ptzh-CNenfritjakoruesvi

MMA, Muay Thai e kickboxing - Resultados e destaques do ONE Championship ‘No Surrender II’

O ONE Championship voltou à ação na sexta-feira, 14 de agosto, com o ONE: ‘No Surrender II’, um ‘card’ híbrido com lutas de MMA, Muay Thai e kickboxing que ocorreu na Impact Arena em Bangkok, a movimentada capital da Tailândia.

Apesar disso, o evento foi realizado à “portas fechadas”, ou seja, “sem público”. Mas mesmo assim, a programação foi “ao ar” ( televisionado ) na maior parte do continente asiático, e também nos EUA, Canadá e em outras partes do mundo, que puderam assistir as lutas ‘ao vivo’ e gratuitamente no Youtube e através do aplicativo ONE Super.

O ‘main event’ ou “evento principal” contou com a primeira das duas semifinais do ONE Bantamweight Muay Thai Tournament.

O ex-desafiante ao título mundial do ONE, Saemapetch Fairtex derrotou o compatriota veterano Rodlek PK.Saenchai Muaythaigym por decisão majoritária, após três rounds de uma luta onde se viu poderosos golpes de cotovelos de Saemapetch respondidos à altura por Rodlek, que - por sua vez - mostrava o seu melhor para igualar a intensidade de seu adversário mais jovem. Os dois atletas tailandeses estão agora empatados em 2-2 em suas carreiras.

Em uma luta de kickboxing do ONE Super Series, o ‘contender’ da categoria peso galo, Mehdi Zatout, da Argélia, teve um desempenho abrangente, superando Leo Pinto, da França, durante os nove minutos de ação em que os lutadores alternaram bons momentos. No final, os três juízes marcaram a luta a favor de Zatout, que venceu por decisão unânime.

Decidido à colocar sua carreira “de volta nos trilhos”, o lutador japonês de 40 anos, Akihiro “Superjap” Fujisawa, nocauteou o especialista em Muay Thai, Pongsiri “The Smiling Assassin” Mitsatit em um das duas lutas de MMA da noite.

O atleta da terra do Sol Nascente - e vencedor do contrato do ONE Warrior Series - nocauteou o tailandês com um gancho de esquerda no final do primeiro round.

Já a estrela em ascensão do peso pena, Sorgraw Petchyindee Academy, provou ser demais para o seu oponente, Pongsiri PK.Saenchaimuaythaigym, e lutou o suficiente para vencê-lo em luta de Muay Thai, embora que por decisão dividida dos juízes.

Em outra das lutas de artes marciais mistas da programação, o tailandês peso mosca, Yodkaikaew “Y2K” Fairtex, teve uma estreia impressionante no ONE, obtendo um nocaute sobre John Shink, do Reino Unido. Yodkaikaew Fairtex foi derrubado várias vezes, mas Shink nunca conseguiu garantir o controle quando no chão. Ao voltar em pé, Yodkaikaew aumentou a pressão e conseguiu acertar um gancho de esquerda devastador que fez seu adversário cambalear em direção às cordas. Na sequência, outra esquerda do tailandês abalou Shink de vez, forçando o árbitro à interromper a luta.

Na luta de abertura, Fahdi Khaled, da Tunísia, teve uma atuação dominante contra Huang Ding, da China, em luta na categoria peso mosca, válida pelo ONE Super Series Muay Thai. Fahdi pressionou o seu adversário por todo o tempo e impediu o atleta chinês de entrar no ritmo da luta, chegando assim à vitória por decisão unânime.

ONE: “No Surrender II”

14 de agosto de 2020

Impact Arena

Bangcoc, Tailândia

Muay Thai : Saemapetch Fairtex venceu Rodlek PKSaenchaigym por decisão ( unânime )

Kickboxing : Mehdi Zatout venceu. Leo Pinto por decisão ( unânime )

MMA : Akihiro Fujisawa venceu Pongsiri Mitsatit por KO ( socos ) aos 4:55 do primeiro round

Muay Thai: Sorgraw PetchyindeeAcademy venceu Pongsiri PKSaenchaigym por decisão ( dividida )

MMA  : Yodkaikaew Fairtex venceu John Shink por KO ( socos ) aos 1:11 do segundo round

Muay Thai: Huang Ding venceu Fahdi Khaled por decisão ( unânime )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 17/08/2020

_

Foto : O veterano atleta de MMA, Akihiro “Superjap” Fujisawa, voltou à vencer na modalidade e representou o Japão, desta feita, na Tailândia. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

ONE: “No Surrender” marca o retorno das competições de Muay Thai, Kickboxing e MMA à Tailândia

