ptzh-CNenfritjakoruesvi

Hajime M

Hajime M

Esta semana, grávidas e puérperas do Rio de Janeiro que tomaram a primeira dose da vacina Astrazeneca contra a Covid-19 foram autorizadas pelo governo estadual a receberem a segunda dose de um imunizante diferente, da Pfizer. É uma medida contrária à recomendada pelo Ministério da Saúde.

Em seguida, os estados do Rio e Ceará adotaram a mesma medida.

A decisão foi tomada pelo município do Rio e referendada por um comitê de pesquisadores, sem o respaldo do Ministério da Saúde, que recomenda que gestantes e puérperas tomem a primeira dose da Astrazenca e aguardem até 45 dias após o parto para completar o esquema vacinal.

Agora, essas mulheres que receberam a primeira dose da Astrazeneca, há mais de 12 semanas, poderão misturar as vacinas e tomar a segunda dose da Pfizer.

A decisão trouxe à tona outra discussão: é possível e seguro combinar vacinas diferentes?

Na Espanha, uma pesquisa - ainda não revisada por outros cientistas - mostrou bons resultados. Voluntários que tomaram a primeira dose de Astrazeneca e, duas semanas depois, a segunda dose da Pfizer tiveram um aumento expressivo na produção de anticorpos que, em laboratório, conseguiram inativar o coronavírus.

No Reino Unido, pesquisadores de Oxford que misturaram as doses chegaram a uma conclusão semelhante. Mas alertaram que ensaios já demonstraram um risco maior de efeitos colaterais nesse esquema misto de imunização.

Nenhum dos estudo, nem o espanhol nem o inglês envolveu grávidas.

Nas Filipinas, outro ensaio pode interessas ao Brasil, porque mescla a CoronaVac com outras seis vacinas: Pfizer, Moderna, Janssen, Astrazeneca e Sputnik. Mas, será que isso é suficiente para que o plano nacional de imunização seja alterado, e permita combinação?

Milhares depressas pelo mundo estão tomando vacinas misturadas, como no Canadá, Portugal e Coreia do Sul.

Na Alemanha, a chanceler Angela Merkel tomou a primeira dose da Astrazeneca e, a segunda, da Moderna, outra vacina produzida com a tecnologia MRNA, assim como a Pfizer.

Nos Estados Unidos, onde 70% receberam a primeira dose e 46% estão completamente imunizados, já existe um estudo para descobrir se é vantajoso dar uma terceira dose, de reforço, com uma vacina diferente.

Fonte:g1.globo.com

Neste domingo a LOUD superou a RED Canids Kalunga, emendando a quarta vitória consecutiva no CBLOL 2021. Em entrevista coletiva, Denilson "Ceos" ressaltou que a sequência favorável é fruto de uma mudança de postura. O suporte também comentou que vê a LOUD entre os times mais fortes do Brasil, com potencial para ser o melhor do Campeonato Brasileiro de League of Legends.

- Acho que a gente já está nesses grupos dos mais fortes. O que falta para a gente, sei lá, disparar no grupo para ser tipo o melhor time do Brasil é só um pouquinho mais de tempo... E, querendo ou não, tudo o que importa é como a gente vai chegar para os play offs. Então, eu acho que com esse tempo que a gente vai ter para o resto campeonato, quando chegar nos playoffs a gente vai ser um time muito forte. Acho que o mais forte - explicou Ceos.

De acordo com o suporte, uma mudança de postura da equipe durante os treinos é parte fundamental tanto na sequência de resultados favoráveis quanto no plano de chegar bem para a próxima etapa.

- Acho que a gente estar indo bem agora é só o reflexo dos nossos treinos. A cada semana a gente está conseguindo ter treinos melhores. A gente está conseguindo levar mais a sério. Todo mundo está mais engajado, discutindo mais sobre o jogo. Acho que a tendência é só melhorar. A cada semana que passa a gente vai se tornando um time melhor.

Neste domingo o time de Igor "Duds" chegou a se complicar após lance questionável de Mateus "Mewkyo", mas conseguiu se recompor. Ceos ressaltou a tranquilidade da equipe em meio a uma jogada que poderia ter mudado os rumos da partida.

- A gente executou um pouco mal. Acho que o Mewkyo não engajou tão bem, mas mesmo depois disso a gente sabia que tinha uma composição melhor. O Duds já estava comunicando: a gente perdeu, mas eu estou muito forte ainda. A gente não fica se remoendo pelo que aconteceu. A gente só está pensando como fazer para ganhar o jogo - concluiu.

O próximo compromisso da LOUD é contra a INTZ. Os confrontos da 11ª rodada acontecem sábado (10) e começam às 13h no horário de Brasília.

Fonte: ge.globo.com

Felipe "brTT" minimizou os efeitos da derrota da paiN para o Flamengo neste domingo pelo CBLOL 2021. Em entrevista coletiva após a partida, o atirador reconheceu "alguns moles", mas ressaltou que o revés não altera os planos da equipe no Campeonato Brasileiro de League of Legends. Além disso, o jogador reforçou confiança no potencial dos companheiros.

