ptzh-CNenfritjakoruesvi

Empresa japonesa é acusada de exportar equipamento de grau militar para a China

O dono de 90 anos de uma pequena fábrica em Tóquio vem exportando os motores há mais de 40 anos.

O presidente de 90 anos de uma pequena fábrica no distrito de Ota (Tóquio) vem exportando servomotores há mais de 40 anos.

Então, em julho, ele ficou chocado quando o Departamento de Polícia Metropolitana enviou documentos sobre ele à promotoria sob suspeita de tentar exportar os motores para a China, citando que eles poderiam ser usados para propósitos militares.

Especialistas alertam que operadores de negócios como o do presidente da companhia devem continuar cautelosos sobre seus clientes e seguir instruções do governo para evitar que seus produtos caiam nas mãos erradas.

O presidente desenvolveu o dispositivo em sua casa e fábrica há cerca de 45 anos através de tentativa e erro.

Um servomotor converte sinais elétricos em movimentos de uma máquina.

Desviado para uso militar

Embora não tenha vendido logo no começo, a companhia começou a receber muitos pedidos locais e do exterior após ele ter sido usado como suporte em filmes de Hollywood.

Desde então, ele tem sido usado para dispositivos de controle de rádio, braços robóticos industriais e equipamento empregado pela NASA, de acordo com o presidente.

Nos últimos anos, a companhia enviou cerca de mil servomotores ao ano. Fabricados pelo presidente, sua esposa de 84 anos e dois funcionários, a maioria dos motores é enviada a clientes fora do Japão.

As Nações Unidas apontaram em um relatório temer que os motores da companhia estavam sendo usados para propósitos militares baseadas no fato que eles foram empregados em um drone iraniano que caiu no Afeganistão e por outras razões.

Fonte: Asahi

Amazon fecha 340 lojas online de companhia chinesa

Lojas operadas pela Shenzhen Youkeshu Technology foram fechadas por alegada violação de regras da Amazon.

A Amazon fechou 340 lojas online operadas por uma das maiores varejistas chinesas da plataforma no primeiro semestre deste ano, enquanto a gigante do e-commerce dos EUA intensifica sua repressão contra reviews pagos e outras violações.

A ação foi tomada contra lojas operadas pela Shenzhen Youkeshu Technology Co. por alegada violação de regras da Amazon, sem fornecer quaisquer detalhes, de acordo com um arquivo da matriz Tiza Information Corp.

As lojas afetadas, as operações as quais a Amazon proibiu ou congelou, formaram 30% da presença varejista total da Youkeshu na plataforma, de acordo com a Tiza.

Ela disse que mais de 130 milhões de yuans ($20.08 milhões) dos fundos da Youkeshu foram congelados e estimou que suas vendas no primeiro semestre deste ano devem ser reduzidas em 40 a 60 por cento.

A Tiza disse em seu arquivo que “regras em plataformas de e-commerce têm sido endurecidas, visto que violação de direitos e manipulação de reviews continuaram a aumentar”.

O caso da Youkeshu marca o mais recente golpe à comunidade “Made in China, vendida na Amazon”, incluindo varejistas da China continental que debandaram para a plataforma dos EUA em uma tentativa de alcançar clientes internacionais.

Enquanto a Youkeshu também operem lojas em outros sites incluindo eBay, Wish e Aliexpress, a companhia afiou seu foco na Amazon no ano passado com “um estoque estratégico” para a plataforma, disse a Tiza.

Fonte: China Morning Post

Shenzen avança impulsionada pelo crescimento econômico da China

 

Shenzen é uma importante cidade na província chinesa de Guangdong. É parte da megalópole do Delta do Rio das Pérolas, e faz fronteira com Hong Kong ao sul, Huizhou ao nordeste e Dongguan ao noroeste.
A cidade foi designada como uma zona econômica especial pelo Comitê Central do Partido Comunista Chinês, nos idos de 1980. 
 
Uma simples vila de pescadores há 40 anos, Shenzhen tornou-se destaque na grande mídia logo após os primeiros três meses deste ano, graças aos preços de suas casas em comparação aos de Hong Kong.
 
A cidade registrou o crescimento mais rápido em preços de residências de luxo do mundo, superando até mesmo os mercados imobiliários tradicionais, como Hong Kong, Londres, Nova York e Paris, de acordo com a consultoria imobiliária Knight Frank.
 
As cidades chinesas de Xangai e Guangzhou também ficaram em segundo e terceiro lugar na lista de 46 cidades.
Mercados imobiliários de luxo tradicionais, como Hong Kong, Londres, Dubai, Paris e Nova York, ficaram próximos ao final da classificação, ficando entre o 42º e o 46º lugar, respectivamente.
 
