para os próximos Jogos Olímpicos de Tóquio ainda estão em andamento apesar do coronavírus, informou o Comitê Olímpico Internacional ( COI ) também na quarta-feira.

-“Os preparativos para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 continuam como planejado. Contramedidas contra doenças infecciosas constituem uma parte importante dos planos do Tóquio 2020 de sediar Jogos seguros e protegidos. Tóquio 2020 continuará a colaborar com todas as organizações relevantes que estão monitorando cuidadosamente qualquer incidência de doenças infecciosas e analisará quaisquer medidas preventivas necessárias a todas as organizações envolvidas”.-afirmou o serviço de imprensa do COI.

O COI disse ainda que estava em contato com a Organização Mundial de Saúde ( OMS ) e seus próprios especialistas médicos :

-“Temos plena confiança de que as autoridades relevantes, em particular no Japão e na China, tomarão todas as medidas necessárias para resolver a situação”.-explicou o serviço de imprensa.

Os políticos japoneses estão confiantes com relação à realização das Olimpíadas em seu país :

-“O COI está se preparando para os Jogos de Tóquio tal como programado. Continuaremos nossos preparativos para que o COI possa tomar decisões sensatas”.-afirmou a ministra Seiko Hashimoto, no Parlamento.

Segundo os especialistas, a epidemia deve durar de dois a três meses, com algumas previsões apontando para o seu término depois de abril.

Nesse caso, o surto poderia afetar um pouco mais o mundo do MMA no Japão.
Será que haverá uma logística propícia para a realização do “RIZIN.22” em 19 de abril ?

Nós esperamos que sim e aproveitamos para parafrasear Zhang Jifeng, vice-diretor do Instituto de estudos japoneses na Academia Chinesa de Ciências Sociais, quando este disse :

-“Do fundo do coração, esperamos que o Japão melhore em breve e que juntos possamos desfrutar dessa celebração do esporte e do renascimento”.-declarou Zhang.

Por agora, fiquem com as lutas anunciadas para o “RIZIN.22” até o momento.

RIZIN.22
19 de Abril de 2020
Yokohama Arena
Yokohoma, Japão

Manel Kape (c) vs. Hiromasa Ogikubo ( pelo cinturão do peso galo )
* Mikuru Asakura x Kotetsu Boku ( peso leve ) *
* TBC

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 27/02/2020
_
Foto : A medida se faz necessária até que o surto arrefaça, após o seu pico. Mas o CEO do RIZIN Nobuyuki Sakakibara ainda está esperançoso quanto à realização do “RIZIN.22” em 19 de abril. ( Créditos | Cortesia : @RIZINFF | MMA Japan ).

Olimpíadas: 500 voluntários estrangeiros poderão entrar no Japão

Voluntários do exterior terão permissão sob regras especiais de entrada para auxiliar na Tokyo 2020 neste verão.

Cerca de 500 voluntários estrangeiros podem ter permissão para entrar no Japão sob regras especiais de entrada para auxiliar na Olimpíada e Paralimpíada de Tóquio neste verão, disseram na segunda-feira (22) fontes com conhecimento do assunto.

Organizadores locais descartaram a aceitação de voluntários do exterior, em princípio, como precaução para impedir a propagação do coronavírus, mas poderia fazer uma exceção para cerca de 500 pessoas com habilidades especiais necessárias para realizar os jogos.

De acordo com os organizadores, cidadãos estrangeiros formaram até cerca de 10% de um total de 80 mil voluntários antes da pandemia ter forçado o adiamento dos jogos em 1 ano.

Os conselhos organizadores das olimpíadas decidiram formalmente no sábado (20) que os jogos seriam realizados sem espectadores do exterior devido à pandemia.

O governo vai considerar maneiras de permitir a entrada de especialistas voluntários do exterior. Cidadãos japoneses que vivem foram do país devem ter permissão para se voluntariar.

Fonte: News and Culture

Gifu e Mie: mais confirmações de infecção pela variante do coronavírus

Depois das 8 confirmações em Aichi, no dia seguinte, soube-se de novos casos de infecção pelo vírus mutante em Gifu e Mie.