- Não é uma coisa que me preocupa muito, não, esta derrota contra eles. A gente tem time para ganhar contra eles, a gente mostrou e bateu de frente jogando muito melhor o mapa... e, sei lá, estou tranquilo - disse brTT.

Este é o segundo tropeço da paiN perante o Flamengo. As equipes também se enfrentaram na primeira rodada. O retrospecto negativo não assusta brTT para o caso de possível confronto contra o Rubro-Negro na próxima etapa.

- Não vejo muitos problemas para os playoffs. Eu diria que a gente estava executando uma composição muito mais difícil de executar, de finalizar um jogo. Basicamente (mais difícil) de executar que a do Flamengo. Flamengo tinha uma composição 5vs5 muito forte e a gente deu alguns moles. A gente tinha uma composição que era para comer o mapa no early e mid game, não cometer muitos erros - disse brTT.

Atualmente na vice-liderança, brTT apontou a corrida pela melhor colocação na tabela da fase de pontos como prioridade na paiN.

- O foco é ficar entre primeiro e segundo colocado. É uma vantagem muito grande, você consegue assistir o adversário que vai jogar antes e tem muito mais informações. Isso é uma vantagem absurda - concluiu.

No próximo sábado a paiN enfrenta a Vorax Liberty, que está na terceira colocação empatada em pontos com o time de brTT. As partidas da décima primeira rodada estão programadas para começar às 13h, no horário de Brasília.

Fonte:ge.globo.com

 

BRASÍLIA — A CPI da Covid no Senado irá votar nesta terça-feira a quebra de sigilo do líder do governo Ricardo Barros (PP-PR). O deputado federal teria sido citado pelo presidente Jair Bolsonaro como responsável por um suposto esquema de corrupção na aquisição da vacina indiana Covaxin, de acordo com o deputado Luis Miranda (DEM-DF). Na terça, os senadores também irão decidir se Miranda terá seu sigilo quebrado.

Miranda afirmou em depoimento à CPI que, ao denunciar um possível esquema no Ministério da Saúde ao presidente Jair Bolsonaro em março deste ano, ouviu do presidente que Ricardo Barros estaria por trás dos possíveis ilícitos.

A pauta da comissão na próxima terça-feira inclui também o depoimento da servidora Regina Célia Silva Olivesira, que foi apontada como indicada por Barros para seu cargo na Saúde. O pedido de quebra de sigilo de Barros foi feito pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Os senadores querem avançar nas acusações de corrupção que envolvem a compra de vacinas pelo governo federal e que vieram a público nas últimas semanas.

Inicialmente, o deputado federal Luis Miranda, e seu irmão, o servidor do Ministério da Saúde, Luis Roberto Miranda, afirmaram em depoimento que denunciaram um suposto esquema de corrupção na compra da vacina indiana Covaxin.

Posteriormente, um vendedor que se apresentou como representante da empresa Davati Medical Supply, dos Estados Unidos, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, afirmou que recebeu uma cobrança de propina do então diretor do departamento de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias.

Assim como o sigilo do deputado Ricardo Barros, os senadores da comissão irão votar a quebra de sigilo de Luis Miranda e de Dominguetti. Outro representante da Davati, Cristiano Alberto Hossri Carvalho, também poderá ser convocado para depor.

Fonte:oglobo.globo.com

Destroços de uma aeronave dos Estados Unidos, de 1943, usada durante a Segunda Guerra Mundial, foram encontrados na Baía do Tubarão, no município de Humberto de Campos, cidade a 153 km de São Luís e localizado no norte do Maranhão.

O achado histórico e inusitado aconteceu durante uma oficina ministrada pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária do Maranhão (Setres), na última semana. A aeronave caiu há 78 anos no litoral maranhense.

Os destroços são parte do avião tipo Bombardeiro B-25, que fazia rota entre África e o Brasil. A aeronave era um modelo clássico usado durante a Segunda Guerra Mundial, por conter um bom armamento defensivo e sendo empregado com sucesso em missões na África, Mediterrâneo e Itália.

A aeronave chegou a ser fornecida há vários países aliados dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra, como a China, Indonésia, França e o Brasil.

 30758 whatsapp image 2021 07 01 at 19.12.53 8377375021138282013 1a713

Destroços da aeronave norte-americana foram encontrados durante oficina realizada pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária do Maranhão (Setres). — Foto: Almir Praseres

Após a descoberta, um integrante da equipe técnica da secretaria, o escritor Wellington Matos, entrou em contato com o Departamento de Forças Armadas dos Estados Unidos, que confirmou que se tratava de um avião que pertenceu à frota norte-americana.

