ptzh-CNenfritjakoruesvi

Produção em fábricas no Japão aumenta aos níveis pré-pandemia

Crescimento vigoroso nos setores de automóveis e equipamento para fabricação de chips foi um fator principal.

A produção industrial do Japão cresceu em junho, ultrapassando os níveis vistos antes da pandemia de coronavírus. Crescimento vigoroso nos setores de automóveis e equipamento para fabricação de chips foi um fator principal.

Funcionários do Ministério da Indústria disseram nesta sexta-feira (30) que a produção em fábricas teve alta de 6,2% em relação a maio. Esse é o primeiro aumento em 2 meses.

A produção de carros de passageiros e motores aumentou 22,6% em meio à crescente demanda no Japão e no exterior.

A fabricação de equipamentos para produção de chips e outros maquinários aumentou 8,9%.

Olhando à frente, funcionários do ministério projetam que a produção caia 1,1% em julho, mas aumente 1,7% em agosto.

Eles mantiveram a avaliação geral, dizendo que a produção está se recuperando e ficará de olho no impacto da escassez de chips e da propagação da variante Delta sobre a economia.

Fonte: NHK

Falências no Japão relacionadas à pandemia chegam a 1,5 mil

As falências poderiam aumentar ainda mais agora que um terceiro estado de emergência para Tóquio e outras áreas deve ser estendido.

Novos números revelam que 1,5 mil empresas no Japão faliram devido à pandemia de coronavírus desde fevereiro do ano passado.

A companhia de pesquisa de crédito Teikoku Databank diz que estas empresas ou já declararam falência ou fecharam em preparação para procedimentos de liquidação.

A indústria de restaurantes vem sendo a mais prejudicada, com 250 negócios falindo, seguida pela área da construção com 140 e hotéis com 89.

Totais mensais vêm aumentando desde janeiro, quando o segundo estado de emergência pelo coronavírus iniciou na Grande Área de Tóquio.

Segundo o Teikoku Databank, os efeitos sobre o setor de restaurantes e de hotéis estão se espalhando para indústrias relacionadas. Quando um hotel encerra operações, contratantes de pequeno e médio porte especializadas em reparos e trabalho elétrico também tem que fechar.

A companhia de pesquisa acrescenta que o número de falências no Japão poderia aumentar ainda mais agora que um terceiro estado de emergência para Tóquio e outras áreas deve ser estendido.

Fonte: NHK

Nicarágua ensina como promover um evento de lutas com público em tempos de pandemia

As competições esportivas não param na Nicarágua : jogos de futebol profissional, partidas de basebol, provas de ciclismo ou lutas de boxe acontecem todos os dias como se a pandemia do coronavírus não existisse.

Nesta semana, serão disputadas outras provas de ciclismo e jogos beisebol, além de lutas de boxe em campos abertos, parques ou ginásios espaçosos para evitar a contaminação e propagação do vírus.

O presidente do país, Daniel Ortega, garantiu na quarta-feira passada, em sua primeira aparição pública após um mês de ausência, que o avanço da pandemia no país é “lento” e se recusou a decretar quarentena, fechar as fronteiras ou exigir o distanciamento social, medidas adotadas por grande parte dos países do mundo.

O MINSA ( Ministério da Saúde ) também diz que tudo está sob controle e garante que apenas 11 casos do novo coronavírus foram confirmados por lá, com três mortes, apesar da imprensa local assegurar a existência de mais de 32 mil casos da Covid-19 no país.

Polêmicas à parte, na noite de sábado, ( 25 de abril ), foi realizado mais um evento de boxe profissional no país que é um dos mais pobres do hemisfério.

As lutas tiveram lugar no Centro Esportivo Alexis Argüello ( Polideportivo Alexis Argüello ), em Manágua, capital da Nicarágua.
Aproximadamente 800 fãs compareceram ao ginásio ( o ingresso foi distribuído gratuitamente ), que tem capacidade para 8097 pessoas.

O evento - promovido por Rosendo Alvarez, ex-campeão mundial em duas categorias e conhecido como “El Búfalo” - teve que se adequar à algumas disposições locais para garantir a saúde e a segurança de todos os envolvidos.