Uma casa de luxo em Shenzhen é normalmente uma unidade com um tamanho de pelo menos 200 metros quadrados e com preço de pelo menos 100.000 yuans ( US $ 15.445 ) por metro quadrado. Isso resulta em casas de luxo de nível básico com preços entre 15 milhões e 16 milhões de yuans. Ao mesmo tempo, a demanda tem aumentado à medida que as preocupações com a pandemia continuam diminuindo.
 
Atualmente, Shenzhen é classificada como o centro de tecnologia da China Continental e abriga algumas das maiores empresas chinesas, como a editora de jogos Tencent, a fabricante de dispositivos de telecomunicações 5G Huawei, o credor e segurador Ping An Group e o fabricante de drones DJI.
 
Além disso, a cidade também faz parte da região da Greater Bay Area ( GBA ), um plano nacional ambicioso, que visa criar um cluster de metrópoles globalmente competitivo no Delta do Rio das Pérolas, já citado no início deste artigo.
 
Shenzen também não é estranha à comunidade do MMA pelo fato de já ter sediado eventos do porte do M-1 Challenge, MMC 3, Superstar Fight, Glory of Heroes, Kunlun Fight, Super Kombat e até mesmo UFC.  
Os fãs do esporte ainda lembram do quinto evento do UFC promovido em solo chinês e realizado no Shenzhen Universiade Sports Centre e que consagrou Li Jingliang e a ex-campeã Weili Zhang.
 
Agora que a China foi a primeira à se recuperar da Covid-19, o país com a maior população mundial continua com a economia mais aquecida do planeta e, à título de curiosidade, Shenzhen, Xangai e Guangzhou tem políticas de restrições relativamente menos rigorosas do que Pequim. 
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 18/05/2021
_
Legenda : A cidade se destaca entre os mercados imobiliários de luxo tradicionais. No flagrante, visão noturna do centro de Shenzhen, na província de Guangdong, sul da China.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C )  Xinhua | ( C ) South China Morning Post | Divulgação ).
 
Legenda : A ex-campeã Weili Zhang se consagrou no UFC Shenzhen, em 2019.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Getty Images | ( C ) UFC | ( C ) WME IMG | Divulgação ).
gettyimages 1164773598 346b9

Resultados do ONE Hero Series 13 e 14 realizados no final de semana em Xangai, na China

O ONE Championship sediou seu primeiro evento ‘ao vivo’ após uma pausa de quatro meses devido a pandemia do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, que levou a organização a interromper temporariamente os seus shows programados para os meses de março à maio. Mas agora a franquia retornou à ação no coração da China. Hua Fung Teh, presidente do grupo do ONE Championship na China, ficou encantado ao ver o retorno da organização ao seu país. Na retomada de suas atividades, a promoção realizou dois ‘cards’ de lutas sem público em Xangai, com o ONE Hero Series 13 acontecendo no sábado à noite ( 20 de junho ), enquanto o ONE Hero Series 14 foi realizado na noite de domingo ( 21 de junho ). O ‘card’ do ONE Hero Series 13 foi composto por três lutas de MMA e duas lutas de kickboxing do ONE Super Series. Já o ONE Hero Series 14 apresentou três lutas de MMA e duas kickboxing. Destaque para o ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ONE Hero Series 13 protagonizado pelo nativo de Sichuan, Ze Lang Zha Xi, e o novato no ONE, Liang Hui. Os dois já haviam lutado algumas vezes em eventos chineses de artes marciais mistas e novamente os atletas da categoria peso médio deram “tudo de si” dentro do ringue. Após o término do confronto, o lutador Ze Lang Zha Xi obteve uma nova vitória sobre Liang por decisão unânime dos juízes. Com o resultado, o representante do Enbo Gedou melhorou seu registro nas artes marciais mistas para 13-4-1, enquanto Liang caiu para um recorde profissional de 5-5-1. Nas demais lutas de MMA da programação, quem brilhou foi Wang Zhen ( 3-5 ), que emergiu triunfante em sua luta na categoria peso mosca contra Zou Jin Bo ( 4-7 ), obtendo a vitória por decisão dividida depois de quase terminar a luta com um mata-leão no último minuto do duelo. O destaque do kickboxing foi Yang Hua que passou os três rounds da sua luta com Wei Zi Qin em uma “trocação” franca de socos e chutes para obter a vitória por decisão dividida dos juízes. Ao término da programação, as palavras de Hua Fung Teh mostravam otimismo :
-“Nós do ONE Championship temos o prazer de receber novamente os mais emocionantes eventos de artes marciais do mundo. Gostaria de agradecer pessoalmente a todos os fãs pelo apoio contínuo à nossa organização e aos nossos atletas. Xangai serviu como pano de fundo perfeito para o retorno do prestigiado ONE Hero Series, que visa mostrar o melhor dos jovens talentos de artes marciais da China. Ao impor rigorosas medidas sanitárias e de segurança, garantimos a prioridade à saúde e ao bem-estar de todos que fizeram desses eventos consecutivos um enorme sucesso.”-analisou o presidente do grupo do ONE Championship na China. As lutas foram transmitidas nas plataformas de vídeo : Toutiao / Xigua da ByteDance, bem como no Douyin. A Qinghai TV e a Shenzhen TV5 também transmitiram os dois eventos de lutas, mas ambas as redes televisivas exibiram os dois ‘cards’ apenas na China. O próximo evento do ONE já foi batizado de “Fists of Fury” e está programado para o dia 03 de julho.
O mesmo deverá ser realizado no Singapore Indoor Stadium, em Singapura. Resultados do ONE Hero Series 13 : MMA : Ze Lang Zha Xi venceu Liang Hui por decisão unânime
Kickboxing: Luo Chao venceu Zhao Jun Chen por decisão dividida
Kickboxing: Yang Hua venceu Wei Zi Qin por decisão dividida
MMA : Wang Zhen venceu Zou Jin Bo por decisão dividida
MMA : Fu Kang Kang venceu Wang Hu por finalização ( mata-leão ) aos 3:29 minutos do segundo round Resultados do ONE Hero Series 14 : Kickboxing : Xu Liu venceu Zhao Xiao Yu por decisão unânime
MMA : Zhu Kang Jie venceu Ayijiake Akenbieke por decisão unânime após três rounds
Kickboxing : Fu Qing Nan venceu Yuan Peng Bin por decisão dividida
MMA : Zhang Ze Hao venceu Gao Bo por nocaute aos 3:43 minutos do primeiro round
MMA : Li Zhe venceu Mo Hao Xiong por finalização ( mata-leão ) aos 3:16 minutos do primeiro round *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/06/2020
_
Foto : Ze Lang Zha Xi superou Liang Hui no ONE Hero Series 13. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Resultados do ONE Hero Series 13 e 14 realizados no final de semana em Xangai, na China

