ptzh-CNenfritjakoruesvi

Viúva de Tommy Morrison vence em decisão histórica e caso do pugilista será reaberto

A viúva de Tommy Morrison, Trisha, venceu em uma decisão histórica nos tribunais de Las Vegas e o caso do pugilista contra a Comissão Atlética de Nevada será reaberto.

Ao longo de sua carreira profissional no boxe, o lutador acumulou um ‘recorde’ de 48-3-1, 42 ko’s. Em 1993 ele conquistou o título dos peso pesados da WBO ao vencer o lendário George Foreman, após 12 rounds. Quem viu, ainda se recorda daquele e de outros acirrados confrontos com nomes do porte de Ray Mercer, Razon Ruddock e Lennox Lewis, entre outros.

Em 1996, Morrison teve a sua licença para lutar boxe negada depois que ele testou positivo para o vírus HIV, um diagnóstico que ele sempre negou.

Seu principal argumento de defesa era que estava sendo vítima de uma conspiração para acabar com “a última grande esperança branca” dos pesos pesados no boxe, uma vez que seu biótipo era uma espécie de novidade para a categoria, já que poucos ‘loiros, altos e bem aparentados’ tinham sucesso no pugilismo.

Ele lutaria apenas mais uma vez como profissional, no dia 3 de novembro de 1996, com Marcus Rhode, no Tokyo Bay NK Hall, em Tóquio, no Japão. A renda da luta foi revertida para um projeto em benefício das vítimas da AIDS. Com regras modificadas, nenhum dos dois poderia sangrar no ringue, ou a luta seria interrompida, independente da causa. Não foi necessário. Morrison venceu Rhode por nocaute ainda no primeiro round.

Na sequência dos acontecimentos da sua vida, o lutador perdeu uma boa parte dos US$ 16 milhões que ganhou nos ringues. Também perdeu a mulher, o contato com os filhos e a mansão onde morava.

“The Duke” foi posteriormente forçado a sair do esporte até o seu ( breve ) retorno em 2007, quando testou negativo para o HIV por quatro vezes, no mês de janeiro. Em julho daquele mesmo ano, após fazer três novos testes, o ‘New York Times’ informou que Morrison fez mais um teste de HIV especificamente para o ‘Times’, quando especialistas em HIV concluíram que o resultado de 1996 havia sido um falso positivo, apesar dos médicos de ringue, incluindo o médico chefe da Comissão Atlética do Estado de Nevada, expressarem dúvidas.

-“Fizemos todos os testes que há no mercado, e até os que não há no mercado. Isso me diz que ( o vírus ) nunca esteve lá. Acho que foi apenas um diagnóstico equivocado. As pessoas cometem erros.”-comentou o lutador, à época.

Ainda em 2007, ele lutou e venceu John Castle, em West Virginia, com um gancho de esquerda - um de seus principais golpes - obtido no segundo round.

Em fevereiro de 2008 Tommy derrotou Matt Weishaar, no México, aonde exames de HIV não foram exigidos.

Em 2011, ele chegou à ter um evento agendado para o Canadá, na província de Quebéc, mas a sua luta acabou não acontecendo.

Tommy faleceu tristemente em 1° de setembro de 2013, no Nebraska Medical Center em Omaha, Nebraska, aos 44 anos de idade. Segundo o Departamento de Saúde e Serviços Humanitários de Nebraska, a causa de morte de Morrison foi parada cardíaca, resultante da falência de vários órgãos causada por uma infecção ( ‘Pseudomonas aeruginosa’ ).

Já naquela ocasião, Trisha Morrison passou à afirmar o mesmo que Tommy quanto à ( suposta ) doença que vitimou o seu marido : “Não existe, e é uma conspiração”. Ela também dizia que não seria possível seu marido ser soropositivo e ela nunca ter pego a doença.

É necessário citar que em 2016, o laboratório e a Comissão Atlética de Nevada admitiram que não haviam diagnosticado Morrison com HIV em 1996.

Uma curiosidade à parte nessa história, é que os filhos de Tommy, James McKenzie Morrison ( 17-0-2, 15 ko’s ), de 29 anos e Trey Lippe ( 16-0, 16 ko’s ), de 30, seguem os passos de seu pai, honrado o seu sobrenome nos ringues. Os pesos pesados são filhos de mães distintas, se conhecem desde pequenos e tem apenas 10 meses de diferença. Atualmente eles treinam juntos. Ambos tem consciência do que tem que evitar para ter cada vez mais sucesso no boxe.

Dando prosseguimento ao assunto principal do nosso artigo, o caso de Tommy agora será reaberto, graças aos esforços de Trisha.

