ptzh-CNenfritjakoruesvi

Oriosvaldo Costa

Oriosvaldo Costa

 

Criado em 1985, o Shooto é classificado como ‘o pai do MMA japonês’ e já foi considerado o “Pride dos leves”, além de ter revelado grandes nomes das artes marciais mistas para o mundo. Já estabelecido em países como os EUA, Finlândia, Austrália, Holanda, Noruega, Alemanha e Inglaterra, entre outros, o evento chegou ao Brasil em 2003.
Agora, novamente, a franquia mais antiga da modalidade na era moderna está de volta ao nosso país.

O Shooto Brasil 108 foi realizado com um rígido protocolo de prevenção contra a Covid-19. As regras foram elaboradas junto com a Comissão Atlética Brasileira de MMA ( CABMMA ). Todos os atletas envolvidos no evento foram testados com teste rápido no dia da luta e local da pesagem.
O evento aconteceu no sábado ( 26.jul.2021 ) e teve lugar na Upper Arena, Rio de Janeiro-RJ.

O ‘card’ foi composto por 26 lutas de MMA, sendo 22 desafios masculinos e 04 femininos. Destaque para alguns dos atletas das regiões Norte e Nordeste do país que venceram as suas lutas naquela que é uma das mais importantes promoções da América Latina.

Entre estes, citamos o lutador do Amapá, Juscelino Pantoja, que fez a sua segunda luta no Shooto Brasil.
O confronto, realizado na categoria dos pesos moscas ( +57 kg no Shooto ) durou apenas 1 minutos e 48 segundos. Como havia prometido o amapaense nocauteou no primeiro round o sergipano Erick “Iguana” Gomes e conquistou sua segunda vitória na organização.
Com 100% de aproveitamento na modalidade, Pantoja escalou para 2-0, enquanto Erik desceu para 1-1.

-“Obrigado a todos que torceram por mim. Agradeço a Deus por mais uma vitória e promessa cumprida, mais um nocaute ”.-discursou, após a vitória.

Não custa lembrar que, em sua estreia pela franquia, em novembro do ano passado, o lutador nocauteou o amazonense, Anthony “Boika” aos 4m49s do 1º round, no Shooto Brasil 104.

Já entre as mulheres que adentraram ao octógono do Shooto Brasil 108 destacamos a atleta de Valencia-BA, Flordinice Muniz, lutadora de boxe e Jiu-Jítsu, que já havia conquistado um cinturão de MMA no DM Fight 2, em março deste ano, também no Rio de Janeiro.
Ela venceu a experiente sergipana Anne Karoline, também conhecida como “Karol Mutante”, por decisão dividida dos juízes após três rounds.
Com o resultado, Flordinice subiu para 2-0, enquanto sua adversária caiu para 7-9.

Após a vitória, a atleta valenciana vibrou muito agradecendo todo o apoio que teve e os torcedores da sua cidade comemoraram em suas redes sociais.

-“Não sabe o que é perder no MMA”.-destacou o narrador do evento, após o anúncio do segundo êxito da lutadora nesse seu início de carreira.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 26/07/2021
_
Legenda : Juscelino Pantoja na ocasião da sua vitoriosa estréia no Shooto Brasil 104.
Foto acima : ( Cortesia | Créditos : ( C ) Marcel Fagundes | ( C ) Shooto Brasil | Divulgação ).

Legenda : Flordinice Muniz, Campeã Nacional de MMA no estado do Rio de Janeiro.
Foto abaixo : ( Cortesia | Créditos : ( C ) DM Fight | Divulgação ).

WhatsApp Image 2021 03 15 at 10.31.28 1 699x430 1 c37b6

 

 

Foi realizada nesta 6ª feira ( 23.jul.2021 ) a ‘cerimônia de abertura’ dos 32º Jogos Olímpicos da Era Moderna. A Tóquio 2020 conta com a participação de 203 países ao todo. A Coreia do Norte não será representada nesta edição. O Brasil é representado por 302 atletas. Os EUA lideram, com 613 participantes, seguido do país-sede, com 591, e Austrália, que leva 471 atletas.

Contando com 5 novas modalidades e o total de mais de 11.300 atletas disputando os 339 eventos programados, as competições dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 foram adiadas por um ano por conta da pandemia da Covid-19.

Curiosamente, ‘Akira’ - um ‘mangá’ publicado pela primeira vez em 1982 - “previu” que as Olimpíadas de Tóquio seriam adiadas. Entre os “erros” do autor Katsuhiro Otomo estão os seus cálculos, uma vez que a Olimpíada de “Neo-Tóquio 2020” em ‘Akira’ é referenciada como a trigésima edição dos jogos, sendo que, na verdade, o Japão vai sediar a trigésima segunda, como citado anteriormente.
Porém, o que realmente importa é que uma obra escrita há três décadas conseguiu acertar que a capital japonesa iria ser a sede da próxima Olimpíada.

Enquanto isso, nas redes sociais os “internautas” dizem sentir falta de Pikachu, que já foi nomeado como embaixador da cidade de Osaka pelo Ministro de relações internacionais Tarō Kōno.

Também não custa lembrar que passado apenas um mês do término da Olimpíada Rio 2016, o Japão já havia anunciado Goku ( Dragon Ball ), Naruto Uzumaki ( Naruto ), Astro Boy ( personagem criado pelo famoso Ozuma Tetsuka ), Sailor Moon ( personagem do estúdio CLAMP ), Shin Chan ( humorístico personagem ) Luffy ( One Piece ), entre outros diversos personagens de ‘animes’ e ‘mangás’ como embaixadores culturais das olimpíadas em Tóquio.
Mais do que isso, os ‘animes’ e ‘mangás’ já são embaixadores da cultura “pop” no Japão. Daí a sua sentida ausência.