Semanalmente o governo divulga os dados da infecção pelo vírus mutante no país. Até 21 o número de pessoas infectadas por uma das variantes do coronavírus aumentou para 540 no país, incluindo os 87 passageiros nos aeroportos.

As províncias com maior número são Osaka, Hyogo e Saitama. No entanto, o vírus mutante está se expandindo, tanto que na segunda-feira (22) foram confirmados os primeiros 8 casos em Aichi.

Na terça-feira (23) o governo da província de Mie informou que 5 pessoas já testadas positivo, tiveram confirmação da infecção por uma das cepas do vírus mutante.

São duas pessoas na faixa dos 20, mais uma de cada na casa dos 30, 40 e 70 anos. Com esses novos casos, aumenta para 11 confirmações na província.

As amostragens foram enviadas para o NIID-Instituto Nacional de Doenças Infecciosas para verificar a cepa.

Na província de Gifu foram confirmados mais 2 novos casos no mesmo dia. Assim, o total de pessoas com confirmação da infecção por uma das variantes do coronavírus aumentou para 21.

Fontes: Ise Shinbum, NHK, ANN, Nagoya TV e Gifu Shimbun

Imagem - divulgação

Áreas no Japão iniciam vacinação geral em abril

Ministro notificou municípios com populações de até mil pessoas e comunidades de ilhas para vacinar o público geral junto com os idosos.

Alguns municípios do Japão devem iniciar as vacinações contra coronavírus para o público geral junto com os idosos em 12 de abril.

O plano foi anunciado pelo Ministro da Reforma Regulatória, Taro Kono, que é responsável pelo programa de vacinação contra coronavírus do governo.

Kono disse aos repórteres terça-feira (23) que ele notificou municípios com populações de até mil pessoas e comunidades de ilhas para vacinar o público geral junto com os idosos.

O ministro disse que o governador de Okinawa, Denny Tamaki, afirmou a ele que duas pequenas ilhas na província planejam começar a imunização do público geral no próximo mês.

Kono também se referiu à vacinação de cerca de 14 mil membros de missões diplomáticas estrangeiras e suas famílias sediadas no Japão. Ele indicou que tais pessoas estarão sujeitas a processos de vacinação onde suas missões estão localizadas, com as áreas consideradas seus lugares de residência.

Fonte: NHK

Visitantes terão de apresentar exame negativo de covid para entrar em Ilhabela

Medida vai vigorar a partir da sexta-feira, 26, e durante os feriados nas cidades de São Paulo e do ABC paulista

SOROCABA – A prefeitura de Ilhabela, um dos principais destinos turísticos do litoral norte de São Paulo, vai exigir que os visitantes apresentem exame negativo de covid-19 para ter acesso à ilha. A medida, divulgada na tarde desta terça-feira, 23, vai vigorar a partir de sexta-feira, 26, e durante os feriados nas cidades de São Paulo e do ABC paulista. Conforme decreto municipal, o exame RT-PCR negativo terá de ser apresentado como forma de prevenir a transmissão do vírus.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, Ilhabela é a primeira cidade paulista a exigir exame para o acesso de visitantes. No decreto, o prefeito Antônio Colucci (PL) leva em conta que a Baixada Santista decretou lockdown até o dia 4 de abril e que os prefeitos de São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano decretaram dez dias de feriados entre 26 de março e 4 de abril, o que poderá levar turistas a buscarem o litoral norte. "O grande fluxo de turistas durante os feriados consecutivos pode afetar o avanço da infecção humana pelo corovanírus, impactando o sistema de saúde pública municipal", diz o decreto.

A apresentação do exame será exigida a partir das 8h, no dia 26, no bolsão do embarque da travessia de balsas e catamarãs, único acesso de veículos e pessoas à cidade. A barreira contará com apoio da Polícia Militar, em especial os policiais em atividade delegada, segundo a prefeitura. Sem o exame negativo, o turista será impedido de embarcar. O exame deverá ter sido realizado no máximo 48 horas antes do embarque.