O seu incansável trabalho tem como principal objetivo limpar o nome do seu marido da acusação de ter sido um portador do HIV, pois segundo às evidências apresentadas por ela, Morrison morreu sem nenhum traço do HIV em seu sistema.

Assim sendo, o caso será considerado agora.

Várias figuras envolvidas na negação da licença de Morrison terão que responder às evidências de Trisha.

-“Nossos documentos judiciais foram recebidos e aceitos pelo Tribunal em Las Vegas, Nevada. Também hoje, o juiz de Las Vegas aceitou e apresentou minha moção de reconsideração de sua negação para reabrir o caso de Tommy. Os réus têm até 25 de fevereiro para responder.”- explicou Trisha Morrison.

Um assunto em separado, com acusações de ocultar evidências - também está sendo ouvido, segundo Trisha.

Todos os documentos foram fornecidos por Trisha na íntegra e alguns destes podem ser vistos no site do ‘WBN’ e também podem ser acessados na página de Trisha e Tommy no Facebook.

No ano de sua morte, Morrison falou com o pessoal do site ‘World Boxing News’ em várias ocasiões. Um dos astros de Rocky V - ao lado de Sylvester Stallone - Tommy estava convencido de que um dia seu nome poderia ser apagado.

Toda essa história chegou ao conhecimento do grande público graças ao trabalho de Phil Jay, editor do ‘World Boxing News’ e um membro auxiliar da ‘Associação de Escritores de Boxe da América’.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 16/02/2020
_
Foto acima : Tommy Morrison conquistou o título dos peso pesados da WBO ao vencer o lendário George Foreman após 12 rounds. ( Créditos | Cortesia : Arquivo pessoal Trisha Morrison | Top Rank  |  Divulgação ).

Abaixo : Justiça para Tommy Morrison. O caso do pugilista será reaberto agora. ( Créditos | Cortesia : Arquivo pessoal Trisha Morrison  |  Divulgação ).

85260527 1319045505149633 1319131920008740864 n 0ff23

Campeão internacional Adriano “The Rock” Balby aceita luta com Irwing “King Kong” pelo cinturão dos médios do SFT

Campeão internacional de MMA com títulos conquistados em três continentes e com a experiência de já ter lutado em cinco categorias de peso diferentes ( 120, 110, 93, 84 e 77 Kgs ), Adriano “The Rock” Balby está em atividade nas competições de MMA desde 1998, quando as lutas eram disputadas praticamente sem regras, sem luvas e sem limite de peso, ou seja, ainda no formato do antigo ‘Vale Tudo’.

Radicado em Manaus-AM há 18 anos, o potiguar acumula um ‘recorde’ de mais de 20 lutas no MMA, embora seu registro no site ‘Sherdog’ aponte apenas 16-03-0. Entre seus títulos conquistados recentemente está o de campeão dos meio-médios ( categoria até 77 kg ) do evento  “REBEL FC” disputado na China.

Com 22 anos de carreira no esporte, Adriano Balby adquiriu fama de nocauteador e acumulou experiência ao lutar e vencer verdadeiros ícones do MMA como Akihiro Gono, Andy Wang e Edilberto “Crocotá”, entre outros.

Atualmente, Balby está se dedicando à carreira internacional e está lutando em outros países pelo mundo. Contudo, um acontecimento recente poderá motivar o atleta à lutar novamente em nosso país.

Adriano Balby estava programado para lutar o ‘main event’ da 20ª edição do SFT MMA, onde enfrentaria o pernambucano e sensação do MMA Paulista, Renê ‘Soldado’ Pessoa ( 21-06-0 ), mas a luta acabou caindo por conta de problemas com o deslocamento do lutador até a capital paulista.

Em seu lugar foi escalado o atleta de Curitiba-PR, Irwing “King Kong” Machado ( 16-06-02 ), que protagonizou uma verdadeira guerra com ‘Soldado’, o qual não perdia uma luta há quase quatros anos em solo nacional.

O curitibano só definiu a luta aos 4:13 do round final, quando encaixou um direto de esquerda, na ponta do queixo de Renê ‘Soldado’. A luta foi classificada pela mídia especializada como a maior zebra do MMA Paulista após a vitória de Clécio ‘Bruto’ sobre Flávio Álvaro em 2017.

Após a luta surgiram debates fervorosos entre os fãs do MMA nacional, postados em fóruns especializados no esporte.
Alguns internautas sugerem que a luta entre Adriano “The Rock” Balby e Irwing “King Kong” Machado deve ser realizada agora e chegam até mesmo à afirmar que “Balby provavelmente venceria, por ter a mão mais pesada que ‘Soldado’, o qual acabou sendo nocauteado por ‘King Kong’, quando este arrebatou o cinturão dos médios do SFT”.