Por outro lado, é até compreensível porque estes e outros personagens, entre impressos e animações, tenham ficado de fora dos 32º Jogos Olímpicos.

As quatro horas da cerimônia de abertura da Tóquio 2020 aconteceu sem o tradicional público do estádio e não haverá espectadores presenciais em nenhum dos eventos esportivos, uma vez que a capital do Japão está em estado de emergência até 22 de agosto, devido ao aumento nas contaminações pelo coronavírus.
A decisão foi tomada em 8 de julho e anunciada pela ministra das Olimpíadas, Tamayo Marukawa, após discussões com autoridades e organizadores.

Calendário
Confira a seguir, o calendário geral das disputas olímpicas. Os eventos estão sujeitos a alterações.

Cerimônia de Abertura: 23 de julho
Atletismo: 30 de julho a 8 de agosto
Badminton: 24 de julho a 2 de agosto
Basquete: 25 de julho a 8 de agosto
Basebol/softbol: 21 de julho a 7 de agosto
Boxe: 24 de julho a 8 de agosto
Canoagem slalom: 25-30 de julho
Canoagem sprint: 2-7 de agosto
Ciclismo BMX: 29 de julho a 1 de agosto
Ciclismo de estrada: 24, 25 e 28 de julho
Ciclismo de pista: 2-8 de agosto
Escalada: 3-6 de agosto
Esgrima: 24 de julho a 1 de agosto
Futebol: 21 de julho a 7 de agosto
Ginástica artística: 24 de julho a 3 de agosto
Ginástica rítmica: 6-8 de agosto
Golfe: masculino: 29 de julho a 1 de agosto; feminino: 4-7 de agosto
Halterofilismo: 24 de julho a 4 de agosto
Handebol: 24 de julho a 8 de agosto
Hipismo: 24 de julho a 7 de agosto
Hóquei: 24 de julho a 6 de agosto
Judô: 24-31 de julho
Karatê: 5-7 de agosto
Luta greco-romano: 1-7 de agosto
Maratona aquática: 4-5 de agosto
Mergulho: 25 de julho a 7 de agosto
Natação: 24 de julho a 1 de agosto
Nado sincronizado: 2-7 de agosto
Pentatlo moderno: 5-7 de agosto
Polo aquático: 24 de julho a 8 de agosto
Remo: 23-30 de julho
Rugby: 26-31 de julho
Skate: street: 24-25 de julho; park: 4-5 de agosto
Surfe: 25 de julho a 1 de agosto
Taekwondo: 24-27 de julho
Tênis: 24 de julho a 1 de agosto
Tênis de mesa: 24 de julho a 6 de agosto
Tiro com arco: 23-31 de julho
Tiro esportivo: 24 de julho a 2 de agosto
Trampolim acrobático: 30-31 de julho
Triatlo: individual: 26-27; equipes: 31 de julho
Vela: 25 de julho a 4 de agosto
Vôlei: 24 de julho a 8 de agosto
Vôlei de praia: 24 de julho a 7 de agosto
Cerimônia de Encerramento: 8 de agosto

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 23/07/2021
_
Legenda : Sentida a ausência de Pikachu, já nomeado embaixador da cidade de Osaka pelo Ministro Tarō Kōno.
Foto acima : ( Cortesia | Créditos : ( C ) AP Tarō Kōno | ( C ) Nintendo | ( C ) COI | Divulgação ).

Legenda : Placa faz contagem regressiva para o início dos jogos da “Neo-Tóquio 2020” em ‘Akira’.
Foto abaixo : ( Cortesia | Créditos : ( C ) Kotaku | ( C ) COI | Divulgação ).

abf9c6f59b8819e8d1ae8bce4539a34b fcd91

 

Adiados em um ano por causa da pandemia do coronavírus, os Jogos Olímpicos de Tóquio vão ocorrer sem público na maior parte das competições por causa do contágio em alta no Japão - o que levou à pedidos de cancelamento por parte da opinião pública japonesa.

A ‘cerimônia de abertura’ está marcada para amanhã, sexta-feira ( 23 de julho de 2021 ), mas os primeiros eventos já começaram desde ontem, com a estreia do softbol em Fukushima. Cerca de 15 líderes mundiais e dignitários participarão da ‘cerimônia de abertura’ olímpica.

Ainda ontem, quarta-feira ( 21 de julho de 2021 ), o diretor da Organização Mundial da Saúde ( OMS ), Tedros Adhanom Ghebreyesus, manifestou o seu apoio às Olimpíadas discursando durante a 138ª sessão do Comitê Olímpico Internacional ( COI ).
Ele destacou “a natureza única” do evento e disse que esta é uma oportunidade para mostrar ao mundo a importância da adoção das medidas para prevenir a Covid-19, dissertando sobre os atletas que testarem positivo no Japão na próxima quinzena.

-“Espero que os jogos sejam bem sucedidos, como uma demonstração do que é possível quando se adotam os planos corretos e medidas corretas. A marca do sucesso será garantir que todos os casos sejam identificados, isolados, rastreados e tratados o mais rápido possível e a transmissão posterior seja interrompida”.- disse Tedros, acrescentando que as Olimpíadas de Tóquio não devem ser avaliadas pela contagem dos casos da Covid-19 que surgirem.

-“Na vida não há risco zero. Só existe risco maior ou risco menor. As escolhas que fazemos diminuem ou aumentam os riscos, mas não os eliminam”.-alertou aos veículos de comunicação da grande mídia ‘sensaciolista’.

Em seguida, Tedros acrescentou :
-“O Japão está dando coragem ao mundo inteiro”.-respaldando a realização do evento durante um estado de emergência local.

