Confira os resultados do Shooto realizado Domingo no Japão

 

Apesar do prolongamento do estado de emergência na capital do Japão, o Shooto produziu um show com a presença de público que pode prestigiar o evento ‘ao vivo’ no ginásio naquele domingo, ( 16 de maio de 2021 ). A edição que teve lugar no Korakuen Hall, em Tóquio, reuniu a velha e a nova geração do MMA que convergiram no ‘card’ deste Shooto 2021 Volume 3.
 
O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação foi uma luta entre o prodígio Yamato Nishikawa, de 18 anos, que finalizou Nobumitsu Osawa, ex-campeão dos meio-médios do Shooto, em um confronto de tirar o fôlego.
 
A luta teve início com Osawa acertando alguns chutes em Nishikawa. O adolescente pressionou para frente buscando acalmar a luta até que resolveu puxar para a guarda. Foi então que Osawa - também um veterano do Rizin FF - fez uso do ‘ground and pound’ enquanto seu oponente procurava finalizar com um triângulo.
 
A finalização com o famigerado golpe viria, porém, já no segundo round, quando Nishikawa - após atacar com os cotovelos - “encaixou” o triângulo e fazendo com que o oponente batesse, faltando sete segundos para o final do round.
 
A vitória foi a nona consecutiva de Nishikawa que ampliou seu ‘recorde’ para 14-3-5. Já Osawa, por sua vez, cai para 13-6.
 
Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) vimos o pioneiro do MMA japonês Caol Uno ( 34-21-5 ) - que comemorava 25 anos como lutador - em um “confronto de gerações” com Taison Naito ( 11-8 ), aluno do seu ex-adversário ( e também ex-professor ) Rumina Sato. 
O veterano de 46 anos acabou sendo derrotado por nocaute com um “gancho” de direita aos 4min e 59seg do segundo round.
 
Em outro “confronto de gerações” deste ‘card’, o invicto Yuto Uda ( 5-0 ) derrotou o ex-rei do Pancrase ( peso mosca ), Kiyotaka Shimizu ( 24-15 ), por decisão unânime dos juízes após três rounds.
 
Destaque para o duelo entre Yamato Hiranuma e Daisuke Murayama, que teve um significado histórico, ao menos para os japoneses. O primeiro é discípulo de Satoru Sayama ( fundador do evento Shooto, em 1985 ) e a luta marcava o retorno de um representante do Sayama Dojo ao Korakuen Hall, local sagrado onde foi realizada a primeira competição profissional do Shooto, em 18 de maio de 1989. 
Atualmente, o evento é de propriedade de Noboru Uruta.
 
Hiranuma, que em sua ilustre carreira no Judô acumula um histórico empate com Hifumi Abe - representante japonês das Olimpíadas de Tóquio - acabou vencendo Daisuke Murayama ( Master Japan Tokyo ) por decisão unânime dos juízes após dois rounds de luta.
 
Já entre as mulheres o destaque ficou para Megumi Sugimoto ( 6-3 ) que voltou à vencer, após perder para Seika Izawa, no DEEP Jewels, ( em março deste ano ), e também para Satomi Takano, no Shooto, ainda em novembro de 2020. A sua “ressurreição” se deu diante de Mikiko Hiyama.
 
No início do primeiro round, Sugimoto bateu em sua adversária repetidamente após uma queda. A vitória veio com um “mata-leão” passados 1min e 31seg do período inicial. Hiyama ainda não conheceu a vitória no MMA. Essa foi a oitava derrota de sua carreira.
 
O ‘card’ do Shooto 2021 Volume 3 teve quatro lutas femininas e sete desafios masculinos. 
 
Confira os resultados do “Shooto 2021 Volume 3” que incluem :
 
Shooto 2021 Volume 3
16 de Maio de 2021
Korakuen Hall
Bunkyo, Tóquio, Japão
 
Yamato Nishikawa venceu Nobumitsu Osawa por finalização ( triângulo ) aos 4:53 do primeiro round
Taison Naito venceu Caol Uno por “KO” ( soco ) aos 4:59 do segundo round 
Yuto Uda venceu Kiyotaka Shimizu por decisão unânime
Kenji Kato venceu Kaito Sakamaki por “TKO” ( socos ) aos 4:43 do terceiro round 
Hayato Ishii x Yasuyuki Nojiri terminou em empate ( unânime )
Kota Onojima venceu Takahiro Ichijo por decisão unânime
Yamato Hiranuma venceu Daisuke Murayama por decisão unânime
Megumi Sugimoto derrotou Mikiko Hiyama por finalização ( “mata-leão” ) aos 1:31 do primeiro round 
Miku Nakamura venceu Kyu Kitano por “TKO”  ( paralisação ) aos 3:07 do segundo round 
Yuki Onoyuki vs. Chihiro Sawada terminou em empate ( unânime )
Norika Ryu venceu Momoka Hoshuyama “TKO”   ( socos ) aos 1:47 do segundo round 
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 17/05/2021
_
Legenda : Megumi Sugimoto voltou à vencer em um ‘card’ marcado por “confrontos de gerações”.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Professional Shooto Japan | ( C ) Japan Shooto Association | ( C ) Sustain | ( C ) AbemaTV ).
 
