ptzh-CNenfritjakoruesvi

Mais lutas adicionadas ao ‘card’ do “Angel’s FC 15” na Coréia do Sul

O Angel’s Fighting Championship ( AFC ) programou a sua 15ª edição para o dia 26 de fevereiro, no Sindorim Techno Mart Grand Ballroom, em Seul, capital da Coréia do Sul. Atualmente há algumas lutas reprogramadas no ‘card’ de MMA do AFC 15 e também houve uma mudança no evento principal.
 
Sang Il Ahn foi anunciado como um substituto para Jong Hwan Lee e agora irá lutar com Jae Young Kim pelo título dos médios.
 
Ahn ( 5-7-1 ) vem de derrotas consecutivas e não ganha uma luta desde 2017. Sua última luta foi no Double G FC 2 e ele perdeu por desqualificação após acertar Jason Radcliffe com um golpe baixo.
 
Por sua vez, Kim ( 25-13-0-2 ), se tornou o campeão interino dos médios no AFC 14 em agosto. Ele também é um ex-campeão do Top FC ( até 83 Kgs ) e está vindo de vitórias consecutivas no primeiro round.
 
O evento também contará com Hyun Man Myung ( 5-3 ) que retorna ao MMA após uma passagem pelo Kickboxing. Ele desafiará Yang Rae Yoo ( 0-2 ) em uma luta de pesos pesados.
 
No peso leve, Kim Si Won, do Korean Zombie MMA, fará sua estreia profissional. Ele lutará com seu compatriota e também estreante Kim Dae Woong, que luta pelo Stun Gun MMA.
 
Na luta feminina da programação, Ji Eun Do ( 1-1 ) e Seo Rin Park ( 0-2 ) deverão se enfrentar em luta na categoria até 52 kg e disputada sob as regras do Kickboxing.
 
O Angel’s Fighting Championship - AFC - é a primeira promoção de lutas de MMA à fazer doações de caridade em todo o mundo - ajudando pequenas crianças doentes ( sejam estas portadoras de doenças comuns ou incuráveis e raras ) e suas famílias, além de pagar os custos de cirurgias e tratamentos com as receitas e doações coletadas em cada luta - e promovendo várias atividades com essa finalidade.
 
Além disso, sua missão é - também - promover o desenvolvimento das artes marciais mistas na Coréia do Sul e desenvolver conteúdo esportivo para a família, projetando os seus lutadores para outros eventos de MMA ao redor do mundo.
 
Desta forma, o sistema operacional do AFC é composto por lutadores, empresários e artistas, tornando-se uma combinação eficaz para o entretenimento esportivo e a caridade.
 
O sr. Park Ho Jun, representante do AFC, reiterou que os planos para 2021 consistem na realização de quatro competições, incluindo a realização do primeiro show da franquia no Vietnam.
As lutas do AFC 15 terão transmissão simultânea “ao vivo” na Angel Sport TV e Naver Sports TV.
 
Confira o ‘card’ oficial do “Angel’s Fighting Championship 15” até o momento, que incluí :
 
Angel’s Fighting Championship ( AFC ) 15
26 de fevereiro de 2021
Sindorim Techno Mart Grand Ballroom
Seul, Coreia do Sul
 
Jae Young Kim (c) vs. Sang Il Ahn ( disputa pelo título dos médios )
Yang Rae Yoo vs. Hyun Man Myung ( peso pesado )
Kim Si Won vs. Lim Dae Woong ( peso leve )
Seo Rin Park vs. Ji Eun Do ( luta feminina )
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 12/02/2021
_
Foto : Sang Il Ahn substitui Jong Hwan Lee na luta pelo título dos médios no show de 26 de fevereiro. ( Cortesia | Créditos : (C) AFC official | (C) Angel’s FC | Divulgação ).
 
Abaixo : Seo Rin Park e Ji Eun Do farão a luta feminina do ‘card’ de 26 de fevereiro. ( Cortesia | Créditos : (C) AFC official | (C) Angel’s FC | Divulgação ).
 
149024514 3998230200196942 8224983625078487620 o f2b15

Confira os resultados do “GLADIATOR 013” realizado no final de semana no Japão

O show de MMA “GLADIATOR 013” foi realizado no domingo ( 7 de fevereiro de 2021 ), na 176box, em Osaka, Japão. O evento marcou o retorno da promoção pela primeira vez em um ano, desde o “GLADIATOR 012”, que havia sido realizado em 23 de fevereiro de 2020.
 
O “GLADIATOR 013” contou com a presença de público ‘ao vivo’, que havia esgotado os ingressos rapidamente. Para tanto, os organizadores seguiram todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ),  responsável pela doença Covid-19. 
Além disso, como parte dos esforços para prevenir a infecção, os promotores também enviaram um ‘kit de testes’ para cada uma das equipes dos lutadores duas vezes antes do torneio e receberam relatórios contendo os resultados dos testes “10 dias antes” e novamente “um dia antes” da competição.
 
