Visitantes terão de apresentar exame negativo de covid para entrar em Ilhabela

Medida vai vigorar a partir da sexta-feira, 26, e durante os feriados nas cidades de São Paulo e do ABC paulista

SOROCABA – A prefeitura de Ilhabela, um dos principais destinos turísticos do litoral norte de São Paulo, vai exigir que os visitantes apresentem exame negativo de covid-19 para ter acesso à ilha. A medida, divulgada na tarde desta terça-feira, 23, vai vigorar a partir de sexta-feira, 26, e durante os feriados nas cidades de São Paulo e do ABC paulista. Conforme decreto municipal, o exame RT-PCR negativo terá de ser apresentado como forma de prevenir a transmissão do vírus.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, Ilhabela é a primeira cidade paulista a exigir exame para o acesso de visitantes. No decreto, o prefeito Antônio Colucci (PL) leva em conta que a Baixada Santista decretou lockdown até o dia 4 de abril e que os prefeitos de São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano decretaram dez dias de feriados entre 26 de março e 4 de abril, o que poderá levar turistas a buscarem o litoral norte. "O grande fluxo de turistas durante os feriados consecutivos pode afetar o avanço da infecção humana pelo corovanírus, impactando o sistema de saúde pública municipal", diz o decreto.

A apresentação do exame será exigida a partir das 8h, no dia 26, no bolsão do embarque da travessia de balsas e catamarãs, único acesso de veículos e pessoas à cidade. A barreira contará com apoio da Polícia Militar, em especial os policiais em atividade delegada, segundo a prefeitura. Sem o exame negativo, o turista será impedido de embarcar. O exame deverá ter sido realizado no máximo 48 horas antes do embarque.

A prefeitura disse que a exigência é excepcional, com o objetivo de resguardar o interesse da coletividade na prevenção do contágio. Estão isentos da apresentação do exame os moradores do arquipélago, as pessoas vacinadas com a segunda dose e os prestadores de serviços essenciais, desde que apresentem documentação comprovatória.

Fonte: Estadão

https://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,visitantes-terao-de-apresentar-exame-negativo-de-covid-para-entrar-em-ilhabela,70003658038

O Vale Tudo está de volta à São Paulo com o novo “Rio Heroes”

As lutas de Vale Tudo estão de volta com a nova produção do campeonato “Rio Heroes”. E não estamos falando da série lançada pela Fox e NBC Universal em 24 de Fevereiro passado.
O promotor dessa nova fase do torneio é o mesmo Jorge Pereira, um  faixa coral de Jiu -Jitsu brasileiro ( 7º grau da faixa preta ), retratado na série inspirada em sua vida e coproduzida entre Mixer Films, NBCUniversal e Fox Group Network.

O Carioca, que cresceu no município de Volta Redonda, treinou Jiu -Jitsu com Rickson Gracie e Marcelo Behring e também foi lutador de Vale Tudo.
Foi por causa da família Gracie e de de Marcelo Behring, inclusive, que ele foi introduzido nas lutas de Vale Tudo.
Apesar de também ter lutado sob as regras modernas do MMA em eventos do porte do WEF e do KOTC nos EUA, Jorge sempre preferiu as lutas sem regras e sem luvas.

Psicólogo, Jornalista e Professor de Jiu-Jitsu, Jorge contou porque resolveu voltar com as competições nesse antigo formato :
—  “Eu não estou trazendo o retrocesso, eu só quero uma coisa mais intensa.  Lutas sem o tempo de ‘Round’, sem muitas regras, só as ‘regras de honra’ e sem luvas ”.  – Comentou Jorge, em entrevista concedida à Leda Nagle, no canal da apresentadora na internet.
( Leda Nagle é uma jornalista com muita credibilidade em nosso país e que, provavelmente, o leitor já acompanhou o seu trabalho, uma vez que a mesma foi apresentadora do programa semanal Sem Censura, durante 20 anos na TV Brasil ).

Jorge construiu um cartel de 10 vitórias e 4 derrotas como lutador profissional, antes de iniciar a carreira de promotor de eventos.
Ao contrário da primeira fase do campeonato “Rio Heroes” cujas lutas foram realizadas em Osasco-SP e sem apoio da polícia, da prefeitura, nem de ninguém, os próximos eventos serão promovidos dentro da legalidade.
Além do que, a promoção de lutas sem luvas no Brasil não é crime e até por existir-também - um orgão oficial de sanção do esporte : a Confederação Brasileira de lutas Vale Tudo, com quem Jorge estará trabalhando para fazer tudo ‘dentro dos conformes’.

Os novos campeonatos serão promovidos na cidade de São Paulo e contarão com 8 supervisores da Confederação Brasileira de lutas Vale Tudo coordenando tudo para que as lutas transcorram dentro da ‘normalidade’ do esporte classificado como “a verdadeira luta de Homens”.
Cada luta terá dois ‘Rounds’ de 30 minutos cada ( caso não haja vitória no primeiro ), sem luvas, valendo tiro de meta, cotovelada, cabeçada e com a implementação das ‘regras de honra’:
Não vale torcer os dedos do adversário, não vale morder, não vale dedo no olho, não vale puxar o cabelo e não vale atacar os órgão genitais do oponente. O resto, “Vale Tudo”.
As competições terão lugar numa academia da zona norte de São Paulo e ao invés do do costumeiro ‘octógono’ as lutas acontecerão num ringue de boxe, aproximando-se do formato implementado por Carlos e Hélio Gracie, onde o Jiu -Jitsu brasileiro poderá lutar em igualdades de condições com qualquer outra arte marcial do mundo.

—  “MMA é banana e Vale Tudo é laranja. São dois produtos completamente diferentes. Há quem goste só de um e há também quem goste dos dois. Mas o Vale Tudo não é um produto comercial. Eu quero com o ‘Rio Heroes’ trazer a realidade de uma ‘luta de rua’ para as competições”.  –   Acrescentou Jorge Pereira.

É bem verdade que algumas personalidades brasileiras sempre prestigiaram as  competições de Vale Tudo.
À título de ilustração, podemos citar alguns poucos nomes, como os atores globais Stepan Nercessian e Alexandre Frota, e os jogadores de futebol Romário e Edmundo, sempre presentes às noitadas do IVC - International Vale Tudo Championship - promovidas por Sérgio Batarelli no luxuoso Hotel Maksoud Plaza, em São Paulo.
Também recentemente, os idealizadores da série “Rio Heroes” chegaram a declarar em entrevista que  “começaram a entender o fascínio das pessoas pelas lutas de Vale Tudo”.

Os lutadores interessados em lutar no “Rio Heroes” podem entrar em contato com os promotores do evento.
Os organizadores do novo “Rio Heroes” são Jorge Pereira, Carlos Andreoli e Rogério Garbini.

*Fonte - Créditos : Escrito por: Oriosvaldo Costa | 04/08/2018.

** P.S.: Para ver a entrevista de Jorge Pereira concedida à Leda Nagle, clique no ‘link’ abaixo ( ou copie e cole no seu navegador ) :
Lutador Jorge Pereira : luta de rua, sem luvas, sem regras.


Foto acima :  Jorge Pereira durante a descontraída entrevista concedida à apresentadora Leda Nagle sobre o  “Rio Heroes” ( Cortesia : Divulgação ).

Abaixo :  O Ator Murilo Rosa que interpretou Jorge Pereira na série “Rio Heroes” inspirada na vida do lutador ( Cortesia : Arquivo pessoal  Jorge Pereira ).

20229368 10211419827826328 3583058296882626909 n

«April 2021»
MonTueWedThuFriSatSun
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

DMCA.com Protection Status

Go to top