Após um hiato devido à pandemia, o ONE Championship está retomando os seus negócios aos poucos, e assim, juntando-se novamente à várias das maiores franquias de MMA do mundo, incluindo o UFC, Bellator MMA e Invicta FC. Melhor ainda, a promoção tem montado ‘cards’ de Muay Thai, Kickboxing e MMA que vem deixando os fãs mais do que satisfeitos. Um bom exemplo foi o seu mais recente evento, o ONE: “No Surrender”, que foi realizado na última sexta-feira, 31 de julho, em Bangkok, na Tailândia, em um local vazio, sem público, mas cujo conteúdo foi transmitido ‘ao vivo’ no YouTube e em outras plataforma de “streaming”.
Além do ONE PH, ONE Sports e ONE One Sports +, o show também marcou o início da parceria do ONE Championship com a Cignal TV - a principal provedora de televisão paga nas Filipinas - e com a TV5 - uma das maiores redes de televisão aberta do país e líder nacional em inovação digital - que permitirão levar a competição à todos os telespectadores filipinos em plataformas de TV paga e de transmissão gratuita. O acordo permitirá mostrar não apenas os eventos ‘ao vivo’, mas também uma rica biblioteca dos shows anteriores do ONE Championship em mais um passo da missão contínua da companhia em oferecer o melhor conteúdo esportivo a todos os sues telespectadores e assinantes, o que inclui a exibição de atletas filipinos do mais alto nível contra alguns dos melhores lutadores do mundo. A novidade foi recebida com empolgação pelos atletas escalados para o ‘card’ e, com certeza, foi um incentivo à mais para a alta performance de todos ao longo da programação. O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) marcou a vitória de Rodtang Jitmuangnon, que manteve o seu título de campeão de Muay Thai na categoria peso mosca diante do desafiante Petchdam Petchyindeeacademy, por decisão majoritária. Rodtang já defendeu com sucesso o seu cinturão por três vezes desde que ganhou de Jonathan Haggerty em agosto passado. Ele também venceu Walter Gonçalves em sua primeira defesa, antes de derrotar Haggerty em uma revanche. O “Homem de Ferro” possui um recorde de 263-42-10 em sua carreira. Ele vem de 12 vitórias em suas últimas 13 lutas. Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ), mostrou Petchmorakot Petchyindeeacademy defendendo com sucesso o seu título de campeão mundial de Muay Thai do ONE na categoria peso pena com uma vitória por decisão sobre o lendário Yodsanklai Fairtex. A luta marcou a quarta vitória consecutiva de Petchmorakot, que derrotou Pongsiri PK Saenchaimuaythaigym na disputa pelo título inaugural da categoria dos pesos penas em fevereiro. Ele melhorou seu recorde na carreira profissional para 162-34-2 com o resultado de sexta-feira. Já Superbon Banchamek lutou sob as regras do Kickboxing na categoria peso pena e venceu Sitthichai Sitsongpeenong por decisão unânime dos juízes, naquela que foi a sua décima vitória consecutiva desde junho de 2018.
A luta da última sexta-feira também foi a terceira entre Superbon e Sitthichai ( ambos lutaram anteriormente em duas ocasiões em 2016 ). Também em ação na grande noite, a estrela multi-esportiva Stamp Fairtex - que deixou vago o título de campeã mundial de Kickboxing na categoria peso átomo do ONE conquistado diante de Janet Todd em fevereiro - voltou ao MMA colocando seu recorde perfeito em disputa contra Sunisa Srisen. Após acumular três “KO’s” nos rounds iniciais em suas últimas lutas, Stamp Fairtex repetiu o feito e venceu sua adversária por nocaute também antes do término do primeiro round. Único brasileiro no‘card’, Fabrício Andrade foi impressionante em sua estréia no ONE Championship ao finalizar Mark Abelardo com um mata-leão no segundo round. Foi a primeira luta do atleta do Tiger Muay Thai desde maio de 2019. Por fim, Superlek Kiatmoo9 e Panpayak Jitmuangnon deram continuidade à sua rivalidade com um sétimo confronto de Muay Thai.
Superlek mantinha o placar de 1-4-1 das lutas anteriores e desta feita obteve a vitória por decisão unânime. O resultado marcou a primeira derrota de Panpayak desde fevereiro de 2017.  ONE: “No Surrender”
31 de julho de 2020
Bangcoc, Tailândia Muay Thai : Rodtang Jitmuangnon (c) venceu Petchdam Petchyindeeacademy por decisão ( peso mosca )
Muay Thai: Petchmorrakot Petchyindeeacademy venceu Yodsanklai Fairtex por decisão ( Defesa do título dos penas )
Kickboxing : Superbon Banchamek venceu Sittichai Sitsongpeenong por decisão
MMA : Stamp Fairtex venceu Sunisa Srisan por nocaute técnico ( socos ) aos 3:59 do primeiro round
MMA : Fabrício Andrade venceu Mark Abelardo por finalização ( mata-leão ) aos 1:11 do segundo round
Muay Thai: Superlek Kiatmoo9 venceu  Panpayak Jitmuangnon por decisão *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/08/2020
_
Foto : Único brasileiro no ‘card’, Fabrício Andrade finaliza em sua estréia no ONE Championship. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship |  Divulgação ).

Titãs Fight Comunidades com lutas de MMA, Boxe, Kickboxing, Muay Thai e Jiu-Jítsu em Florianópolis - SC