O ONE Championship sediou seu primeiro evento ‘ao vivo’ após uma pausa de quatro meses devido a pandemia do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, que levou a organização a interromper temporariamente os seus shows programados para os meses de março à maio. Mas agora a franquia retornou à ação no coração da China. Hua Fung Teh, presidente do grupo do ONE Championship na China, ficou encantado ao ver o retorno da organização ao seu país. Na retomada de suas atividades, a promoção realizou dois ‘cards’ de lutas sem público em Xangai, com o ONE Hero Series 13 acontecendo no sábado à noite ( 20 de junho ), enquanto o ONE Hero Series 14 foi realizado na noite de domingo ( 21 de junho ). O ‘card’ do ONE Hero Series 13 foi composto por três lutas de MMA e duas lutas de kickboxing do ONE Super Series. Já o ONE Hero Series 14 apresentou três lutas de MMA e duas kickboxing. Destaque para o ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ONE Hero Series 13 protagonizado pelo nativo de Sichuan, Ze Lang Zha Xi, e o novato no ONE, Liang Hui. Os dois já haviam lutado algumas vezes em eventos chineses de artes marciais mistas e novamente os atletas da categoria peso médio deram “tudo de si” dentro do ringue. Após o término do confronto, o lutador Ze Lang Zha Xi obteve uma nova vitória sobre Liang por decisão unânime dos juízes. Com o resultado, o representante do Enbo Gedou melhorou seu registro nas artes marciais mistas para 13-4-1, enquanto Liang caiu para um recorde profissional de 5-5-1. Nas demais lutas de MMA da programação, quem brilhou foi Wang Zhen ( 3-5 ), que emergiu triunfante em sua luta na categoria peso mosca contra Zou Jin Bo ( 4-7 ), obtendo a vitória por decisão dividida depois de quase terminar a luta com um mata-leão no último minuto do duelo. O destaque do kickboxing foi Yang Hua que passou os três rounds da sua luta com Wei Zi Qin em uma “trocação” franca de socos e chutes para obter a vitória por decisão dividida dos juízes. Ao término da programação, as palavras de Hua Fung Teh mostravam otimismo :
-“Nós do ONE Championship temos o prazer de receber novamente os mais emocionantes eventos de artes marciais do mundo. Gostaria de agradecer pessoalmente a todos os fãs pelo apoio contínuo à nossa organização e aos nossos atletas. Xangai serviu como pano de fundo perfeito para o retorno do prestigiado ONE Hero Series, que visa mostrar o melhor dos jovens talentos de artes marciais da China. Ao impor rigorosas medidas sanitárias e de segurança, garantimos a prioridade à saúde e ao bem-estar de todos que fizeram desses eventos consecutivos um enorme sucesso.”-analisou o presidente do grupo do ONE Championship na China. As lutas foram transmitidas nas plataformas de vídeo : Toutiao / Xigua da ByteDance, bem como no Douyin. A Qinghai TV e a Shenzhen TV5 também transmitiram os dois eventos de lutas, mas ambas as redes televisivas exibiram os dois ‘cards’ apenas na China. O próximo evento do ONE já foi batizado de “Fists of Fury” e está programado para o dia 03 de julho.
O mesmo deverá ser realizado no Singapore Indoor Stadium, em Singapura. Resultados do ONE Hero Series 13 : MMA : Ze Lang Zha Xi venceu Liang Hui por decisão unânime
Kickboxing: Luo Chao venceu Zhao Jun Chen por decisão dividida
Kickboxing: Yang Hua venceu Wei Zi Qin por decisão dividida
MMA : Wang Zhen venceu Zou Jin Bo por decisão dividida
MMA : Fu Kang Kang venceu Wang Hu por finalização ( mata-leão ) aos 3:29 minutos do segundo round Resultados do ONE Hero Series 14 : Kickboxing : Xu Liu venceu Zhao Xiao Yu por decisão unânime
MMA : Zhu Kang Jie venceu Ayijiake Akenbieke por decisão unânime após três rounds
Kickboxing : Fu Qing Nan venceu Yuan Peng Bin por decisão dividida
MMA : Zhang Ze Hao venceu Gao Bo por nocaute aos 3:43 minutos do primeiro round
MMA : Li Zhe venceu Mo Hao Xiong por finalização ( mata-leão ) aos 3:16 minutos do primeiro round *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/06/2020
_
Foto : Ze Lang Zha Xi superou Liang Hui no ONE Hero Series 13. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Promoção de lutas Wu Lin Feng retorna à China com novos ‘cards’ no mês de Maio

