ptzh-CNenfritjakoruesvi

Anunciada a programação do ONE : “Women’s Atomweight World Grand Prix”

No mês passado, o ONE Championship anunciou as oito atletas definidas para competir no seu evento em Singapura, no dia 28 de maio. A franquia promete que este será o maior torneio feminino de artes marciais mistas do mundo.

A competição será disputada no formato ‘Grand Prix’ na categoria de peso átomo ( ou peso mínimo ), divisão que está abaixo do peso palha e é a classe de peso mais leve amplamente reconhecido dentro de MMA.

Não custa lembrar que a divisão de peso átomo em artes marciais mistas não é definida unicamente pelas “regras profissionais unificadas” e é usada quase que exclusivamente para o MMA feminino [ * ].

Agora, a programação das lutas das quartas de final do ONE : “Women’s Atomweight World Grand Prix” foram reveladas pelo jornalista Marc Raimondi, da ESPN.

As quartas de final acontecerão no dia 28 de maio, em um ‘card’ de MMA realizado pelo ONE Championship. O evento se chamará ONE: “Empower”.

A desafiante número um da divisão do peso-átomo, Denice Zamboanga ( 8-0 ), enfrentará a sul-coreana Seo Hee Ham ( 23-8 ), ex-campeã do RIZIN FF.

A segunda luta do GP será uma revanche entre Alyona Rassohyna ( 13-4 ) e Stamp Fairtex ( 5-1 ). Elas se enfrentaram pela primeira vez no ONE: “Unbreakable 3”, quando a ex-bicampeã tailandesa de 23 anos perdeu de uma maneira polêmica.

Já a japonesa Itsuki Hirata ( 7-0 ) enfrentará a norte-americana Alyse Anderson ( 5-1 ), estreante na promoção.

Por sua vez, a chinesa Meng Bo ( 17-5 ) e a indiana Ritu Phogat ( 4-0 ) vão se enfrentar em um clássico ‘striker’ versus ‘grappler’.

Nas semifinais, a vencedora das quartas de final Ham x Zamboanga enfrentará a vencedora da luta Fairtex x Rassohyna. E aquela que vencer o confronto entre Hirata vs Anderson enfrentará a vitoriosa do duelo Bo vs Phogat.

A campeã deste ‘Grand Prix’ lutará com Angela Lee pelo título do peso átomo do ONE, posteriormente, em um evento futuro. Pois, atualmente, a campeã Angela está à espera do seu primeiro filho.

Além disso, ainda teremos neste ONE: “Empower”, uma luta em que a chinesa Xiong Jingnan - famosa pelo seu jogo de “trocação” - defenderá seu título do peso palha diante da brasileira Michelle Nicolini - faixa preta e oito vezes campeã mundial de Jiu-Jítsu.

Xiong está vindo de uma defesa de título bem-sucedida contra Tiffany Teo no ONE: “Inside The Matrix”, realizado em outubro passado. Enquanto Nicolini não luta há quase dois anos, desde que derrotou Angela Lee no ONE: “Masters Of Destiny”, em uma luta válida pela categoria do peso palha.

Antes disso, porém, o ONE Championship retornará às nossas telas na próxima sexta-feira ( 19 de março ) com o ONE: “Fists Of Fury 3”.

Segue agora, a programação das quartas de final do ONE : “Women’s Atomweight World Grand Prix” no evento ONE: “Empower” :

Denice Zamboanga x Seo Hee Ham

Alyona Rassokhina x Stamp Fairtex

Itsuki Hirata x Alyse Anderson

Meng Bo x Ritu Phogat

[ * ] Veja o limite da divisão do peso átomo em algumas das principais promoções de MMA do mundo. ONE Championship ( 52 kg ), Deep Jewels ( 48 kg ), Road FC ( 48 kg ) e Invicta FC ( entre 43,5 a 47,7 kg ).

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 14/03/2021

Foto acima : O ONE Championship promoverá o maior torneio feminino de artes marciais mistas do mundo. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Abaixo : Programação das quartas de final do ONE : Women’s Atomweight World Grand Prix” no evento ONE: “Empower”. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

ONE Atomweight Grand Prix

Resultados do evento de MMA Full Metal Dojo 18 na Tailândia

Javier Trujillo obteve uma rápida vitória por finalização e conquistou o título de campeão dos meio-médios do Full Metal Dojo na noite de sábado ( 30 de novembro ), em Bangkok, capital da Tailândia.

O FMD 18 teve seu segundo show do ano na frente da “tradicional e indisciplinada” multidão no Insanity Nightclub. O ‘main event’ ( evento principal ) entre Javier Trujillo e Daniel Kerr já havia sido marcado várias vezes no passado, mas circunstâncias imprevistas sempre forçavam o adiamento da luta.