Mais cedo, Tedros havia divulgado uma mensagem nas redes sociais em tom otimista sobre as Olimpíadas mencionando a esperança de que o evento impulsione a vacinação. Estima-se que cerca de 80% dos participantes serão vacinados.

Ainda sobre a vacinação, o líder da OMS criticou os líderes dos países ricos e lançou um desafio sobre o compartilhamento mais justo de vacinas no mundo.

-“A pandemia é um teste e o mundo está falhando. Acredito que haja ‘uma terrível injustiça’, já que apenas 10 países administraram 75% das vacinas do mundo”.-desabafou Tedros, pedindo distribuição e esforços igualitários na distribuição dos imunizantes.

A OMS quer a ajuda dos governos de todos os países para atingir a meta de vacinar 70% da população mundial até meados de 2022. Para tanto, a agência da ONU estima que seja necessário produzir 11 bilhões de doses no próximo ano para pessoas de todo o planeta.

-“Desejo que os ‘raios de esperança’ da ‘terra do sol nascente’ atravessem o planeta e ‘iluminem um novo amanhecer mais saudável, mais seguro e mais justo’. Que [ os Jogos Olímpicos ] sejam a celebração de algo muito maior, daquilo que o mundo precisa muito agora: da esperança. Repito: o mundo precisa mais do que nunca da celebração da esperança. Torço para que esses Jogos sejam o momento que une o mundo e que impulsione a solidariedade e a determinação necessárias para encerrar a pandemia juntos”.-disse, em tom ‘esperançoso’.

-“A pandemia terminará quando o mundo decidir acabar com ela. Está em nossas mãos”.-finalizou Tedros, segurando a tocha olímpica.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/07/2021
_
Legenda : A OMS ressalta que a pandemia terminará quando o mundo decidir acabar com ela.
Foto acima : ( Cortesia | Créditos : ( C ) Jazael Melgoza | ( C ) Unsplash | ( C ) COI | ( C ) OMS | ONU | Divulgação ).

Legenda : As Olimpíadas de Tóquio começam no dia 23 de julho de 2021, após um ano de atraso devido à pandemia Covid-19.
Foto abaixo : ( Cortesia | Créditos : ( C ) Erik Zünder | ( C ) Unsplash | ( C ) COI | ( C ) OMS | ONU | Divulgação ).

image1170x530cropped 44a44

 

 

No domingo, 18 de julho de 2021, a promoção ‘KNOCK OUT’ realizou o “KNOCK OUT 2021 vol.3”, no Korakuen Hall, em Tóquio, capital do Japão. O evento foi transmitido ‘ao vivo’ pelo sistema de ‘Pay-Per-View’.

O ‘card’ apresentava a conclusão dos torneios nas regras ‘KNOCK OUT-BLACK’, que permitem socos e chutes sem o uso do cotovelo, nas categorias de peso supermédio e superleve da promoção, com Shintaro Matsukura e Hijiri Tamura lutando pelo cinturão de 75kg, enquanto Chihiro Suzuki e Keijiro Miyakoshi se enfrentaram pela cinta de 65kg.

O cinturão também estava em jogo no ‘KNOCK OUT-RED’, conjunto de regras que permitem socos e chutes com uso de cotovelo, quando Suarek Rukkukamui e Yota Shigemori colidiram pelo título dos leves.

Já entre as mulheres, o destaque ficou para a luta entre ‘Panchan’ Rina Okamoto ( STRUGGLE ), campeã feminina da categoria peso átomo ( 46kg ) e Hitomi “Sasori” Nagai ( Tetsu Gym / PRIMA GOLD ), campeã ‘minerva’ na categoria peso mosca leve ( 48,99kg ).
Elas se enfrentaram de forma única em uma ‘super fight’ sob as regras ‘KNOCK OUT- BLACK’, ou seja, sem uso de cotovelos.
Esta foi uma luta de contrato, com tempo estipulado de 3R de 3 minutos ( mais um ‘round’ de extensão, se necessário ) e peso combinado de 48,4kg. Este peso é 2,4kg acima da categoria peso átomo original ( -46,0kg ) e está mais próximo do peso mosca leve de “Sasori” ( -48,97kg ).

‘Panchan’ Rina Okamoto vinha de uma vitória por nocaute na revanche com MIREY também realizada no Korakuen Hall, em 22 de maio deste ano. Rina está invicta com 10 vitórias ( 2 ‘KO’ ) desde sua estreia profissional, em fevereiro de 2019 e “Sasori” é a sua adversária mais forte até aqui.

Hitomi “Sasori” Nagai conquistou o trono de ‘minerva’ em setembro de 2019. Em fevereiro de 2020, ela participou do “Shoot Boxing”. A atleta também competiu em eventos do porte do ‘Hoost Cup’, ‘NKB’ e “RISE”, antes de estrear no próprio ‘KNOCK OUT’.

No início da luta, “Sasori” coloca pressão, mas Rina golpeia enquanto desvia em passos. Após o bom ritmo da ‘trocação’ de socos e chutes, acontece o primeiro ‘clinch’ da luta. Rina conecta golpes repetidamente e deixa uma boa impressão antes do término do primeiro período.

Já no segundo ‘round’, Rina conecta uma série de socos. “Sasori” - com um sorriso estampado no rosto - revida imediatamente e desfere um direto de esquerda certeiro no rosto de Okamoto. A partir daí, seguem cenas de ‘trocação’ e desta feita, é “Sasori” quem deixa uma boa impressão.

No terceiro e último ‘round’, ambas as lutadoras desferem chutes. Mas Rina também faz uso de joelhadas. Ela acerta sua adversária por duas vezes consecutivas. “Sasori” recua para acertar o corpo de Rina em seguida. Na sequência, Okamoto acerta o chute frontal de direita e chuta no joelho. A luta termina violentamente.
O resultado da luta vai para a decisão dos juízes e o placar é favorável à Rina, que vence por decisão majoritária ( 29-29, 29-28, 29-28 ).