Aos poucos voltamos à ver alguma movimentação na cena do MMA brasileiro. Inspirados nos eventos de MMA realizados atualmente no Japão e em alguns outros países do continente asiático - além dos EUA, é claro - promotores, atletas e técnicos prometem para o dia 9 de agosto, em Florianópolis-SC, o Titãs Fight Comunidades, com lutas de MMA, Boxe, Kickboxing, Muay Thai e Jiu-Jítsu ( com e sem kimono ). Já confirmaram presença no ‘card’ atletas vindos dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. Ainda existe a possibilidade de inclusão de dois lutadores vindos de Cuba. O evento terá lugar na comunidade Chico Mendes, carente desse tipo de entretenimento e o intuito dos organizadores é fomentar o esporte como forma de inclusão social, além de revelar novos nomes para o MMA mundial, à exemplo do lutador internacional Mauricio “Bad Boy”, que até hoje mantém o Projeto CT Guetto Diamond Chico Mendes Fight. Além disso, os promotores também irão arrecadar alimentos para quem necessita, pois enquanto muitas pessoas estão retornando aos poucos às suas atividades e outras continuam seguras em casa, há milhares nas periferias que perderam seus empregos e estão desassistidas de várias maneiras. O Titãs Fight Comunidades - que tem o apoio do presidente da comunidade Chico Mendes Edson Jesus - será o 1o evento à voltar em Florianópolis depois da paralisação total da cidade por causa da pandemia do coronavírus e será feito com responsabilidade. O evento poderá ser realizado com público e os seus idealizadores irão colocar as cadeiras afastadas à uma distância segura, como parte das medidas de segurança necessárias, além de exigir o uso de máscaras pelos fãs do esporte e colocar álcool na bilheteria à disposição de todos. Segundo o organizador Thiago Lapolli Fiorenzano da Silveira, também conhecido como “Tubarão”, o Titãs Fight Comunidades tem tudo para ser um dos eventos mais bonitos já organizados na região Sul do Brasil. APOIE JÁ, POIS MUDANDO UMA VIDA VOCÊ GERA UMA REAÇÃO EM CADEIA QUE MUDA A REALIDADE : Os atletas participantes aceitaram lutar de graça para promover o esporte e estão custeando suas vindas para a competição, pois o evento está funcionando sem receita financeira, como ingresso ou inscrições, e está dependendo inteiramente de trabalhos voluntários e doações de materiais. Já existem alguns poucos apoiadores. Ainda assim, os organizadores precisam custear uma ambulância para garantir a segurança dos lutadores, bem como os serviços de um socorrista profissional, aluguel do octógono, cadeiras para o público presente, compra de material de higiene, entre outros itens. Toda essa movimentação é importante porque dará oportunidade aos jovens que sonham seguir o caminho do esporte, pois se uma criança não é orientada pelas pessoas certas desde cedo, toda a sociedade poderá sofrer depois. Por isso mesmo, os idealizadores da competição estão abertos para realizar parcerias com patrocinadores que queiram vincular sua marca ao Titãs Fight e também ao Projeto CT Guetto Diamond Chico Mendes Fight ( projeto social ). -“E quem puder ajudar com qualquer valor, por favor, contribua para a nossa Vakinha. Não tenha vergonha de doar o valor mínimo, tudo é valioso para o evento existir e muitos objetivos estão em jogo. Muito obrigado.”-agradece Thiago Lapolli, o “Tubarão”. Titãs Fight Comunidades
Data : 9 de agosto de 2020
Local : Ginásio da Comunidade Chico Mendes
Ingresso : Apenas 1 quilo de alimento
Horário : Jiu-Jitsu e NoGi de manhã / MMA, Boxe e Muay-Thai e K-1  ( Kickboxing ) a tarde.
Realização : Thiago Lapolli “Tubarão” / Apoio : Mauricio Machado e Edson Jesus. CARD IMPERDÍVEL COM 40 LUTAS ( * O CARD É SUJEITO À ALTERAÇÕES ). MMA: [Main Event 66kg] Lucas Oliveira (CT Lagomar / Macaé - Rio de Janeiro) VS. Allan Guerra (Guerra Team São Paulo / Fadda JJ) [Co-Main Event 75kg] Willian Fernandes “Mutante” - 07 vitórias (CT Strong) VS. Pedro Finger - 06 vitórias (CT Finger) [77kg] Elvis Cubano (Guetto Diamond) X Thiago Moikano (Moikano Gold Team / Pelé Team) [58kg] Daiane Trentin (Thiago Tubarão / Daiane Team) X SILVANIA “LEOA” (Wado DeLaRiva) [61kg] Tiago “PitBull” Xavier (CT Lagomar / Macaé - Rio de Janeiro) X Ariel Chips (Black Top Team – Lages) [77kg] Sandro “PitBull” (Guetto Diamond) X Jhonny Bran (Moikano Gold Team / Pelé Team ) [75kg] Brigido “Soldado Universal” (Wado DeLARiva) X Matheus Souza (OCSJJ / CT Finger) [91KG] WELLINTON ALVES DO AMARAL (prof. Glautus) X RAFAEL “PANTERA” (prof. Guilherme Coutinho) [61kg] Lucas Forquim (CT Finger) X Jack Quilante (Black Top Team – Lages) [75k] Lucas “Japa” Santana (Japa MMA) X Dionata Machado (Winners MMA - Felino) [85kg] CRISTIAN “CHACAL” (Thiago Tubarão) X EDUARDO SANTOS MAIA (Shotobushin) KICKBOXING (Regras do K-1, sem cotovelos e duas joelhadas no ‘clinch’): [75KG Master] MESTRE WADO (CT DeLaRiva Floripa) X FABIO ALEX (CT Strong/Overhand - CANOAS/SC) [84kg] Alex Trindade (Anjos do Tatame) X Celso Rodrigo (Felino – Criciúma) [Pesados] VICTOR EMANUEL (Tonhão Biguaçu) X RENAN SALVADOR (School Fight) MUAY-THAI (Estilo Tailandês, com uso de cotovelos e ‘clinche’): [75 Kg] João Vitor Senem (Tonhão Biguaçu) X Luiz (King Boxing Floripa) [57kg, estreantes] Jhonatan “Açougueiro” (Marafiga Thai) X Adriano Santos (Mega Fight Team) [63kg, 15 anos] Nicolas “Draco” Langher (Mega Fight Team) X Darwin Oliveira (King Boxing Floripa) [43kg, 12 anos] Jeniffer Nascimento (Mega Fight - prof. Leandro Frederico) X Crislaine Marquesotti (Master Fight - prof. Cristiano / Blumenau) [Infantil, 06 aninhos] NOAH (Mega Fight - prof. Leandro Frederico) X ISAC “SPIDER" (Anjos do Tatame) BOXE (Válido pro Ranking do Titãs Boxe): [Título 66kg] LUCIAN CLAUDIO (Marafiga Claudio Costa) - Vencedor do torneio Titãs 4 VS Desafiante: DANIEL PIKO (Felinos do Sul) -  Invicto na Copa Dojokai. [Título 75kg] NATHANAEL MESQUITA (Flávio Alexandre) VS LEANDRO FREDERICO “LESTATT” (Mega Fight) [95KG] VINICIUS KUMMER (Guetto Diamond) X EDGAR FARIAS (CM System) [80kg] Alessandro Custódio (Wado DeLaRiva) X João Nunes (School Fight) [66 kg] Luiz Hilário (Felinos do Sul) X Clevinho Motta (School Fight) [63 Kg] Gustavo “Parazinho” (Tonhão Boxe) X Kelvem “Cascudo” (Felinos do Sul) [42kg JUVENIL FEMININO] Heloísa Demérito (Mega Fight Team / Leandro Frederico) X Brenda Luiza (Marafiga Boxe / Claudio Costa SEM KIMONO: [100kg] Elton “Monstrão” Kimura (GFTEAM Palhoça) X Carlos André “Black” (Black Top Team – Lages) JIU-JITSU [76kg] Mauricio “BadBoy” Machado (Guetto Diamond) X Ronaldo Oliveira “Kako” (Fadda Jiu-Jitsu) [74kg Master] Ronaldo “Felino” (ASM BJJ TEAM – Criciúma) X João Paulo (Team Bronx – Curitiba) [74kg] Jorge Marcelo Missil (GFTEAM Palhoça) X Douglas Gonçalves (Infynit Brotherhood - Lages) [84KG] Fernando “Sherek” (Sherek JJ – Curitiba) X Fabrício Tives (Infynit Brotherhood - Lages) [61kg] Fabiano Crispim (Crispim Jiu-Jitsu) X Welinton (Infynit Brotherhood - Lages) [Marrom 86kg] Alysson Santos (Ricardo Mello) X Jaisson Machida (Black Top Team – Lages) [Roxa 79kg] Sandro Buralde (Guetto Diamond) X Thiago Branco (Rillion Gracie – Lages) [Roxa 93kg] Ricardo “Tatau” Alexandre (Guetto Diamond) X MAX (Infynit Brotherhood - Lages) [Azul até 90kg MASTER] ANTÔNIO JOÃO “TONHÃO” (Little John JJ) X ADRIANO “GAÚCHO” (ASM BJJ TEAM - Felino) [Azul 65kg] MICHAEL (GFTEAM Palhoça) X Ariel Chips (Black Top Team – Lages) [Azul 85kg] IGOR (GFTEAM Palhoça) X Carlos “PitBull” (The Brothers) https://www.vakinha.com.br/vaquinha/titas-fight-comunidades-nocauteando-a-fome *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/07/2020
_
Foto : Evento na comunidade Chico Mendes terá lutas com os professores e consagrados lutadores Mestre Wado, Alessandro Custódio, Mauricio “Bad Boy”, Ronaldo “Felino” , “Tonhão ” e Jorge Missil, entre outros. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Titãs Fight Comunidades | Divulgação ).