As medidas anti-epidêmicas aplicadas ativamente na China mostraram-se eficazes e promoveram a retomada da produção no país.
Agora, em meio à propagação da epidemia global foi anunciado que a promoção chinesa Wu Lin Feng será reiniciada a partir do mês de maio. O Wu Lin Feng é o show de artes marciais mais antigo da China, tendo sido criado em 2003 e atualmente o programa é televisionado pela Henan TV. Desde 2007, a competição se tornou mais internacional, trazendo novos desafiantes de outros países e realizando filmagens no exterior, inclusive na Holanda, Alemanha, Reino Unido, Portugal, Romênia, Rússia, Nova Zelândia, Tailândia, Laos, Emirados Árabes Unidos, Canadá e Estados Unidos. Os participantes incluem lutadores de K-1, profissionais de artes marciais mistas, lutadores de Muay Thai e praticantes de Wushu ( Kung Fu ) e Sanda ( Boxe Chinês ). Em 2013, o show foi classificado entre os 100 principais programas de televisão por satélite e cabo mais vistos na China. Apesar de ser uma promoção de Kickboxing, o WLF também realiza esporadicamente algumas lutas de MMA, em eventos sob o nome “EPIC”. Em 2017 os eventos foram renomeados para ‘WARS’. O Wu Lin Feng também lançou um novo evento chamado ‘New Generation’ ainda 2015. Uma das primeiras edições internacionais listadas da franquia foi batizada de “Wu Lin Feng 2009 - EUA vs China” e teve lugar no LV Hilton Hotel & Casino, em Las Vegas, Nevada, EUA, em 30 de agosto de 2009.
Já o show mais recente foi o “WLF W.A.R.S. 41” que teve o sub-título ‘Zheng vs Freitas’ e foi realizado em Zhengzhou, Henan ( região da China ) em 03 de janeiro de 2020. Para esse seu retorno, o WLF lançará o mais forte “Chinese King Championship” para criar uma nova geração de estrelas das lutas enquanto os confrontos internacionais ainda não podem ser promovidos nos eventos. Assim sendo, à partir desse mês de maio, a WLF realizará a ‘China Supreme Kings Battle’, que selecionará oito atletas talentosos e atrativos para o mercado com vistas à tornarem-se estrelas da China e que competirão por dois cintos supremos nacionais de ouro. Os lutadores disputarão em lutas válidas pela liga por 4 meses até a final do campeonato no mês de agosto e as disputas serão compostas por lutadores multiétnicos vindos de todas as regiões da China para reunir a mais forte linha de lutadores chineses. Com esse intuito, o WLF realizará torneios eliminatórios em quatro categorias distintas de peso : 60 kg, 63 kg, 65 kg, 70 kg. O novato Wang Jin está focado em manter o cinto da competição entre os 32 jovens talentosos com maior potencial de desenvolvimento hoje, que lutarão na forma de disputa em grupo e eliminação cruzada para competir nos quatro níveis pelo novo cinto da competição. Também serão realizadas algumas lutas casadas e alguns nomes com experiência em promoções do porte do K-1, Krush, Enfusion e no próprio WLF já estão confirmados, segundo produtor do evento, Wu Lin Yu. O WLF voltará à ser transmitido pela Henan TV a partir do dia 2 de maio e o horário de transmissão será às 19:30 ( horário local ) todos os sábados. << Resumo do evento >> Nome: WLF2020 China Super Champion League
Data : sexta-feira, 15 de maio de 2020 <início> Local: cidade de Zhengzhou, província de Henan, China
Direto da Henan Television Special Studio Datas: 15 de maio, 5 de junho, 3 de julho, 31 de julho e 29 de agosto ( final ). Lutadores selecionados : Time A
Jao Chung Yang ( Campeão Mundial do Enfusion de 2019 na categoria 60 kg )
Ju Shuai ( Campeão do WLF pela categoria de 60 kg em 2016 )
Fan Fader ( Campeão do WLF pela categoria de 63 kg em 2016 / 2017 e Campeão do WCF World Kung Fu King )
Jin Yin ( Estreante no WLF pela categoria de 60 kg em 2015 ) Time B
Jar Ao Chi ( Campeão da Copa do Mundo do WLF em 2019 )
Wei Lui ( Campeão intercontinental da WLF pela categoria 63kg em 2014 / ex-campeão leve do K-1 )
Wang Pong Fei ( Campeão do WLF pela categoria 65kg em 2019 )
Ryu Shan Min ( Campeão do peso médio no 70º aniversário do torneio ) << Resumo do evento >> Nome: WLF2020 China Super Rookie Champion League
Data : sexta-feira, 15 de maio de 2020 <início> Local: cidade de Zhengzhou, província de Henan, China
Direto da Henan Television Special Studio Datas : 15 de Maio, 5 de Junho, 3 de Julho <semi-finais> em 31 de julho <final do torneio>29 de Agosto de 2020 Categorias de peso : 60 kg, 63 kg, 65 kg, 70 kg. Sendo 8 atletas para cada categoria de peso em um total de 32 lutadores. Categoria de peso 60 kg
Lee Yuen Kun, Shwe Sheng Jen e 6 outros Categoria de peso 63 kg
One Ji Wei, Jen Feng e 6 outros Categoria de peso 65 kg
Pan Ja Yun, Jao Chuan Lin e 6 outros Categoria de peso 70 kg
Jishan, Song Xiao Chu e 6 outros *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 30/04/2020
_
Foto : O Wu Lin Feng voltará à ser transmitido pela Henan TV a partir de 2 de maio e o horário de transmissão será às 19:30 ( horário local )  todos os sábados. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Wu Lin Feng | WLF | Henan TV | Divulgação ).