O ‘main event’ ( e portanto “evento principal” ) da programação foi uma luta entre Shinji Sasaki e Yutaka Ueda válida  pelo título provisório dos leves. 
 
Shinji Sasaki, um ex-campeão peso leve do Shooto, retornava após uma lesão grave, que o afastou por dois anos e nove meses das competições. Antes de adentrar ao ‘cage’, ele foi abençoado por sua esposa, Megumi Fujii, e sua amada filha, que tiveram uma importância fundamental nesse seu reinício de carreira.
 
Yutaka Ueda, por outro lado, vinha se mantendo em atividade no DEEP e no  GRACHAN. Destaque para as suas participações nos ‘cards’ do “Wardog Cage Fight 20 x GRACHAN 38” e do “GRACHAN 42 x GLADIATOR 011”, em dezembro de 2019, quando acabou perdendo para Takuya Yamamoto. Na sequência, após derrotar Atsushi Kishimoto e Kengo Fujimura, ele foi indicado para disputar o título provisório dos leves do GLADIATOR.
 
Na luta propriamente dita, Sasaki acabou vencendo por “TKO” com socos no ‘ground and pound’ aos 3:42 do primeiro round.
 
-“Já se passaram quase três anos, então quero agradecer ao Sr. Sakurai. Obrigado por sua permissão para lutar. Algumas pessoas podem não entender, é difícil, mas posso voltar assim. Por favor, faça o seu melhor sem desistir. Obrigado a todos que me apoiaram hoje.”-falou Sasaki ao microfone, em sinal de agradecimento aos fãs, mas particularmente, à sua esposa e filha.
 
Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card’ nos trouxe uma disputa pelo título dos galos envolvendo Takeya Takemoto e Shunichi Shimizu. O duelo acabou vencido pelo primeiro por decisão unânime após três rounds. Ainda no ‘cage’ após a luta, Takemoto apelou para participar do RIZIN.
 
Na luta anterior, Munehiro Fujita e Akira Haraguchi disputaram o cinturão de campeão do peso pena, mas a luta terminou em ‘No Contest’ após um golpe baixo, que encerrou a  disputa. Assim sendo, o cinturão permaneceu com o atual campeão, Munehiro Fujita.
 
O evento teve um total de onze lutas. Confira os resultados do “GLADIATOR 013” que incluem :
 
Gladiator 013
07 de fevereiro de 2021
176box
Toyonaka, Osaka, Japão
 
Shinji Sasaki venceu Yutaka Ueda por “TKO” ( socos no ‘ground and pound’ ) aos 3:42 do primeiro round - título interino dos leves
Takeya Takemoto venceu Shunichi Shimizu por decisão unânime após três rounds - título dos galos
Munehiro Fujita e Akira Haraguchi terminou em ‘No Contest’ e o cinturão do peso pena foi devolvido ao campeão
Masayuki Watanabe venceu Kengo Fujita por decisão unânime após dois rounds
Icho Tomonaga venceu Ureta Chestel por finalização ( estrangulamento ) aos 2:48 do primeiro round
Taiki Hamasaki venceu Takeshi Kunito por decisão dividida após dois rounds
Takuho Ishida venceu Kazuhito Suzuki por decisão unânime após dois rounds
Kazumasa Tsubouchi venceu  Arata Ueki por “KO” aos 20 segundos do segundo round
Yuki Ueda venceu Sora Enmei por decisão dividida após dois rounds
Yuki Yoshimura venceu Masashi Kimura por finalização ( chave de perna ) aos 2:17 do primeiro round
Yuki Uejima venceu Yuto Aragaki por decisão unânime após dois rounds
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 10/02/2021
_
Foto acima : O evento teve três disputas de cinturão. Entre estas, estava em jogo o título provisório da categoria peso leve. ( Créditos | Cortesia :  ( C ) Gladiator FC | Divulgação ).
 
Abaixo : O evento foi um sucesso de público e crítica. ( Créditos | Cortesia :  ( C ) Gladiator FC | Divulgação ).
 
147518841 1896059063885919 9219873533285912348 n 7d701

Lumpinee Boxing Stadium - templo sagrado do Muay Thai poderá ser fechado permanentemente

Recentemente, surgiram notícias de que o famoso estádio de Muay Thai, Lumpinee, poderá ser fechado permanentemente.
 
A possibilidade é real, de acordo com o anúncio feito em uma conferência de imprensa realizada na semana passada.
 
O Lumpinee é um estádio dedicado às competições de Muay Thai, o esporte nacional tailandês e é operado e certificado pelo Exército Real da Tailândia. Inaugurado em 8 de dezembro de 1956, o histórico estádio mudou para um novo local em 2014, para acomodar mais espectadores. O Lumpinee é considerado, juntamente com o Rajadamnern, um dos mais prestigiados estádios de Muay Thai em Bangkok, capital daquele país do sudeste asiático.
 