Novos shows de MMA e Kickboxing são anunciados na Coréia do Sul

O mundo do MMA sul-coreano reiniciou as suas atividades “passo à passo” e o ‘cage’ voltará à ser montado com frequência no país que constitui a parte sul da península coreana durante as próximas semanas e meses. O RAC, um evento de MMA que foi realizado pelo Road FC em cooperação com a Afreeca TV terá a sua segunda edição no próximo dia 27 de junho ( sábado ) enquanto a sua terceira etapa será realizada no dia 25 de julho ( também um sábado ). Os próximos shows terão lugar no HOT6 Afreeca Coliseum em Jamsil, Songpa-gu, Seul, capital da Coréia do Sul, ou seja, no mesmo local da sua edição inaugural, conforme revelou o Road FC. Além disso, um outro show de MMA, o DOUBLE G FC será realizado também em Seul, no dia 24 de julho ( sexta-feira ), um dia antes do ARC 003. Já o Angel’s Fight será realizado no dia 17 de agosto. A promoção - famosa por ser a primeira organização de lutas de MMA à fazer doações de caridade continuamente em todo o mundo - anunciou que retomará as atividades na cidade de Paju, província de Gyeonggi, adjacente à Coréia do Norte.
Por estar localizada ao sul da cidade de Panmunjeom, no Paralelo 38 N ( uma linha imaginária que está à 38 graus ao norte da Linha do Equador ), Paju serviu para a instalação de muitas bases do exército norte-americano e sul-coreano na cidade, com o objetivo de proteger a capital Seul. Enquanto isso, para a felicidade dos amantes dos torneios de “trocação” ou ‘lutas em pé’, os promotores do Kickboxing MAX FC Contender Series 20 anunciaram que o evento será retomado na cidade de Daegu ( ou Taegu), situada no sudeste do país, no sábado, 4 de julho. Ou seja, o evento será realizado antes mesmo do próximo show anunciado pelo ARC. *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/06/2020
_
Foto :  Além dos atletas coreanos, o lutador do Uzbequistão, Davron Kholmatov, que vive em Seul, participou do primeiro torneio do ARC. ( Cortesia | Créditos : ( C ) ARC |  ( C ) Road FC | ( C ) AfreecaTV | Divulgação ).

Campeões do “KNOCK OUT” e do ‘Bigbang’ fazem super lutas em Maio no Japão

 Na tarde desta quarta-feira, ( 14 de abril de 2021 ), foi realizada uma coletiva de imprensa acerca do evento “KNOCK OUT 2021 vol.3” que será realizado em 22 de maio de 2021, no Korakuen Hall, em Tóquio, capital do Japão.

 
Os promotores estão alinhados com todos os protocolos e medidas de segurança para a prevenção contra o novo coronavírus. Além disso, o horário de abertura da competição também foi alterado. Os ingressos já estão esgotados, mas as lutas ainda serão transmitidas ‘ao vivo’ por uma taxa à partir de 3.300 ienes através da TwitCasting TV.
 
O produtor do ‘KNOCK OUT’, Mitsuru Miyata, anunciou que mais duas lutas foram adicionadas ao ‘card’ do “KNOCK OUT 2021 vol.3”.
 
Harusho Yasumoto, campeão do “KNOCK OUT” e Kenichi Takeuchi, campeão do “Bigbang”, farão uma super luta ( 3 Rounds de 3 minutos, mais 1R de extensão ) na categoria peso pena sob as regras ‘KNOCK OUT-RED’, ou seja, com uso de cotovelos.
 
Yasumoto está vindo de uma seqüência de nove vitórias consecutivas. Ele ganhou o MVP 2020 na cerimônia de premiação anual realizada em janeiro deste ano. No torneio de março, ele nocauteou Pet Schiller com um forte chute posterior. Entre as suas conquistas, constam os títulos de promoções como REBELS e INNOVATION. O seu registro profissional é de 19 vitórias ( 9 ‘KO’ ), 1 derrota e 2 empates.
 
Takeuchi, por outro lado, já participou do RIZIN em fevereiro de 2020, quando venceu a sua luta. Ele também conquistou o cinturão de campeão da categoria peso pena no torneio “Bigbang : Road To Unification-38”, realizado em março deste ano, derrotando Ryuto por 2 a 1 na decisão dos juízes. Acumula participações em franquias do porte do Shin Nihon Kickboxing, J-NETWORK, Krush, Shoot Boxing, RISE e NJKF, além do já citado RIZIN. O seu registro é de 25 vitórias ( 8 ‘KO’ ), 10 derrotas e 2 empates.
 