-“Eu estava com medo, mas todos me apoiaram e eu fiz o meu melhor. Eu ainda estava fraca, mas vou praticar mais. Fico feliz por ter vencido, mesmo no último minuto. O inimigo se foi, mas, por favor, fiquem de olho em mim no futuro. Obrigada pelo seu apoio.”-disse Rina Okamoto, ainda emocionada, após ter vencido a feroz batalha.

Confira os resultados do “KNOCK OUT 2021 vol.3” que incluem :

KNOCK OUT 2021 vol.3
18 de Julho de 2021
Korakuen Hall
Tóquio, Japão

Kickboxing: Chihiro Suzuki venceu Keijiro Miyakoshi por nocaute ( socos ) aos 0:37 do primeiro round - final do torneio superleve
Kickboxing: Shintaro Matsukura venceu Hijiri Tamura por decisão unânime ( 29-24, 30-23, 30-23 ) - final do torneio dos super médios
Muay Thai: Yota Shigemori venceu Suarek Rukkukamui por decisão unânime ( 49-48, 49-48, 49-47 ) - válido pelo título dos leves
Muay Thai: Haruto Yasumoto venceu Kenichi Takeuchi por nocaute ( chute na cabeça ) aos 0:30 do terceiro round
Kickboxing: Rina Okamoto venceu Hitomi “Sasori” Nagai por decisão majoritária ( 29-29, 29-28, 29-28 )
Muay Thai: Eisaku Ogasawara venceu Hiroshi Yokono por nocaute ( chutes nas pernas ) aos 1:18 do segundo round
Kickboxing: Bazooka Koki venceu Yasuhiro Matsuo por nocaute ( chute posterior ) aos 1:37 do terceiro round
Muay Thai: Hiroki Nakamura venceu Saksith por nocaute ( soco ) aos 2:08 do primeiro round

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 19/07/2021
_
Legenda : Rina Okamoto emocionada após a vitória.
Foto acima : ( Cortesia | Créditos : ( C ) KNOCK OUT | ( C ) Gong Fighting | Divulgação ).

Legenda : A luta teve como “característica” a ‘trocação’ intensa de socos e chutes.
Foto abaixo : ( Cortesia | Créditos : ( C ) KNOCK OUT | ( C ) Gong Martial Arts | Divulgação ).

210718knockout 04 panchan sasori 03 dbc5c

 

Atenção, garotas. Se você sonha em ser “cinderela” por apenas uma noite e trabalhar como ‘ring girl’ em um dos maiores eventos de lutas do mundo, então esta é a sua oportunidade.

Foi decidido que o “K-1 Mikucha Round Girl Audition”, um projeto de colaboração entre ‘K-1’ ( Planejamento / Produção: M-1 Sports Media Co., Ltd. ) e “Mikucha” ( um aplicativo de distribuição de conteúdo ‘ao vivo’ desenvolvido e operado pela DONUTS Co., Ltd. ) será realizado em 20 de setembro de 2012 ( segunda-feira / feriado ), na Yokohama Arena, em Kanagawa, Japão. A audição, que visa descobrir novas ‘ring girls’, terá lugar no mesmo ringue do “K-1 WORLD GP 2021 JAPAN-Yokohama Festival”, à ser realizado na mesma data e local.

No ‘K-1’, além das “K-1 Girls” que animam o local de cada torneio, anteriormente, nomes como Yoko Kumada ( uma talentosa ‘pop star’ ), Momoka Ishida ( também conhecida como “Reiwa’s Roture Queen” ) e as populares ‘cosplayers’ Saki Miyamoto e Kokoro Shinozaki aproveitaram seu estilo excepcional para deixar o interior do ringue ainda mais belo e os fãs mais entusiasmados.
Desta vez, será uma oportunidade especial para mulheres comuns subirem no grande palco. ( * Esta não será uma audição para selecionar novas contratadas permanentes como “K-1 Girls”, mas para ser uma “K-1 Round Girl” apenas por uma noite ).

A audição, que também será exibida durante a transmissão ‘ao vivo’ da ABEMATV, é aberta ao público - como dito anteriormente - e a vencedora será postada na contracapa da revista “Jovem Campeão”.
Além disso, especula-se que a 1ª colocada poderá receber uma premiação em dinheiro de até ¥ 30.000 ( 30.000 ienes ).
As premiações dos 2º e 3º lugares serão 10.000 ienes e 5.000 ienes, respectivamente.

Serão distribuídos ainda benefícios extras do ‘K-1’ e do “Mix-Channel”.

As inscrições para a audição estarão abertas até as 12:00hs do dia 14 de julho de 2021 ( quarta-feira ). As candidatas selecionadas serão anunciadas ‘ao vivo’ no “Mikucha” por 18 dias, de 15 de julho ( quinta-feira ) à partir das 12hs à 1º de agosto ( domingo ) até as 23hs, e a triagem final ( em 20 de setembro ) será baseada nos pontos ganhos até lá. O resultado final será divulgado no site oficial do ‘K-1’ e no ‘Twitter’ oficial da franquia.

As candidatas devem ser mulheres saudáveis, com idade entre 16 e 39 anos e medir 1,50 cm ou mais, entre outros requisitos.

Para informações adicionais, além de envio dos documentos necessários para a inscrição, favor acessar o site oficial do ‘K-1’ ou a página seguinte do “Mikucha”.