Lutar no Lumpinee sempre foi símbolo de prestigio e honra e alguns dos campeões famosos que lutaram no estádio foram Buakaw Por. Pramuk, Samart Payakaroon, Dieselnoi Chor Thanasukarn, Anuwat Kaewsamrit, Saenchai Sor Kingstar, Matee Jedeepitak, Peter Smit, Coban Lookchaomaesaitong, Ramon Dekkers, Rob Kaman, Ivan Hippolyte, Dany Bill, Saiyok Pumpanmuang, Yodsanklai Fairtex e Jomhod Kiatadisak, entre outros.
 
Por outro lado, além de ser o esporte mais praticado na Tailândia, o Muay Thai também é uma forma de fomentar o turismo e gerar receitas valiosas para o país. E é por isso que qualquer ‘farang’ ( ou “estrangeiro” ) pode lutar no estádio. Não é preciso ser um ‘Nak Muay’ do mais alto nível para isso e, geralmente, estes atletas lutam contra outro estrangeiro ou algum tailandês aposentado, apenas para movimentar o turismo e as apostas.
 
Aliás, esse é um dos motivos pelos quais as lutas poderão ser suspensas no Lumpinee, pois atualmente o Exército não estaria gostando dos ‘jogos de azar’ e o Muay Thai é o alvo das apostas na Tailândia. 
 
A idéia é que o estádio seja provavelmente convertido em um centro esportivo. Assim sendo, se a bilheteria do Muay Thai desaparecer a receita virá das competições de outros esportes.
 
Atualmente há vários tipos de eventos dentro do Lumpinee, como os grandes shows, com grandes nomes do esporte, muito dinheiro em apostas e transmissão ‘ao vivo’ pela TV. 
Mas também há os eventos sem transmissão e sem público. Até porque o estádio também pode ser alugado para outros eventos.
 
Poucos sabem, mas o estádio mais respeitado de Muay Thai do mundo também já sediou alguns confrontos de MMA, como a luta entre Xu Xiaodong, chinês apelidado de “Mad Dog” e lutador de MMA e Yuichiro Nagashima, japonês faixa preta de Karatê ( Nippon Kempo  ) e ex-campeão do K-1, realizada em 2019.
 
As regras eram a de uma luta mista, com o primeiro round sendo realizado sob as regras do kickboxing e o segundo round com as regras completas do MMA. Nagashima, um bom ‘Kickboxer’, saiu-se melhor no round inicial, mas sucumbiu ao jogo de ‘ground and pound’ de Xu, já no segundo período.
 
Xu foi forçado pelo governo chinês à lutar usando maquiagem de palhaço ( uma pintura facial da Ópera de Pequim ) para que a luta fosse transmitida para a China, mas a realização do confronto no Lumpinee deu o tom de seriedade ao duelo.
 
Para finalizar é preciso esclarecer que o desaparecimento dos eventos de lutas no Lumpinee não acontecerá por agora, mas quando a hora chegar os lutadores sofrerão com a falta de recursos financeiros. Os talentos do esporte terão que migrar para outras arenas por todo o país e os profissionais poderão assinar com o ONE Championship, que tem se saído excepcionalmente bem em manter a realização de eventos regularmente. Só assim os lutadores poderão continuar ganhando dinheiro para sustentar suas famílias.
 
Contudo, essa ainda não será uma tarefa fácil. Pois, apesar do retorno dos eventos - lenta, mas seguramente ao redor do mundo - a ausência do público nas arenas culminará em uma receita mínima para as promoções de lutas.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/02/2021
_
Foto acima : O estádio também já sediou lutas de MMA como esta entre Xu Xiaodong e Yuichiro Nagashima em 2019. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Lumpinee Boxing Stadium | Divulgação ).
 
Abaixo : Xu Xiaodong fez uso de um eficiente ‘ground and pound’ para vencer no segundo round. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Lumpinee Boxing Stadium | Divulgação ).
 
77117524 2596981160360126 4109026449380343808 n d3265

Campeonatos de “tapa na cara” viram ‘febre’ no Nordeste do Brasil

Conhecido popularmente como “tapa na cara” aqui no Brasil, o esporte chamado de ‘tapa esportivo’ ou ‘slapping’ pelos gringos, experimenta um grande crescimento pelo mundo nos dias atuais. 
 
Os campeonatos do gênero são realizados há muito tempo nos Estados Unidos, principalmente no Texas. No entanto, esses torneios nunca foram profissionais, mas amadores. 
 
Pelo que consta, o primeiro campeonato profissional foi realizado em Moscou ( Rússia ) em maio de 2018. Já o primeiro campeonato mundial de ‘tapas esportivos’ foi realizado em 20 de março de 2019 na cidade siberiana de Krasnoyarsk ( também na Rússia ).
 
Assim sendo, os russos são citados pela maioria como os criadores da modalidade, uma vez que a mesma se popularizou naquele país. Por outro lado, alguns poucos outros clamam que os criadores do esporte são, de fato, os americanos.
 
As competições da modalidade consistem em participantes que devem desferir os golpes, em rodadas alternadas, com a maior força possível no rosto e perde quem desistir.
Mas é preciso atentar para as regras : só pode bater com os dedos e as mãos, nada de usar o pulso. O tapa não pode pegar no ouvido, nos olhos ou na têmpora do rival.
 