A prefeitura disse que a exigência é excepcional, com o objetivo de resguardar o interesse da coletividade na prevenção do contágio. Estão isentos da apresentação do exame os moradores do arquipélago, as pessoas vacinadas com a segunda dose e os prestadores de serviços essenciais, desde que apresentem documentação comprovatória.

Fonte: Estadão

https://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,visitantes-terao-de-apresentar-exame-negativo-de-covid-para-entrar-em-ilhabela,70003658038

OLX é notificada por anúncio falso

Procon de SC identifica anúncio, feito a partir de Florianópolis, e cobra que a empresa responda solidariamente por propaganda enganosa; golpista cobrava R$ 5 mil por dose

FLORIANÓPOLIS - O Procon de Santa Catarina notificou o site de vendas on-line OLX por permitir a veiculação de um anúncio falso de vacina contra a covid-19. Na verdade, o que o órgão descobriu é que se tratava de um golpe e que as pessoas que eventualmente compraram o produto não receberam nenhuma vacina.

No anúncio, o vendedor afirma que trouxe algumas doses da vacina Coronavac e cobra R$ 5 mil uma dose e R$ 9 mil por duas. A localização dele é de Florianópolis, o que motivou a fiscalização do órgão estadual de proteção ao consumidor.

No documento, o órgão pede para que o OLX, que responde solidariamente pelo anúncio, suspenda imediatamente a veiculação sob pena de multa diária de R$ 100 mil e sanções administrativas. O órgão argumenta que o anúncio, entre outras infrações, fere o Código de Defesa do Consumidor, oferecendo um produto que ainda não está disponível para venda no mercado, caracterizando propaganda enganosa.

“Nós entramos em contato e tentamos fazer uma compra, foi aí que verificamos que se tratava de um golpe, por isso notificamos a OLX imediatamente para retirar do ar”, afirmou Tiago Silva, diretor do Procon SC. “No nosso entendimento isso não pode ocorrer. Apesar dos alertas, todos querem a vacina, por isso cobramos também que o site responda solidariamente”, completou.

O Procon encaminhou a notificação para as autoridades identificarem o golpista. A OLX informou que retirou o anúncio do ar “logo após sua publicação e bloqueou a conta do usuário” e se pronunciou sobre o episódio.

“A OLX esclarece que até o momento não foi notificada pelo Procon-SC, retirou o anúncio da plataforma logo após sua publicação e bloqueou a conta do usuário. A plataforma reforça ainda que não permite anúncios que ferem as regras de uso do site, os remove e bloqueia os usuários. A OLX está à disposição das autoridades para colaborar na apuração dos fatos e caso o usuário perceba que as políticas da plataforma estão sendo infringidas, conta com denúncias para investigar anúncios irregulares e removê-los”.

Fonte: Estadão

https://brasil.estadao.com.br/noticias/geral,olx-e-notificada-por-anuncio-falso-de-venda-da-vacina-contra-covid-19-coronavac,70003657906

Terça-feira: 1,5 mil testados positivo

Embora 9 províncias tenham registrado 0, a soma das 38 passou de 1,5 mil novos casos.

O total de pessoas testadas positivo na terça-feira (23) foi de 1.503, elevando o cumulativo para 459.016 pessoas infectadas pelo novo coronavírus no Japão.

Na região Kanto foram 136 em Saitama, 33 em Ibaraki, 74 em Chiba, 72 em Kanagawa, 337 em Tóquio, 20 em Tochigi e 18 em Gunma.

Em Osaka foram 183 e em Hyogo, 84. Nas províncias vizinhas, 15 em Nara e 7 em Shiga.

Na região Tokai os registros foram de 7 em Mie, 12 em Gifu, 22 em Shizuoka e 63 em Aichi.

Em Miyagi, a província com o maior índice de 1/100 mil habitantes do país, foram confirmados 121 casos. Em Okinawa, a segunda maior desse índice, 75 testaram positivo.