Ou então, tente registrar-se no “K-1 Mikucha Round Girl Audition” através do URL abaixo : https://lin.ee/K3C9rRU

Também é possível requisitar as informações necessárias para a audição no URL abaixo : https://mixch.tv/p/qartvt40

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 14/07/2021
_
Legenda : A audição será uma oportunidade espetacular de estar em um palco como uma “K-1 Girl”.
Foto acima : ( Cortesia | Créditos : ( C ) M-1 Sports Media Co., Ltd. | ( C ) K-1 Japan Group | ( C ) Good Loser Co., Ltd. | ( C ) DONUTS Co., Ltd. | ( C ) JAPAN MUSIC NETWORK, Inc. | Divulgação ).

Legenda : A audição será transmitida ‘ao vivo’ pela ABEMATV e será postada na contracapa da revista “Jovem Campeão”.
Foto abaixo : ( Cortesia | Créditos : ( C ) M-1 Sports Media Co., Ltd. | ( C ) K-1 Japan Group | ( C ) Good Loser Co., Ltd. | ( C ) DONUTS Co., Ltd. | ( C ) JAPAN MUSIC NETWORK, Inc. | Divulgação ).

origin 1 ec14a

 

 No domingo, ( 4 de julho de 2021 ), o evento “BOM ~ The Battle Of MuayThai ~ BOM WAVE 05 - Get Over The COVID-19” foi realizada no Ohsanbashi Hall, em Yokohama, Kanagawa, Japão.
A japonesa Saya Ito desafiou a atleta MIREY em uma partida fornecida pelo ‘ONE Championship’. O duelo foi o primeiro confronto feminino de Muay Thai com luvas de “dedos abertos” do torneio promovido pela ‘BOM Promotion Co. Ltd’. em parceria com o ‘ONE’.

Não por acaso, a luta foi o ‘co-main event’ ( e portanto, “evento co-principal” ) do ‘card’. Iniciado o confronto com MIREY, ela usou o seu poder de “punch” para controlar a distância com chutes médios e frontais de esquerda e direita. Ela também usou socos retos de direita e golpes de cotovelo.

Assim sendo, os 1R e 2R foram perfeitos para Saya Ito fechar à distância com socos e não deixar a oponente entrar. Ela também fez uso do seu chute central favorito com essa finalidade. Mas no 3R, MIREY conseguiu acerá-la com socos ‘ganchos’ de esquerda e direita. Preocupada com os ataque e defesa dos socos, Ito trabalhou com a esquerda. Ela venceu na decisão por 3-0 ( 29-28 × 3 ) após os três rounds estipulados para a luta.

Uma noite após a vitória, Ito relatou as suas impressões sobre a luta aos fãs em seu ‘Twitter’, dizendo:

-“Foi a primeira luta com luvas de ‘dedos abertos’ na minha carreira nas artes marciais. Estou aliviada e consegui vencer com segurança. Foi uma grande oportunidade. Obrigado à MIREY por aceitar o desafio apenas cerca de um mês antes da luta.”- disse Ito, elogiando a sua adversária, MIREY.

Ito, que esperava há muito tempo participar do ‘ONE Championship’, também teceu comentários à respeito:

-“Desejo ir ao ONE com as regras de Muay Thai usando luvas de “dedos abertos” e me testar com lutadoras estrangeiras, incluindo atletas tailandesas que estão melhorando seu nível.”-complementou, falando sobre a parceria do ‘BOM’ com o ‘ONE’.

Atualmente com 22 anos de idade e cerca de 18 anos de prática nas artes marciais, Ito já conquistou o título do Campeonato Mundial Feminino do WPMF e tem um futuro brilhante pela frente. O próximo objetivo da atleta é estar no topo do ‘ONE Muay Thai’.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/07/2021
_
Legenda : O torneio foi promovido em uma aliança de negócios do ‘BOM’ com o ‘ONE Championship’.
Foto acima : ( Cortesia | Créditos : ( C ) BOM Promotion Co. Ltd. | ( C ) Eiwa Sports Gym | ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Legenda : Saya Ito venceu a primeira luta feminina de Muay Thai com luvas de ‘dedos abertos’ no “BOM WAVE 05”.
Foto abaixo : ( Cortesia | Créditos : ( C ) BOM Promotion Co. Ltd. | ( C ) Eiwa Sports Gym | ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

image 1625454110 e7fdd

O evento sul-coreano, ‘Road FC’, retornou após 18 meses na noite do último sábado, 03 de julho de 2021, no Changwon Gymnasium, em Changwon, a nona cidade mais populosa da Coréia do Sul.

Como anunciamos anteriormente, o destaque da programação foi mesmo o ‘co-main event’ ( e portanto, “evento co-principal” ) do ‘card’, em que Kim Jae-Hoon, de 31 anos, encarou Geum Gwang-San, em uma luta no melhor estilo ‘Freak Show’.

Uma curiosidade acerca desse ‘bizarro’ confronto é que Kim Jae-Hoon foi classificado como um “ex-membro” da Yakuza ( máfia japonesa ) pela mídia especializada internacional, enquanto seu adversário, Geum Gwang-San, é um ator que resolveu virar lutador e fazer a sua estréia no MMA aos 45 anos de idade.

O primeiro entrou na luta com uma vantagem de peso de 45 kg, tendo utilizado cada grama para conquistar a vitória e enquanto “ex-mafioso” foi forçado à usar um ‘rash guard’ para cobrir suas tatuagens da Yakuza. Não custa lembrar que em alguns países da Ásia é proibido usar tatuagens e o evento foi transmitido também para esses lugares.

