Items filtered by date: Sábado, 20 Fevereiro 2021

O Japão iniciou seu programa de vacinação na quarta-feira, inicialmente com 40 mil profissionais da saúde em 100 hospitais no país.

O governo japonês informou no sábado (20) que recebeu relatos de ocorrência de urticária e calafrios como potenciais efeitos colaterais da vacinação contra coronavírus, após o início das inoculações no país em 17 de fevereiro.

Essa é a primeira vez que se confirma efeitos colaterais de vacinação contra Covid-19 no Japão. O caso de urticária ocorreu em um hospital na província de Toyama na sexta-feira (19), disse o escritório do primeiro-ministro em um tuíte.

O Hospital Toyama Hosai disse que a urticária ocorreu em uma pessoa após a inoculação, mas os sintomas desapareceram rapidamente. O hospital se negou a revelar detalhes sobre o indivíduo.

O hospital, junto com um outro na província, começou a administrar a vacina em profissionais da saúde a partir de sexta-feira. Naquele dia, 48 pessoas foram imunizadas no hospital.

O ministério e outras autoridades disseram que o caso de calafrios foi inicialmente reportado como sintoma de anafilaxia, o qual foi retraído depois. O ministério não revelou de qual província o caso foi registrado.

Início de vacinação com 40 mil profissionais da saúde.

O Japão iniciou seu programa de vacinação na quarta-feira, inicialmente com 40 mil profissionais da saúde em 100 hospitais no país.

Não houve relatos de efeitos colaterais graves à vacina desenvolvida pela farmacêutica dos EUA Pfizer e a BioNTech da Alemanha.

Se uma pessoa morrer devido aos efeitos de uma vacinação contra coronavírus, o governo pagará ¥44,2 milhões ($419 mil) em indenização à família enlutada, de acordo com o Ministério da Saúde.

Do grupo inicial de 40 mil profissionais da saúde, 20 mil estão participando de um estudo para rastrear potencial efeito colateral causado pela vacina.

Eles são solicitados a manterem registros diários por sete semanas após tomarem a primeira de duas doses. As doses serão administradas em espaço de 3 semanas.

Fonte: News and Culture

Published in Sociedade

Governo anuncia que pretende mudar a lei juvenil para punir jovens entre 18 e 19 anos como "adultos".

Durante reunião de gabinete desta sexta-feira (19), os membros do Partido Liberal Democrata decidiram mudar a lei juvenil (shonen-ho) e reduzir a maioridade para 18 anos.

Os jovens de 18 e 19 anos continuarão a ser protegidos pela lei juvenil, mas terão uma classificação especial, de “jovens específicos” (tokutei shonen). A lei continuará a manter o Tribunal da Família como responsável pelos incidentes criminais de juvenis. Entretanto, a mudança aumentará a quantidade de incidentes que serão encarregados à promotoria.

Os casos que podem ser enviados à promotoria incluem assassinatos ou homicídios dolosos, roubos, incêndios, estupros, entre outros. Nesse caso, os jovens serão julgados da mesma forma de que adultos, podendo ter os seus nomes, fotos e informações pessoais divulgados.

Após o pedido formal ao parlamento, o Ministério da Justiça efetuará novas provisões para tratar os pessoas entre 18 e 19 anos como “jovens específicos”.

Fonte: NHK

Published in Crimes

Nissan e Toyota interrompem produção em fábricas por falta de suspensões automotivas.

A Nissan anunciou na quinta-feira (18) que interromperá a produção temporariamente de 2 fábricas devido aos efeitos do terremoto de ‘shindo’ 6 forte em Fukushima e Miyagi.

Segundo a empresa, algumas fornecedoras de peças nessas províncias foram diretamente afetadas pelos tremores, e as linhas estão paradas. Sem peças, a Nissan foi forçada a parar a produção.

As fábricas de Oppama, em Yokosuka (Kanagawa), responsável pela produção do principal veículo pequeno “Note” e do elétrico “Leaf”, e de Shonan, em Hiratsuka (Kanagawa), onde são produzidas as carrocerias dos veículos, serão fechadas entre os dias 22 e 23 deste mês.

A fábrica de suspensões automotivas da Hitachi Astemo em Fukushima ficou impossibilitada de fornecer as peças. Pelo mesmo motivo, a Toyota anunciou a suspensão de 14 linhas em 9 fábricas com até 4 dias.