Em abril do ano passado, o lutador de MMA Wagner da Conceição Martins, o ‘Zuluzinho’, participou de um desses concursos, em Moscou, cuja premiação era de 150 mil rublos russos ( cerca de R$ 10 mil ).
 
Famoso no mundo todo, principalmente no Japão e na Rússia, o filho do lendário ‘Rei Zulu’, encarou o lutador Vasily Kamotsky, conhecido como “o campeão dos tapas”.
 
Após uma sequência de golpes duros, os dois atletas decidiram dividir o prêmio. Desta maneira, o duelo terminou empatado e cada um voltou para casa com 75 mil rublos russos ( R$ 5 mil aproximadamente ). A competição foi mostrada pelo programa Esporte Espetacular da Rede Globo.
 
De volta ao Brasil, Zuluzinho - que é natural do Maranhão - promoveu o 1° campeonato de “tapa na cara”, em São Luís, capital do estado, em 5 de dezembro. A competição - que contou com o apoio do vereador Astro de Ogum - foi um sucesso de público e crítica.
 
Na sequência, foi a vez de Imperatriz, a segunda cidade mais populosa do estado do Maranhão, sediar a 2ª edição do campeonato de “tapa na cara”, em 30 de janeiro.  A competição, que teve lugar no Imperial Shopping, mais uma vez foi um sucesso.
Um dos grandes campeões dessa etapa - que teve o patrocínio da Black Skull, entre outros - foi o lutador “gafanhoto mão de pedra”.
 
Agora, Zuluzinho - que tem um registro no Sherdog de 22 lutas, sendo 12 vitórias, nove derrotas e uma luta ‘no contest’ ( ou seja, “sem resultado” ) - fará o seu retorno como profissional de MMA no Fight Nights Global, na Rússia.
 
Contudo, ele promete que ainda realizará a 3ª edição do campeonato de “tapa na cara”, novamente no Maranhão, até o final deste ano.
Mas será que diante de tanto investimento nas competições, a modalidade finalmente irá ‘pegar’ aqui no Brasil ?
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 05/02/2021
_
Foto : Um dos ‘flagrantes’ da 2ª edição do campeonato de “tapa na cara”.  ( Créditos | Cortesia : Acervo Pessoal Wagner Martins | Divulgação ).

“Road to ONE 7rd : Young Guns” será realizado em fevereiro no Japão

O show de MMA “Road to ONE 7” está programado para o dia 22 de fevereiro, em Tóquio, capital do Japão. O evento terá lugar no Shibuya O-East e apresentará alguns lutadores japoneses em ascensão.

O ‘main event’ ( e portanto “evento principal” ) da programação será uma luta na categoria peso palha entre Itsuki Hirata e Miku Nakamura.
 
Hirata ( 3-0 ), foi vista pela última vez em ação no ONE:‘Warrior’s Code’ em fevereiro do ano passado. A jovem de 21 anos estava invicta como amadora e venceu suas três lutas profissionais pela promoção de Chatri Sityodtong.
 
Sua oponente é Miku Nakamura ( 3-3 ). Ela nunca havia lutado pelo ONE Championship e vem de uma derrota por decisão majoritaria para Miyuki Furusawa no Shooto 1220.
 
Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card trará o invicto adolescente Miyuki Furusawa ( 4-0 ) diante do experiente Takafumi Ato ( 10-10 ). O jovem de 18 anos fez sua estreia em 2019 e venceu as suas quatro lutas na carreira pelo Shooto.
 
Outro prospecto invicto da categoria peso palha no evento é Keito Yamakita ( 3-0 ), que até agora havia lutado apenas na promoção Pancrase. No “Road to ONE 7” ele enfrentará Shuto Aki ( 5-2-1 ), lutador do Shooto.
 
O ‘card’ do “Road to ONE 7” foi batizado de ‘Young Guns’ e deve servir de plataforma para os novos talentos japoneses.
 
Mas o show também trará vários veteranos, entre estes alguns que já lutaram no ONE Warrior Series. Citamos o peso mosca Hikaru Yoshino ( 8-2 ), que terá pela frente Tomohiro Hagino ( 12-7 ).
 
Haverá ainda um confronto intrigante na divisão de leves, onde Takuya Nagata ( 9-3-1 ) lutará com Kazuki Kasai ( 5-1 ).
 
Esta sétima edição da série “Road to ONE” terá transmissão ‘ao vivo’ no Japão pela Abema TV.
 
Road to ONE 7rd : Young Guns
22 de Fevereiro de 2021
Shibuya Tsutaya O-East
Tóquio, Japão
 
Itsuki Hirata vs. Miku Nakamura 
Koyuru Tanoue vs. Takafumi Ato 
Shuto Aki vs. Keito Yamakita 
Toru Ogawa vs. Kenji Yamanaka 
Kohei Maeda vs. Toshiomi Kazama 
Hikaru Yoshino vs. Tomohiro Hagino 
Tatsuhiko Iwamoto vs. Daiki Nakata 
Takuya Nagata vs. Kazuki Kasai 
Kickboxing: Nagisa Arii vs. Yu Hiramatsu 
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 02/02/2021
_
Foto : Itsuki Hirata enfrentará Miku Nakamura no “Road to ONE 7”. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | ( C ) Abema TV | Divulgação ).