Confira os resultados da 1ª fase do Wu Lin Feng 2021: World Contender League realizado na China

 Criado em 2003, o Wu Lin Feng é o show de artes marciais mistas ( MMA, na sigla em inglês para Mixed Martial Arts ) e “trocação” ( termo que designa todos os estilos de ‘lutas em pé’ ) mais antigo da China e carrega as memórias juvenis de uma geração de fãs de lutas em geral. A promoção tornou-se mais internacional à partir de 2007, quando resolver trazer novos desafiantes de outros países e iniciou filmagens no exterior, inclusive na Holanda, Alemanha, Reino Unido, Portugal, Romênia, Rússia, Nova Zelândia, Tailândia, Laos, Emirados Árabes Unidos, Canadá e Estados Unidos.

O perfil dos participantes dos shows do Wu Lin Feng incluem lutadores de K-1, profissionais de MMA e lutadores de Muay Thai, além de praticantes de Wushu ( Kung Fu ) e Sanda ( Boxe Chinês ).

Já em 2013, a promoção foi classificada entre os 100 programas ‘mais vistos na China’ com transmissão de televisão por satélite e cabo.

Apesar de promover mais as lutas de Kickboxing, o WLF também realizava esporadicamente algumas lutas de MMA, em eventos sob o nome “EPIC”, que significava ‘Elimination Power In Cage’.
Em 2017 tais eventos foram renomeados para ‘WARS’ ( ou “Warriors Arena of Ruthless Submission” ).
O mais recente show do “braço” de MMA da franquia, o WLF MMA 50 foi realizado em 14 de janeiro deste ano.