Estão em tratamento 13.915 pacientes, sendo que 320 necessitam de UTI.

A soma dos óbitos em 18 províncias foi de 53, elevando o total cumulativo para 8.922 perdas.

Até terça-feira a soma das pessoas recuperadas aumentou para 436.179.

No domingo (21) foram realizados 8.489 testes PCR.

Em relação à vacinação, o total de doses aplicadas é de 699.126. Na terça-feira foram 46.428, das quais 2.627 foram da segunda dose.

Fontes: NHK e News Digest

Suga ladeado de seus ministros na manhã de sexta-feira para finalizar as propostas de emendas das 3 leis (NHK)

Alterações nas leis de controle da infecção, com multas e até prisão

Entre as alterações propostas pelo governo, a serem submetidas a Dieta, se incluem aplicações de multas ou prisão para quem violar as medidas.

O projeto para alterações das Leis de Medidas Especiais, de Doenças Infecciosas e de Quarentena foi aprovado pelo governo na manhã de sexta-feira (22).

O próximo passo é submetê-lo à aprovação da Dieta Nacional, o poder legislativo do país, esperando que a oposição o aprove para ser implementado já no começo de fevereiro, embora haja vozes de que algumas emendas sejam pesadas.

Governadores ganham força

A Lei de Medidas Especiais estabelece claramente o apoio às empresas que cooperaram na redução do horário de expediente e no gozo de licença dos funcionários. Os governos do país e locais estipulam que “as medidas financeiras necessárias serão tomadas com eficácia”, por isso oferecem até 60 mil ienes por dia como verba de cooperação para os estabelecimentos comerciais que servem bebida alcoólica.

Cada governador passa a ter a prerrogativa da atual emissão de ‘orientação’ para ‘ordem’, tornando mais rígida e clara as medidas locais durante o período de estado de emergência.

Se houver risco de propagação da infecção antes mesmo da declaração ser emitida, foi adicionada à lei ‘medidas prioritárias como a prevenção da propagação’. Como no caso do estado de emergência, o governador poderá ordenar redução da jornada de trabalho e licença dos trabalhadores, por exemplo. O infrator será multado em até 300 mil ienes. Nesse caso trata-se de punição administrativa com sanção monetária e sem histórico de punição criminal.

Multa e até prisão

No descumprimento a alteração prevê aplicação de multas aos donos dos estabelecimentos com valores de até 300 mil ienes, se o pedido foi feito antes da declaração de emergência, e de até 500 mil ienes se for durante o período de estado de emergência.

Em relação aos pacientes com Covid-19, a alteração da Lei de Doenças Infecciosas prevê multa de até 1 milhão de ienes ou prisão de até 1 ano caso se recuse a internar ou que fuja da instituição de tratamento. No caso de se negar à pesquisa do centro de saúde ou de respostas mentirosas fica sujeito à multa de até 500 mil ienes.

Em todos esses casos a pessoa ficará com histórico de penalidade criminal.

Lei de Quarentena: passageiro infrator é alvo de punição

Essa também foi alvo de revisão no aspecto do pedido aos passageiros que vêm ou retornam do exterior. Mesmo que o resultado do teste para o novo coronavírus seja negativo, se o chefe da seção de quarentena do aeroporto pedir que fique 14 dias em casa, se a pessoa não cumprir, não há nenhuma punição.

Se a proposta da emenda for aprovada o passageiro que descumprir esse pedido poderá ser punido com multa de até 1 milhão de ienes ou prisão de até 1 ano.

Outras emendas constam do projeto de reforma das 3 leis, como o de assegurar leitos para tratamento em cada uma das províncias.

Espera-se discussões fervorosas entre os partidos da situação e oposição em relação a cada um dos tópicos, especialmente da aplicação das punições. As discussões começam na tarde de sexta-feira e devem prosseguir na próxima semana, podendo ter alterações.

Fontes: NHK e Nikkei.

«April 2021»
MonTueWedThuFriSatSun
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

DMCA.com Protection Status

Go to top