Legenda : Megumi Sugimoto finalizando a sua adversária com um “mata-leão”.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Professional Shooto Japan | ( C ) Japan Shooto Association | ( C ) Sustain | ( C ) AbemaTV ).
image 1621158048 eb27a

Promoção norte - americana RUF MMA lançará atletas para o ONE Championship

O ONE Championship, maior promoção midiática e esportiva global na história asiática, está - cada vez mais - estendendo os seus “tentáculos” no mercado norte-americano. 
Agora, a franquia iniciou a busca do seu próximo grande talento da categoria peso pesado na terra do ‘Tio Sam’.
 
Para tanto, firmou uma parceria estratégica com a empresa regional Ringside Unified Fighting ( RUF Nation, também conhecida como RUF MMA ), baseada no Arizona e classificada por muitos como a principal promoção de MMA naquele estado norte-americano.
 
Assim sendo, o RUF 39 - primeiro evento da franquia ‘yankee’ no ano - marcado para 13 de março ( sábado ), sediará um “Road To ONE”, torneio eliminatório de 16 lutadores pesos pesados cujo campeão levará para casa um contrato no valor de US $ 100.000 ao assinar com o ONE Championship.
 
-“Estou em êxtase pela oportunidade que o ONE Championship nos deu de fazer parceria em um torneio ‘Road To ONE’. O RUF está preparado com o estágio ideal para recrutamento, e a resposta dos candidatos tem sido impressionante até agora. Acredito que este torneio irá revelar alguns dos melhores talentos nos Estados Unidos para serem adicionados à lista do ONE”.- disse o Dr. Joel Lopez, presidente da RUF Nation.
 
-“Um dos nossos objetivos mais importantes no ONE Championship é dar aos atletas a maior plataforma global para mostrar suas habilidades. Estamos mais do que entusiasmados com o início deste torneio e com a descoberta da próxima estrela mundial dos pesos pesados”.-complementou Rich Franklin, vice-presidente do ONE Championship.
 
Além disso, haverá mais torneios “Road To ONE” realizados pelo RUF este ano em diferentes categorias de peso, com os vencedores garantindo um contrato para lutar no ONE Championship.
 
As antigas edições do Ringside Unified Fighting já contaram com a participação de brasileiros, como José Maria “No Chance” Tomé, vencedor da luta com Rentsen Otgontulga, no RUF MMA 29, em 2018.
 
Quanto aos confrontos do próximo torneio peso pesado estes serão confirmados e anunciados posteriormente e os fãs poderão assistir a toda a ação ‘ao vivo’ em www.rufmma.net. 
 
Aproveite e baixe o aplicativo do ONE para ver as lutas do ONE: “FISTS OF FURY” no próximo dia 26 de fevereiro, em Singapura.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 19/02/2021
_
Foto acima : O vencedor do torneio dos pesos pesados levará para casa um contrato no valor de $ 100.000 ao assinar com o ONE. ( Créditos | Cortesia : ( C )  RUF MMA | ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
 
Abaixo : A co-promoção ONE Championship e RUF MMA lançará lutadores de diferentes categorias de peso para lutar no continente asiático. ( Créditos | Cortesia : ( C )  RUF MMA | ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
 
151635139 3914610751895041 1238563000303287240 o 5a47c

Eventos esportivos serão mantidos em meio à pandemia da Covid - 19 nos países europeus

Apesar de manter as medidas restritivas da pandemia de Covid-19, o Governo de Genebra - um cantão da Suíça, cuja capital é a cidade de Genebra - anunciou uma possível flexibilização das restrições na área de esportes, disse Mauro Poggia, ministro da Saúde do Cantão, na última quarta-feira ( 17 de fevereiro ).
 
-“Hoje é preciso preservar a saúde das pessoas principalmente a saúde mental. Quando chegar o bom tempo, vai ficar cada vez mais difícil dizer às pessoas: ‘fiquem como estão, sem esportes e preparo físico’. Então, se algo é para ser amenizado, então na minha opinião, essa direção deve ser uma prioridade”.-declarou Poggia, durante uma entrevista concedida à mídia russa Sputnik.
 
A declaração não se destinava apenas à prática desportiva individual.
 
Logicamente, os eventos esportivos deverão seguir as medidas preventivas de saúde e o ministro acrescentou que se estas forem seguidas, os eventos culturais também estarão entre os primeiros com probabilidade de regressar, pois têm impacto na saúde mental da população, continuou o governante, especificando, porém, que as autoridades levariam em conta as decisões do governo federal de Berna sobre o assunto.
 
Poggia observou que embora o cantão de Genebra - um dos 26 estados membros que compõem a Confederação Suíça - cumpra as decisões sobre as medidas do Covid-19 do governo federal, este último deve permitir que as autoridades cantonais determinem a escala das restrições para prevenir o terceiro surto de coronavírus e, ao mesmo tempo, evitar maiores prejuízos à saúde mental da população.
 
Uma das razões por trás do aumento de casos de Covid-19 em Genebra ( além do número crescente de testes realizados diariamente ) é o fluxo de pessoas vindas da vizinha França, já que essa movimentação beneficia a economia, apesar das restrições.
 
FLEXIBILIZAÇÃO DEVERÁ SER SEGUIDA EM OUTROS PAÍSES
 
Por falar em França, muitas organizações europeias de MMA planejam realizar seus ‘cards’ naquele território desde o ano passado, quando o esporte foi legalizado por lá.
 