Tanto a Toyota quanto a Nissan enviaram engenheiros à fábrica da Hitachi Astemo para auxiliar na recuperação.

Fonte: Nikkei

Published in Sociedade

Na sexta-feira, as autoridades no Japão registraram 1.539 casos e 76 mortes.

Na quinta-feira (18), foram confirmados 1.537 novos casos de coronavírus em 37 províncias e nos aeroportos do Japão.

76 pessoas morreram em decorrência da Covid-19, e o número total de mortes sobe para 7.298.

Segundo dados do Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar, os pacientes em estado grave totalizam 564, uma queda de 43 em relação ao dia anterior.

Tóquio confirmou 445 novos casos de coronavírus entre pessoas de diversas idades. Foram confirmadas 27 mortes de pessoas entre 60 e 100 anos. O número de pacientes graves é de 84 pessoas.

Em Osaka, foram confirmados 89 casos e 4 mortes. Em Fukuoka, foram registrados 101 devido a foco de contágio (cluster) com 48 pessoas em hospital de Kita Kyushu.

O número de recuperados sobe para 395.339.

Fonte: NHK, Yomiuri e News Digest

Published in Sociedade

O cartão-presente poderá ser usado em pequenos estabelecimentos na cidade.

Uma cidade na província de Saitama anunciou que fornecerá a cada residente que receber a vacina contra Covid-19 um cartão-presente no valor de ¥1.000.

O Governo Municipal de Miyashiro separou ¥60 milhões (cerca de $570 mil) para o esquema em seu orçamento do ano fiscal de 2021.

De acordo com a divisão de saúde da cidade, cerca de 30 mil residentes com idade igual ou superior a 16 são elegíveis para receber as vacinações.

Cada pessoa imunizada receberá um “cartão-presente de agradecimento” no valor de ¥1.000, emitido pela câmara do comércio da cidade. O cartão-presente poderá ser usado em pequenos estabelecimentos na cidade.

Como as pessoas que receberem a vacina produzida pela companhia farmacêutica dos EUA, Pfizer, serão inoculadas com duas doses, elas receberão dois cartões-presente, totalizando ¥2.000.

O governo municipal está considerando oferecer os cartões-presente aos residentes nos locais de vacinação.

“Implementaremos esse esquema como projeto único a esta cidade a fim de aumentar a taxa de vacinação e vitalizar a economia”, disse um funcionário do governo.

Fonte: Mainichi

Published in Sociedade

Seiko Hashimoto ocupa o lugar de Yoshiro Mori que renunciou em meio a uma polêmica por comentários machistas.

A ex-Ministra das Olimpíadas Seiko Hashimoto disse nesta quinta-feira (18) que aceitou o cargo de chefe do comitê organizador dos Jogos de Tóquio, no lugar de Yoshiro Mori que renunciou na semana passada em meio a uma polêmica por comentários machistas.

Hashimoto se encontrou com o Primeiro-Ministro Yoshihide Suga e renunciou como Ministra das Olimpíadas, com executivos do comitê avançando para aprová-la formalmente como nova presidente.

Falando com repórteres após entregar sua renúncia como Ministra das Olimpíadas, Hashimoto, de 56 anos, disse que Suga apoia sua decisão para trabalhar em sediar jogos que serão “recebidos pelas pessoas”.

Mori, um ex-primeiro-ministro do Japão de 83 anos, renunciou na sexta-feira (12) após ser criticado no Japão e no exterior por dizer em um encontro do Comitê Olímpico Japonês em 3 de fevereiro que reuniões com mulheres tendem a “demorar” porque elas falam demais. Ele também sugeriu que o tempo que as mulheres falam precisava ser limitado.

Mori também foi criticado por tentar conduzir Saburo Kawabuchi, ex-presidente da Associação de Futebol do Japão, como seu sucessor a portas fechadas.

Fonte: News and Culture

Published in Sociedade

Número de mortes por acidentes em vias expressas é o menor já registrado.

O número de pessoas que morreu em acidentes nas vias expressas no Japão em 2020 diminuiu em 49 ante o ano anterior, para 114, o menor desde 1979, quando os registros tiveram início, de acordo com um relatório da Agência Nacional de Polícia-ANP na quinta-feira (18).

Aparentemente, o resultado refletiu uma diminuição no tráfego nas rodovias, visto que as pessoas evitaram sair em meio à pandemia de Covid-19.