Kerr tomou a iniciativa e lançou o primeiro golpe do confronto, mas na sequência Trujillo levou seu oponente ao solo e o manteve pressionado contra a grade do ‘cage’. Trujillo seguiu bem as instruções do seu córner e, pacientemente, se movimentou até chegar à uma posição que o permitiu definir a luta com um estrangulamento.

Trujillo - de Bangkok - fez todas as suas sete lutas profissionais de MMA dentro do ‘cage’ do Full Metal Dojo, onde ele conseguiu emplacar uma série de vitórias em três lutas seguidas no seu recorde de 6-1.
Enquanto isso, Kerr perdeu sua quinta luta consecutivo e cai para 2-5 no total.

Já no ‘co-main event’ ( evento co-principal ) da noite, Christophe Van Dijk enfrentou Daniel Dorrer e finalizou-o no primeiro round também com um mata-leão.

Iniciado o confronto, Daniel Dorrer - um “Kickboxer” alemão - acertou um chute de cabeça de Christophe Van Dijk, que pareceu balança-lo no primeiro minuto de luta.

Mas Van Dijk se recuperou e levou Dorrer para o solo, onde o controlou da lateral e se posicionou até que ( lentamente ) fez os ajustes técnicos necessários até finalizar o seu adversário.

Essa foi a primeira vitória de Van Dijk ( 9-5 ) por finalização desde 2017 e encerrou uma sequência de dois anos sem vencer. Por outro lado, Dorrer ( 7-10 ) perdeu sua quinta luta consecutiva e termina sem vencer pela quarta vez nos últimos 26 meses.

Nas outras lutas profissionais de MMA da noite, os destaques tailandeses Nathatorn Tampitanam e Chayanon Not conquistaram vitórias por nocaute técnico sobre Luke Tifer e Nat Natchayangkul, respectivamente.

Full Metal Dojo 18
30 de novembro de 2019
Insanity Nightclub
Bangkok, Tailândia

Javier Trujillo venceu Daniel Kerr por finalização ( estrangulamento ) no 1º round ( conquistou o título dos meio-médios )
Christophe Van Dijk venceu Daniel Dorrer por finalização ( mata-leão ) no 1º round
Nathatorn Tampiyanan venceu Luke Tifer por nocaute técnico ( socos ) no 1º round
Chayanon Not venceu Nat Natchayangkul por nocaute técnico ( socos ) no 3º round
Amadores : Lewis Lazenby venceu Alex Munro por nocaute técnico ( socos ) no 1º round
Amadores : Colton Ray Kielbasa venceu Renaud Gurgui por Finalização ( Triângulo de braço ) no 1º round
Amadores : Gregory Edwards venceu Arthur Andre Pandaan por TKO ( Socos ) no 1º round

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 10/12/2019
_
Foto : Javier Trujillo venceu Daniel Kerr e conquistou o título de campeão dos meio-médios do FMD. ( Créditos | Cortesia : Jon Nutt | Full Metal Dojo ).

PM Combat retorna em 2020 para agitar o cenário das artes marciais em Natal-RN

Conhecida como “a esquina do Brasil” e famosa por suas dunas, a bela cidade de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, possui um dos mais importantes nomes no que diz respeito à promoção de eventos de artes marciais no Brasil.

Pouca gente em nosso país tem um currículo como o do policial militar Mário Sérgio da Silva. Praticante de Muay Thai e Kickboxing, Mário vem promovendo eventos desde 1997 e continua contribuindo muito para o esporte, revelando novos nomes para as artes marciais e lançando-os para os grandes shows nacionais e internacionais.

Seus eventos já contaram com a participação de nomes hoje consagrados tais como Renan ‘Barão’, Jussier ‘Formiga’, Jorge Rodrigues, Sérgio Júnior, José Mauricio da Rocha Júnior ( o ‘Dedinho’ ) e os irmãos Patrício e Patricky ‘Pitbull’ Freire, entre muitos outros.

Sempre ao lado da esposa Léssya Cardoso, que é advogada, Mário Sérgio já promoveu vários eventos numerados de artes marciais, entre os quais destacamos : Fighter de Bairros Original, Sportmix e Duelo de Campeões.

Aproveitado a onda de eventos promovidos para homenagear as Forças Armadas como o UFC : “Figth for the Troops”, Bellator : “Salute the Troops”, Shooto BOPE e Caveira Fight, Mário estará promovendo o retorno de outra franquia lançada por ele no ano de 2010 : o PM Combat, cuja temática é homenagear todos os profissionais da área de segurança pública que atuam em nosso país.

Como acontece todos os anos, a competição será aberta aos policiais militares, bombeiros, agentes penitenciários, guardas municipais e forças armadas. Mas também teremos dez lutas de civis ( vagas limitadas ).

As modalidades disputadas no evento serão Jiu-Jítsu, Karatê, Boxe, K-1, Submission e MMA. Além das lutas casadas, haverão ainda disputas na categoria absoluto no Submission e no Jiu-Jítsu ( faixa azul e preta ).A premiação constará de medalhas para 1° e 2° lugar na categoria e cinturão no absoluto. Serão distribuídas camisas para todos os atletas participantes.