Uma dessas promoções é o Cage Warriors, organização de MMA londrino, cujo‘card’ inaugural foi realizado em 27 de julho de 2002. A promoção planejava realizar um evento em Paris em 2020. No entanto, a pandemia frustrou tais planos.
 
Mas agora, o presidente do Cage Warriors, Graham Boylan, anunciou que ainda planeja uma edição do seu show em Paris, na França, neste verão. O anúncio foi feito durante uma entrevista concedida ao site MMAJunkie na última segunda-feira.
 
A data programada é 3 de julho e agora o Cage Warriors aguarda confirmação do governo local.
 
Ainda de acordo com o presidente da franquia, o Cage Warriors já tem outras datas programadas para esse ano de 2021.
 
A programação terá início com uma “trilogia” de eventos : Cage Warriors 120, 121 e 122, respectivamente. Os shows estão programados para os dias 18, 19 e 20 de março, em Londres, Inglaterra.
 
Observe que à exceção do evento de junho, que marcará a estréia da organização nos EUA, todos os outros ‘cards’ deverão ser realizados em países do continente europeu em uma ambiciosa programação composta por 17 eventos até o final deste ano.
 
Aqui estão as datas que foram reveladas:
 
18 a 20 de março - Trilogia de eventos em Londres, Inglaterra
4 de junho - Califórnia, EUA
17 a 19 de junho - Trilogia de eventos em Londres, Inglaterra
3 de julho - Paris, França
31 de julho - Dublin ou Belfast, Irlanda
30-2 de outubro - Trilogia de eventos em Londres, Inglaterra
 
Outros eventos também estão planejados para novembro e dezembro, mas nem as datas nem os locais foram fixados.
 
Todos os eventos serão transmitidos no UFC Fight Pass.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 18/02/2021
_
Foto acima : O Cage Warriors divulgou a sua programação composta por 17 eventos, quase todos em países do continente europeu, até o final deste ano. ( Cortesia | Créditos : (C) Cage Warriors | Divulgação ).
 
Abaixo : O ‘flyer’ de divulgação do “Cage Warriors Paris”, que já teve uma data anunciada. ( Cortesia | Créditos : (C) Cage Warriors | (C) boxemag.com | Divulgação ).
 
PARIS 883ea936daa03f2b73e2eba926df65dc f70cb

Confira o ‘card’ do próximo “Bigbang” que será realizado em março no Japão

Foi anunciado o ‘card’ do “Bigbang-Road to Unification-38” ( Bigbang-統一への道-38 ) que terá lugar no “lendário” Korakuen Hall, um ginásio localizado em Tóquio e classificado como ‘o templo sagrado das artes marciais’ no Japão.
 
Esse torneio estava programado para ser realizado em 28 de junho do ano passado, mas foi cancelado para evitar a disseminação da nova infecção por coronavírus.
 
Contudo, após o sucesso do “Super Bigbang 2020” em 8 de novembro, a competição foi novamente anunciada para o início desse ano e agora está  programada para 21 de março de 2021.
 
Atualmente no Japão, muitos eventos estão programados para terminar às 20:00 hs devido às restrições à realização de eventos impostas pela nova declaração de emergência do coronavírus, mas o 38º ‘card’ do “Bigbang” também está programado para terminar às 20:00 hs. 
Talvez por isso, as primeiras cinco lutas serão realizadas em menos de 3Rs de 2 minutos cada. 
O torneio terá um total de dez lutas.
 
Também foi anunciado que o torneio terá um evento principal duplo e, na segunda dessas lutas, Shunta Ito enfrentará Ryosuke Watanabe no peso super pena.
 
Shunta é um veterano com 17 anos de carreira profissional composta por mais de 60 lutas. Destaque para os seus títulos conquistados pela MA Japan, WMAF e no próprio “Bigbang”.
 
Seu adversário Ryosuke Watanabe vem de uma série de 2 vitórias e 1 derrota em lutas profissionais de Kickboxing disputadas no MAGNUM 49, MAGNUM 50 e MAGNUM 51, respectivamente. No entanto, seu currículo como profissional é bem mais extenso : 17 lutas, sendo 8 vitórias, 5 derrotas e 4 empates, ocupando o 4º lugar na antiga divisão dos leves do New Japan.
 
Já a primeira luta do evento principal, será uma luta de contrato ( até 64kg ) entre Toshiki Taniyama e Yusaku Hayashi.
 
Toshiki Taniyama também é um lutador veterano que já ganhou muitos cinturões, entre estes constam os títulos de campeão pela ISKA, WKA e “Super Bigbang”.
 
Já Yusaku Hayashi, é um lutador de artes marciais mistas que acumula o ‘recorde’ de 9-7-1 no MMA e já conquistou o título do GLADIATOR e do “PFC” de Hokkaido. Ele também tem 1 vitória e 1 derrota no Pancrase.
 
Além disso, Kazuki Yamagiwa, um lutador experiente no K-1, Krush e também no “Bigbang” irá lutar com Masato, primeiro colocado no ranking da Japan Kick. Essa luta será válida como semifinal da categoria meio médio.
 
Já a luta válida pela decisão do título do peso pena do “Bigbang” colocará frente à frente Kenichi Takeuchi e Ryuto.
 
