ptzh-CNenfritjakoruesvi

Quarta-feira: 1,1 mil testados positivo

A única província que não teve nenhum caso foi Ishikawa. Tóquio e Osaka continuam sendo as que tiveram 3 dígitos.

Até as 19h de quarta-feira (6) o Japão teve 1,1 mil testados positivo para o novo coronavírus.

Foram 8 em Gunma, 18 em Tochigi, 25 em Ibaraki, 52 em Chiba, 75 em Saitama, 86 em Kanagawa e 149 em Tóquio.

Osaka teve 60 casos a mais que a capital japonesa, somando 209 no dia. Foram 5 em Shiga, 30 em Quioto, 76 em Hyogo, 27 em Hiroshima e em Fukuoka, 7 em Shimane, 18 em Okayama e 30 em Okinawa.

Na região Tokai foram 11 em Shizuoka, 15 em Mie, 27 em Gifu e 80 em Aichi, sendo praticamente 50% em Nagoia, com 39; foram 5 em Toyota e em Toyohashi, entre outras cidades.

O dia teve 26 óbitos de pacientes com Covid-19, sendo 10 de Tóquio, 4 de Osaka, 2 de Saitama, de Aichi e Aomori, entre outras províncias.

São 612 enfermos em estado grave dentre os 17.836 em tratamento.

Em contrapartida, 1.671.171 se recuperaram da covid.

Na segunda-feira (4) foram realizados 40.280 testes PCR.

Fontes: News Digest, NHK e Nagoya TV

Mie: teste PCR gratuito para residentes na província

O governo da província de Mie oferecerá teste PCR gratuito às pessoas assintomáticas. Enviará o kit para a residência.

O governador da província de Mie, Katsuyuki Ichimi, informou que iniciará uma campanha para oferecer teste PCR gratuito, da saliva, para os assintomáticos, como uma das medidas preventivas à epidemia do novo coronavírus.

Todos os residentes da província que queiram fazer o teste podem se inscrever pela página web (toque aqui) para requisitar o kit, o qual será enviado para a residência.

O período para a solicitação é das 10h de 11 de outubro até 17h30 de 10 de dezembro. Nesse mesmo período, pode-se obter informações pelo telefone 059-213-3810.

O resultado do teste sairá após alguns dias e não será emitido certificado positivo ou negativo.

Cada pessoa assintomática pode solicitar o kit do teste, no máximo, 1 vez por mês.

O objetivo é identificar as pessoas infectadas no estágio inicial, por isso, foram adquiridos 120 mil kits. Caso falte, o governador considera adicionar mais a esse lote.

Fontes: Gov. Mie e Ise Shimbun

Menos de mil novos casos na quinta-feira

Das 47 províncias, três não tiveram nenhum caso. São Iwate, Yamagata e Shimane.

Até as 19h30 de quinta-feira (7) o país teve 969 testados positivo para o novo coronavírus e mais 3 nos aeroportos.

Foram 9 em Gunma, 16 em Ibaraki, 17 em Tochigi, 43 em Chiba, 68 em Saitama, 102 em Kanagawa e 142 em Tóquio, onde foi a quinta-feira com o menor número deste ano.

Osaka continua com número acima da capital nipônica, com total de 165 novos casos. Foram 87 em Hyogo, 27 em Quioto, 6 em Nagano, 5 em Shiga e em Fukui, 16 em Hiroshima e em Okinawa, 15 em Fukuoka e 11 em Oita.

Na região Tokai foram 9 em Shizuoka, 15 em Mie, 25 em Gifu e 61 em Aichi, sendo 14 em Nagoia, 4 em Toyota e em Toyohashi, 5 em Ichinomiya, entre outras cidades.

O dia teve 39 óbitos, sendo 19 de Tóquio, 5 de Osaka e de Okinawa, 4 de Kanagawa, 1 de Quioto e de Aichi, entre outras províncias. A soma cumulativa de mortes pela Covid-19 aumentou para 17.860.

São 16.524 pacientes em tratamento, sendo que 595 estão em estado grave.

Em contrapartida, 1.673.416 pessoas se recuperaram.

Na terça-feira (5) foram realizados 42.495 testes PCR.

Fontes: News Digest, Nagoya TV e NHK

Pela primeira vez mais de 10 mil novos casos

A epidemia do novo coronavírus no Japão está aumentando de forma crítica.

Pela primeira vez o Japão amarga 10.699 testados positivo para o novo coronavírus em um único dia, na quinta-feira (29). A soma cumulativa chegou a 902.975 pessoas infectadas.

Nesse dia foram 14 óbitos e 58.113 pacientes estão em tratamento.

Tóquio teve 3.865 novos casos, foram 1.164 em Kanagawa, 864 em Saitama, 576 em Chiba, 166 em Ibaraki, 103 em Gunma e 142 em Tochigi.