Balby comentou recentemente que ele não tem mais interesse em lutar com Renê ‘Soldado’, uma vez que ele foi contratado para disputar o título da categoria até 84 kg, mas que aceitaria sim, lutar com Irwing “King Kong”, desde que a luta seja válida pelo cinturão dos médios do SFT.

Já Irwing “King Kong” andou compartilhando uma postagem do “MMA IN SAMPA” em suas redes sociais, na qual os fãs são questionados sobre ‘quem deve ser o próximo desafiante ao título dos médios do SFT ?’

E para você, quem venceria essa luta ? Adriano “The Rock” Balby ou Irwing “King Kong” Machado ?
Deixe sua opinião nos comentários.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 14/02/2020
_
Foto : Colecionador de cinturões. Adriano Balby aceita lutar com Irwing “King Kong” pelo cinturão dos médios do SFT. ( Créditos | Cortesia :  Arquivo pessoal Adriano Balby | Divulgação ).

Mais dez eventos adicionados ao calendário 2020 do ONE Championship

O ONE Championship anunciou a data e os locais para mais dez ‘cards’ de lutas no segundo semestre de 2020. Três eventos foram removidos do calendário devido a preocupações com o novo coronavírus, batizado como “COVID-19”, pela Organização Mundial da Saúde ( OMS ), na terça-feira ( 11 de fevereiro ).

Já houveram três eventos este ano, o ONE: “A New Tomorrow”, em Bangkok, e o ONE: “Fire & Fury”, em Manila, no mês passado. Enquanto isso, o ONE: “Warrior’s Code”, ocorreu em Jacarta, na última sexta-feira.

Os eventos em Chongqing, Seul e Macau foram retirados do cronograma. Isso ocorre em meio ao cancelamento generalizado de eventos esportivos na região devido ao surto da doença respiratória provocada pela infecção do novo coronavírus.

Pela primeira vez na história da promoção de Chatri Sityodtong, haverão quatro eventos em um país em um único ano civil. Jacarta estará hospedando shows de lutas em junho, setembro e dezembro, além do evento da última sexta-feira.

Também há seis eventos do ONE ‘Warrior Series’ na programação de 2020. Está programado para haver um calendário de eventos da ONE ‘Hero Series’ nas Filipinas, que ainda será lançado, enquanto o Muay Thai do ONE ‘Hero Series’ também está em andamento.

O ONE Championship conta, atualmente, com grandes atletas em seu plantel, com alguns deles tendo passagens pelo UFC, como Demetrious Johnson, Eddie Alvarez, entre outros.

Para este ano, também existe a expectativa da estreia de Vitor Belfort, contratado pela franquia asiática ainda em 2019.

Inclusive, foi especulado recentemente que Belfort poderia lutar com Brandon Vera pelo cinturão dos pesos pesados no ONE Championship: “Code of Honor”, que será realizado no dia 29 de maio, em Manila, nas Filipinas.
Mas, para frustração da torcida brasileira, o adversário de Vera será mesmo Arjan Bhullar.

Já a esperada luta pelo título dos pesos moscas entre Adriano Moraes e Demetrious Johnson, que estava originalmente prevista para Chongqin, em 28 de março, foi realocada da China e será incluída em outro ‘card’. Resta saber em qual deles.
Especula-se que esta luta poderá ser realizada em Jacarta, na Indonésia, mas não podemos confirmar ainda.

Agenda ONE Championship 2020 ( Eventos Principais )

ONE: “Warrior's Code”, Bangkok, sexta-feira, 10 de janeiro
ONE: “Fire & Fury”, Manila, sexta-feira, 31 de janeiro
ONE: “A New Tomorrow”, Jacarta, sexta-feira, 7 de fevereiro
ONE : “King of the Jungle”, Singapura, sexta-feira, 28 de fevereiro
ONE: “Heart of Heroes”, Cidade de Ho Chi Minh, Vietnã, sexta-feira, 20 de março
ONE: “Kings & Queens”, Kuala Lumpur, sexta-feira, 17 de abril
ONE: “Code of Honor”, Manila, Filipinas, 29 de maio
ONE: “Battle for the Ages”, Jacarta, sexta-feira, 5 de junho
ONE: “Fists of Fury”, Singapura, sexta-feira, 5 de junho
ONE: “Warriors Legends”, Shanghai, sexta-feira, 20 de junho
ONE: “No Surrender”, Bangkok, sexta-feira , 10 de julho
ONE: “A New Breed”, Manila, sexta-feira, 14 de agosto
ONE: “Power and Passion”, Jacarta, sexta-feira, 11 de setembro
ONE: “Dreams of Destiny”, Kuala Lumpur, sexta-feira, 18 de setembro
ONE: “Legends Will Rise”, Bangkok, sexta-feira, 9 de outubro
ONE: “Next Generation”, Singapura, sexta-feira, 20 de novembro
ONE: “Winds of Change”, Jacarta, sexta-feira, 4 de dezembro
ONE: “Golden Circle”, Manila, sexta-feira, 11 de dezembro
ONE: “Eye of the Storm”, Kuala Lumpur, sexta-feira, 18 de dezembro

[ * ] Datas sujeitas à alterações.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 12/02/2020
_
Foto : Contratado em 2019, Vitor Belfort ainda não teve a data da sua estréia confirmada pelo ONE Championship ou sequer um adversário definido. ( Créditos | Cortesia :  Reprodução | Instagram ).