Confira o ‘card’ completo do “Bigbang-Road to Unification-38” que até o momento incluí :
 
10ª luta ( 2ª luta do evento principal ) : Shunta Ito vs Ryosuke Watanabe
9ª partida ( 1ª luta do evento principal ) : Toshiki Taniyama vs Yusaku Hayashi
8ª luta : Kazuki Yamagiwa vs Masato
7ª luta : Kenichi Takeuchi vs Ryuto
6ª luta : Takeharu Ogawa vs Tomomi Hosogoshi
5ª luta : Tadashi Suzuki vs Nakamura Ranchai Kenta
4ª luta : Kokei Nakao vs Natsumi Mizukoshi
3ª luta : Munekata 888 vs Taichi Nomura
2ª luta : Takehiro Fukushima vs Umi Doi
1ª luta : Ozeki Hitoshi 哉 vs Hitoshi Tanaka
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
VISÃO GERAL
 
Nome do torneio : Bigbang-Road to Unification-38
Data : 21 de março de 2021 ( domingo )
Horário : 16:50 ( abertura ) 17:30 ( início )
Local : Korakuen Hall
Cidade :  Tóquio País : Japão
Preço dos ingressos : 25.000 ienes ( VIP ), 15.000 ienes ( SRS ), 12.000 ienes ( RS ), 9.000 ienes ( A ) e 7.000 ienes ( B ).
Venda de ingressos para lutadores / ginásio afiliado
Consultas Promoção do Big Bang ( Taniyama Gym ) 0463-93-9664 
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 17/02/2021
_
Foto acima : O ‘flyer’ de divulgação do “Bigbang-Road to Unification-38”. ( Cortesia | Créditos : (C) Bigbang Kickboxing | (C) Bigbang-統一への道-38 | Divulgação ).
 
Abaixo : O “Bigbang” combina o Kickboxing de última geração com o entretenimento. Isso é “Bigbang”, o ‘caminho para a unificação’. No flagrante, o campeão Shunta Ito. ( Cortesia | Créditos : (C) Bigbang Kickboxing | (C) Bigbang-統一への道-38 | Divulgação ).
 
190607bigbang 14 shunta 3 3711f
 
Foto acima : O evento teve três disputas de cinturão. Entre estas, estava em jogo o título provisório da categoria peso leve. ( Créditos | Cortesia :  ( C ) Gladiator FC | Divulgação ).  

Confira os resultados do “GLADIATOR 013” realizado no final de semana no Japão

O show de MMA “GLADIATOR 013” foi realizado no domingo ( 7 de fevereiro de 2021 ), na 176box, em Osaka, Japão. O evento marcou o retorno da promoção pela primeira vez em um ano, desde o “GLADIATOR 012”, que havia sido realizado em 23 de fevereiro de 2020.
 
O “GLADIATOR 013” contou com a presença de público ‘ao vivo’, que havia esgotado os ingressos rapidamente. Para tanto, os organizadores seguiram todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ),  responsável pela doença Covid-19. 
Além disso, como parte dos esforços para prevenir a infecção, os promotores também enviaram um ‘kit de testes’ para cada uma das equipes dos lutadores duas vezes antes do torneio e receberam relatórios contendo os resultados dos testes “10 dias antes” e novamente “um dia antes” da competição.
 
O ‘main event’ ( e portanto “evento principal” ) da programação foi uma luta entre Shinji Sasaki e Yutaka Ueda válida  pelo título provisório dos leves. 
 
Shinji Sasaki, um ex-campeão peso leve do Shooto, retornava após uma lesão grave, que o afastou por dois anos e nove meses das competições. Antes de adentrar ao ‘cage’, ele foi abençoado por sua esposa, Megumi Fujii, e sua amada filha, que tiveram uma importância fundamental nesse seu reinício de carreira.
 
Yutaka Ueda, por outro lado, vinha se mantendo em atividade no DEEP e no  GRACHAN. Destaque para as suas participações nos ‘cards’ do “Wardog Cage Fight 20 x GRACHAN 38” e do “GRACHAN 42 x GLADIATOR 011”, em dezembro de 2019, quando acabou perdendo para Takuya Yamamoto. Na sequência, após derrotar Atsushi Kishimoto e Kengo Fujimura, ele foi indicado para disputar o título provisório dos leves do GLADIATOR.
 
Na luta propriamente dita, Sasaki acabou vencendo por “TKO” com socos no ‘ground and pound’ aos 3:42 do primeiro round.
 
-“Já se passaram quase três anos, então quero agradecer ao Sr. Sakurai. Obrigado por sua permissão para lutar. Algumas pessoas podem não entender, é difícil, mas posso voltar assim. Por favor, faça o seu melhor sem desistir. Obrigado a todos que me apoiaram hoje.”-falou Sasaki ao microfone, em sinal de agradecimento aos fãs, mas particularmente, à sua esposa e filha.
 
Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card’ nos trouxe uma disputa pelo título dos galos envolvendo Takeya Takemoto e Shunichi Shimizu. O duelo acabou vencido pelo primeiro por decisão unânime após três rounds. Ainda no ‘cage’ após a luta, Takemoto apelou para participar do RIZIN.
 
Na luta anterior, Munehiro Fujita e Akira Haraguchi disputaram o cinturão de campeão do peso pena, mas a luta terminou em ‘No Contest’ após um golpe baixo, que encerrou a  disputa. Assim sendo, o cinturão permaneceu com o atual campeão, Munehiro Fujita.
 