De acordo com a ANP, o tráfego em vias expressas no período de abril a junho de 2020, quando um estado de emergência por causa da pandemia entrou em vigor no país, teve queda de cerca de 30% ante o ano anterior, com o número de mortes em acidentes diminuindo ano a ano para 1 em maio e 5 em junho.

O número anual de acidentes no trânsito em estradas, incluindo vias expressas, diminuiu 18,9% para 309.178, registrando a queda mais acentuada em registro, ou desde 1966.

Em 2020, um total de 2.839 pessoas morreram em acidentes de trânsito, enquanto que 27.774 ficaram feridas.

Pessoas com idade igual ou superior a 65 anos contaram por mais da metade das fatalidades. O número de crianças em idade do ensino fundamental ou mais novas que morreram ou ficaram feridas situou-se a 861.

Fonte: Nippon

Published in Sociedade

O Japão começou a vacinar cerca de 40 mil profissionais da saúde na quarta-feira como os primeiros grupos de prioridade.

O governo japonês informou que 125 profissionais da saúde receberam a primeira dose de vacina contra coronavírus até a noite de quarta-feira (17) e que, até agora, não houve relatos de reações alérgicas severas.

O Japão começou a vacinar cerca de 40 mil profissionais da saúde na quarta-feira como os primeiros grupos de prioridade no programa de inoculação do país.

Falando nesta quinta-feira (18), o secretário-chefe do Gabinete Katsunobu Kato disse que 125 doses haviam sido administradas em oito instituições médicas até as 17h do dia anterior.

Kato disse que a Agência de Dispositivos Médicos e Farmacêuticos (PMDA) não recebeu quaisquer relatos de mortes ou desenvolvimento de reação alérgica grave conhecida como anafilaxia, após a vacinação. A PMDA é responsável pela verificação de fármacos no Japão.

Fonte: NHK

Published in Sociedade

O terremoto de sábado afetou a fabricante de peças Hitachi Astemo, que fornece peças para a Nissan.

A Nissan Motor ajustará a produção na província de Fukuoka nesta semana devido a interrupções nos fornecimentos de peças após um terremoto ter atingido o nordeste do Japão, disseram duas fontes com conhecimento do assunto.

O terremoto de sábado (13) afetou a fabricante de peças Hitachi Astemo, disseram as fontes.

A Hitachi Asteno, um empreendimento conjunto entre a Hitachi e a Honda, produz peças para sistemas de suspensão de carros em sua planta na província de Fukushima que são usadas por montadoras incluindo a Nissan e a Toyota.

A Nissan reduziu o horário de operação em duas linhas em sua planta de Fukuoka, que produz as vans Serena, a partir da noite de terça-feira (16), e paralisará a produção no sábado (20), disseram as fontes.

Contudo, uma porta-voz da Nissan disse que, até agora, a montadora não estava vendo impacto sobre a produção.

Em outros lugares, a Toyota disse na terça-feira que suspenderá temporariamente a produção em 14 linhas de 9 fábricas do grupo no Japão, visto que alguns de seus fornecedores foram afetados pelo terremoto.

A Hitachi Astemo disse na quarta-feira (17) que sua planta na província de Fukushima suspendeu a produção desde a segunda-feira devido a um apagão após o terremoto, disse um porta-voz da empresa.

A companhia precisa de tempo para inspecionar a fábrica e não informou quando as operações seriam retomadas.

Fonte: Nippon

Published in Sociedade
Domingo, 21/Fevereiro/2021

Japão acelera produção de seringas

Governo quer acelerar produção de seringas especiais que geram menos desperdício

A fabricante japonesa de equipamentos médicos Nipro relatou que recebeu um pedido do governo para aumentar a produção das seringas especiais que evitam o desperdício da vacina contra Covid-19.

A Nipro produzia 500 mil unidades mensalmente, mas o governo pede que sejam produzidas milhões de seringas a cada mês. A produção é feita na fábrica na Tailândia, e, por isso, a empresa explica que demorará de 4 a 5 meses para preparar a fábrica.

“Não temos experiência de uma demanda tão repentina. A vacina é um grande passo para acabar com a pandemia. Quero colaborar com as outras fabricantes para nos movermos a passos rápidos”, comenta o diretor executivo Kyoetsu Kobayashi.

Com a seringa especial, cada frasco da vacina será utilizado para 6 doses, sem gerar desperdício. As seringas usuais não conseguem reduzir o desperdício e seriam capazes de gerar apenas 5 doses.

Fonte: NHK

Published in Sociedade
« February 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
Go to top