Circuito Nordestino de K-1 e Boxe retorna à Mauriti - CE em novembro de 2020

Desde o início das suas atividades no dia 20 de junho de 2014, o Circuito Nordestino de K-1 e Boxe já sediou edições em Recife e em outras cidades do interior do estado de Pernambuco como Ipojuca, Jaboatão dos Guararapes e Cabo, além de outras etapas em localidades como Maceió-AL e João Pessoa-PB.

Agora, o “maior evento de ‘trocação’ do Nordeste” retorna à cidade de Mauriti, no interior do estado do Ceará.

Localizada ao redor de municípios limítrofes dos estados do Ceará, Paraíba e Pernambuco, a cidade já havia recebido uma etapa anterior da competição no dia 8 de Julho de 2017 e outra no dia 16 de novembro de 2019.

A edição deste ano está agendada inicialmente para o dia 14 de novembro, praticamente “um ano após o último show na cidade”.

O presidente do Circuito Nordestino de K-1 e Boxe, Grão Mestre Eduardo Moraes, está bastante empolgado e promete lutas de alto nível, uma vez que lutadores de cidades próximas da região do Cariri ( Juazeiro do Norte, Crato e Barbalha ) sempre demonstraram interesse em participar do evento, bem como atletas dos estados vizinhos.

Os confrontos serão disputados sob as regras do Kickboxing, Muay Thai e Boxe e as lutas serão chanceladas pelo CIAM - Conselho Internacional de Artes Marciais, WPKB - World Professional Kickboxing e IBFed - Intercontinental Boxing Federation.

Os planos para o próximo evento começam por ter uma disputa pelo título brasileiro de K-1 com o atleta de Juazeiro do Norte-CE, Anderson Silva, ( do Bibiano Team ), que conquistou o cinturão de campeão Norte-Nordeste no evento do ano anterior, além de alguns outros confrontos que serão casados nas regras do Kickboxing e do Muay Thai.

Alguns dos vencedores da 21ª edição do Circuito Nordestino de K-1 e Boxe em Mauriti-CE, como Jeibson ( PB ) e Vandeilson ( CE ), ainda não confirmaram presença no “card”.

Os organizadores também estão negociando com Raphael Dom Garcia, Campeão Mundial de Boxe pela World Boxing Union ( WBU ), para que o mesmo faça uma luta nas regras da ‘nobre arte’.

Não custa lembrar que Roy Jones Jr. - que conquistou títulos mundiais em quatro categorias de peso - também já foi campeão pela WBU e deixou o título vago.

Raphael Dom Garcia é carioca e já foi campeão brasileiro pela Associação Nacional de Boxe ( ANB ) e latino-americano pela World Boxing League ( WBL ).

Apesar de algumas dificuldades em torno das últimas edições, os promotores do Circuito Nordestino de K-1 e Boxe estão trabalhando e lutando para melhorar o seu produto. Qualquer um que já tenha lutado, seja em boxe ou em qualquer outra disciplina de artes marciais sabe que uma falha ou decepção não pode fazê-lo desistir de continuar tentando e tentando, até obter sucesso.

Esta lição está agora aparentemente sendo aplicada pelos promotores do Circuito Nordestino de K-1 e Boxe. Esperamos fazer a reportagem com a cobertura do show de 14 de novembro em Mauriti-CE já com os reflexos destes esforços.

Atletas interessados em lutar ou que desejam obter maiores informações sobre as próximas etapas, favor entrar em com o presidente do Circuito Nordestino de K-1 e Boxe, Grão Mestre Eduardo Moraes, pelo número : ( 88 ) 9 9468 4226.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/02/2020
_
Foto : O “maior evento de ‘trocação’ do Nordeste” retorna à cidade de Mauriti, no interior do estado do Ceará. ( Créditos | Cortesia : Assessoria de imprensa do evento | Eliane Barreto ).