Osaka teve um número elevado também, com 932 novos casos. O mesmo ocorreu com Okinawa, com 392 testados positivo.

Aichi registrou 250, com tendência de aumento, assim como Fukuoka, com 366.

Tóquio, Kanagawa e Okinawa tiveram os piores resultados desta epidemia.

Fontes: NHK e News Digest

Cerca de 4 mil refeições foram desperdiçadas na abertura dos Jogos de Tóquio

Quatro mil das 10.000 refeições que seriam oferecidas para voluntários no dia da cerimônia de abertura foram desperdiçadas.

Organizadores da Tokyo 2020 admitiram que cerca de 4 mil refeições preparadas para o dia da cerimônia de abertura foram descartadas.

Organizadores dos Jogos de Tóquio admitiram na quarta-feira (28) que descartaram cerca de 4.000 das 10.000 refeições pré-pedidas que seriam oferecidas para voluntários no dia da cerimônia de abertura.

Masanori Takaya, porta-voz do comitê organizador, confirmou o relato e pediu desculpas em uma coletiva de imprensa.

Ele explicou que devido à carga pesada de trabalho para os voluntários eles não tiveram chance de comerem as refeições, as quais devem ser transformadas em comida para animais e usadas para geração de energia de biomassa.

Fonte: Mainichi

Covid-19: nova variante mais infecciosa preocupa especialistas

Uma nova cepa preocupante de Covid-19 tem sido reportada no Reino Unido, enquanto cientistas continuam na incerteza se ela poderia ser resistente a vacinas.

A variante Lambda, formalmente conhecida como C.37, foi detectada pela primeira vez no Peru, e é responsável por mais de 80% dos casos do país.

Um estudo na Universidade do Chile, em Santiago, investigou o efeito da Lambda em trabalhadores que haviam recebido duas doses da vacina chinesa CoronaVac.

Resultados sugerem que a Lambda é mais infecciosa do que a Gama e Alpha e é mais capaz de escapar de anticorpos produzidos por vacinas.

“Observamos uma infecciosidade aumentada mediada pela proteína spike da Lambda que foi ainda maior do que aquela da mutação D614G ou das variantes Alpha e Gamma”, segundo o estudo.

Jeff Barret, diretor da Iniciativa Genômica da Covid-19 no Instituto Wellcome Sanger no Reino Unido disse que ela é, ao invés disso, um “conjunto incomum de mutações”.

A Lambda tem um padrão único de sete mutações na proteína spike que o vírus usa para infectar células humanas, de acordo com o Financial Times.

Pablo Tsukayama, médico de microbiologia molecular na Universidade Cayetano Heredia de Lima disse que a variante Lambda está se espalhando mais rapidamente do que cepas anteriores.

“Até o fim de março, ela formou metade de todas as amostras coletadas em Lima. Agora, 3 meses depois, estamos registrando mais de 80% de todas as infecções a nível nacional.

“A Lambda se tornou a variante dominante no Peru em um período de tempo muito curto”. Desde então, ela se espalhou para 27 países.

Fonte: Sky News

Hamamatsu: maior temperatura do país na terça-feira

Como se fosse um dia de pico de calor do verão, uma grande área do país teve registros de mais de 30 graus Celsius. Veja uma dica para saúde!

A onda de calor foi observada em ampla área, de Kyushu a Tokai, na terça-feira (8).

Segundo a AMJ-Agência de Meteorologia do Japão a maior temperatura do país foi observada em Hamamatsu (Shizuoka), na tarde de terça-feira. O marco foi de 34,3ºC.

Nas províncias de Kyushu, como Oita, Fukuoka, Yamaguchi e Kumamoto, foram constatadas temperaturas na faixa dos 33 aos 34 graus Celsius.

Tajimi (Gifu) e Kuwana (Mie) também entraram no ranking, em 6.º e 7.º lugares, com 33,5 e 33,4ºC. Em Toyota (Aichi) os termômetros marcaram 33,2ºC, ficando em 10.º lugar.

Às 13h o calor chegou ao pico em Nagoia, com 32,4ºC. Deu um salto de menos de 25 graus de manhã para a faixa dos 32.

Quando a alta temperatura se prolonga durante o dia e a noite, há elevado risco de hipertermia, por isso, requer cuidado.

Há previsão de que o calor continue na quarta-feira (9), de Kyushu a Kanto.

A dica é procurar fazer um exercício físico leve para acostumar o corpo a transpirar. O suor ajuda a regular a temperatura interna, por isso é importante.