Como não poderia deixar de ser, o evento contará com ampla divulgação pela TV, cartazes, camisas, redes sociais e mídias especializadas.
Inclusive, jornais de muitos estados prestigiaram e fizeram a cobertura das edições anteriores, chegando a elogiar a qualidade estrutural do evento, onde comentavam que tal acontecimento esportivo não deixava a desejar para nenhum outro do tipo em todo o Brasil.

A estrutura do PM Combat 2020 será composta por ringue e duas áreas de tatame, ambulância, segurança, aréa ‘vip’, ‘stands’ de apoio e jogo de luz e fumaça.
O evento terá o subtítulo “o dia em que os policiais militares trocam as armas pelo ringue”.

Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 40 ( Quarenta Reais ) e as mesmas já estão abertas para todo o Brasil desde o dia 1° de dezembro deste ano, se estendendo até o dia 20 de agosto de 2020, uma vez que o evento está programado para o dia 5 de setembro, na CFAPM ( local à confirmar ).
A pesagem acontecerá às 12 horas no dia competição, com o início das lutas previsto para as 15 horas.

O PM Combat 2020 cuja organização é da Associação de Cabos e Soldados do Rio Grande do Norte ( ACS PM RN ) contará com o apoio da FEBERN, SEEL, Sombra Sports e DN Suplementos.
Maiores informações : ( 84 ) 9 8887 9664. Falar c/ Mário Sérgio.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/12/2019
_
Foto : O lutador Vicente Silva representou a Guarda Municipal do Rio de Janeiro e venceu “Macaco Louco ”, do Rio Grande do Norte, em uma das lutas de MMA da 3ª edição do PM Combat. ( Cortesia | Créditos : Acervo Pessoal Mario Sérgio da Silva | Divulgação PM Combat ).

Uma ‘Kickboxer’ de 26 anos morreu após lutar sob as regras do K-1 na Inglaterra

A britânica-iraniana Saeideh Aletaha, 26 anos, ficou em uma condição crítica após desmaiar no ringue e acabou morrendo como resultado das lesões sofridas na sua luta de K-1 no final de semana durante o evento Fast & Furious Fight Series 19 ( FFS 19 ), em Southampton, Inglaterra, na noite de sábado ( 16 de novembro ).
Saeideh era uma engenheira e ‘designer’ de produtos ( como também é chamado o ‘designer’ industrial ). A função desse profissional é projetar máquinas, carros, motos, bicicletas motorizadas, eletrodomésticos e vários outros equipamentos industriais.
Nas artes marciais, além de de ser uma ‘Kickboxer’, ela também treinou Karatê.
Apesar de ter sido divulgada internacionalmente como tendo sido realizada sob as regras do MMA – inclusive por sites especializados no esporte e outros da grande mídia de boa reputação – na realidade a luta fatídica foi realizada sob as regras amadoras do Kickboxing.
De acordo com a Rede BBC [ de Londres ], a jovem muçulmana foi levada para o Hospital Geral de Southampton pouco antes das 21h, mas morreu no domingo de manhã.
Os organizadores se pronunciaram dizendo que o evento teve exames médicos e uma ambulância no local.
Contradizendo essa informação, o serviço de ambulância informou que eles enviaram uma ambulância para o local após receber um telefonema.
-“Um porta-voz do Serviço de Ambulância Central do Sul disse que uma ambulância foi enviada ao Central Hall para atender uma ligação pouco depois das 20h50 no sábado, informando que um participante de um evento de artes marciais estava em estado crítico.”-Dizia a versão que foi reportada pelo conceituado Daily Star, um tabloide que circula diariamente no Reino Unido.
Então isso nos leva à questionar se realmente havia uma ambulância no local ( provavelmente a ambulância de St. Johns ), nessa história um pouco conflitante.
O Exile Gym em Southampton, ginásio em que Aletaha treinava, divulgou uma declaração no Facebook , sobre a morte da atleta :
-“Saeideh Aletaha era uma pessoa adorável com uma alma bonita. Sua dedicação ao esporte era de 110%. Ela viajava algumas milhas todos os dias apenas para treinar. Ela encontrou seu lugar conosco apenas alguns meses atrás, mas se tornou parte da família e fará muita falta. Essa notícia é um golpe devastador para todos nós, da academia e de toda a comunidade marcial. Nossos pensamentos e [ orações ] vão para a família dela. Se houver alguma dúvida ou se alguém achar que precisa de suporte no momento, entre em contato conosco.”-comunicou a academia, através do ‘post’.
A promoção Fast and Furious Fight Series também divulgou um comunicado no Facebook :
-“Depois do programa de sábado, lamentamos anunciar que, após uma de nossas lutas, um dos competidores, Sai Aletaha, de Lookborai, que perdeu, infelizmente sofreu uma lesão, deixando-a em um estado crítico do qual tragicamente não se recuperou. Todos os competidores se preparam para que possam se machucar e isso [ uma fatalidade ] não é esperado em 99,9% das vezes. A segurança é algo que jamais foi esquecido em nenhum dos nossos 19 shows e todas as nossas lutas são tratadas de forma igual para tornar o ambiente o mais seguro possível.”- disse o organizador do evento Fast & Furious Fight Series.
Um jornal local, o Southern Daily Echo , obteve uma declaração da Polícia de Hampshire :
-“Fomos chamados pouco antes de 1 da manhã de domingo, 17 de novembro, por colegas do Hospital Geral de Southampton, informando-nos de uma mulher que estava sendo tratada no hospital por uma lesão cerebral com risco de vida. A mulher, de 26 anos, morreu no hospital mais tarde naquele dia. As investigações sobre exatamente o que aconteceu estão em andamento. Os parentes mais próximos foram informados.”-encerrou o comunicado.
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 20/11/2019
_
Foto : A jovem muçulmana Saeideh Aletaha morreu após receber golpes na cabeça. ( Créditos | Cortesia : Facebook Saeideh Aletaha  | FFS | Divulgação ).