Nova promoção de MMA e Kickboxing Rondônia Champions Day estreia no mês de abril em Porto Velho

A cidade de Porto Velho, capital do estado de Rondônia, é reconhecida no cenário nacional do MMA como uma grande reveladora de talentos. O município, que é o terceiro mais populoso da Região Norte - atrás apenas de Manaus e Belém - sempre foi muito ativo quando o assunto era eventos de MMA.
 
Agora, após ficar praticamente doze meses impedido de sediar eventos devido à crise sanitária em nosso país, o município de Porto Velho receberá o maior evento de artes marciais mistas do estado.
 
Trata-se do Rondônia Champions Day, promoção de MMA e Kickboxing com doze lutas divididas em “undercard”, “card principal”, super lutas e disputas de cinturões. O show será realizado no dia 03 de abril.
 
Sempre trabalhando em prol do esporte rondoniense, o promotor Júnior Oliveira - que já realizou mais de vinte eventos de MMA em mais de dez anos de atividades - promete um show com os melhores lutadores de Rondônia, além de atletas convidados vindos do Acre e Amazonas, entre outros estados da região Norte do Brasil.
 
Destaque para o acreano Thomas Bryan ( até 61kg ), representante da Chute Boxe do seu estado. As últimas luta do atleta foram em eventos de MMA e K-1 disputados em Porto velho e Rio Branco ( Acre ). Seu cartel é composto por quatro vitórias e uma derrota.
 
Também gostaríamos de citar Carlos Cainan ( 80kg ), jovem atleta local, muito agressivo e que não gosta de deixar a luta ir parar nas mãos dos juízes. O invicto lutador estará buscando a sua quarta vitória no MMA. Não é à toa que Carlos fará o ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação.
 
Além disso, o evento seguirá todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), responsável pela doença Covid-19.
 
Logicamente também não haverá venda de ingressos, pois a pandemia do coronavírus forçou as promoções esportivas no mundo inteiro a realizarem seus eventos sem a presença do público, para evitar aglomerações e a propagação da doença. 
 
Contudo, o show contará com a transmissão de todas as lutas ‘ao vivo’ pela RedeTV! Rondônia ( emissora de televisão que opera no canal 17 e é afiliada à RedeTV! de São Paulo ).
 
Quem levará a melhor no Rondônia Champions Day ? Confira o ‘card’ completo abaixo.
 
RONDÔNIA CHAMPIONS DAY
03 de abril de 2021
Porto velho-RO
 
PRELIMINAR
 
01 - categoria 71kg / modalidade K1
Luan Max (Porto Velho)
X
Lucas Aviz (Porto Velho
 
02 - categoria 54kg / modalidade K1
Jean Lucas (índio)
X
Dalvan (Neném)
 
03 - categoria 54kg / modalidade K1
Abne Amorim (Porto Velho)
X
Carlos Eduardo (Porto Velho)
 
04 - categoria 63,5kg / modalidade K1
Anderson Julio (Cacoal)
X
Luiz Robert (Porto Velho)
 
05 - categoria 75kg / modalidade K1
Victor Villar (Porto Velho)
X
Mayter Luter King (Porto Velho)
 
06 - categoria 60kg / modalidade K1
Leandro Silva (guajará mirim)
X
Atila Silva (Porto Velho)  
 
07 - categoria 52kg / modalidade K1
Laura Floresta (Porto Velho)
X
Fernanda Navalho (Porto Velho)
 
CARD PRINCIPAL
 
08 - categoria 70kg / modalidade MMA
Bryan Felipe (Porto Velho)
X
08 - Walison Latino ( Mato Grosso)
 
09 - categoria 77kg / modalidade K1
Cleyton Santos (Cacoal)
X
09 - Natan Sagat (Porto Velho)
 
10 - categoria 61,2kg modalidade MMA
André Rodrigues (Cacoal)
X
10 - Thomas Bryan (Rio Branco)
 
co-luta principal
11 - categoria 63,5 / modalidade K1
Iago “Jason” (Porto Velho)
X
11 Cristiano Ferreira (Humaitá)
 
LUTA PRINCIPAL
12 - categoria 80kg / modalidade MMA
Carlos Cainan (Porto Velho)
X
12 - Charles Oliveira (Porto Velho)
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
WE ARE COMING !
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/02/2021
_
Foto acima : O ‘flyer’ de divulgação do Rondônia Champions Day.  ( Créditos | Cortesia : ( C ) Rondônia Champions Day  | Divulgação ).
 
Abaixo :  O promotor Júnior Oliveira. ( Créditos | Cortesia : AP Júnior Oliveira | Divulgação ).
 