Na luta propriamente dita, ambos os lutadores atacaram as pernas desde o seu início. Uma vez que esse processo terminou, foi Kim quem empurrou para frente e acertou alguns socos. Após uma batalha no “clinch”, Geum foi jogado ao longo da grade ( do ‘cage’ ) e, já no chão, foi atingido por uma miríade de socos do ‘ground and pound’. Como Geum não esboçava nenhuma reação, o árbitro interrompeu a luta para preservar a integridade física do atleta. O “ex-membro” da Yakuza foi declarado vencedor após nocautear seu adversário aos 2 minutos e 06 segundos do primeiro round.

Kim ( 1-4 ) caiu no chão em lágrimas ao obter sua primeira vitória profissional em sua quinta tentativa, enquanto Geum ( 0-1 ) perde em sua estreia no MMA.

Já no ‘main event’ ( e portanto “evento principal” ) deste “Road FC 058” vimos In Su Hwang se tornar o novo campeão dos médios após nocautear Il Hak Oh aos 34 segundos do segundo round. Com o cinturão de campeão Hwang ( 6-1 ) conseguiu o sexto nocaute de sua carreira em sua cidade natal. Oh ( 4-1 ), por outro lado, perdeu pela primeira vez.

Outra luta do ‘card’ que merece destaque foi a que marcou o retorno de Hae Jin Park, eliminado há quase dois anos no “Road FC 055” enquanto lutava pelo título dos penas. Desta feita, o especialista em Jiu-Jítsu levou o seu adversário, Doo Seok Oh, para o solo e o finalizou com uma “leglock” com apenas 59 segundos de luta. Park voltou às vitórias e subiu para 8-1, enquanto seu oponente caiu para 3-6.

Em luta de abertura do evento principal, o altamente elogiado prospecto do peso leve Si Won Park ( 6-0 ) derrotou Tae Sung Kim ( 4-1 ) por nocaute com apenas 1 minuto e 16 segundos do primeiro round.

Confira os resultados do “Road FC 058” que incluem :

Road FC 058
03 de Julho de 2021
Changwon Gymnasiun
Changwon, Coreia do Sul

Em Su Hwang venceu Il Hak Oh por “TKO” ( socos ) aos 0:34 do segundo round
Kim Jae-Hoon venceu Geum Gwang-San por “TKO” ( socos ) aos 2:06 do primeiro round
Won Jun Choi venceu Dong Hwan Lim por finalização ( estrangulamento ) aos 3:01 do primeiro round
Hae Jin Park venceu Doo Seok Oh por finalização ( “leglock” ) aos 0:59 do primeiro round
Si Won Park venceu Tae Sung Kim por nocaute ( soco ) aos 1:16 do primeiro round
Ji Yong Yang venceu Jung Hyun Lee por decisão unânime após dois rounds
Jin Park venceu Sung Soo Lee por decisão unânime após dois rounds
Sergei Choi venceu Jovem Han Kim por decisão unânime após dois rounds
Woo Jae Kim venceu Dong Soo Seo por “TKO” ( socos ) aos 1:45 do segundo round

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 07/07/2021
_
Legenda : O “ex-mafioso” Kim Jae-Hoon finalmente venceu no MMA profissional.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Road FC | Divulgação ).

Legenda : Kim Jae-Hoon usou sua vantagem de peso para nocautear Geum Gwang-San.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Road FC | Divulgação ).

202217211 4327081490683657 1079959281141767232 n 274c9

Lançado em 8 de janeiro de 2001 por Shigeru Saeki, o “DEEP Impact” é um dos eventos de MMA mais tradicionais do Japão e um dos mais importantes do mundo.
No domingo, 4 de julho de 2021, foi realizado o “DEEP 102 Impact”, no Korakuen Hall, em Tóquio, capital do Japão.
O ‘card’ marcava a comemoração de 20° aniversário da franquia e as lutas contaram com transmissão ‘ao vivo’ por ‘Pay-Per-View’ à partir das 17:45 ( horário local ) para os clientes que não puderam comparecer ao local devido ao novo coronavírus. Ainda assim, todos os lugares disponibilizados pelos organizadores no ginásio foram esgotados.

A luta mais aguardada desse ‘card’ para nós brasileiros foi a disputa do título dos médios ( 83,85kg ) do “DEEP” entre o nosso compatriota João Batista Yoshimura e o japonês Tatsuya Mizuno. Não por acaso, o duelo foi o ‘co-main event’ ( e portanto, “evento co-principal” ) da programação.

João Batista Yoshimura fez sua estreia no “DEEP” em 2004. Embora tenha ficado afastado do jogo de 2010 à 2015, ele retornou às competições em setembro de 2020, quando participou do “HEAT 47”. Na ocasião, ele venceu Go Hishinuma por “TKO” ( nocaute técnico ) com um ‘gancho’ de esquerda aos 1:13 do primeiro round.

Tatsuya Mizuno, por outro lado, é um lutador veterano, originário do Judô, que fez sua estreia no MMA profissional em 2006. Em 2008, ele lutou com atletas de calibre mundial como Mirko ‘Cro Cop’ Filipović, Melvin Manhoef e Gegard Mousasi no “DREAM”, e em fevereiro de 2018, ele conquistou o título dos médios do “DEEP” ao derrotar Taisuke Okuno.

Os atletas já tinham se enfrentado anteriormente, em luta que não era válida pelo título, no “DEEP 98 IMPACT”, em novembro do ano passado, quando Yoshimura venceu por “TKO / KO” aos 4:44 do segundo round.

Nesta revanche, Mizuno inicia o primeiro round trabalhando na ‘trocação’. Batista contra-ataca. Mizuno recomeça com seus golpes, mas escorrega e é atacado por Yoshimura com socos do ‘Ground and Pound’. No entanto, o árbitro interrompe e a luta volta em pé. Mizuno desfere socos e chutes em Yoshimura, que novamente contra-ataca. A luta segue até o término do período inicial.