No sábado, 27 de março de 2021, Zhengzhou ( capital e maior cidade da província de Henan ), recebeu o Wu Lin Feng 2021: World Contender League ( 1ª fase ).
O evento foi transmitido ‘ao vivo’ pela Henan TV às 7 horas da manhã, ( horário do leste dos EUA ).

A “atração principal” e portanto ‘main event’ deste WLF foi a disputa entre Wei Rui - listado por alguns sites especializados como um dos melhores ‘lutadores peso por peso’ do planeta - diante do seu compatriota Liu Wei, em uma competição até 64 Kg.

Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) vimos Feng OuYang e Wenbao Han que lutaram pelo título de melhor lutador da China até 70 kg.

Os resultados da transmissão da TV chinesa estão abaixo. Houveram lutas adicionais no ‘card’ deste WLF, mas estas não foram incluídas na transmissão.

Wu Lin Feng 2021: World Contender League ( 1ª fase )
27 de Março de 2021
Zhengzhou, Henan
China

Wei Rui venceu Liu Wei por decisão após round extra
Ouyang Feng venceu Han Wenbao por decisão - até 70 kg
Yi Yuxuan venceu Zhang Jun por decisão
Zhu Shuai venceu Wei Weiyang por decisão unânime - até 63 Kgs
Yang Yang venceu Guo Chengru por decisão
Jin Ying venceu Shun Li por decisão - Válido pelo World Contender League até 63 Kgs
Zheng Jungfeng venceu Wang Zhiwei por decisão após round extra - até 63 quilos
Xu Yuanqing venceu Cheng Jungfeng por decisão unânime

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 29/03/2021
_
Legenda : O WLF é a promoção de Kickboxing e MMA mais antiga da China.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Wu Lin Feng | ( C ) WLF | ( C ) Henan TV | Divulgação ).

Legenda : As mulheres estão conquistando cada vez mais espaço nas competições de artes marciais e esportes de contato na China.
Foto abaixo: ( Créditos | Cortesia : ( C ) Wu Lin Feng | ( C ) WLF | ( C ) Henan TV | Divulgação ).

166409302 494160708629350 7746090874206322960 n 14d6a

Após alguns adiamentos JUST MMA retorna com a sua 4ª edição em Hong Kong

A promoção JUST MMA baseada em Hong Kong retornará em sua 4ª edição para o estádio Southorn no dia 13 de março ( sexta-feira ). Será o primeiro evento da franquia em um ano após o adiamento de datas anteriores devido à agitação política em toda a cidade. Uma luta na categoria peso galo já foi adicionada à programação. O prospecto de Hong Kong, Max Leali, deve enfrentar o japonês Hiroki Yamashita. Leali ( 3-1-1 ) competiu pela última vez no MMA em setembro de 2018, onde conquistou uma vitória sobre Roberto Medalla no JUST MMA Hong Kong 3. Uma lesão no joelho o manteve à margem por 11 meses, mas ele se recuperou e vem participando de algumas competições. Em outubro passado, Leali venceu uma luta de boxe amador no DEF Boxing, antes de ir para a Europa para competições consecutivas de Jiu-Jítsu, onde conquistou a prata no Paris Open Gi e No-Gi. Leali descreveu 2019 como um “ano turbulento” e disse que estava animado para voltar ao MMA. -“Eu quero me concentrar e focar no MMA por enquanto. Agora, voltar à minha carreira é minha principal prioridade. Sinceramente, tenho sorte de ter o time que tenho”.-disse ele, creditando sua equipe por ajudá-lo nos tempos difíceis. No JUST MMA Hong Kong 4, Leali estará vindo de duas vitórias consecutivas. Seu oponente, o japonês Hiroki Yamashita, tem um recorde de 7-7 no MMA, tendo competido em promoções do porte do Pancrase, Hex Fight, DEEP e mais recentemente no Grachan. Em dezembro passado, ele fez três lutas para conseguir uma vitória na final contra Kaito Sakamaki no GRACHAN 42. Espera-se que mais atletas “em ascensão estejam” no ‘card’, incluindo Andy Tang, jovem com um futuro promissor no MMA, que mais recentemente competiu no ‘card’ do ‘GRACHAN 42 x GLADIATOR 011’, em Tóquio. Tang ( 2-0 ) irá encarar Natthatorn Tampiyanan, que lutava sob a bandeira do Full Metal Dojo, na categoria peso pena, enquanto Narek Arutiunian, da Ucrânia, terá pela frente Rasul Tezekbaev. Arutiunian vs Tezekbaev será uma luta intrigante. Arutiunian é um especialista em finalizações e permanece invicto, enquanto Tezekbaev é ex-campeão asiático e do ADCC na Oceania. *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/01/2020
_
Foto : Just MMA promete voltar com força total no Southorn Stadium em Wan Chai, no mês de março. Os ingressos já estão disponíveis no https://www.ticketflap.com/justmmahk4 ( Créditos | Cortesia : JUST MMA | Divulgação ).