144809348 728901654496325 6905963444478091508 n 4dd91

Gladiator 13 retornará em 7 de fevereiro ( domingo ) em Osaka, Japão

A promoção japonesa de MMA, Gladiator Fighting Championship, retornará em 07 de fevereiro com mais um ‘card’ ( Gladiator 013 ) que contará com três lutas pelo título. 
 
Na luta principal, o experiente veterano do UFC, Shunichi Shimizu, lutará com Takeya Takemoto pelo cinturão da categoria peso pluma.
 
Takemoto ( 11-6-1 ) está vindo de uma seqüência de três vitórias consecutivas. Ele conquistou o cinturão ao vencer Shuichi Kanda, no Gladiator 12, em fevereiro do ano passado.
 
Por sua vez, Shimizu ( 34-23-11 ) também conquistou a vitória no Gladiator 12. Entre seus adversários na carreira figuram nomes como Mark Striegl , Soo Chul Kim, Yosuke Saruta , Kyung Ho Kang e Motonobu Tezuka.
 
Também defendendo o título pela primeira vez estará o campeão dos penas Munehiro Fujita ( 9-9-2 ), que enfrentará Akira Haraguchi ( 4-2 ). O campeão volta após uma ausência de quase três anos.
 
O título provisório dos leves estará em jogo na luta em que Yutaka Ueda ( 12-7-1 ) desafiará Shinji Sasaki ( 18-12-3 ). Este último está afastado desde 2018, enquanto o primeiro teve três lutas no ano passado, vencendo duas delas.
 
Como parte dos esforços para conter a pandemia do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), responsável pela doença Covid-19, os organizadores estarão enviando um ‘kit de testes’ para cada academia e equipe duas vezes antes do torneio. A medida faz parte dos esforços para prevenir a infecção, exigindo relatórios dos resultados dos testes “10 dias antes” e novamente “um dia antes” da competição.
 
Ainda como parte desse processo o evento poderá vir à ser realizado sem a presença de público.
 
Gladiator 013
07 de fevereiro de 2021
Toyonaka
Osaka, Japão
 
Takeya Takemoto (c) vs. Shunichi Shimizu ( título peso galo )
Munehiro Fujita (c) vs. Akira Haraguchi ( título peso pena )
Yutaka Ueda vs. Shinji Sasaki ( título provisório peso leve )
Masayuki Watanabe vs. Kengo Fujita
Takeshi Kunito vs. Taiki Hamasaki ( peso pena )
Yuki Uejima vs. Yuto Aragaki ( peso galo )
Takuho Ishida x Kazuhito Suzuki ( peso médio )
Kazumasa Tsubouchi x Arata Ueki ( peso mosca )
Sora Enmei vs. Yuki Ueda ( peso pena )
Icho Tomon vs. Ureta Chestel ( peso mosca )
Nakatsuka Nobuyoshi vs. Masashi Kimura ( peso mosca )
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 28/01/2021
_
Foto : O ‘flyer’ de divulgação do Gladiator 013. ( C ) Gladiator FC | Divulgação ).
 

Brasília - DF sediou o retorno do WGP Kickboxing no último sábado

No sábado, 23 de janeiro, tivemos o retorno em grande estilo do WGP Kickboxing, em sua primeira edição regional, em Brasília-DF. A promoção voltou à ativa depois de mais de um ano de inatividade por conta da pandemia do Covid-19.
 
O WGP Brasília foi realizado seguindo todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ),  responsável pela doença Covid-19. Também não foram comercializados ou distribuídos ingressos, uma vez que não seria permitida a presença de qualquer tipo de público.
 
O evento na capital nacional foi viabilizado através de emenda parlamentar do Deputado Distrital Martins Machado, destinada à Secretaria de Esportes e Lazer do Distrito Federal. O Deputado Martins tem apoiado constantemente, não somente ações de desenvolvimento do esporte Kickboxing, mas também de muitos outros esportes. 
Também não podemos esquecer de citar o apoio do Deputado Júlio César Ribeiro.
 
O maior show de ‘trocação’ do Brasil na atualidade foi novamente realizado pela CBKB, com chancela internacional da WAKO Pró e contou com a transmissão ‘ao vivo’ dos canais Bandsports, Combate e Fox. 
 
Esta edição do WGP na capital federal reuniu, além de atletas “rodados”, novos valores do Kickboxing brasileiro, notadamente do DF, que tem se destacado muito no cenário competitivo a modalidade.
 
O ‘card’ coroou dois novos campeões dos torneios eliminatórios do WGP, que tiveram que vencer duas lutas na noite ( cada ). André Martins ( até 71,8kg ) e Júlio Assunção ( até 64,5kg ), que venceram ( nas finais ) Geova Sabino e Mateus Pereira, respectivamente.
Assim sendo, o primeiro levou para casa o título de campeão do GP dos meio médios ( até 71,8kg ), enquanto Assunção, o grande prospecto da região centro-oeste do Brasil, tornou-se campeão do GP dos super leves ( até 64,5kg ).
 