Já no segundo round, Mizuno desfere um chute frontal de direita na barriga de Batista. Na sequência, Batista intensifica os seus ataques com “ganchos” de esquerda e direita e avança. Mizuno cai ao ser atingido por um “gancho” de esquerda e é castigado por socos do ‘Ground and Pound’ até que o árbitro interrompe a luta para preservar a integridade física do atleta. João Batista Yoshimura vence por nocaute aos 32 segundos do segundo round, destrona Mizuno e se torna o novo campeão dos médios do “DEEP”. Com a conquista, ele também entrou para história do esporte.

Depois da luta, Yoshimura dedicou a vitória para sua esposa e filhos, seu mentor Danilo Zanolini e sua equipe.

-“Obrigado por terem vindo. Iniciei nas artes marciais aos 12 anos e no começo me tornei um campeão de Karatê em São Paulo. Vim com meu Pai do Brasil para o Japão para me tornar um campeão em vez de um trabalhador de escritório. Mãe, Pai, eu fui campeão. E para meus filhos. Obrigado, Sr. Danilo. Obrigado Sr. Saeki. Eu quero disputar uma luta pelo título de campeão até 77 kg também.”-disse Yoshimura, mostrando que pretende conquistar novos títulos.

Já no ‘main event’ ( e portanto “evento principal” ) deste “DEEP 102 Impact”, tivemos uma outra luta válida por uma disputa de título, no caso, da categoria peso pena. A luta também era uma revanche e, desta feita, Juntaro Ushiku vingou-se da derrota sofrida para Daisuke Nakamura, em fevereiro passado, vencendo-o por decisão dividida, após três rounds.

Para detalhes adicionais sobre o “DEEP 102 Impact”, bem como os resultados completos do show do último domingo e informações sobre os próximos eventos, favor acessar o site oficial da franquia : http://www.deep2001.com/

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 05/07/2021
_
Legenda : João Batista Yoshimura conquistou o cinturão de campeão da categoria peso médio do “DEEP”.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( Créditos | Cortesia : Acervo Pessoal João Batista Yoshimura | ( C ) Deep Impact | Divulgação ).

Legenda : João Batista Yoshimura entrou para a história do esporte ao conquistar o título de um dos eventos mais importantes do mundo.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Gong Martial Arts | ( C ) Deep Impact | Divulgação ).

Intagram: instagram.com/coach_jonh_slugger/

image 1625399078 87d15

 

 

O brasileiro Thiago “Pitbull” Alves fez história na noite de 26 de junho de 2021 ao se consagrar duplamente. Além de se tornar o primeiro campeão dos médios do Bare Knuckle Fighting Championship, ele também pode se orgulhar do fato de ser o primeiro brasileiro à conquistar um cinturão de campeão mundial na modalidade conhecida como boxe ‘sem luvas’.

Nascido em Fortaleza-CE, ele fez a sua estréia no MMA quando as competições desse esporte ainda eram realizadas no antigo formato de “Vale Tudo”. Com apenas 15 anos de idade, Thiago já lutava com atletas de 25 à 30 anos e era temido também nos torneios de Kickboxing. Posteriormente, mudou-se para os EUA e chegou à disputar o cinturão dos meio-médios ( até 77kg. ) do UFC ( em 2009 ). Já em setembro de 2020, depois de quase 15 anos no Ultimate, estreou no Bare Knuckle Fighting Championship, organização presidida por David Feldman, quando superou Julian Lane.

No último sábado do mês de junho, no Bare Knuckle FC 18, disputado em Miami, Flórida, EUA, Alves venceu uma batalha sangrenta contra Ulysses Diaz e levou o título da categoria, inédito para o nosso país.

O cearense começou o combate de maneira agressiva, mas sofreu com os ataques do adversário, que inclusive o derrubaram em uma ocasião. Os dois atletas ficaram ensanguentados logo no primeiro round. No round seguinte, o cubano derrubou o representante da American Top Team restando um minuto para o fim da parcial. “Pitbull”, no entanto, logo se levantou e voltou para a ‘trocação’. No terceiro round, o brasileiro voltou muito melhor que o adversário, chegando à aplicar-lhe três ‘knockdowns’ ao longo do último período, até que o árbitro decidiu paralisar a disputa para preservar a integridade física de Ulysses, que não se recuperou dos duros golpes que sofreu.

O BKFC 18 contou ainda com outras três disputas de título. Entre estas, destacamos a luta do peruano Luis “Baboon” Palomino, muito conhecido no sul da Flórida por sua carreira no MMA. Ele já ostenta um ‘registro’ de 3-0 ( 3 KO’s ) em lutas de “Bare Knuckle Boxing” e manteve o cinturão dos leves do BKFC por decisão unânime após os cinco rounds da luta com Tyler Goodjohn. Segundo a mídia especializada, Palomino continua provando que é o melhor ‘absoluto’ no esporte.

Já entre as mulheres, o destaque ficou para a ex-competidora do UFC Pearl Gonzalez que fez sua estreia no BKFC contra Charisa Sigala ( 0-1 ). Gonzalez pressionou a ação ao longo da luta e venceu por decisão unânime dos juízes ( 50-45, 50-45, 50-45 ). Após a luta, Gonzalez creditou a “mudança para o Brooklyn, onde treina com o Team Serrano” como uma virada de jogo em sua carreira.

Para detalhes adicionais sobre o BKFC 18, bem como maiores informações sobre os próximos eventos, favor acessar o site oficial da franquia : Bare Knuckle

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 30/06/2021
_

Legenda : O cearense conquistou o título da categoria, inédito para o nosso país.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Acervo pessoal Thiago “Pitbull” Alves | ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Reprodução Instagram ).