Globo negocia transmissão da luta de Esquiva Falcão direto da China

Boxe em alta e MMA em baixa. Esta é a tendência atual na maioria dos países pelo mundo e tentar negar essa realidade é, no mínimo, uma ingenuidade. Algumas edições do Ultimate Fighting Championship - maior organização de MMA na atualidade - realmente geram mais lucros que o boxe nos EUA, mas paradoxalmente, os campeões de boxe ainda ganham mais dinheiro do que os campeões de MMA.
Este é um dos motivos que levaram os lutadores a parar um pouco de migrar para o MMA, já que viram que podem sobreviver com o boxe. Inclusive, o próprio Dana White - presidente do UFC - já anunciou que também entrará na área da promoção de boxe, o que é mais uma prova de que o esporte está retomando a sua popularidade. Aqui no Brasil o cenário não é diferente. Após o período de “ebulição” do MMA em nosso país iniciado em 2011, o contrato entre a Rede Globo e o Ultimate terminou e com isso o UFC 237 ficou sem transmissão na TV aberta no ano passado. À princípio a notícia me soou estranha, e eu não sei se houve uma rescisão de contrato, pois o mesmo deveria ser estendido até 2022, mas foi noticiado que os dois lados estão longe de chegarem a um acordo. Nos bastidores do canal já se é falado que essa renovação não mais acontecerá. Por outro lado, a Globo - que é a segunda maior rede de televisão comercial do mundo e faz parte de um dos principais conglomerados de mídia do planeta - está em negociações com a Top Rank - empresa presidida por Bob Arum e maior produtora de lutas de boxe do mundo - para comprar os direitos de transmissão da próxima luta de Esquiva Falcão que será realizada na China.
Caso o negócio seja fechado, o evento será transmitido pelo SporTV no dia 2 de fevereiro. O interesse da emissora sediada na cidade do Rio de Janeiro pela modalidade poderá mudar os rumos do boxe brasileiro. Esquiva Falcão, 30 anos, lutará na divisão de até 72,5 kg. O duelo, que será realizado na cidade de Haikou, na China, é válido pelo título ‘silver’ do Conselho Mundial de Boxe e também será eliminatório pelo título mundial ‘linear’ dos médios. Quinto colocado no ranking do CMB, o capixaba irá encarar o chinês Ainiwaer Yilixiati, 26 anos, que não está ranqueado por nenhuma organização importante do boxe mundial. Entretanto, é um lutador com boa resistência e uma boa pegada. Não custa lembrar também que o brasileiro está invicto desde 2014, com um cartel de 25 vitórias, sendo 17 por nocaute. Mas as novidades para o boxe do Brasil não param por aí. Sérgio Batarelli, ‘manager’ de Esquiva Falcão, Robson Conceição e Adriana Araújo, além de CEO do Boxing For You, o maior evento de boxe profissional no Brasil, está trabalhando duro para que a “nobre arte” volte à ocupar o seu merecido lugar no país. Neste ano de 2020, graças à parceria firmada com a Fox Sport Internacional, o Boxing For You garantiu pelo menos 8 eventos para a temporada e pode chegar até 10 shows. A primeira noite de combates está prevista para o dia 1º de março e contará com Adriana Araújo defendendo seu título ‘silver’ do WBC. A luta valerá também como eliminatória pelo título mundial principal WBC. -“O contrato com a Fox Sports não é como os que tivemos com outros canais que apenas transmitiam as lutas. É uma parceria mesmo, com investimentos das duas empresas, além, claro, de possibilitar que o Boxing For You seja exibido ‘ao vivo’ para todo o mundo. Agora o evento é exclusivo do Canal Fox Sports. Vamos juntos fazer o boxe profissional do Brasil ser respeitado.”- explicou o empresário. *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 13/01/2020
_
Foto : A emissora está em negociações com a Top Rank para comprar os direitos de transmissão da luta da China para o Brasil. ( Créditos | Cortesia : Arquivo pessoal Esquiva Falcão | Sergio Batarelli ).