ONE Championship divulga seu calendário para o primeiro semestre de 2020

O ONE Championship anunciou a data e os locais dos seus eventos programados para o primeiro semestre de 2020. A franquia retornará a algumas das  cidades que já vinha promovendo seus shows regularmente, além de fincar a sua bandeira em novos ‘pólos’. Assim sendo, foi divulgada a realização da sua primeira edição em Seul, capital da Coreia do Sul.

O calendário começa em 10 de janeiro com um torneio em Bangkok, Tailândia, ao qual se seguirá um evento em Manila, nas Filipinas. Haverá ainda um  torneio no Vietnam - na cidade de Ho Chi Minh.
Os eventos restantes serão promovidos em Cingapura, Jacarta, Chongqing, Tóquio, Kuala Lumpur e Macau.

Em 2020, quando serão realizadas as Olimpíadas de Tóquio, no Japão, cada promotor deverá ter dificuldades para organizar o seu evento local, mas mesmo assim o ONE anunciou que realizará um show em Tóquio, ainda no primeiro semestre, mais especificamente no dia 5 de abril ( domingo ).
De acordo com o comentário de Kenji Osawa, essa edição poderá ter lugar ainda na Saitama Super Arena. Além disso, um outro torneio no Japão está programado para ser realizado na segunda metade do ano.

O CEO e presidente do ONE Championship, Chatri Sityodtong, disse em comunicado que haverá pelo menos 50 eventos em 2020 :

-“2019 foi um ano crucial para o ONE Championship. Fomos capazes de aumentar nosso alcance e aprofundar nosso envolvimento em nossos principais mercados na Ásia. Realizamos nossos primeiros eventos no Japão e no Vietnã. Contamos com transmissões diárias e outras ‘ao vivo’ para os EUA e Índia. Para 2020, nosso objetivo é realizar um mínimo de 50 eventos, incluindo shows menores como o ONE Hero Series China e o ONE Hero Series Philippines, além do ONE Warrior Series e do ONE Esports. Se tudo ocorrer conforme o planejado, esperamos realizar nossos primeiros eventos nos Estados Unidos, Índia e Coréia em 2020. Também continuaremos focando no desenvolvimento da próxima geração de estrelas das artes marciais, além de ultrapassar os limites e expandir nosso alcance, frequência e engajamento em todas as principais regiões geográficas ao longo do próximo ano.”-esclareceu o mandatário.

Não custa lembrar, no entanto, que embora nada ainda esteja 100% confirmado para os EUA e a Índia, discussões iniciais sérias já estão em andamento nesse sentido há algum tempo.

Com três eventos chegando nas próximas três semanas, 2019 está longe de terminar para o ONE Championship. Mas Chatri já se mostra empolgado com o progresso que sua promoção deverá ter em 2020.

Confira abaixo o calendário com os shows do ONE Championship programados para os primeiros seis meses de 2020 ( sujeito à alterações ) :

Bangkok, Tailândia. Sexta-feira, 10 de janeiro
Manila, Filipinas. Sexta-feira, 31 de janeiro
Jacarta, Indonésia. Sexta-feira, 7 de fevereiro
Singapura. Sexta-feira, 28 de fevereiro
Cidade de Ho Chi Minh, Vietnã. Sexta-feira, 20 de março
Chongqing, China. Sábado, 28 de março
Tóquio, Japão. Domingo, 5 de abril
Kuala Lumpur, Malásia. Sexta-feira, 24 de abril
Macau, China. sexta-feira, 15 de maio
Manila, Filipinas. Sexta-feira, 29 de maio
Jacarta, Indonésia. Sexta-feira, 5 de junho
Seul, Coreia do Sul. Sexta-feira, 19 de junho

P.S.: Eventos adicionais serão anunciados posteriormente.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 06/11/2019
_
Foto : O CEO e fundador do ONE Championship, Chatri Sityodtong , divulgou o calendário com os shows do ONE Championship programados para os primeiros seis meses de 2020. ( Créditos | Cortesia : ONE Championship | MMA Junkie ).