-“Os boxeadores nicaraguenses estão morrendo de fome. Eles não podem ficar trancados em casa. Nosso país é pobre. Aqui na Nicarágua não há quarentena.”-justificou o promotor.

O ringue foi esterilizado várias vezes ao dia por um especialista e até mesmo os pugilistas foram foram pulverizados com desinfetante antes das lutas. Seus treinadores e outros ‘córners’ usavam máscaras por toda parte, assim como todos os outros ao redor do ringue, o que incluía as ‘ring girls’, os cinegrafistas e fotógrafos, que estavam dentro ou perto do aréa do ringue. O mesmo foi válido para os oficiais do ringue, juízes e árbitros.

Antes de entrar no ginásio, todos - incluindo a lenda nicaraguense e o atual campeão mundial da WBA, Roman “Chocolatito” Gonzalez - foram convidados a limpar a parte de baixo dos sapatos, tiveram a sua a temperatura corporal medida e se higienizaram com um produto desinfetante que foi borrifado nas mãos.

Também foi pedido ao público que não sentassem a menos de um metro - se possível, cerca de um metro e meio - um do outro.

Não custa lembrar que o público que se fez presente era composto por pessoas várias faixas etárias, incluindo crianças, e isso foi possível graças às medidas de sanitização e desinfecção adotadas pelos promotores do evento.

Apesar de todas estas medidas de segurança que foram tomadas para impedir a contaminação e propagação do novo coronavírus, a direção da ESPN proibiu os seus funcionários de participar da transmissão do evento.
Assim sendo, a transmissão das lutas pelo Canal 6 ( da Nicarágua ) e pela ESPN Latin America só foi possível graças à equipe do Canal 6 que colocou o seu pessoal dentro do ginásio.

A noite inteira foi um pouco incomum - mas este poderá ser o novo normal ainda por algum tempo.

A programação foi composta por oito lutas e entres estas, Robin Zamora ( 16-7, 8 KO’s ) e Ramiro Blanco ( 18-7-3, 10 KO’s ) protagonizaram uma luta realmente digna de ‘main event’ ( evento principal ).
A dupla já havia se enfrentado em lutas anteriores e dessa vez Blanco mostrou muita disposição na “trocação”, conseguindo acertar muitos socos, mas foi contido por Zamora, que acabou vencendo nas pontuações dos jurados (  77-75, 78-74 e 77-75 ).

Em outra luta do ‘card’, o peso meio-médio Freddy Fonseca ( 28-5-1, 19 KO’s ) estava no controle e seu adversário Alain Aguilar não aparentava ser uma grande ameaça até o quarto round. Mas o duelo teve um final bastante bizarro quando Aguilar se recusou a sair do banco no início do quinto round, e recebeu uma contagem até 10. A luta foi então decidida à favor de Fonseca, que acabou vencendo por nocaute técnico no quinto round.

Já o prospecto do peso-médio Gabriel Escalante ( 13-0, 7 KO’s ) permaneceu invicto com uma vitória por nocaute no quinto round sobre Mario Mairena ( 2-20-1, 1 KO ).

A melhor luta do ‘undercard’ ocorreu na divisão peso-palha entre Eliezer Gazo ( 18-11-2, 3 KOs ) e Byron Castellon ( 15-13, 3, 2 KO’s ), que foi bastante equilibrada. Os dois lutadores veteranos soltaram as mãos e mantiveram um ritmo acelerado e constante até o término dos seis rounds. Castellon acabou vencendo Gazo pelo placar de 59 a 55.

Em disputa válida pela categoria dos penas marcada para seis rounds, Bryan Perez ( 12-11-1, 11 KO’s ) encarou o canhoto Lester Lara ( 16-11-2, 7 KO’s ) e o levou à lona com um gancho de esquerda no final do segundo round. Lara conseguiu se levantar e continuar, mas foi atingido quase imediatamente pela direita do seu oponente que o derrubou pela segunda vez, apenas alguns segundos antes da luta ser encerrada.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 28/04/2020
_
Foto acima : Um lutador é pulverizado com desinfetante antes da luta como parte das medidas de sanitização e desinfecção adotadas pelos promotores do evento. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Búfalo Boxing Promotions | The Sun | @tvboxeo | Instagram ).