A outra luta será entre o jovem campeão Yusei Shirahata e Yuuto Takahashi, um ex-profissional de boxe no Japão. Esta luta será válida pela categoria de peso super mosca e também será realizada nas regras ‘KNOCK OUT-RED’ ( com uso de cotovelos  ) em 3 Rounds de 3 minutos, mais 1R de extensão.
 
Shirahata já derrotou Takato Oonuma ( P.S.: Revisado para *Ryuto Oinuma ), no torneio REBELS - The Final, em 28 de fevereiro de 2021, quando conquistou o cinturão de campeão dos Super moscas, disputado pelas regras ‘KNOCK OUT-RED’. Em 1º de março, o torneio ‘REBELS’ mudou seu nome para “KNOCK OUT” como uma unificação. Aos 18 anos, esta será a sua primeira luta após terminar o colégio.
 
Já Yuuto tem 28 anos. Após conquistar o título da All Japan Student Kickboxing Federation, enquanto estava na Universidade Kokugakuin, ele se voltou para o boxe em 2014 e conquistou o título de 42º campeão japonês de boxe na categoria de peso super mosca ao derrotar Kenichi Horikawa, já em outubro de 2019. Esta será a primeira luta de Yuuto em seu retorno às competições com chutes.
 
Não custa lembrar que as regras ‘KNOCK OUT-RED’ permitem socos e chutes com cotovelo, enquanto as regras ‘KNOCK OUT-BLACK’ permitem socos e chutes sem cotovelo, de acordo com os padrões adotados pelos torneios do “KNOCK OUT”.
 
Veja como está o ‘card’ do “KNOCK OUT 2021 vol.3” até o momento :
 
KNOCK OUT 2021 vol.3
22 de Maio de 2021
Korakuen Hall
Tóquio, Japão
 
Shintaro Matsukura vs. Kiyoshi Tamura ( 75kg ) KNOCK OUT-BLACK Rules
Chihiro Suzuki vs. Keijiro Miyakoshi ( 65kg ) KNOCK OUT-BLACK Rules
Harusho Yasumoto vs. Kenichi Takeuchi ( 57,5kg) KNOCK OUT-RED Rules
Yusei Shirahata vs. Yuuto Takahashi ( 52kg ) KNOCK OUT-RED Rules
Hiroki Nakajima vs. TBA ( 70 kg ) à definir
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 14/04/2021
_
Legenda : Harusho Yasumoto venceu Pet Schiller com um forte chute posterior em Março deste ano.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia :  ( C ) KNOCK OUT | ( C ) Gonkaku | Divulgação ).
 
Legenda : Harusho Yasumoto e Kenichi Takeuchi farão o desafio dos eventos “KNOCK OUT” e ‘Bigbang’.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia :  ( C ) Bigbang Kickboxing |  ( C ) KNOCK OUT | Divulgação ).
 
210414knockout yasumoto takeuchi ad946
 
 

Próximo evento de Kickboxing “RISE 139” é confirmado para 29 de abril em Tóquio, Japão

O RISE - que significa ( R ) Real, ( I ) Impacto, ( S ) Sports, ( E ) Entertainment - é uma empresa de lutas do Sr. Takashi Ito, com sede em Tóquio, capital do Japão. Não confundir com o “RIZIN”, promovido por Nobuyuki Sakakibara. O RISE já promoveu mais de 130 shows no Japão e 2 na Coréia do Sul. Desde o seu início, o RISE foi o principal concorrente do K-1, colocando os atletas japoneses no topo das lutas de “trocação”, termo usado para designar as ‘lutas em pé’. Após ser anunciado para o dia 11 de março, o “RISE 139” foi adiado devido à propagação do novo coronavírus no Japão. Agora, o evento que também é chamado de ‘Rise World Series 2020 1st Round’ será realizado no dia 29 de abril de 2020 ( quarta-feira / feriado ) no Korakuen Hall, em Tóquio. Também foi adicionado ao ‘card’ do “RISE 139” uma luta entre Manazo Kobayashi, uma nova campeã mundial do peso mosca feminino do WPMF e primeira campeã de classe feminina do Muaythai Open e YAYA Willa Sacrek, campeã do J-GIRLS, na categoria de peso super mosca ( Super Flyweight ). Kobayashi fez sua estreia profissional em fevereiro de 2015 e permaneceu invicta por 13 lutas antes de perder para Iliana Valentino em uma luta de boxe em julho de 2018. Ela participou ativamente da promoção ‘KNOCK OUT’, como destaque da divisão feminina e, em dezembro de 2018, venceu um confronto nacional com Saya Ito. Em abril de 2019, ela venceu sua revanche com Iliana no ‘KNOCK OUT’, conseguindo sua vingança. No entanto, Kobayashi foi desclassificada do torneio “RISE QUEEN” no RISE em julho passado, por não bater o peso para lutar na categoria mini mosca ( mini-flyweight ). No seu retorno à promoção, em novembro, ela desafiou Tananchanok, campeã mundial do peso mosca da WPMF, e conquistou o título mundial. Originalmente, Kobayashi poderia ter desempenhado um papel de liderança no torneio “RISE GIRLS POWER”, somente para garotas, que começou em novembro do ano passado.  É esperado que nessa luta ela possa superar os erros do passado. Kobayashi enviou uma mensagem aos fãs dizendo : -“Esta é uma batalha que será um ponto de virada em minha vida. A oponente é a campeã de outro grupo. Quero vencer desesperadamente.”-escreveu ela, em sua conta no Twitter. Veja como está o ‘card’ do “RISE 139” até o momento : RISE 139
29 de abril de 2020
Korakuen Hall
Tóquio, Japão A.Boldbaatar X Stefan Korodi
Naoki X Jan Kaffa
Taiju Shiratori X N. Jitmuangnon
Chadd Collins X Kento Haraguchi
Cheng Liu X Brodie Stalder
Shiro Matsumoto X Mehrdad Sayadi
Fritz Aldin Biagtan X P. PK Saenchai Gym
Chann Khem X Masahiko Suzuki
Hideki Sasaki X Tomohiro Kitai
Rasta X Yuki Kyotani
T. Ferreira X Kan Nakamura
Yuya X Kensuke Yabunaka
Naoki Yamada X Atsuya
Rikiya X Asataro
Ryunosuke Omori X Keito Asahi
Manazo Kobayashi X YAYA Willa Sacrek ( *o ‘card’ é sujeito à alterações ) *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 13/03/2020
_
Foto : A luta entre Manazo Kobayashi e YAYA foi adicionada ao ao ‘card’ do “RISE 139” que também é chamado de ‘Rise World Series 2020 1st Round’. ( Cortesia | Créditos : RISE | Divulgação ).