Emi Fujino enfrenta Hyun-Ji Jang em disputa pelo cinturão no Pancrase 311

Promoção de artes marciais mistas ( MMA, na sigla em inglês ) inaugurada antes do UFC, o Pancrase tem por tradição nomear os detentores de cinturão em cada categoria de peso como “Rei do Pancrase” ao invés de ‘campeão’.

Assim sendo, no Pancrase 311 será coroada uma nova “Rainha do Pancrase” na categoria peso palha. A nova campeã - em substituição à brasileira Viviane Araújo - saíra do confronto entre a japonesa Emi Fujino e a sul-coreana Hyun-Ji Jang.

A final da competição naquela categoria feminina terá lugar no Shinkiba Studio Coast, em Tóquio, capital do Japão, no dia 8 de dezembro.

Emi Fujino ( 24-11 ) vem de uma vitória por nocaute técnico sobre Edna Oliveira na luta semifinal no Pancrase 308, depois que a brasileira sofreu uma fratura no pulso. A outra luta na categoria foi cancelada depois que Nori Date chegou com 2.45kgs acima do peso limite da categoria peso palha.

Hyun-Ji Jang ( 3-2 ), por sua vez, venceu três lutas seguidas pelo AFC na Coréia do Sul. Mas ela acabou perdendo por decisão para Geli Bulaong quando desceu para o peso mosca em luta válida pelo título no URCC 77.

O ‘card’ do Pancrase 311 também contará com uma luta no peso galo entre Yuto Hokamura ( 12-8-2 ) e Saimon Oliveira ( 16-3 ). O brasileiro é um parceiro de treinos de Rafael ‘Morcego’ Silva que venceu o lutador japonês em uma luta pelo título no Pancrase 307.

O evento trará ainda o peso mosca Yusuke Ogikubo ( 11-9 ) que lutará com com um sul-africano pela segunda vez consecutiva. Ele perdeu para Bokang Masunyane no Pancrase 307 e enfrentará o compatriota deste, Luthando Biko ( 6-2 ), agora em dezembro.

Pancrase 311
08 de dezembro de 2019
Shinkiba Studio Coast
Tóquio, Japão

Emi Fujino vs. Hyun-Ji Jang ( disputa do título do peso palha )
Yuto Hokamura vs Saimon Oliveira ( peso galo )
Yusuke Ogikubo vs. Luthando Biko ( peso mosca )
Naoki Arikawa vs. Ryosuke Kano ( peso mosca )
Genpei Hayashi vs. Shinmare Komori ( peso pena )
Teppei Maeyama vs Takafumi Ato ( peso palha )
Mariya Suzuki vs. Nori Date ( peso mosca )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/11/2019
_
Foto : A luta entre a japonesa e a sul-coreana será válida pelo título de “Rainha do Pancrase” - como dizem os japoneses sobre os detentores de cada cinturão - da categoria peso palha. ( Créditos | Cortesia : Pancrase | Asia MMA ).

Lutadora tailandesa de 16 anos no ‘card’ do “RISE GIRLS POWER 2” no Japão

Empresa de lutas do Sr. Takashi Ito, com sede em Tóquio, capital do Japão, o RISE - que significa ( R ) Real, ( I ) Impacto, ( S ) Sports, ( E ) Entertainment - promove eventos na ‘terra do Sol Nascente’ desde 2003.

O RISE já promoveu mais de 130 shows no Japão e 2 na Coréia do Sul. Desde o seu início, o RISE foi o principal concorrente do K-1, colocando os atletas japoneses no topo.

A franquia prioriza principalmente os lutadores japoneses, mas também promove algumas lutas internacionais.

No dia 11 de fevereiro de 2020 ( terça-feira / feriado no Japão ) o RISE retornará com o “RISE GIRLS POWER 2”, show que será realizado no Shinjuku FACE, em Tóquio, e que terá como destaque mais uma luta internacional, desta vez entre Anna “Super Girl” e  Kim Soo Yeon, que representarão a Tailândia e a Coréia do Sul, respectivamente.

Anna é uma garota de 16 anos que compete no Muay Thai feminino. Sua melhor arma é o seu chute baixo, mas ela também é boa nos socos. Veremos como ela irá se adaptar às regras do RISE, que diferem das regras do Muay Thai.

Por outro lado, Soo Yeon é uma lutadora coreana agressiva que já lutou contra Ayaka no DEEP ☆ KICK em julho de 2018.