Resultados do ONE : “Warrior’s Code” que contou com lutas de MMA e Muay Thai na Indonésia

O mais recente show do ONE, batizado de ONE: “Warrior’s Code” foi realizado no dia 7 de fevereiro de 2020 ( sexta-feira, horário local ) no Istora Senayan, em Jacarta, na Indonésia. O torneio foi um grande sucesso.

Em luta válida pela divisão peso átomo feminino ( 52,2 kg no ONE ), a atleta japonesa de 20 anos de idade, Itsuki Hirata ( 6-0 ), manteve a sua invencibilidade no MMA. A judoca já havia vencido Angelie Sabanal com uma chave americana ainda no primeiro round em junho de 2019 e na sequência finalizou Rika Ishige com um arm-lock no segundo round da sua luta no torneio de outubro.

Sua adversária inicial, Bi Nguyen ( EUA ), retirou-se da luta devido à uma lesão e, em seu lugar, foi escalada Nyrene Crowley ( 3-3 ).

Crowley fez sua estreia como profissional de MMA em fevereiro de 2017 no Glory of Heroes. Na sequência, ela assinou com o ONE onde acumulou 2 vitórias e 2 derrotas. Se vencesse a luta, a atleta da Nova Zelândia seria escalada para o ‘card’ principal em uma próxima edição do ONE.

Crowley, que é experiente com habilidades em pé, e é ortodoxa, iniciou o duelo com a “trocação” e tentando manter a luta, pois sabia que a sua adversária tinha preferência pela luta “corpo à corpo”.

Mas após os dois primeiros rounds, Hirata foi capaz de usar o seu Judô para derrubar Crowley, controlando-a e procurando várias finalizações.

Já no terceiro round, Hirata optou por desistir das tentativas de finalização e com apenas dois minutos restantes obteve a vitória com um nocaute técnico.

Hirata melhorou o seu ‘recorde’ para 7-0-0 ( entre lutas profissionais e amadoras de MMA ) e conquistou a sua primeira vitória por nocaute técnico ao longo de uma carreira em que vinha obtendo 100% sucesso com as finalizações.

No ‘co-main event’ ( evento co-principal ) da programação, o candidato holandês ao título dos médios, Reinier de Ridder ( 12-0 ), conquistou a vitória sobre o brasileiro Leandro Ataides ( 11-4 ) e credenciou-se à disputa do cinturão da divisão, atualmente sob o poder de Aung La N Sang.

O brasileiro Ataides vinha de três vitórias consecutivas no ONE, sobre Mohammed Ali, Michael Pastanak e Vitaly Bigdash, respectivamente.
Já de Ridder - atleta originário do Judô - vinha de vitórias sobre Ron Juan e Gilbert Gaubaon.

Reinier de Ridder levou a luta com o brasileiro por 3 a 0 na decisão dos juízes após 3 rounds e aumentou o seu ‘recorde’ para 12 vitórias consecutivas.

Já o ‘main event’ ( evento principal ), contou com uma luta entre P. Sangprapai e Pongsiri PK, que competiram pelo título mundial inaugural do ONE Muay Thai na categoria peso pena.

Todo o ‘card’ de lutas do ONE: “Warrior’s Code” estará disponível para visualização ‘ao vivo’ e gratuito em alguns territórios usando o aplicativo recém-lançado pela franquia, onde você também poderá acompanhar os próximos eventos.

Todo o ‘card’ de lutas do ONE: “Warrior’s Code” estará disponível para visualização ‘ao vivo’ e gratuito em alguns territórios usando o aplicativo recém-lançado pela franquia, onde você também poderá acompanhar os próximos eventos.

Os resultados do ONE : “Warrior’s Code” incluem :

ONE : “Warrior’s Code”
7 de fevereiro de 2020
Istora Senayan
Jacarta, Indonésia

CARD PRINCIPAL  :

Muay Thai: P. Sangprapai venceu Pongsiri PK por decisão unânime - pelo título do peso pena
MMA : Reinier De Ridder venceu Leandro Ataides por decisão unânime
MMA : Iuri Lapicus venceu Marat Gafurov por finalização ( mata-leão ). Round 1, 1:07
MMA : Eko Roni Saputra venceu Khon Sichan por finalização ( mata-leão ). Round 1, 3:45
MMA : Koyomi Matsushima venceu Kim Jae Woong por nocaute técnico. Round 3, 0:24

CARD PRELIMINAR :

MMA : Itsuki Hirata venceu Nyrene Crowley por TKO. Round 3, 3:27
MMA : Sunoto Peringkat venceu Yang Fei por decisão unânime
MMA : Abro Fernandes venceu Eko Priandono por decisão unânime
Muay Thai : Taiki Naito venceu Savvas Michael por decisão unânime
Muay Thai : Josh Tonna venceu Andy Howson por nocaute. Round 2, 2:39
MMA : Fajar venceu Egi Rozten por TKO. Round 1, 2:39

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 08/02/2020
_
Foto acima : O torneio realizado em Jacarta, na Indonésia, foi um grande sucesso. ( Cortesia | Créditos : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Abaixo : A judoca japonesa Itsuki Hirata manteve a sua invencibilidade no MMA ao passar pela atleta da Nova Zelândia. ( Cortesia | Créditos : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

DC 1670 5a3d6

K-1 promoverá o K’Festa 3 na Saitama Super Arena em março

O K-1 já agendou o seu retorno à Saitama Super Arena para o dia 22 de março quando promoverá mais um grande ‘card’ com o seu K’Festa 3.