Abaixo : Os cerca de 800 fãs que compareceram ao ginásio usavam máscaras e sentavam à um metro de distância, como preconizam as normas de distanciamento social. ( Créditos | Cortesia : Getty Images | Reuters ).

i 2ccae

[ K-1 ] Japoneses ensinam como promover um evento de lutas com público em tempos de pandemia

No domingo, 22 de março, o K-1 Group retornou a Tóquio, no Japão com o seu K’Festa.3, também chamado de “K-1 WORLD GP 2020 JAPAN-K’FESTA.3”. O evento foi um sucesso e contou com um público de 9.000 pessoas.

Embora vários eventos tenham sido adiados ou até mesmo cancelados devido à disseminação do novo coronavírus, os organizadores deram toda atenção à realização de um evento em um grande local que é a Saitama Super Arena.

Antes do início do torneio, o produtor do K-1 Takumi Nakamura participou de uma conferência de imprensa que contou com a cobertura de emissoras comerciais, incluindo a NHK, além da mídia especializada em artes marciais.

Nakamura explicou que estava tomando as medidas máximas de precaução para organizar um torneio com público em tempos de pandemia.

Entre essas medidas constavam a distribuição de máscaras e a realização de termografia ( para verificar a temperatura do corpo ) na entrada do local, a instalação de desinfetantes em vários locais do ginásio e a distribuição de água mineral gratuitamente, juntamente com copos para gargarejo, bem como álcool para desinfecção.

No corredor, havia um umidificador - com água e ácido de hipoclorito - que foi convertida em névoa e usada para desinfetar o espaço.

Já a instalação com estandes de vendas foi feita fora do ginásio, para evitar aglomeração no local das lutas, assim como as outras medidas que foram anunciadas e explicadas detalhadamente no site da promoção.

O público ainda foi instruído a inserir seu nome, endereço e informações de contato no momento da entrada e preparar-se para eventuais emergências.

Houve uma diminuição de assentos desta vez, para permitir um distanciamento seguro entre as pessoas presentes.

Só então, após os organizadores tomarem o máximo possível de medidas preventivas, é que o show teve início.

Quanto às lutas em si, estas apresentaram os notáveis Yoshiki Takei, KANA e Masaaki Noiri, todos no ‘card’ principal. Também houve um torneio eliminatório na categoria de 70 kg.

No ‘main event’ ( evento principal ) da programação, o campeão mundial do K-1, Takeru,substituiu Petchdam Petchkiatpetch.

Confira abaixo os resultados do “K’Festa.3” que incluem :

K-1 World GP 2020 : K’Festa 3
22 de março de 2020
Saitama Super Arena
Tóquio, Japão