Em outra luta de destaque no ‘card’ desse “RISE GIRLS POWER 2”, a campeão da categoria peso átomo, Momi, defenderá seu título do ‘RISE QUEEN’ pela primeira vez diante de Koto Hiraoka.

Hiraoka perdeu em uma feroz batalha com Rina Nasukawa nas semifinais do mesmo torneio, em março passado. Mas, na sequência, ela conquistou três vitórias consecutivas, chegando à esta oportunidade.

Momi, por outro lado, derrotou Hana Hana e Rin Nasukawa e venceu o campeonato da categoria peso átomo. No entanto, na luta principal do “RISE GIRLS POWER 1”, em novembro, ela perdeu para Hirai Terayama.

Será que Hiraoka conseguirá aproveitar o momento para conquistar o seu tão aguardado primeiro título ? Ou Momi se consagrará como campeã ?

A competição contará ainda com várias outras lutas femininas distribuídas em distintas categorias de peso.

Na rodada de abertura, teremos duas lutas nas regras da versão melhorada da categoria feminina amadora ( classe C ) do RISE.

Além disso, Hideto Abe vs Bunto Takasaka foi outro confronto adicionado ao ‘card’ do “RISE EVOL. 5”, que será realizado a partir do meio dia no mesmo local.

Também não custa lembrar que o evento contará com a transmissão da Abema TV / Star Gate.

RISE EVOL. 5/RISE GIRLS POWER 2
11 de Fevereiro de 2020
Shinjuku FACE
Shinjuku, Tóquio, Japão

Extreme Fight Game RISE

Luta internacional :
-Luta de contrato ( 52kg ) : Anna Super Girl ( Tailândia ) X Kim Soo Yeon ( Coréia do Sul )

≪ Outras lutas do ‘card’ do RISE GIRLS POWER 2 ≫

-RISE QUEEN peso átomo ( -46kg ) : Momi X Koto Hiraoka
-Peso átomo ( -46kg ) : Saya Ito X Ayaka
-Peso mini mosca ( -49kg ) : RAN  X AKARI
-Luta de contrato ( 44kg ) : Kira Matsutani X Airina Kobayashi
-Peso mini mosca ( -49kg ) : Hinata Terayama X KOKOZ
-Luta de contrato ( 57kg ) : Yuka Murakami X MAYA
-Peso mini mosca ( -49kg ) : Wakana Miyazaki X Sayaka Takeuchi

Rodada de abertura
-Luta de contrato ( 47kg ) : Hazuki Abe X Yumi Yokoyama
-Luta de contrato ( 42kg ) : Crazy SHARK X Misaki Shimada

( *‘card’ sujeito à alterações )

Para maiores informações, favor contactar RISE Creation pelo número 03-5319-1860 ( área do Japão ) ou acessar :  http: / /www.rise-rc.com/

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 28/01/2020
_
Foto acima : O ‘pôster’ de divulgação do “RISE GIRLS POWER 2”, que será realizado no mesmo dia e local do “RISE EVOL. 5”, ou seja, 11 de fevereiro, no Shinjuku FACE. ( Cortesia | Créditos : RISE | Divulgação ).

Abaixo : A luta internacional Tailândia x Coreia do Sul será realizada no “RISE GIRLS POWER 2”, que também contará com outras atrações. ( Cortesia | Créditos : RISE | Divulgação ).

スーパーガールvsキムスヨン 8f937

Campeão indiano de boxe transmitirá suas próximas lutas pelo “Pay-Per-View”

Tradicionalmente, o sistema de “Pay-Per-View” é usado por promotores e empreendedores de lutas para gerar grandes somas de dinheiro que não seriam possíveis por meio da receita de anúncios ( patrocínios ) e da bilheteria nos ginásios.

Os grandes nomes do esporte alavancam sua popularidade para convencer os fãs - ‘hardcore’ e casual - à comprar o “Pay-Per-View” para ver às suas lutas ‘ao vivo’.

Os maiores nomes do boxe, Floyd Mayweather, Oscar De La Hoya, Manny Pacquiao, Mike Tyson, Sugar Ray Leonard etc. costumavam gerar centenas de milhões de dólares em receitas de “Pay-Per-View”. Atualmente, as maiores estrelas do boxe no ‘Pay-Per-View’ incluem nomes como Anthony Joshua, Tyson Fury, Errol Spence Jr, Canelo Alvarez, etc.

Agora, Vijender Singh ( 12-0-0 ), um “astro” do boxe indiano, também não estará mais disponibilizando as suas lutas na televisão ‘terrestre’ ou ‘via satélite’, em vez disso, transmitirá os seus duelos - também - através das plataformas de “Pay-Per-View” e, com isso, se juntando à lista de pugilistas de elite dos EUA e do Reino Unido.