O show contará com três disputas de títulos. No ‘main event’ ou evento principal o japonês Takeru Segawa enfrentará o lutador franco-marroquino Adam Bouarourou.

Bouarourou é o atual campeão da ISKA, enquanto Takeru é o detentor do cinturão do K-1. O lutador japonês está entrando na luta vindo de  uma vitória sobre Yuta Murakoshi no evento do K-1 World Grand Prix em novembro. Essa luta será válida pela unificação dos títulos K-1 e da ISKA ( International Sports Kickboxing Association ), que é uma das maiores entidades de artes marciais e esporte de contato do mundo.

Outro destaque da programação será Yuta Kubo que tem estado um pouco inativo recentemente, com uma média de apenas uma luta por ano desde 2017. Ele enfrentará Jordan Pikeur, da Holanda, em disputa pelo título de campeão do peso meio médio.

Pikeur está em excelente forma e vem de vitórias por decisão sobre Masaaki Noiri e Katsuya Jinbo. Ele também venceu Kaisei Kondo no final do ano.

Na terceira luta válida pela disputa de títulos da noite, Rukiya Anpo defenderá seu título da categoria super leve contra o compatriota Fukashi Mizutani. O lutador japonês conquistou o título em uma disputa com o tailandês Kaew Weerasaklekgym no K-1 World Grand Prix em julho e o defendeu contra o mesmo adversário no K-1 World Grand Prix em dezembro.

No entanto, ambas as vitórias foram controversas, com o lutador tailandês sendo severamente advertido em ambas as ocasiões. O julgamento das duas lutas também foi questionável, segundo a mídia especializada.

Fukashi lutou em várias modalidades em 2019, sofrendo perdas por pontos no Muay Thai para o australiano Chadd Collins e no Shootboxing para Renta Nishioka.

O ‘card’ também contará com quatro lutas na categoria dos super médios com o tema “Japão vs o mundo”.
Nomes como os de Kaito, Jinbo Katsuya, Kido Yasuhiro e Wajima Hiromi, ( todos do Japão ), Kimura “Philip” Minoru ( do Brasil ), Eder Lopes ( de Portugal ), Milan Pales ( da Eslováquia ) e Niclas Larsen ( da Dinamarca ), irão compor o desafio.

K-1 World GP 2020 : K’Festa 3
22 de março de 2020
Saitama Super Arena
Tóquio, Japão

Takeru ( c ) vs. Adam Bouarourou ( c ) ( unificação dos títulos do K-1 e ISKA )
Yuta Kubo ( c ) vs Jordan Pikeur ( título meio médio )
Anpo Rukiya ( c ) vs Fukashi ( título super leve do K-1 )
Yuki Egawa x Facu Suarez ( peso pena )
Takei vs. Dansiam Ayothaya Fight Gym ( peso galo )
Hayashi vs. Zhu Shuai ( peso leve )
Kana vs Gloria Peritore ( peso mosca feminino )
Hiromi Wajima vs Niclas Larsen ( quartas-de-final do torneio dos super médios )
Yasuhiro Kido vs Milan Pales ( quartas-de-final do torneio dos super médios )
Jinbo Katsuya vs Eder Lopes ( quartas-de-final do torneio dos super médios )
Kaito vs Minoru Kimura ( quartas-de-final do torneio dos super médios )
Daisuke Fujimura vs Kotetsu ( luta reserva do torneio dos super médios )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 06/02/2020
_
Foto : O evento que é uma co-promoção do K-1 Group e da ISKA terá como atração principal uma disputa pela unificação dos títulos das duas organizações entre Takeru e Adam Bouarourou. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Group | ( C ) M- 1 Mídia Esportiva ).

Road FC divulga calendário para o primeiro semestre de 2020

O Road Fighting Championship ( Road FC, ou : 로드 FC ) é uma promoção de artes marciais mistas ( MMA ) que foi lançada oficialmente em 2010. Baseada na Coreia do Sul, também já promoveu eventos no Japão e na China.

A franquia iniciou sua estratégia de expansão global em 2015 e no final de 2019, já havia realizado 57 eventos.