O evento teve um total de onze lutas. Confira os resultados do “GLADIATOR 013” que incluem :
 
Gladiator 013
07 de fevereiro de 2021
176box
Toyonaka, Osaka, Japão
 
Shinji Sasaki venceu Yutaka Ueda por “TKO” ( socos no ‘ground and pound’ ) aos 3:42 do primeiro round - título interino dos leves
Takeya Takemoto venceu Shunichi Shimizu por decisão unânime após três rounds - título dos galos
Munehiro Fujita e Akira Haraguchi terminou em ‘No Contest’ e o cinturão do peso pena foi devolvido ao campeão
Masayuki Watanabe venceu Kengo Fujita por decisão unânime após dois rounds
Icho Tomonaga venceu Ureta Chestel por finalização ( estrangulamento ) aos 2:48 do primeiro round
Taiki Hamasaki venceu Takeshi Kunito por decisão dividida após dois rounds
Takuho Ishida venceu Kazuhito Suzuki por decisão unânime após dois rounds
Kazumasa Tsubouchi venceu  Arata Ueki por “KO” aos 20 segundos do segundo round
Yuki Ueda venceu Sora Enmei por decisão dividida após dois rounds
Yuki Yoshimura venceu Masashi Kimura por finalização ( chave de perna ) aos 2:17 do primeiro round
Yuki Uejima venceu Yuto Aragaki por decisão unânime após dois rounds
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 10/02/2021
_
Foto acima : O evento teve três disputas de cinturão. Entre estas, estava em jogo o título provisório da categoria peso leve. ( Créditos | Cortesia :  ( C ) Gladiator FC | Divulgação ).
 
Abaixo : O evento foi um sucesso de público e crítica. ( Créditos | Cortesia :  ( C ) Gladiator FC | Divulgação ).
 
147518841 1896059063885919 9219873533285912348 n 7d701

“Road to ONE 7rd : Young Guns” será realizado em fevereiro no Japão

O show de MMA “Road to ONE 7” está programado para o dia 22 de fevereiro, em Tóquio, capital do Japão. O evento terá lugar no Shibuya O-East e apresentará alguns lutadores japoneses em ascensão.

O ‘main event’ ( e portanto “evento principal” ) da programação será uma luta na categoria peso palha entre Itsuki Hirata e Miku Nakamura.
 
Hirata ( 3-0 ), foi vista pela última vez em ação no ONE:‘Warrior’s Code’ em fevereiro do ano passado. A jovem de 21 anos estava invicta como amadora e venceu suas três lutas profissionais pela promoção de Chatri Sityodtong.
 
Sua oponente é Miku Nakamura ( 3-3 ). Ela nunca havia lutado pelo ONE Championship e vem de uma derrota por decisão majoritaria para Miyuki Furusawa no Shooto 1220.
 
Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card trará o invicto adolescente Miyuki Furusawa ( 4-0 ) diante do experiente Takafumi Ato ( 10-10 ). O jovem de 18 anos fez sua estreia em 2019 e venceu as suas quatro lutas na carreira pelo Shooto.
 
Outro prospecto invicto da categoria peso palha no evento é Keito Yamakita ( 3-0 ), que até agora havia lutado apenas na promoção Pancrase. No “Road to ONE 7” ele enfrentará Shuto Aki ( 5-2-1 ), lutador do Shooto.
 
O ‘card’ do “Road to ONE 7” foi batizado de ‘Young Guns’ e deve servir de plataforma para os novos talentos japoneses.
 
Mas o show também trará vários veteranos, entre estes alguns que já lutaram no ONE Warrior Series. Citamos o peso mosca Hikaru Yoshino ( 8-2 ), que terá pela frente Tomohiro Hagino ( 12-7 ).
 
Haverá ainda um confronto intrigante na divisão de leves, onde Takuya Nagata ( 9-3-1 ) lutará com Kazuki Kasai ( 5-1 ).
 
Esta sétima edição da série “Road to ONE” terá transmissão ‘ao vivo’ no Japão pela Abema TV.
 
Road to ONE 7rd : Young Guns
22 de Fevereiro de 2021
Shibuya Tsutaya O-East
Tóquio, Japão
 
Itsuki Hirata vs. Miku Nakamura 
Koyuru Tanoue vs. Takafumi Ato 
Shuto Aki vs. Keito Yamakita 
Toru Ogawa vs. Kenji Yamanaka 
Kohei Maeda vs. Toshiomi Kazama 
Hikaru Yoshino vs. Tomohiro Hagino 
Tatsuhiko Iwamoto vs. Daiki Nakata 
Takuya Nagata vs. Kazuki Kasai 
Kickboxing: Nagisa Arii vs. Yu Hiramatsu 
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 02/02/2021
_
Foto : Itsuki Hirata enfrentará Miku Nakamura no “Road to ONE 7”. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | ( C ) Abema TV | Divulgação ).

Nova promoção de MMA e Kickboxing Rondônia Champions Day estreia no mês de abril em Porto Velho

A cidade de Porto Velho, capital do estado de Rondônia, é reconhecida no cenário nacional do MMA como uma grande reveladora de talentos. O município, que é o terceiro mais populoso da Região Norte - atrás apenas de Manaus e Belém - sempre foi muito ativo quando o assunto era eventos de MMA.
 