Fonte: ANN 

É possível e seguro combinar vacinas diferentes? Alguns países no mundo já aplicam doses de dois fabricantes

Esta semana, grávidas e puérperas do Rio de Janeiro que tomaram a primeira dose da vacina Astrazeneca contra a Covid-19 foram autorizadas pelo governo estadual a receberem a segunda dose de um imunizante diferente, da Pfizer. É uma medida contrária à recomendada pelo Ministério da Saúde.

Em seguida, os estados do Rio e Ceará adotaram a mesma medida.

A decisão foi tomada pelo município do Rio e referendada por um comitê de pesquisadores, sem o respaldo do Ministério da Saúde, que recomenda que gestantes e puérperas tomem a primeira dose da Astrazenca e aguardem até 45 dias após o parto para completar o esquema vacinal.

Agora, essas mulheres que receberam a primeira dose da Astrazeneca, há mais de 12 semanas, poderão misturar as vacinas e tomar a segunda dose da Pfizer.

A decisão trouxe à tona outra discussão: é possível e seguro combinar vacinas diferentes?

Na Espanha, uma pesquisa - ainda não revisada por outros cientistas - mostrou bons resultados. Voluntários que tomaram a primeira dose de Astrazeneca e, duas semanas depois, a segunda dose da Pfizer tiveram um aumento expressivo na produção de anticorpos que, em laboratório, conseguiram inativar o coronavírus.

No Reino Unido, pesquisadores de Oxford que misturaram as doses chegaram a uma conclusão semelhante. Mas alertaram que ensaios já demonstraram um risco maior de efeitos colaterais nesse esquema misto de imunização.

Nenhum dos estudo, nem o espanhol nem o inglês envolveu grávidas.

Nas Filipinas, outro ensaio pode interessas ao Brasil, porque mescla a CoronaVac com outras seis vacinas: Pfizer, Moderna, Janssen, Astrazeneca e Sputnik. Mas, será que isso é suficiente para que o plano nacional de imunização seja alterado, e permita combinação?

Milhares depressas pelo mundo estão tomando vacinas misturadas, como no Canadá, Portugal e Coreia do Sul.

Na Alemanha, a chanceler Angela Merkel tomou a primeira dose da Astrazeneca e, a segunda, da Moderna, outra vacina produzida com a tecnologia MRNA, assim como a Pfizer.

Nos Estados Unidos, onde 70% receberam a primeira dose e 46% estão completamente imunizados, já existe um estudo para descobrir se é vantajoso dar uma terceira dose, de reforço, com uma vacina diferente.

Fonte:g1.globo.com

Quinta-feira: 1,7 mil testam positivo

Em 42 províncias e aeroportos foram confirmados 1.754 novos casos de infecção pelo coronavírus, na quinta-feira (1.º). A soma cumulativa subiu para 801.250 pessoas infectadas.

Okinawa, ainda sob estado de emergência, teve 63 testados positivo.

Nas 10 províncias sob as medidas prioritárias, foram 39 em Hokkaido, 26 em Fukuoka, 32 em Hyogo, 14 em Quioto, 108 em Osaka, 142 em Saitama, 139 em Chiba, 211 em Kanagawa, 673 em Tóquio e 49 em Aichi.

Foram 37 em Shizuoka, 12 em Fukui, 4 em Shiga e em Gifu, 5 em Mie, 27 em Tochigi e em Ibaraki, entre outras.

Nesse dia o país teve 24 óbitos, aumentando a soma para 14.807 perdas nesta epidemia.

São 517 enfermos graves dentre os 16.965 pacientes em tratamento.

Em contrapartida 769.478 pessoas se recuperaram da Covid-19.

Na terça-feira (29) foram realizados 38.167 testes PCR.

Na quarta-feira (30) mais de 700 mil foram vacinadas, sendo 399,6 mil receberam a segunda dose. Assim, o total de doses aplicadas até essa data aumentou para 44.910.572.

Fontes: NHK e News Digest

Japão pretende emitir passaporte vacinal em julho

O país deverá iniciar a emissão do documento, em coordenação com os governos locais, ainda em julho.

Segundo o Secretário-geral do Gabinete, Katsunobu Kato, o governo pretende começar a emitir comprovante da vacinação contra o novo coronavírus, chamado de passaporte vacinal.

“Vamos promulgar o Regulamento de Aplicação da Lei de Vacinação em meados de julho e, após os testes do sistema de registro de vacinação (VRS) reformulado, em relação aos governos locais, gostaríamos de começar a emitir os comprovantes. Está agendada para o final de julho”, declarou Kato.

Nesse momento o passaporte da vacinação será em papel, mas mais tarde considera-se a digitalização dele.

Fontes: JNN e Sankei

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png3.png9.png8.png6.png5.png4.png
Hoje:809
Ontem:1185
Últimos 7 dias:6830
Mês:15008
Total:398654

Conectados simultaneamente

7
Online

16-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top