Nas ‘Special Fights’ o duelo entre Guilherme Monteiro e Wellington Mourão foi muito intenso, com bons momentos para os dois lados. Ao final dos três rounds, melhor para Guilherme, que obteve a vitória por decisão unânime em uma das melhores lutas da noite.
 
Entre os lutadores da categoria peso pesado, Guilherme Julio fez bonito ao dominar e mostrar muito preparo físico para vencer João Pedro Simão por decisão unânime.
 
Já Rafael Andrade foi superior a Bruno dos Santos em boa parte da luta e levou a vitória por decisão dividida.
 
O evento contou ainda com outras cinco lutas no “Undercard” ou ‘card’ preliminar, com destaque para o triunfo de Reginaldo Brito por nocaute diante de Yuri Pereira.
 
WGP Kickboxing Brasília
Sábado, 23 de janeiro de 2021
Brasília-DF, Brasil
 
CARD PRINCIPAL:
Andre Martins venceu Geova Sabino por nocaute aos 2m45s do R3
Julio Assunção venceu Mateus Pereira por decisão unânime
Guilherme Monteiro venceu Wellington Mourão por decisão unânime
Guilherme Julio venceu João Pedro Simão por decisão unânime
Rafael Andrade venceu Bruno dos Santos por decisão dividida
Geova Sabino venceu Jeremias Henrique por decisão dividida
André Martins venceu Elder Dias por nocaute aos 2m30s do R2
Mateus Pereira venceu Meijy Portela por decisão unânime
Julio Assunção venceu João Pedro Moreira por decisão unânime
 
CARD PRELIMINAR
Reginaldo Brito venceu Yuri Pereira por nocaute
Lucas Silva venceu Celso Ribeiro por pontos
Rony Henrique venceu Pedro Victor por pontos
Hiago Pereira venceu Rômulo Araújo por pontos
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 26/01/2021
_
Foto acima : André Martins foi um dos destaques do WGP Brasília. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Honney Pereira | ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).
 
Abaixo : O ‘flyer’ de divulgação do WGP Brasília ( WGP BSB ) realizado em 23 de janeiro. ( Créditos | Cortesia : ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).
 
5a1a95d4c420210112043034 99704
 

Veja os resultados e destaques do ONE : “Unbreakable” realizado em Singapura

O ONE Championship iniciou a sua programação de 2021 na sexta-feira ( 22 de janeiro ) retornando para a sua base no Singapore Indoor Stadium, em Singapura, local do ONE Championship: “Unbreakable”. 
O evento foi transmitido ‘ao vivo’ no aplicativo do ONE e no canal da franquia no YouTube. 
Além disso, a promoção seguiu todas as recomendações dos órgãos de saúde.
 
No ‘headliner’ da noite tivemos uma disputa pelo título de Kickboxing na categoria peso galo do ONE, onde Alaverdi Ramazanov enfrentou Capitan Petchyindee Academy. 
 
O primeiro round foi uma ‘blitz’ de ambos os lados, mas foi a pressão para a frente de Petchyindee que trouxe problemas para Ramazanov. Esses problemas aumentaram no segundo round, com a “estrela tailandesa” cravando caneladas nas pernas e no corpo do russo repetidamente. Eventualmente, com Ramazanov contra o ‘cage’, Capitan desferiu um “gancho” de direita no corpo e um direto de direita na cabeça para colocar o campeão no chão e levar o seu cinturão para casa aos 1:56 do segundo round.
 
Para aqueles que buscam a sua “dose” de ‘adrenalina’ nas artes marciais mistas, o ‘card’ trouxe a “lenda japonesa” das finalizações, Shinya Aoki, diante do ex-campeão dos médios do Legacy Fighting Alliance, James Nakashima. 
Aoki machucou Nakashima com um golpe direto na cabeça. Com os dois lutadores no ‘clinch’, Aoki também usou alguns “underhooks” para castigar Nakashima. Na sequência, Aoki pegou as costas do seu adversário. Uma vez “mochilado”, foi uma questão de segundos para Nakashima tornar-se mais uma vítima do homem que quebrou o ‘recorde’ de maior número de finalizações na história de ONE, que agora é de 46-9, enquanto Nakashima cai para 12-2. 
Após a luta, Aoki estava em lágrimas.
 
Por sua vez, Gadzhimurad Abdulaev não perdeu tempo em sua luta com o ex-campeão dos meio médios do ONE, Zebaztian Kadestam, ao pegar as costas e aplicar um mata-leão, melhorando o seu “cartel” como profissional para 6-0.
 
Em outra disputa de MMA da noite, a chinesa Meng Bo garantiu uma vitória por decisão unânime sobre a brasileira Samara Santos. Bo demonstrou boa “trocação” e exibiu suas habilidades na luta “agarrada” com um arremesso de quadril já no segundo round. No término da luta, Bo dominava, castigando a sua adversária da montada. Seu ‘recorde’ agora é de 17-5, enquanto Samara cai para 11-8-1.
 