Legenda : A ex-competidora do UFC Pearl Gonzalez fez sua estreia no BKFC 18.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Divulgação ).

204173457 4078443282262471 6289854694578291903 n 8daee

 

No domingo, ( 27 de junho de 2021 ), o Rizin Fighting Federation retornou às suas atividades com o “Rizin 29”. O ‘card’ trouxe consigo a segunda metade do torneio eliminatório de 16 homens na categoria de peso galo.
O “Rizin 29” também incluiu o ‘RIZIN KICK’, um torneio de Kickboxing de uma noite, realizando a rodada semifinal no início da programação, guardando então a final para o ‘slot’ do evento principal.
Desta vez, as lutas tiveram lugar na cidade de Osaka, também no Japão.
As “cerimônias de abertura” começaram às 12h30 no horário da costa leste dos Estados Unidos e Canadá. Os fãs norte-americanos puderam assistir o evento ‘ao vivo’ via transmissão por ‘Pay-Per-View’ no ‘LiveNow’.

Do lado do MMA, o GP peso galo continuou, como dito anteriormente. Destaque para a participação do brasileiro Alan Yamaniha ( 18-8 ). O lutador paulista encarou o japonês Kazuma Kuramoto ( 8-2 ), quase nocauteando-o com socos por diversas vezes ainda no primeiro round.
Já no segundo período da luta, Yamaniha quase chegou à finalizar Kazuma com uma guilhotina. Mas, à partir daí, Kuramoto começou à pressionar o brasileiro. Este último, apesar do esforço feito anteriormente, usou de sua experiência no MMA para administrar a vantagem que construiu nos dois primeiros rounds e conseguiu vencer sua primeira luta no Rizin. Com a vitória, Yamaniha avança rumo às quartas de final do GP peso galo.

Todas as outras três lutas do torneio foram para a decisão dos juízes. Takafumi Otsuka ( 29-18 ) venceu Hiroki Yamashita ( 8-9 ) enquanto Kenta Takizawa ( 12-7 ) obteve uma vitória polêmica sobre Masakazu Imanari ( 38-20 ).
Já Yuto Hokamura, nativo de Osaka, venceu o estreante na promoção, Kuya Ito, de maneira unânime.
Com a vitória, Hokamura melhorou para 14-9-2 e soma agora duas vitórias em suas três lutas pela franquia, enquanto Ito caiu para 10-9-1, mas conquistou vários fãs graças à sua atuação.

No torneio de Kickboxing batizado de ‘RIZIN KICK One Night Tournament’ vimos quatro lutadores da categoria de peso galo disputando um cinturão simbólico da organização.
Esse GP foi vencido por Taiju Shiratori. Para tanto, ele passou por Chikai Iimura na semifinal e indo para a luta decisiva com o popular Koji Tanaka, conhecido pelo público local como “Kouzi”.

A luta foi explosiva, principalmente no último round, com ambos os atletas partindo para cima e dando tudo de si, em busca do nocaute definitivo. Shiratori, que já havia aplicado um “knockdown” no primeiro round, dominou grande parte do combate e acabou vencendo por decisão unânime dos juízes.

No dia seguinte à luta, Koji Tanaka falou sobre os seus sentimentos em um vídeo divulgado em seu canal no YouTube, o “Koji Channel”.Ele falou que precisou se submeter à uma cirurgia devido à um osso fraturado próximo ao seu olho direito e revelou que foi diretamente se desculpar à Genji Umeno, seu adversário na semifinal.
Ele também descartou uma possível aposentadoria em mensagem direcionada aos seus fãs.
Genji Umeno, por sua vez, também deseja fazer mais uma batalha com o popular lutador. Será que uma segunda luta entre Koji e Umeno será realizada?

Por agora, fique com os resultados do “Rizin 29” que incluem :

Rizin 29
27 de Junho de 2021
Maruzen Intec Arena Osaka
Osaka, Japão

Kickboxing: Taiju Shiratori venceu Koji Tanaka por decisão unânime
MMA: Yuto Hokamura venceu Kuya Ito por decisão unânime
MMA: Takafumi Otsuka venceu Hiroki Yamashita por decisão unânime
MMA: Kenta Takizawa venceu Masakazu Imanari por decisão unânime
MMA: Alan Yamaniha venceu Kazuma Kuramoto por decisão unânime
MMA: Yusuke Yachi venceu Yuki Kawana por decisão unânime
MMA: Rikuto Shirakawa venceu Jin Aoi por decisão unânime
Kickboxing: Taiju Shiratori venceu Ryo Takahashi por “TKO” ( socos ) aos 1:37 do primeiro round
Kickboxing: Koji Tanaka vs. Genji Umeno terminou em “No Contest”
Kickboxing: Yoshinari Nadaka venceu Chikai Iimura por “TKO” ( lesão no nariz ) aos 3:00 do primeiro round
Kickboxing: Seiki Ueyama venceu Josei Izumi por “TKO” ( três “knockdowns” ) aos 0:55 do segundo round 
Kickboxing: Yuma Yamahata vs. Kiyoto Takahashi terminou em empate ( majoritário )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 28/06/2021

_
Legenda : Taiju Shiratori e Koji Tanaka fizeram a final do RIZIN KICK ‘One Night Tournament’, torneio de Kickboxing do Rizin FF.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : @RIZINFF | Divulgação ).

Legenda : Haverá uma nova luta entre Koji Tanaka e Genji Umeno no Rizin?
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : @RIZINFF | Divulgação ).

image 1624876454 23b66

« July 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Contador de visitas

0.png1.png5.png6.png8.png9.png0.png
Hoje:248
Ontem:5790
Últimos 7 dias:17152
Mês:129547
Total:156890

Conectados simultaneamente

46
Online

29-07-21

Parceiros

Go to top