Resultados do ‘Legend FC 13’: Yuan Chunbo vs Liu Lian Jie em Macau, China

O Legend Fighting Championship promoveu seu 13º evento no sábado, ( 14 de setembro ), com um ‘card’ que teve lugar no prestigiado MGM Theatre, em Macau, China. A competição contou com lutas realizadas sob as regras do Sanda e do MMA e foi disputada por uma maioria de lutadores chineses, entre estes, muitos desconhecidos. Nesse seu retorno, a franquia contou com novos patrocinadores, como o OPRO e a AEE - Aviation Technology, entre outros.
Graças aos novos investidores, os chineses deram uma atenção maior ao lado do espetáculo, com inovações que chamaram a atenção do mundo inteiro.
As ‘ring girls’, por exemplo, eram acrobatas e, em vez de simplesmente circundar o ‘cage’ com as placas indicando qual era o próximo round, desciam do teto sentadas em bambolês presos por cabos. Quanto às lutas propriamente ditas, tivemos Yuan Chunbo, que marcou o seu nome na categoria de 66 kg graças à uma vitória por decisão sobre o especialista em finalizações Liu Lian Jie, no ‘main event’ ( evento principal ). Durante três rounds épicos, Yuan superou Liu com chutes oblíquos no tempo certo e ‘uppercuts’ que diminuíram o ritmo de seu oponente.
Liu, no entanto, teve seus bons momentos. No round de abertura, ele foi eficaz com seus chutes baixos e quedas, mas Yuan continuou focado e conseguiu uma vitória por decisão unânime. Na luta que foi a grande final do torneio de Sanda disputado na categoria de 80 kg, Yang Zhanwang dominou o kickboxer Yu Jianhong. O Sanda é uma modalidade que era conhecida anteriormente como Sanshou e também como boxe chinês em alguns países.
Yang Zhanwang venceu o torneio eliminatório de 4 homens em uma única noite com um estilo impressionante. Uma curiosidade à cerca deste torneio eliminatório foi a mudança das regras de Sanda para MMA na luta final.
Assim sendo, quando o round inicial começou, os dois lutadores já estavam ansiosos para manter a luta no chão. Yang foi o primeiro a tirar proveito das regras do MMA e levou seu oponente para a grade, onde ele fez uso de um “ground and pound” impressionante.
Quando o segundo round começou, Yang continuou dominando no chão, usando um excelente controle lateral para frustrar e castigar o oponente. Em uma das lutas casadas dignas de nota deste Legend FC, o especialista em “trocação” ( luta em pé ), Chen Jie, derrotou Adrian Fok, de Hong Kong, por decisão unânime.
Durante os três rounds, os dois homens trocaram golpes pesados, com Chen punindo Fok com golpes no corpo na luta em pé, e “ground and pound” quando no solo. Após o show, o Legend Fighting Championship anunciou que retornará ao MGM Theatre em Macau no dia 28 de dezembro para o Legend FC 14. Os detalhes do evento e o ‘card’ de lutas serão anunciados nos próximos dias. Confira abaixo os resultados do “Legend FC 13”, que  incluem : Legend FC 13
14 de setembro de 2019
MGM Theatre
Macau, China Regras do MMA: 66kg
Yuan Chunbo venceu
Liu Lian Jie por decisão unânime após três rounds Grande Final do Torneio de Sanda de 80 kg ( Regras do MMA )
Yang Zhan Wang venceu
Yu Jianhong por decisão unânime  após dois rounds Regras do MMA: 71kg
Yi Zha venceu Tenglige por nocaute técnico Regras do MMA: 61kg
Chen Jie venceu Adrian Fok
por decisão unânime após três rounds Regras do MMA: 68kg
Zhong Qing Ya venceu
Gao Haicang por decisão unânime após três rounds 2ª Semi-Final Torneio de Sanda de 80 kg ( Regras do Sanda )
Yu Jianhong venceu
Chang Juncheng por decisão dividida após dois rounds 1ª Semi-Final do Torneio de Sanda de 80 kg ( Regras do Sanda )
Yang Zhan Wang venceu Aerdake Apaer por nocaute técnico Luta de reserva ( alternativa ) do torneio de 80 kg de Sanda ( Regras do Sanda )
Wang Xuan venceu
Zhang Chao Yang por decisão unânime após dois rounds *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 19/09/2019
_
Foto : Yuan Chunbo venceu Liu Lian Jie no ‘main event’ do Legend FC 13.  ( Créditos | Cortesia : Reprodução do Twitter | Legend FC media ).

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« September 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Advertising area




Contador de visitas

0.png3.png7.png7.png2.png8.png6.png
Hoje:356
Ontem:793
Últimos 7 dias:4563
Mês:52724
Total:377286

Conectados simultaneamente

4
Online

18-09-21

Parceiros

Go to top