Recentemente, o Road FC anunciou a programação com os seus três eventos para o primeiro semestre de 2020. De janeiro a março, não serão promovidos eventos, já que a promoção se concentrará na produção e transmissão de um programa sobre o MMA.

Centenas de indivíduos de várias profissões e formações apareceram e participaram da rodada preliminar. O programa está atualmente em andamento e será exibido em uma data futura.

O Road FC 58, o primeiro evento do ano, está marcado para o dia 18 de abril na Gyeyang Arena, em Incheon, a oeste de Seul. Até o momento, não há lutas confirmadas, mas os “matchmakers” ( casamenteiros ) já iniciaram o processo para montar o ‘card’.

No dia 16 de maio, a promoção retornará à sua casa de longa data na Jangchung Arena, em Seul, para o Road FC 59.

Já no dia 11 de julho, o Road FC 60 acontecerá em Wonju, na Wonju Arena, como sede da organização.

Graças ao sucesso do Grand Prix do Peso Leve, que premiou o campeão com US $ 1 milhão, torneios em várias divisões de peso serão o foco no futuro, de acordo com a organização.

Infelizmente, o número de shows diminuiu nos últimos dois anos. O Road FC promoveu dez eventos em 2014 e 2017, mas nos últimos dois anos apenas seis.

Estes são alguns dos motivos pelos quais andam circulando rumores sobre a estabilidade financeira da organização sul-coreana, mas com o recente apoio do Blue Moon Fund e os planos de expansão para o sudeste da Ásia, o futuro parece ser promissor.

O Blue Moon Fund, uma empresa financeira foi anunciada como principal patrocinador do Road FC recentemente. A empresa apostará no crescimento da organização em muitas cidades dentro e fora do país e um evento Road FC na Indonésia já está previsto para o segundo semestre de 2020.

Calendário do Road FC para o primeiro semestre de 2020 :

Road FC 58, 18 de abril, Incheon, Coreia do Sul
Road FC 59, 16 de maio, Seoul, Coreia do Sul
Road FC 60, 11 de julho, Wonju, Coreia do Sul

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 04/02/2020
_
Foto acima : O Road FC confirmou as datas e os locais dos seus três primeiros eventos na Coreia do Sul em 2020. ( Cortesia | Créditos : Road FC | Divulgação ).

Abaixo : O ‘flyer’ de divulgação do “Road FC 58”, show que acontecerá no dia 18 de abril, em Incheon, na Coreia do Sul. ( Cortesia | Créditos : Road FC | Divulgação ).

83938221 2920022034722950 833867037229973504 n 7c141

Confira os resultados do “King of the Cage: Pure Vengeance” que rolou sábado nos EUA

Em 1998, Terry Trebilcock lançou sua promoção King of the Cage, com sede em Fontana, Califórnia, nos EUA, com seu primeiro evento sendo realizado em uma quadra de tênis.

Naqueles idos tempos, as artes marciais mistas ( ou simplesmente MMA, na sigla em inglês ), eram então conhecidas como “No Holds Barred” ( “não existem regras”, ou ainda, ‘NHB FIGHTING’ ), e estavam à beira da extinção.

Ao longo destes anos de sangue, suor e lágrimas, King of the Cage provou ser parte integrante da evolução das artes marciais mistas. Nenhuma outra franquia de MMA nos EUA promoveu mais lutas que o King of the Cage.

Em setembro de 2007, Trebilcock vendeu o KOTC para a ProElite. Dois anos depois, em julho de 2009, ele readquiriu 100% do KOTC e, simultaneamente, firmou um contrato de ‘joint venture’ com a Mark Burnett Productions ( “Survivor”, “Apprentice”, “Celebrity Apprentice” e “The Contender” ) para iniciar o desenvolvimento de um ‘Reality Show’ que foi ao ar em três temporadas na MTV.

Na sequência, Trebilcock firmou uma parceria com o empresário e investidor Mark Cuban - também proprietário do Dallas Mavericks ( NBA ) - que garantiu a transmissão do KOTC em seu canal HDNet.

Mais recentemente, em julho do ano passado, foi relatado que Terry Trebilcock, ainda presidente do King of the Cage, se recusou à liberar Drako Rodriguez, que substituiria Sean O'Malley em uma luta contra Marlon Vera, no UFC 239.

Atualmente, o King of the Cage é uma das mais tradicionais e sólidas promoções de MMA do mundo.

O KOTC promove e continua promovendo centenas de shows em todo o mundo, incluindo 17 estados dos Estados Unidos e países pelo mundo, como: Inglaterra, Cingapura, Hong Kong, Canadá e Austrália.