Vijender Singh irá lutar no dia 19 de março contra o russo Artysh Lopsan ( 4-1-1 ), no Majestic Pride Casino Ship, em Bardez, no distrito de Goa, na Índia.

A luta estará disponível no BookMyShow e no Fancode apoiado pelo Dream11 e os fãs poderão comprar o “Pay-Per-View” por apenas $ 99 ( incluindo todos os impostos ).

Vijender Singh foi visto em ação pela última vez em novembro, quando lutou contra Charles Adamu ( 33-14-0 ), de Gana, no Caesars Palace Dubai, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, vencendo por decisão unânime.

Antes disso, o campeão invicto do boxe ( de Bhiwani, na Índia ), havia lutado em julho de 2019, no Prudential Center em Newark, NJ, EUA, quando enfrentou Mike Snider ( 13-7-3 ) e o derrotou por nocaute técnico no quarto round.

Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card’ de 19 de março trará o principal contendor do boxe indiano, Neeraj Goyat ( 11-3-2 ), enfrentando Sandeep Kumar.
Haverão ainda seis outras lutas no ‘under-card’.

-“Vai ser uma grande luta em Goa. Vijender tem experiência e invencibilidade, enquanto Lopsan também tem um bom histórico. Estou esperando uma luta muito boa entre os dois e os fãs poderão testemunhar algo incrível”.- acrescentou Neerav Tomar, da IOSBoxing Promotions.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 16/03/2021.

 

Peso pesado japonês Hideki Sekine incluído no ‘card’ do “RIZIN.21” em Shizuoka

Hideki Sekine, 46 anos, está em uma missão para se tornar o primeiro campeão japonês dos pesos pesados em uma grande promoção de artes marciais mistas.

Apelidado de ‘Sherek’ e “Big Body”, o lutador sempre foi um grande fã de promoções regionais japonesas, e isso deu início ao novo caminho.

Após deixar para trás uma carreira promissora como policial, o morador de Shizuoka, no Japão, construiu um belo ‘recorde’ de 7-3-0 no MMA.

Recentemente, o faixa preta de Judô e Brazilian Jiu-Jítsu também tem se mostrado ativo nos ringues de Professional Wrestling - modalidade conhecida no Brasil como “Telecatch” - além de acumular participações em promoções de MMA do porte do ONE Championship, DEEP  Impact e Ganryujima.

Na última sexta-feira, ( 24 de janeiro ), Hideki Sekine foi confirmado no ‘card’ do “RIZIN.21” em uma conferência de imprensa em Tóquio, capital do Japão. Seu adversário será Roque Martinez ( 14-5-2 ).

Vindo da ilha de Guam, Roque Martinez tem se destacado na categoria dos pesos pesados em promoções como o DEEP Impact, PXC e no próprio RIZIN.

Também neste ‘card’, o ex-lutador do UFC e ex-campeão dos penas do SRC, Masanori Kanehara ( 27-13-5 ), que fará sua primeira aparição no RIZIN. Seu oponente será Victor Henry ( 19-4 ), o atual campeão dos pesos médios do DEEP Impact. Henry demonstrou ser um dos lutadores mais fortes na promoção de Nobuyuki Sakakibara logo em sua primeira aparição no RIZIN em agosto passado, quando venceu Trent Gardam ( 12-3 ) com um triângulo.

Por falar em Trent Gardam, ele também lutará nesta edição com o japonês Naoki Inoue ( 12-2 ).

Esse show será encabeçado por uma disputa que colocará Mikuru Asakura ( 12-1 ) diante de Daniel Salas ( 16-6-1 ).

Asakura é uma estrela do YouTube e prometeu entreter o público. Ele venceu sete lutas seguidas e foi visto pela última vez em ação no “RIZIN.20”.

Seu adversário, Daniel Salas ( conhecida pela alcunha de ‘El Cazador’ ) foi um dos participantes da 2ª Temporada do “The Ultimate Fighter Latin America”.

O “RIZIN.21” será realizado no dia 22 de fevereiro e terá lugar na Hamamatsu Arena, em Shizuoka.

Confira abaixo, o ‘card’ completo do “RIZIN.21” :

RIZIN.21
22 de Fevereiro de 2020
Hamamatsu Arena
Shizuoka, Japão

MMA : Mikuru Asakura x Daniel Salas 
MMA : Vugar Keramov x Kyle Aguon
MMA : Victor Henry x Masanori Kanehara
MMA : Trent Girdham x Naoki Inoue
MMA : Yuto Hokamura x Kenji Kato 
MMA : Roque Martinez x Hideki Sekine
MMA : Marcos Yoshio Souza x Falco Neto
Kickboxing: Yuya vs. Kouki
Kickboxing: Kenichi Takeuchi x Naoya Kousuke
Kickboxing: Jitukata x Ryo Sakai
Kickboxing: Masaji Tozuka x Masahiro Ozawa
Kickboxing: Henry Cejas vs. Seido

( *‘card’ sujeito à alterações )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 27/01/2020
_
Foto acima : O veterano Hideki Sekine será um dos destaques do “RIZIN.21”, no próximo dia 22 de fevereiro em uma disputa de pesos pesados com Roque Martinez.  ( Cortesia | Créditos : Acervo pessoal Hideki Sekine | @RIZINFF ).