Minoru Kimura venceu Hiromi Wajima por TKO. Round 1 - final do torneio de 70 kg
Takeru venceu Petchdam Petchkiatpetch por nocaute. Round 2, 0:49
Sina Karimian venceu Ryo Aitaka por decisão unânime ( 28-27 × 3 )
Yoshiki Takei venceu Dansiam Ayothaya Fight Gym por decisão unânime ( 30-29 × 3 )
KANA venceu Gloria Peritore por nocaute. Round 1, 2:42
Taio Asahisa venceu AKenta Hayashi por decisão unânime ( 29-26, 29-26, 30-26 )
Rukiya Anpo venceu Fukashi por decisão unânime ( 30-27, 29-28, 29-28 )
Hiromi Wajima venceu Yasuhiro Kido por decisão unânime ( 30-27, 29-28, 30-28 ) - semifinal do torneio de 70 kg
Minoru Kimura venceu Eder Lopes por nocaute. Round 1, 1:02 - semifinal do torneio de 70 kg
Masaaki Noiri venceu David Mejia por decisão unânime ( 30-28, 30-29, 30-28 )
Leona Pettas venceu Yuta Murakoshi por nocaute. Round 3, 2:33
Musashi Kumura venceu Akihiro Kaneko por decisão majoritária ( 30-29, 30-28, 30-30 )
Jawsuayai Sor.Dechaphan venceu Kaito Ozawa por TKO. Round 3:
Yuta Kubo venceu Jordann Pikeur por decisão unânime ( 30-29 × 3 )
Hideaki Yamazaki venceu Hikaru Terashima por nocaute. Round 2, 2:59
Yutaka venceu Satoru Nariai por decisão unânime ( 29-25, 30-25, 30-25 )
Hiromi Wajima venceu Avatar Tor.Morsi por nocaute. Round 3, 0:40 - quartas de final do torneio de 70 kg
Yasuhiro Kido venceu Milan Pales por nocaute. Round 2, 1:54 - quartas de final do torneio de 70 kg
Eder Lopes venceu Katsuya Jinbo por nocaute. Round 2, 0:49 - quartas de final do torneio de 70 kg
Kimura Minoru venceu Kaito por nocaute. Round 1, 2:10 - quartas de final do torneio de 70 kg
Daisuke Fujimura venceu Kotetsu por decisão unânime ( 30-29, 30-28, 30-27 ) - Reserve Bout
Shinya Uemura x Seiya Tanigawa terminou em empate maioritário ( 28-28, 29-28, 28-28 )
Riamu venceu Ryuto por decisão unânime ( 30-28, 30-28, 30-29 )
Hikaru Hasumi venceu Hisaki Higashimoto por nocaute. Round 3, 2:53
Rira venceu Kyoken Jin por nocaute. Round 1, 1:57

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 23/03/2020
_
Foto acima : O evento foi um sucesso e contou com um público de 9.000 pessoas. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Group | ( C ) M- 1 Mídia Esportiva ).

Abaixo : Os organizadores tomaram o máximo possível de medidas preventivas e o evento foi coroado com grandes lutas. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Group | ( C ) M- 1 Mídia Esportiva | Gonkaku ).

DSC 3497 e701b

Temporada de kafunsho chega em meio à pandemia de coronavírus

Temporada de kafunsho chega em meio à pandemia de coronavírus

Desde domingo (14), a temporada do pólen de cedro teve início em 34 das 47 províncias do Japão.

A temporada de polinose (kafunsho) chegou ao Japão, expondo os alérgicos a um desafio a mais em meio à pandemia de coronavírus, visto que o ato de esfregar os olhos que coçam e limpar narizes com coriza podem aumentar o risco de infecção viral.

Abrir portas e janelas para melhorar a ventilação também pode aumentar a quantidade de pólen que adentra os ambientes.

Desde domingo (14), a temporada do pólen de cedro teve início em 34 das 47 províncias do Japão, cobrindo a região Kyushu no sudoeste e a área metropolitana de Tóquio, causada por um aumento nas temperaturas de acordo com o Weathernews.

O pólen que causa alergia deve começar a se dispersar na região Tohoku no nordeste, assim como na área Hokuriku no fim deste mês, disse.

O pólen de cipreste japonês começará a atormentar os alérgicos no fim de março, enquanto muitas pessoas alérgicas ao pólen de bétula sentirão os efeitos em Hokkaido no fim de abril.

Dentre as 47 províncias do Japão, com exceção de Hokkaido, Aomori e Okinawa, devem registrar maiores contagens de pólen comparado ao ano anterior, disse a Weathernews. Em Okinawa, cedro e cipreste são raros.

Nas províncias de Toyama, Fukui, Gifu, Aichi, Hiroshima e Oita, em particular, onde as emissões de pólen do ano passado contaram por somente um terço do nível em um ano médio, a quantidade de pólen de cedro deve ser mais do que o dobro daquela em 2020.

Fonte: News and Culture

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png3.png9.png8.png4.png3.png5.png
Hoje:590
Ontem:1185
Últimos 7 dias:6611
Mês:14789
Total:398435

Conectados simultaneamente

12
Online

16-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top