Já o filipino Lito Adiwang iniciou o primeiro round de sua luta desferindo alguns chutes poderosos nas pernas e no corpo ex-campeão do Deep, Namiki Kawahara. Ele também mostrou excelente defesa de queda quando o japonês optou por tentar derrubá-lo. Ele definiu a luta ao seu favor com um soco já no segundo round.
 
ONE Championship : “Unbreakable”
Sexta-feira, 22 de janeiro de 2021
Singapore Indoor Stadium
Kaalang, Singapura
 
Kickboxing: Capitan Petchyindee Academy venceu Alaverdi Ramazanov por nocaute aos 1:56 do segundo round - título dos galos
MMA : Shinya Aoki venceu James Nakashima por finalização ( mata-leão ) aos 3:41 do primeiro round
Kickboxing: Rade Opačić venceu Bruno Susano por “TKO” aos 1:11 do segundo round
MMA : Gadjimurad Abdulaev venceu Zebaztian Kadestam por finalização ( mata-leão ) aos 2:09 do primeiro round
MMA : Bo Meng venceu Samara Santos por decisão unânime
MMA : Lito Adiwang venceu Namiki Kawahara por nocaute aos 2:02 do segundo round
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 24/01/2021
_
Foto acima : A chinesa Meng Bo voltou à vencer no evento. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
 
Abaixo : O evento seguiu todas as recomendações dos órgãos de saúde. No flagrante, Meng Bo e a brasileira Samara Santos. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
 
image 1611318539 137bb

Nova promoção de MMA The Beast Championship estreia na Coréia do Sul

As mulheres não são estranhas à discriminação no local de trabalho - mesmo que este seja um octógono de artes marciais mistas. País onde a discriminação de gênero no ‘cage’ é notória, a Coréia do Sul lançará uma nova promoção de MMA em 27 de fevereiro.
 
Trata-se do The Beast Championship 1 ( TBC 1 ), show que terá transmissão “ao vivo” no YouTube.
 
A promoção pretende dar a sua contribuição no combate à discriminação de gênero - dentro e fora dos ‘cages’ e octógonos - ao escalar a luta entre as atletas da categoria feminina Yerin Hong e Inyeong Choi. 
 
Yerin Hong ( 2-1 no MMA ) é uma veterana na promoção japonesa Pancrase e vem de recente vitória contra Kyo Lin Kim no evento local Zeus FC 5. Ela está em 12º lugar entre 45 mulheres ativas no MMA da Coreia do Sul ( peso por peso ).
 
Já a sua adversária Inyeong Choi fará a sua estreia no MMA Profissional. A luta será na categoria peso palha. Não por acaso, a luta será o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card’.
 
Também entre as mulheres, Eun Bi Cho ( 0-3-0 ) lutará com Kyo Lin Kim ( 1-3-0 ).
 
Gostaríamos de destacar ainda a participação do veterano do UFC Will Chope ( 38-17 ) que enfrentará Min Hyuk Lee ( 5-2 ) em uma luta na categoria peso leve.
 
Outra luta digna de destaque será entre os pesos pesados Myung Hwan Kim ( 2-1-0 no MMA profissional e 5-1 no MMA amador ) e Seung Jun Lee ( 1-2-0 no MMA profissional e 2-2 no MMA amador). 
Os dois lutadores atravessam momentos distintos na carreira. 
Kim vem de vitória sobre Jung Kyun Kim no Angel’s Heroes 3, que teve lugar em Gangnam, na Coréia do Sul , enquanto Lee amarga uma derrota sofrida para Dzhambulat Dzutsev no MFP: Governor’s Cup, realizado em Vladivostok, na Rússia.
 
O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do TBC 1 será um duelo entre o invicto Chang Ho Lee ( 6-0 )-que lutou apenas uma vez em 2020 e conquistou vitória por decisão sobre Sung Joo Hwang no Zeus FC 3- e Joo Hwan Kim ( 6-2 ), vindo de uma recente vitória sobre o  invicto  lutador tailandês Saharat Khongsawat no ONE Warrior Series 9. Kim irá descer uma divisão para esta luta na categoria peso mosca.
 
The Beast Championship 1 
27 de fevereiro de 2021
TBA, Coréia do Sul
 
Chang Ho Lee x Joo Hwan Kim
Yerin Hong x Inyeong Choi
Myung Hwan Kim x Seung Jun Lee 
Brennan Cleveland x Chul Ahn 
Hyo Je Cho x Sang Min Park 
Min Hyuk Lee x Will Chope 
Eun Bi Cho x Kyo Lin Kim 
Tareyoon Kang x Myeungju Lee 
Chan Jung Park x Harang Choi 
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 20/01/2021
_
Foto : Yerin Hong enfrenta Innyeong Choi no The Beast Championship 1 em 27 de fevereiro. ( Cortesia | Créditos : ( C ) The Beast Championship | Divulgação ). 
 

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png4.png1.png1.png7.png1.png6.png
Hoje:481
Ontem:1327
Últimos 7 dias:4311
Mês:28070
Total:411716

Conectados simultaneamente

30
Online

28-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top