Agora, após ficar praticamente doze meses impedido de sediar eventos devido à crise sanitária em nosso país, o município de Porto Velho receberá o maior evento de artes marciais mistas do estado.
 
Trata-se do Rondônia Champions Day, promoção de MMA e Kickboxing com doze lutas divididas em “undercard”, “card principal”, super lutas e disputas de cinturões. O show será realizado no dia 03 de abril.
 
Sempre trabalhando em prol do esporte rondoniense, o promotor Júnior Oliveira - que já realizou mais de vinte eventos de MMA em mais de dez anos de atividades - promete um show com os melhores lutadores de Rondônia, além de atletas convidados vindos do Acre e Amazonas, entre outros estados da região Norte do Brasil.
 
Destaque para o acreano Thomas Bryan ( até 61kg ), representante da Chute Boxe do seu estado. As últimas luta do atleta foram em eventos de MMA e K-1 disputados em Porto velho e Rio Branco ( Acre ). Seu cartel é composto por quatro vitórias e uma derrota.
 
Também gostaríamos de citar Carlos Cainan ( 80kg ), jovem atleta local, muito agressivo e que não gosta de deixar a luta ir parar nas mãos dos juízes. O invicto lutador estará buscando a sua quarta vitória no MMA. Não é à toa que Carlos fará o ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação.
 
Além disso, o evento seguirá todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), responsável pela doença Covid-19.
 
Logicamente também não haverá venda de ingressos, pois a pandemia do coronavírus forçou as promoções esportivas no mundo inteiro a realizarem seus eventos sem a presença do público, para evitar aglomerações e a propagação da doença. 
 
Contudo, o show contará com a transmissão de todas as lutas ‘ao vivo’ pela RedeTV! Rondônia ( emissora de televisão que opera no canal 17 e é afiliada à RedeTV! de São Paulo ).
 
Quem levará a melhor no Rondônia Champions Day ? Confira o ‘card’ completo abaixo.
 
RONDÔNIA CHAMPIONS DAY
03 de abril de 2021
Porto velho-RO
 
PRELIMINAR
 
01 - categoria 71kg / modalidade K1
Luan Max (Porto Velho)
X
Lucas Aviz (Porto Velho
 
02 - categoria 54kg / modalidade K1
Jean Lucas (índio)
X
Dalvan (Neném)
 
03 - categoria 54kg / modalidade K1
Abne Amorim (Porto Velho)
X
Carlos Eduardo (Porto Velho)
 
04 - categoria 63,5kg / modalidade K1
Anderson Julio (Cacoal)
X
Luiz Robert (Porto Velho)
 
05 - categoria 75kg / modalidade K1
Victor Villar (Porto Velho)
X
Mayter Luter King (Porto Velho)
 
06 - categoria 60kg / modalidade K1
Leandro Silva (guajará mirim)
X
Atila Silva (Porto Velho)  
 
07 - categoria 52kg / modalidade K1
Laura Floresta (Porto Velho)
X
Fernanda Navalho (Porto Velho)
 
CARD PRINCIPAL
 
08 - categoria 70kg / modalidade MMA
Bryan Felipe (Porto Velho)
X
08 - Walison Latino ( Mato Grosso)
 
09 - categoria 77kg / modalidade K1
Cleyton Santos (Cacoal)
X
09 - Natan Sagat (Porto Velho)
 
10 - categoria 61,2kg modalidade MMA
André Rodrigues (Cacoal)
X
10 - Thomas Bryan (Rio Branco)
 
co-luta principal
11 - categoria 63,5 / modalidade K1
Iago “Jason” (Porto Velho)
X
11 Cristiano Ferreira (Humaitá)
 
LUTA PRINCIPAL
12 - categoria 80kg / modalidade MMA
Carlos Cainan (Porto Velho)
X
12 - Charles Oliveira (Porto Velho)
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
WE ARE COMING !
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/02/2021
_
Foto acima : O ‘flyer’ de divulgação do Rondônia Champions Day.  ( Créditos | Cortesia : ( C ) Rondônia Champions Day  | Divulgação ).
 
Abaixo :  O promotor Júnior Oliveira. ( Créditos | Cortesia : AP Júnior Oliveira | Divulgação ).
 
144809348 728901654496325 6905963444478091508 n 4dd91

Gladiator 13 retornará em 7 de fevereiro ( domingo ) em Osaka, Japão

A promoção japonesa de MMA, Gladiator Fighting Championship, retornará em 07 de fevereiro com mais um ‘card’ ( Gladiator 013 ) que contará com três lutas pelo título. 
 
Na luta principal, o experiente veterano do UFC, Shunichi Shimizu, lutará com Takeya Takemoto pelo cinturão da categoria peso pluma.
 
Takemoto ( 11-6-1 ) está vindo de uma seqüência de três vitórias consecutivas. Ele conquistou o cinturão ao vencer Shuichi Kanda, no Gladiator 12, em fevereiro do ano passado.
 
Por sua vez, Shimizu ( 34-23-11 ) também conquistou a vitória no Gladiator 12. Entre seus adversários na carreira figuram nomes como Mark Striegl , Soo Chul Kim, Yosuke Saruta , Kyung Ho Kang e Motonobu Tezuka.
 