Rondônia Champions Day trouxe o MMA de volta com sucesso à Porto Velho

 A frase em inglês : ‘WE ARE COMING!’ ( ou em bom português : “Nós estamos vindo!” ) marcaram os anúncios que prometiam a volta do maior evento de artes marciais mistas do estado de Rondônia.

E na noite de sábado, ( 03 de abril de 2021 ), a espera finalmente chegou ao fim,  quando o Rondônia Champions Day promoveu duas lutas de MMA e sete de Kickboxing em Porto Velho, capital do estado.
 
O evento foi o primeiro realizado no estado desde o início da pandemia que provocou a crise sanitária no Brasil. 
Assim sendo, o Rondônia Champions Day seguiu todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), responsável pela doença Covid-19. 
Todos os lutadores e pessoas envolvidas na produção do evento realizaram o teste para Covid-19 e todos os resultados foram negativos.
 
A “atração principal” e portanto ‘main event’ deste Rondônia Champions Day foi uma luta na categoria 63,5kg entre Iago “Jason” Alves e Cristiano Ferreira.
Iago “Jason” venceu a luta, após encaixar um chute certeiro no rosto de Cristiano, que foi à nocaute, conquistando a vitória e o título de campeão do Rondônia Champions Day deste ano de 2021.
 
Na luta feminina da noite ( até 52kg ), Fernanda Servalho venceu, por decisão dividida, o duelo contra Laura Floresta.
 
Outra decisão dividida ficou para a luta de André ‘Mustang’ contra Thomas Brayan, nos 61,2 kg. 
 
Já na luta de MMA, ( válida pela categoria peso leve ), Jhone Neves obteve a vitória por finalização contra Charlúcio Brasil.
 
Wesley Santana, por sua vez, ganhou de Lucas Avis por decisão unânime dos árbitros, em luta até 75kg.
 
A organização do evento foi de Júnior Oliveira - que já realizou mais de vinte eventos de MMA em mais de dez anos de atividades - enquanto a produção ficou à cargo de André Fernando.
Já a chancela do evento ficou por conta do USKA1 / CBLAM, além do apoio de Welison Nunes.
 
“Seguimos firmes trabalhando em prol do esporte rondoniense.”-destacou o organizador Júnior Oliveira.
 
As lutas contaram com transmissão ‘ao vivo’ pelo YouTube e Facebook do canal 5.1 ( REMA TV : @rematv5.1 ) à partir das 21h ( horário de Brasília ) e 20h ( horário de Rondônia ).
 
Confira os resultados do “Rondônia Champions Day 2021” que incluem :
 
Rondônia Champions Day 2021
03 de Abril de 2021
Porto Velho, Rondônia
 
Iago “Jason” Alves venceu Cristiano Ferreira por nocaute técnico ( 63,5kg )
Thomas Brayan venceu André ‘Mustang’ por decisão dividida ( até 61,2kg )
Jhone Neves venceu Charlúcio Brasil por finalização ( até 70,3kg - peso leve )
Atila Silva venceu Leandro Ceará por nocaute técnico ( 60kg )
Fernanda Sevalho venceu Laura Floresta por decisão dividida ( 52kg )
Victor Villar venceu Mayter Luter King por nocaute técnico ( 75kg )
Jean Sevalho venceu Abne Amorim por nocaute técnico ( 56kg )
Luiz Robert venceu Nilo Loureiro por nocaute técnico ( 63,5kg )
Wesley Santana venceu Lucas Avis por decisão unânime ( 75kg )
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 06/04/2021
_
Legenda : “Seguimos firmes trabalhando em prol do esporte rondoniense.”-destacou o organizador Junior Oliveira.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Rondônia Champions Day | Divulgação ).
 
Legenda : A organização do evento foi de Junior Oliveira, chancelado por USKA1 / CBLAM, além do apoio de Welison Nunes.
Foto abaixo: ( Créditos | Cortesia : ( C ) Rondônia Champions Day | Divulgação ).
 
168600666 4019070698187186 4730618806935255339 n 06df9

Confira os resultados da 1ª fase do Wu Lin Feng 2021: World Contender League realizado na China

 Criado em 2003, o Wu Lin Feng é o show de artes marciais mistas ( MMA, na sigla em inglês para Mixed Martial Arts ) e “trocação” ( termo que designa todos os estilos de ‘lutas em pé’ ) mais antigo da China e carrega as memórias juvenis de uma geração de fãs de lutas em geral. A promoção tornou-se mais internacional à partir de 2007, quando resolver trazer novos desafiantes de outros países e iniciou filmagens no exterior, inclusive na Holanda, Alemanha, Reino Unido, Portugal, Romênia, Rússia, Nova Zelândia, Tailândia, Laos, Emirados Árabes Unidos, Canadá e Estados Unidos.

O perfil dos participantes dos shows do Wu Lin Feng incluem lutadores de K-1, profissionais de MMA e lutadores de Muay Thai, além de praticantes de Wushu ( Kung Fu ) e Sanda ( Boxe Chinês ).

Já em 2013, a promoção foi classificada entre os 100 programas ‘mais vistos na China’ com transmissão de televisão por satélite e cabo.