Segundo o departamento, a aeronave seguia para o norte da África, para participar de confrontos de guerra. Durante a viagem, o avião com seis militares norte-americanos passou por problemas e caiu. Toda a tripulação morreu.

b 25d 41 29710 pacific prowler 2 e9121

Imagem do Bombardeiro B-25D, avião militar de guerra dos Estados Unidos, encontrado esta semana no Maranhão — Foto: Reprodução/Aviões Militares

Com a ajuda de pescadores experientes da região e equipes da secretaria, foi iniciado o resgate dos restos da aeronave. Foram usados detectores de metal, sensor de batimetria e a partir disso, foi localizado o trem de pouso do avião, que pesa aproximadamente 5 toneladas.

“A queda do Bombardeiro B-25D, durante a II Guerra Mundial, é um caso de um acidente que estava afundado na história. Era de conhecimento de alguns moradores, de forma superficial, mas não havia uma correlação do que se tratava, ou sua finalidade”, explica Wellington Matos.

De acordo com a Prefeitura de Humberto de Campos, a descoberta vai estimular a criação do Museu Histórico do município e enriquecer a história do município, que tem pouco mais de 26 mil habitantes.

 30758 d 30758 whatsapp image 2021 07 01 at 19.12.47 1 5508483096700836195 4893089379203584857 3d36d

Trem de pouso da aeronave foi encontrada nesta semana, na Baía do Tubarão, no Maranhão. — Foto: Almir Prasere

Fonte: g1.globo.com

A imprensa da Bélgica não perdoou a eliminação para a Itália por 2 a 1 na última sexta-feira, nas quartas de final da Eurocopa 2020. Os jornais deste sábado destacaram o "gosto amargo" da derrota desta geração que promete grandes conquistas há algum tempo, mas ainda não conseguiu.

O "La Denière Heure/Les Sports" destacou na manchete: "A geração de ouro não vai conquistar um título este ano. E talvez não ganhe nunca. Este novo fracasso será difícil de digerir".

"Esta Itália vai ficar cada vez mais forte. E outras seleções também. O medo de ser deixada para trás definitivamente existe", acrescenta o jornal.

blgica 4a3c8

Kevin De Bruyne e jogadores da Bélgica agradecem o apoio após a derrota para a Itália — Foto: Reuters

O jornal "Sudpresse" lembrou as eliminações das competições mais recentes da Bélgica: "Houve o Estádio Mané Garrincha, em Brasília em 2014 (quando a Bélgica foi eliminada do Mundial pela Argentina ao perder por 1 a 0), depois o estádio Pierre Mauroy em 2016 (derrota de 3 a 1 para o País de Gales na Euro-2016). A partir de agora, a Arena Allianz estará entre os cemitérios que sepultaram os sonhos dos Diabos".

Para o "De Standaard": "Depois de uma verdadeira montanha-russa de emoções, em que desesperança e esperança se alternaram, os 'Red Devils' não conseguiram (mais uma vez) estar à altura. O que resta depois de Munique é, portanto, um gosto amargo".

"No papel, esta geração de ouro merece mais do que uma eliminação nas quartas de final. Mas, na prática, tem sido muito difícil conseguir esse merecido prêmio", continua o jornal.

Fonte: globoesporte.com

O streamer e ex-jogador de League of Legends Gustavo "Baiano" segue apostando no seu lado empresário e anunciou que irá abrir uma hamburgueria própria em São Paulo, a Baiburger. Funcionando em modelo de dark kitchen, ou seja, apenas para delivery,

o estabelecimento já começa a funcionar a partir deste sábado, 3 de julho, e estará disponível nos principais aplicativos de entregas.

Com quatro opções de lanche no cardápio, o restaurante possui a temática toda ligada a Baiano, que nomeia os hambúrgueres como Baisalad, Baibacon, Baicheese e Baiburguer, o especial da casa. Serão servidos ainda acompanhamentos e combos.

hamburguer da bai burger 5ae4e

- Como empreendedor estou muito feliz em inaugurar o Baibuger em São Paulo, uma cidade reconhecida pela sua riqueza gastronômica. Sempre tive o sonho de abrir um negócio e hambúrguer é algo que sou apaixonado. Para mim, o importante é oferecer para meus seguidores um produto que tenha ingredientes de muita qualidade e um preço justo, até porque o feedback vem em tempo real - conta Baiano.

A hamburgueria vai funcionar todos os dias das 12h às 0h e deve atender a pedidos das principais regiões da capital paulista. O investimento será feito em parceria com a Nift, empresa de Gab Araújo, que é sócio da Final Level e co-fundador da Gamelanders, organização que vem fazendo sucesso no cenário competitivo de Valorant.

Além das tradicionais transmissões, Baiano também é o responsável pelo CBolão, campeonato beneficente de League of Legends que já teve três edições disputadas. Na última delas, em maio deste ano, mais de R$ 170 mil foram doados, com o título da competição ficando com a LOUDinhos, formada por jogadores da LOUD.

Fonte: globoesporte.com

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« September 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Advertising area




Contador de visitas

0.png3.png7.png7.png3.png0.png4.png
Hoje:374
Ontem:793
Últimos 7 dias:4581
Mês:52742
Total:377304

Conectados simultaneamente

3
Online

18-09-21

Parceiros

Go to top