Também defendendo o título pela primeira vez estará o campeão dos penas Munehiro Fujita ( 9-9-2 ), que enfrentará Akira Haraguchi ( 4-2 ). O campeão volta após uma ausência de quase três anos.
 
O título provisório dos leves estará em jogo na luta em que Yutaka Ueda ( 12-7-1 ) desafiará Shinji Sasaki ( 18-12-3 ). Este último está afastado desde 2018, enquanto o primeiro teve três lutas no ano passado, vencendo duas delas.
 
Como parte dos esforços para conter a pandemia do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), responsável pela doença Covid-19, os organizadores estarão enviando um ‘kit de testes’ para cada academia e equipe duas vezes antes do torneio. A medida faz parte dos esforços para prevenir a infecção, exigindo relatórios dos resultados dos testes “10 dias antes” e novamente “um dia antes” da competição.
 
Ainda como parte desse processo o evento poderá vir à ser realizado sem a presença de público.
 
Gladiator 013
07 de fevereiro de 2021
Toyonaka
Osaka, Japão
 
Takeya Takemoto (c) vs. Shunichi Shimizu ( título peso galo )
Munehiro Fujita (c) vs. Akira Haraguchi ( título peso pena )
Yutaka Ueda vs. Shinji Sasaki ( título provisório peso leve )
Masayuki Watanabe vs. Kengo Fujita
Takeshi Kunito vs. Taiki Hamasaki ( peso pena )
Yuki Uejima vs. Yuto Aragaki ( peso galo )
Takuho Ishida x Kazuhito Suzuki ( peso médio )
Kazumasa Tsubouchi x Arata Ueki ( peso mosca )
Sora Enmei vs. Yuki Ueda ( peso pena )
Icho Tomon vs. Ureta Chestel ( peso mosca )
Nakatsuka Nobuyoshi vs. Masashi Kimura ( peso mosca )
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 28/01/2021
_
Foto : O ‘flyer’ de divulgação do Gladiator 013. ( C ) Gladiator FC | Divulgação ).
 
Foto acima : André Martins foi um dos destaques do WGP Brasília. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Honney Pereira | ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).  

Brasília - DF sediou o retorno do WGP Kickboxing no último sábado

No sábado, 23 de janeiro, tivemos o retorno em grande estilo do WGP Kickboxing, em sua primeira edição regional, em Brasília-DF. A promoção voltou à ativa depois de mais de um ano de inatividade por conta da pandemia do Covid-19.
 
O WGP Brasília foi realizado seguindo todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ),  responsável pela doença Covid-19. Também não foram comercializados ou distribuídos ingressos, uma vez que não seria permitida a presença de qualquer tipo de público.
 
O evento na capital nacional foi viabilizado através de emenda parlamentar do Deputado Distrital Martins Machado, destinada à Secretaria de Esportes e Lazer do Distrito Federal. O Deputado Martins tem apoiado constantemente, não somente ações de desenvolvimento do esporte Kickboxing, mas também de muitos outros esportes. 
Também não podemos esquecer de citar o apoio do Deputado Júlio César Ribeiro.
 
O maior show de ‘trocação’ do Brasil na atualidade foi novamente realizado pela CBKB, com chancela internacional da WAKO Pró e contou com a transmissão ‘ao vivo’ dos canais Bandsports, Combate e Fox. 
 
Esta edição do WGP na capital federal reuniu, além de atletas “rodados”, novos valores do Kickboxing brasileiro, notadamente do DF, que tem se destacado muito no cenário competitivo a modalidade.
 
O ‘card’ coroou dois novos campeões dos torneios eliminatórios do WGP, que tiveram que vencer duas lutas na noite ( cada ). André Martins ( até 71,8kg ) e Júlio Assunção ( até 64,5kg ), que venceram ( nas finais ) Geova Sabino e Mateus Pereira, respectivamente.
Assim sendo, o primeiro levou para casa o título de campeão do GP dos meio médios ( até 71,8kg ), enquanto Assunção, o grande prospecto da região centro-oeste do Brasil, tornou-se campeão do GP dos super leves ( até 64,5kg ).
 
Nas ‘Special Fights’ o duelo entre Guilherme Monteiro e Wellington Mourão foi muito intenso, com bons momentos para os dois lados. Ao final dos três rounds, melhor para Guilherme, que obteve a vitória por decisão unânime em uma das melhores lutas da noite.
 
Entre os lutadores da categoria peso pesado, Guilherme Julio fez bonito ao dominar e mostrar muito preparo físico para vencer João Pedro Simão por decisão unânime.
 
Já Rafael Andrade foi superior a Bruno dos Santos em boa parte da luta e levou a vitória por decisão dividida.
 
O evento contou ainda com outras cinco lutas no “Undercard” ou ‘card’ preliminar, com destaque para o triunfo de Reginaldo Brito por nocaute diante de Yuri Pereira.
 
