Japão acelera produção de seringas

Governo quer acelerar produção de seringas especiais que geram menos desperdício

A fabricante japonesa de equipamentos médicos Nipro relatou que recebeu um pedido do governo para aumentar a produção das seringas especiais que evitam o desperdício da vacina contra Covid-19.

A Nipro produzia 500 mil unidades mensalmente, mas o governo pede que sejam produzidas milhões de seringas a cada mês. A produção é feita na fábrica na Tailândia, e, por isso, a empresa explica que demorará de 4 a 5 meses para preparar a fábrica.

“Não temos experiência de uma demanda tão repentina. A vacina é um grande passo para acabar com a pandemia. Quero colaborar com as outras fabricantes para nos movermos a passos rápidos”, comenta o diretor executivo Kyoetsu Kobayashi.

Com a seringa especial, cada frasco da vacina será utilizado para 6 doses, sem gerar desperdício. As seringas usuais não conseguem reduzir o desperdício e seriam capazes de gerar apenas 5 doses.

Fonte: NHK

Falta de seringas dificulta vacinação contra Covid-19 no Japão

Milhões de doses da vacina da Pfizer poderiam ser desperdiçadas devido a uma escassez de seringas especiais.

A preocupação cresce no Japão, onde um esforço de vacinação contra a Covid-19 começa nesta quarta-feira (17), de que milhões de doses da vacina da Pfizer poderiam ser desperdiçadas devido a uma escassez de seringas especiais que maximizam o número de doses usadas de cada frasco.

O governo fez pedidos urgentes, mas fabricantes estão enfrentando dificuldades para aumentar a produção rápido o suficiente, criando a mais recente dor de cabeça para o primeiro-ministro Yoshihide Suga, que sofre com fraco apoio do público.

“Ainda estamos tentando garantir seringas especiais”, disse o secretário-chefe do Gabinete Katsunobu Kato na terça-feira (16).

O Japão, com uma população de 126 milhões, assinou um contrato no mês passado com a Pfizer para obter 144 milhões de doses de sua vacina, ou suficientes para 72 milhões de pessoas.

Um frasco seria para 6 doses, diz a Pfizer, mas requer seringas especiais que retém um volume baixo de solução após uma injeção para extrair seis doses, enquanto somente 5 doses podem ser tiradas com seringas padrão que o governo armazenou em preparação para a campanha de inoculação.

“Quando se fala no que sobra nos frascos e seringas, o que não é usado será descartado”, disse Kato.

Vacinar a população do Japão rapidamente é uma prioridade principal para o governo de Suga, visto que ele está determinado a realizar as Olimpíadas de Tóquio neste verão após os Jogos terem sido adiados por um ano devido à pandemia de coronavírus.

Em uma tentativa de minimizar a quantidade de vacina deixada sem uso em seringas e frascos, o governo está pedindo a fabricantes de equipamento médico que aumentem a produção de seringas de “espaço zero”, mas há dúvidas se isso pode ser feito rápido o suficiente.

Embora casos diários estejam em declínio nas últimas semanas no Japão após atingir o pico no início de janeiro, Tóquio e outras nove províncias ainda estão sob estado de emergência do coronavírus.

Fonte: Nippon

« March 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

Go to top