Abaixo : O ‘flyer’ de divulgação do “RIZIN.21” com o duelo Hideki Sekine x Roque Martinez. ( Cortesia | Créditos : @RIZINFF | MMA Japan ).

84177970 2711076215649093 480945283845324800 n 40a98

Pancrase anuncia o calendário completo de suas competições para 2020

A história do MMA no Japão, para um estranho, é como um quebra-cabeça complexo e intrincado. Organizações, grupos, competições e regras separadas, bem como promotores, lutadores e fãs. O Pancrase, que começou no Japão há mais de 20 anos, seguiu suas próprias regras, conhecidas como ‘Pancrase’ ou  “Hybrid Wrestling”. Após esse início em que promovia uma forma específica no MMA, o Pancrase mudou drasticamente na virada do século, quando as regras profissionais unificadas de MMA foram introduzidas no país.

Atualmente, a franquia - que como foi dito, tem uma longa história no Japão - foi elevada à um padrão internacional.

E o calendário completo do Pancrase para esse ano de 2020 foi divulgado hoje. Serão dez eventos. Todos eles estão programados para acontecer no Shinkiba Studio Coast, em Tóquio, capital do Japão.
O anúncio foi feito pela promoção japonesa em sua conta no Twitter.

O primeiro show será o Pancrase 312, que está marcado para o dia 16 de fevereiro e será encabeçado por uma luta válida pelo título do peso leve entre Salimkhan Sadulloev e Tatsuya Saika. O ‘card’  também apresenta Yoshinori Horie e Yuki Kondo.

À partir dessa edição serão abolidas as lutas de 3 rounds de 3 minutos. Ao invés disso, todas as lutas, incluindo os torneios “Neo Blood”, ‘bouts’ preliminares e ‘cards’ principais, serão disputados com um tempo estipulado em 3 rounds de 5 minutos. A exceção serão as lutas válidas pela disputa de  títulos, que serão compostas por 5 rounds de 5 minutos.

A mudança se justifica, uma vez que a promoção tem consciência que precisa se adequar às regras profissionais unificadas de MMA, ou seja, aquelas ditadas pela Comissão Atlética de Nevada.

Outra justificativa é o relacionamento do Pancrase com o UFC, incluindo a transmissão dos shows da promoção japonesa no UFC Fight Pass e uma melhor preparação dos atletas nipônicos ao que acontece no octógono mais famoso do mundo.

Até porque, há uma história profunda de atletas indo do Pancrase para lutar no UFC, então é natural que eles queiram preservar essa história e continuar à promovê-la.

Por outro lado, o nome do ONE Championship, que havia assinado um “acordo de parceria” com o Pancrase, desapareceu entre os patrocinadores da competição. Ao invés disso, o patrocinador principal do show será o Owltech, à partir de agora.

Masakazu Sakai, CEO da Pancrase, disse que “gostaria de anunciar a conclusão de uma parceria com uma grande empresa por volta de 10 de fevereiro e espera anunciar a mídia de transmissão na conferência de imprensa deste mês”.

Para os fãs japoneses do Pancrase, as lutas podem ser assistidas na Tokyo MX e na Abema TV ( com comentários japoneses ) ou no UFC Fight Pass ( comentários em inglês ).

Já o Pancrase 313 está marcado para 8 de março e será encabeçado por outra disputa de título entre Daichi Kitakata e Adam Antolin. Também está confirmado para esse ‘card’ um combate entre Issei Tamura e Suguru Nii.

Depois desse novo anúncio, o cronograma do Pancrase foi distribuído assim para este ano de 2020 :

Pancrase 312, 16 de fevereiro, Tóquio
Pancrase 313, 8 de março, Tóquio
Pancrase 314, 12 de abril, Tóquio
Pancrase 315, 31 de maio, Tóquio
Pancrase 316, 5 de junho, Tóquio
Pancrase 317, 23 de agosto, Tóquio
Pancrase 318, 27 de setembro, Tóquio
Pancrase 319, 25 de outubro, Tóquio
Pancrase 320, 15 de novembro, Tóquio
Pancrase 321, 13 de dezembro, Tóquio

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 24/01/2020
_
Foto : A promoção japonesa divulgou hoje o cronograma completo para esse ano em sua conta no Twitter. ( Cortesia | Créditos : (C) Pancrase | Divulgação ).

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png4.png0.png3.png7.png0.png8.png
Hoje:611
Ontem:942
Últimos 7 dias:3744
Mês:20062
Total:403708

Conectados simultaneamente

25
Online

21-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top