Apesar de promover mais as lutas de Kickboxing, o WLF também realizava esporadicamente algumas lutas de MMA, em eventos sob o nome “EPIC”, que significava ‘Elimination Power In Cage’.
Em 2017 tais eventos foram renomeados para ‘WARS’ ( ou “Warriors Arena of Ruthless Submission” ).
O mais recente show do “braço” de MMA da franquia, o WLF MMA 50 foi realizado em 14 de janeiro deste ano.

No sábado, 27 de março de 2021, Zhengzhou ( capital e maior cidade da província de Henan ), recebeu o Wu Lin Feng 2021: World Contender League ( 1ª fase ).
O evento foi transmitido ‘ao vivo’ pela Henan TV às 7 horas da manhã, ( horário do leste dos EUA ).

A “atração principal” e portanto ‘main event’ deste WLF foi a disputa entre Wei Rui - listado por alguns sites especializados como um dos melhores ‘lutadores peso por peso’ do planeta - diante do seu compatriota Liu Wei, em uma competição até 64 Kg.

Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) vimos Feng OuYang e Wenbao Han que lutaram pelo título de melhor lutador da China até 70 kg.

Os resultados da transmissão da TV chinesa estão abaixo. Houveram lutas adicionais no ‘card’ deste WLF, mas estas não foram incluídas na transmissão.

Wu Lin Feng 2021: World Contender League ( 1ª fase )
27 de Março de 2021
Zhengzhou, Henan
China

Wei Rui venceu Liu Wei por decisão após round extra
Ouyang Feng venceu Han Wenbao por decisão - até 70 kg
Yi Yuxuan venceu Zhang Jun por decisão
Zhu Shuai venceu Wei Weiyang por decisão unânime - até 63 Kgs
Yang Yang venceu Guo Chengru por decisão
Jin Ying venceu Shun Li por decisão - Válido pelo World Contender League até 63 Kgs
Zheng Jungfeng venceu Wang Zhiwei por decisão após round extra - até 63 quilos
Xu Yuanqing venceu Cheng Jungfeng por decisão unânime

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 29/03/2021
_
Legenda : O WLF é a promoção de Kickboxing e MMA mais antiga da China.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Wu Lin Feng | ( C ) WLF | ( C ) Henan TV | Divulgação ).

Legenda : As mulheres estão conquistando cada vez mais espaço nas competições de artes marciais e esportes de contato na China.
Foto abaixo: ( Créditos | Cortesia : ( C ) Wu Lin Feng | ( C ) WLF | ( C ) Henan TV | Divulgação ).

166409302 494160708629350 7746090874206322960 n 14d6a

Brasileiro Vitor Toffanelli vence no K-1 World GP 2021 Japan ( K’Festa.4 Day.1 )

No domingo, ( 21 de março de 2021 ), o K-1 Group realizou o K-1 World GP 2021 Japan ( K’Festa.4 Day.1 ). O evento teve lugar no Tokyo Garden Theatre, em Tóquio, Japão. As lutas foram transmitidas ‘ao vivo’ pela Abema TV.
Não custa lembrar que o K-1 recuperou o ‘status’ de “maior evento de ‘lutas em pé’ do mundo”.

O ‘main event’ ( e portanto “evento principal” ) deste ‘card’ nos trouxe Yuuki Egawa defendendo o seu título na categoria de 58 quilos contra Tatsuya Tsubakihara. A dupla já havia se enfrentado em uma luta ( quando o título não estava em jogo ), em setembro do ano passado. Desta feita, Tatsuya Tsubakihara acabou vencendo Yuuki Egawa por decisão dividida dos jurados ( 10-9, 9-10, 10-9 ), após um round extra.

Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card’ deste K-1 World GP 2021 Japan ( K’Festa.4 Day.1 ) vimos mais uma disputa de título ( até 65 quilos ) com Hideaki Yamazaki defendendo o seu cinturão de campeão pela primeira vez contra Fukashi Mizutani. Hideaki manteve o título com sucesso ao nocautear Fukashi passados pouco mais de um minuto do round inicial.

O evento também marcou a estréia do sensei Júlio Cesar Mori ( Brazilianthai ) no K-1 diante do japonês Katsuya Jinbo. Foram três rounds de muita “trocação”, do começo ao fim. Júlio perdeu por pontos, mas realizou um sonho ao fazer uma grande estreia no K-1. O atleta mostrou que está no jogo e isso é só o começo.

Outro brasileiro e representante da equipe Brazilianthai, Vítor Toffanelli fez o seu retorno ao K-1 após a sua estréia em novembro passado. Vítor obteve uma grande vitória por nocaute técnico no terceiro round sobre o japonês Suzuki Hayato.

Na entrevista pós luta, Vítor declarou que seu próximo passo é lutar um GP em busca do cinturão do K-1 World GP ou K-1 MAX ( Middleweight Artistic Xtreme ).

Confira os resultados do “K-1 World GP 2021 Japan ( K’Festa.4 Day.1 )” que incluem :

K-1 World GP 2021 Japan ( K’Festa.4 Day.1 )
21 de março de 2021
Tokyo Garden Theatre
Koto, Tóquio, Japão

