UFC, Bellator MMA e Bare Knuckle FC anunciam eventos para os próximos meses

Apesar dos casos do novo coronavírus ainda não terem diminuído significativamente em algumas nações, alguns eventos já começaram a se mover gradualmente e, espera-se, que sejam realizados com segurança já no mês de maio.

É bem verdade que os promotores se inspiram no sucesso do Beisebol, esporte que está em pleno andamento em Taiwan - mesmo com estádios vazios - mas o maior incentivo veio mesmo do presidente americano Donald Trump.
Trump quer que as ligas esportivas profissionais dos EUA retomem as suas atividades o quanto antes.
Pois para ele, retomar a disputa desses campeonatos é de grande importância para a economia do país.

-“Nós queremos ter nossos esportes de volta, é muito importante. Estou cansado de ver jogos de beisebol de 14 anos atrás. Eu não tenho tido muito tempo para assistir. Diria que eu talvez veja um rebatedor, e aí volto ao trabalho.”-disse o presidente dos EUA.

E dessa forma, algumas promoções de lutas já estão anunciando o seu retorno para os próximos meses.

O Ultimate Fighting Championship, por exemplo, já confirmou o UFC 249 para 9 de maio, bem como outros dois eventos na sequência, todos em Jacksonville, Flórida, EUA.

A Flórida se mostrou uma opção viável para o UFC depois que a WWE ( uma companhia de lutas ‘coreografadas’ de wrestling profissional ) obteve permissão no início deste mês para continuar filmando shows no seu Performance Center, em Orlando.
O governador Ron DeSantis determinou que o Telecatch é uma “atividade essencial” e, para tanto, emitiu um pedido referente aos tais ‘negócios essenciais’, que incluía “funcionários em uma produção profissional de esportes e mídia com uma audiência nacional - incluindo atletas, artistas, equipe de produção, equipe executiva, equipe de mídia e quaisquer outros necessários para facilitar a inclusão de serviços de apoio a essa produção - somente se o local estiver fechado ao público em geral.”

Essa foi a ‘deixa’ para o UFC e embora o plano da franquia ainda seja controverso em meio à pandemia global de coronavírus, recebeu o apoio total da ESPN e do prefeito de Jacksonville, Lenny Curry.

-“O esporte desempenha um papel importante na vida das pessoas e pode trazer momentos de fuga em tempos difíceis. Estamos ansiosos para trazer o UFC aos fãs novamente.”- afirmou a ESPN em comunicado.

-“A organização do UFC é uma renomada marca de entretenimento que apresentou um plano seguro e sensato para usar esse local em Jacksonville, e estamos muito felizes por ter nossa cidade destacada nacionalmente na ESPN e ESPN +.”-acrescentou o prefeito Lenny Curry.

Além disso, o presidente do UFC, Dana White, afirmou que o seu projeto “Fight Island” ( ilha da luta, em português ) também é algo real, e que seu intuito é montar o octógono mais famoso do mundo à beira-mar já no mês de junho.

Já o presidente do Bellator MMA, Scott Coker, também revelou que planeja voltar ( à principio ) em julho, em um dos lotes de estúdios de cinema de Hollywood pertencentes a sua controladora, a ViacomCBS, em Los Angeles, Califórnia, ( EUA ), e começar com eventos fechados, sem público, pelo menos nos primeiros três ou quatro meses.

-“Queremos voltar lá o mais rápido possível, mas queremos fazê-lo da maneira certa, e no momento certo. Pois a saúde e a segurança vêm em primeiro lugar.”- adiantou o mandatário da organização.

E como não poderia deixar de ser, a maior promoção de boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing” ( como dizem os americanos ) da atualidade também estará retornando em breve.
Quem fez o anúncio foi o próprio David Feldman, presidente do Bare Knuckle Fighting Championship ( BKFC ), em suas redes sociais :

-“Meus piores dias tentando construir meu próprio negócio são muito melhores do que meus melhores dias tentando construir o de outra pessoa.
Grandes novidades sobre o BKFC na próxima semana. O retorno.”-escreveu Feldman.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 25/04/2020
_
Foto : O BKFC é a maior promoção de boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing” do mundo na atualidade. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Bare Knuckle Fighting Championship | Divulgação ).

O ‘boxe sem luvas’ cuidará dos seus lutadores após suas aposentadorias

O ‘boxe sem luvas’ é o esporte mais quente, de crescimento mais rápido e mais emocionante do mundo, e - à partir de agora - os promotores da modalidade cuidarão de seus lutadores após as suas aposentadorias. 

A maioria das ligas esportivas importantes nos EUA como NFL, NBA e MLB já fornece algum tipo de plano de pensão para atletas, geralmente como parte de um acordo coletivo de trabalho entre a liga e sindicatos de jogadores. Inspirado nisso, o Bare Knuckle Fighting Championships, popularmente conhecido pela sigla BKFC, se tornará a primeira grande promoção de esportes de combate da era moderna a estabelecer um plano de pensão para seus atletas; a Comissão Atlética do Estado da Califórnia mantém uma pensão para boxeadores que atendam aos requisitos de elegibilidade por tempo no ringue.
 
David Feldman, presidente e CEO do BKFC, disse em entrevista à mídia especializada que a ideia de um plano de previdência está sendo trabalhada há cerca de seis meses e que a promoção fará o anuncio durante o seu próximo grande evento, o BKFC 17, programado para Birmingham, Alabama, EUA, em 30 de abril, quando o novo plano de pensão terá início para os seus atletas.
 
-“Nossos lutadores são o ativo mais importante da empresa. Queremos garantir que eles sejam indenizados não só na noite da luta, mas também cuidados na aposentadoria. Para cada luta do BKFC, o dinheiro será colocado em uma conta de pensão para eles sacarem na aposentadoria.”-disse Feldman, garantindo que os atletas receberão os pagamentos em contas individuais de pensão após se aposentarem das lutas, ou no mínimo cinco anos após a promoção parar de fazer contribuições.
 
-“Nós colocamos um mínimo de cinco anos nisso, para que os lutadores tenham o dinheiro quando realmente precisarem.”-complementou o mandatário, esclarecendo que apenas os atletas que assinarem acordos de várias lutas serão elegíveis para o programa.
 
No entanto, o promotor não revelou maiores detalhes sobre como a promoção contribuiria para a conta, ou a porcentagem de dinheiro, se as contribuições seriam definidas como uma porcentagem das bolsas ou um valor definido por luta. Mas reiterou que o dinheiro será distribuído, uma vez que um lutador atenda aos requisitos para receber os pagamentos.
 
-“Uma empresa de serviços financeiros supervisionará o ‘BKFC Wealth Management Fund’, com o BKFC como o proprietário da apólice e os lutadores listados como coproprietários.”-concluiu Feldman.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/04/2021
_
Legenda : A iniciativa é do Bare Knuckle Fighting Championships. No flagrante, o presidente e CEO David Feldman, ladeado por Nguyen, Hart, Bedford, entre outros.
Foto : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Acervo pessoal David Feldman | ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Divulgação ).
 
«May 2021»
MonTueWedThuFriSatSun
     12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31      

DMCA.com Protection Status

Go to top