WGP Kickboxing Brasília
Sábado, 23 de janeiro de 2021
Brasília-DF, Brasil
 
CARD PRINCIPAL:
Andre Martins venceu Geova Sabino por nocaute aos 2m45s do R3
Julio Assunção venceu Mateus Pereira por decisão unânime
Guilherme Monteiro venceu Wellington Mourão por decisão unânime
Guilherme Julio venceu João Pedro Simão por decisão unânime
Rafael Andrade venceu Bruno dos Santos por decisão dividida
Geova Sabino venceu Jeremias Henrique por decisão dividida
André Martins venceu Elder Dias por nocaute aos 2m30s do R2
Mateus Pereira venceu Meijy Portela por decisão unânime
Julio Assunção venceu João Pedro Moreira por decisão unânime
 
CARD PRELIMINAR
Reginaldo Brito venceu Yuri Pereira por nocaute
Lucas Silva venceu Celso Ribeiro por pontos
Rony Henrique venceu Pedro Victor por pontos
Hiago Pereira venceu Rômulo Araújo por pontos
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 26/01/2021
_
Foto acima : André Martins foi um dos destaques do WGP Brasília. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Honney Pereira | ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).
 
Abaixo : O ‘flyer’ de divulgação do WGP Brasília ( WGP BSB ) realizado em 23 de janeiro. ( Créditos | Cortesia : ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).
 
5a1a95d4c420210112043034 99704
 
Foto acima : A chinesa Meng Bo voltou à vencer no evento. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).  

Veja os resultados e destaques do ONE : “Unbreakable” realizado em Singapura

O ONE Championship iniciou a sua programação de 2021 na sexta-feira ( 22 de janeiro ) retornando para a sua base no Singapore Indoor Stadium, em Singapura, local do ONE Championship: “Unbreakable”. 
O evento foi transmitido ‘ao vivo’ no aplicativo do ONE e no canal da franquia no YouTube. 
Além disso, a promoção seguiu todas as recomendações dos órgãos de saúde.
 
No ‘headliner’ da noite tivemos uma disputa pelo título de Kickboxing na categoria peso galo do ONE, onde Alaverdi Ramazanov enfrentou Capitan Petchyindee Academy. 
 
O primeiro round foi uma ‘blitz’ de ambos os lados, mas foi a pressão para a frente de Petchyindee que trouxe problemas para Ramazanov. Esses problemas aumentaram no segundo round, com a “estrela tailandesa” cravando caneladas nas pernas e no corpo do russo repetidamente. Eventualmente, com Ramazanov contra o ‘cage’, Capitan desferiu um “gancho” de direita no corpo e um direto de direita na cabeça para colocar o campeão no chão e levar o seu cinturão para casa aos 1:56 do segundo round.
 
Para aqueles que buscam a sua “dose” de ‘adrenalina’ nas artes marciais mistas, o ‘card’ trouxe a “lenda japonesa” das finalizações, Shinya Aoki, diante do ex-campeão dos médios do Legacy Fighting Alliance, James Nakashima. 
Aoki machucou Nakashima com um golpe direto na cabeça. Com os dois lutadores no ‘clinch’, Aoki também usou alguns “underhooks” para castigar Nakashima. Na sequência, Aoki pegou as costas do seu adversário. Uma vez “mochilado”, foi uma questão de segundos para Nakashima tornar-se mais uma vítima do homem que quebrou o ‘recorde’ de maior número de finalizações na história de ONE, que agora é de 46-9, enquanto Nakashima cai para 12-2. 
Após a luta, Aoki estava em lágrimas.
 
Por sua vez, Gadzhimurad Abdulaev não perdeu tempo em sua luta com o ex-campeão dos meio médios do ONE, Zebaztian Kadestam, ao pegar as costas e aplicar um mata-leão, melhorando o seu “cartel” como profissional para 6-0.
 
Em outra disputa de MMA da noite, a chinesa Meng Bo garantiu uma vitória por decisão unânime sobre a brasileira Samara Santos. Bo demonstrou boa “trocação” e exibiu suas habilidades na luta “agarrada” com um arremesso de quadril já no segundo round. No término da luta, Bo dominava, castigando a sua adversária da montada. Seu ‘recorde’ agora é de 17-5, enquanto Samara cai para 11-8-1.
 
Já o filipino Lito Adiwang iniciou o primeiro round de sua luta desferindo alguns chutes poderosos nas pernas e no corpo ex-campeão do Deep, Namiki Kawahara. Ele também mostrou excelente defesa de queda quando o japonês optou por tentar derrubá-lo. Ele definiu a luta ao seu favor com um soco já no segundo round.
 
ONE Championship : “Unbreakable”
Sexta-feira, 22 de janeiro de 2021
Singapore Indoor Stadium
Kaalang, Singapura
 
Kickboxing: Capitan Petchyindee Academy venceu Alaverdi Ramazanov por nocaute aos 1:56 do segundo round - título dos galos
MMA : Shinya Aoki venceu James Nakashima por finalização ( mata-leão ) aos 3:41 do primeiro round
Kickboxing: Rade Opačić venceu Bruno Susano por “TKO” aos 1:11 do segundo round
MMA : Gadjimurad Abdulaev venceu Zebaztian Kadestam por finalização ( mata-leão ) aos 2:09 do primeiro round
MMA : Bo Meng venceu Samara Santos por decisão unânime
MMA : Lito Adiwang venceu Namiki Kawahara por nocaute aos 2:02 do segundo round
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 24/01/2021
_
Foto acima : A chinesa Meng Bo voltou à vencer no evento. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
 
Abaixo : O evento seguiu todas as recomendações dos órgãos de saúde. No flagrante, Meng Bo e a brasileira Samara Santos. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
 
image 1611318539 137bb
«May 2021»
MonTueWedThuFriSatSun
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

DMCA.com Protection Status

Go to top