Tatsuya Tsubakihara venceu Yuuki Egawa por decisão dividida após um round extra ( 10-9, 9-10, 10-9 ) - pelo título até 58 quilos
Hideaki Yamazaki venceu Fukashi Mizutani por nocaute ( ‘jab’ de esquerda ). Round 1, 1:10 - pelo título até 65 quilos
Yuta Murakoshi venceu Ryusei Ashizawa por decisão unânime ( 30-28, 30-29, 30-29 )
Koya Urabe venceu Hikaru Hasumi por decisão unânime ( 30-28, 30-27, 30-29 )
Tatsuki Shinotsuka venceu Kaito Ozawa por decisão dividida após um round extra ( 10-9, 9-10, 10-9 )
Kaisei Kondo venceu Duangsomphong Maki por decisão majoritária ( 29-29, 30-28, 30-28 )
Vitor Toffanelli venceu Hayato Suzuki por “TKO” ( corte ) Round 3, 1:28
Mahmoud Sattari venceu Hisaki Kato por “TKO” ( golpes ) Round 2, 0:26
Seiya Tanigawa venceu Rui Hanazawa por decisão unânime ( 30-27, 30-26, 30-26 )
Miyu Sugawara venceu Nozomi Sigemura por decisão unânime ( 30-27, 30-27, 30-26 )
Gunji Taito venceu Riku Morisaka por decisão unânime ( 30-27, 30-26, 30-26 )
Shuji Kawarada venceu Hisaki Higashimoto por “TKO” ( corte ) Round 1, 1:20
Katsuya Jinbo venceu Júlio Cesar Mori por decisão unânime ( 30-28, 30-28, 29-28 )
Yuta Matsuyama venceu Sora Suizu por nocaute ( joelhada ) Round 1, 1:19
Koji Ikeda venceu Eiki Kurata por nocaute ( direto de direita ) Round 2, 1:55
Mina Daiki venceu Kyosuke Takahashi por nocaute (direto de esquerda ) Round 3, 1:19
Natsuki Kitamura x Koki Akada terminou em empate majoritário (30-29, 29-29, 29-29)

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 23/03/2021
_
Foto : Após vencer a sua luta no domingo, o brasileiro Vitor Toffanelli agora busca o cinturão do K-1 world GP. ( Cortesia | Créditos : AP Vitor Toffanelli | ( C ) K-1 Japan Group | ( C ) M-1 Mídia Esportiva | Divulgação ).

163454386 3705979816183988 8384633788984943734 n 040b9

Vitor Toffanelli recebendo o trofeu de campeão ao lado do Mestre Danilo Zanolini. ( Cortesia | Créditos : AP Vitor Toffanelli | ( C ) K-1 Japan Group | ( C ) M-1 Mídia Esportiva | Divulgação ).

“Musashi Rock Festival 2020” inova com “rock’n’roll” e Kickboxing

O “Musashi Rock Festival 2020”  é um evento que combina artes marciais e música e será realizado no Toyosu PIT ( Tóquio ), no 13 de janeiro do próximo ano.
Também conhecido vulgarmente como “Musafes”, o evento é organizado pelo artista marcial Musashi, um ‘ex-ás’ japonês do K-1 e seu irmão mais novo, TOMO.
É um show inovador e sem precedentes na terra do Sol Nascente por misturar artes marciais e “rock’n’roll”. O “Musashi Rock Festival” aconteceu pela primeira vez no ZEPP TOKYO em outubro de 2009, para marcar a aposentadoria de Musashi do K-1.
Em 2020, Musashi comemora o 10º aniversário da sua aposentadoria do K-1 e do “Musashi Rock Festival” que será realizado novamente com o tema “títulos”. No palco veremos alguns grupos musicais ‘ao vivo’ : coldrain, Do As Infinity, OLEDICKFOGGY, SEX MACHINEGUNS e 10-FEET, entre os que foram anunciados até agora. Já a parte de lutas contará com alguns confrontos disputados sob as regras do Kickboxing.
Inicialmente teremos uma luta de contrato até 63kg entre Shohei Asahara ( PFP ) e Pietro Durya ( Holanda ). Em seguida veremos outra luta de contrato - desta feita até 72kg - envolvendo os atletas T-98 ( Crosspoint Kichijoji ) e Ilias Bokayua (Holanda). E para finalizar a parte esportiva serão chamados ao ringue os competidores Rikiya Yamashita ( Doshin Kaikan ) e Bada Ferdaos ( Holanda ) para uma luta casada de pesos pesados. Além disso, três lendas do K-1, Ernesto Hoost, Peter Arts e - obviamente - Musashi, se farão presentes. Um novo pôster de divulgação também foi lançado essa semana. O mesmo foi elaborado por Katsuhisa Minami, autor do mangá ‘The Fabre’ e amigo íntimo de Musashi.
O ‘pôster’ apresenta Peter Aerts e Ernesto Hoost ( mas com foco em Musashi ) e tem um ‘design’ inovador inspirado no “Musashi Rock Festival”. Musashi é classificado por muitos como o melhor peso pesado japonês à pisar nos ringues do K-1 juntamente com com Masaaki Satake desde os primeiros dias do maior torneio de ‘strikers’ do mundo.
Musashi estreou profissionalmente em setembro de 1995 e se classificou entre os quatro melhores no K-1 GP’96. Em outubro de 1999, ele chegou ao topo da categoria peso-pesado no Japão ao vencer Masaaki Satake por decisão.
Mas Musashi também conquistou o segundo lugar no K-1 World GP 2003 / 2004, ou seja, por dois anos consecutivos. Sua última luta foi contra Jérôme LeBanner em setembro de 2009. No ano seguinte ele anunciaria a sua aposentadoria dos ringues. Embora algumas promoções norte-americanas de MMA como o ‘King Of The Cage’ e mesmo o “FIGHTFEST”, de Royce Gracie, tenham saído na frente ao misturar lutas com ‘o bom e velho’ “rock’n’roll”, o “Musashi Rock Festival 2020” tem o seu mérito.
Pois como justificaria o ‘lendário’ Adriano Falabella em seu quadro “Enciclopédia do Rock”, durante o programa Alto Falante ( transmitido todos os finais de semana pela Rede Minas ) : -“Porque ‘rock’n’roll’ é pra quem merece ! Gostas do delírio, baby ?”-em um dos seus bordões inesquecíveis para diversas gerações de roqueiros. *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 06/12/2019
_
Foto : O novo ‘pôster’ destaca Musashi, Aerts e Hoost. Tele Marker apresenta o “Musashi Rock Festival 2020”. ( okmusic UP’s ). ( Cortesia | Créditos : Katsuhisa Minami | Divulgação MUSASHI ROCK FESTIVAL 2020 ).

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« September 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Advertising area




Contador de visitas

0.png3.png7.png8.png2.png4.png7.png
Hoje:112
Ontem:516
Últimos 7 dias:112
Mês:53685
Total:378247

Conectados simultaneamente

3
Online

20-09-21

Parceiros

Go to top