O show também ajudou inúmeros atletas à sedimentar as suas carreiras. Lutadores do porte de : Forrest Griffin, Quinton “Rampage” Jackson, Rashad Evans, ‘Krazy Horse’, Keith Berry, Mac Danzig, Paul Buentello, Urijah Faber, Joe Stevenson, Diego Sanchez e Thiago Alves, além de lendas como Don Frye, Shonie Carter, Dan Severn e Vernon “Tiger” White.

Hoje em dia, o KOTC está disponível no ‘Pay-Per-View’ sob demanda para mais de 50 milhões de residências em mais de 25 países. O KOTC também é exibido na Fox Sports Net, que transmite as lutas para mais de 200 milhões de lares.

O mais recente show da franquia, batizado de “King of the Cage: Pure Vengeance” aconteceu no sábado ( 01 de fevereiro ), no Chinook Winds Casino, Lincoln City, Oregon, EUA.

No ‘main event’ ( evento principal ), vimos Daniel Stewart derrotar Gibran Alvarez por decisão unânime, com todos os três juízes pontuando a luta com 30 a 27.

Já no ‘co-main event’ ( evento co-principal ), Grace Cleveland foi capaz de derrotar Angela Danzig por decisão dividida com as pontuações de 29-28, 29-28, 28-29.

Os resultados do “King of the Cage: Pure Vengeance” incluem :

King of the Cage : Pure Vengeance
01 de fevereiro de 2020
Chinook Winds Casino
Lincoln City, Oregon, EUA

LUTA # 1
Devoreaux Craigen venceu Justin Rosenberry
Nocaute
1:05 Round 1

LUTA # 2
Hayden Maggard venceu Brandon Miller
Decisão Unânime ( 29-28 Todos os 3 Juízes )

LUTA # 3
Roberto Hernandez venceu Jordan Anderson
Decisão unânime ( 29-28, 29-28, 29-27 )

LUTA # 4
Aaron Bowles venceu Matt Russo
TKO / Golpes
1:01 Round 2

LUTA # 5
Arnold Jimenez venceu Tristan Lindi
Decisão unânime ( 30-37, 30-27, 30-26 )

LUTA # 6
Leon Klee venceu Fernando Alvarado
TKO / Lesão ( Ombro Deslocado )
1:49 Round 1

LUTA # 7
Cash Quiroga venceu David Converse
TKO / Golpes
3:53 Round 2
* Quiroga conquistou o título vago do peso mosca do KOTC

LUTA # 8
Brandon Nunn venceu Chris Gates
Decisão Unânime ( 30-27 Todos os 3 Juízes )

LUTA # 9
Grace Cleveland venceu Angela Danzig
Decisão dividida ( 29-28, 29-28, 28-29 )

LUTA # 10
Daniel Stewart venceu Gibran Alvarez
Decisão Unânime ( 30-27 Todos os 3 Juízes )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 03/02/2020
_
Foto : King of the Cage ( KOTC ) é uma promoção de artes marciais mistas ( MMA ) baseada no sul da Califórnia , EUA, desde 1998. ( Cortesia | Créditos : Terry Trebilcock | Divulgação KOTC ).

Khabib Nurmagomedov receberá US $ 100 milhões para lutar boxe com Floyd Mayweather

Ali Abdelaziz, O “manager” ( gerente ) de Khabib Nurmagomedov, declarou ao site TMZ que dois árabes muito ricos e poderosos ofereceram US $ 100 milhões para Khabib lutar boxe com Floyd Mayweather em Riad, na Arábia Saudita.

Além disso, o artista marcial misto russo também receberia US $ 100 milhões oferecidos pelos mesmos bilionários sauditas para disputar a revanche com Conor McGregor naquele país do país do Oriente Médio, mas também sob as regras do boxe e não em uma luta de MMA.

O ‘gerente’ não revelou a identidade daqueles que estão por trás da enorme oferta em dinheiro ou quando as lutas deverão acontecer.

Porém, as duas “lutas dos sonhos” dos fãs não devem acontecer tão logo e aqui está o porquê ...

Em 2019, a WME - dona do UFC - devolveu um investimento de US $ 400 milhões ao governo saudita após o assassinato do jornalista do Washington Post Jamaal Khashoggi em uma instalação da embaixada na Arábia Saudita.
Isso não é um bom presságio para uma luta naquele país.

No entanto, sabemos que os sauditas estão fazendo um grande esforço para sediar eventos esportivos internacionais em Riad ... como ‘Anthony Joshua x Andy Ruiz 2’, que ocorreu recentemente por lá. Além disso, eles também organizaram vários eventos da WWE no ano passado.

Floyd já havia falado sobre o duelo de boxe com Khabib - dizendo que sabe que haverá ‘muito dinheiro envolvido’ se a luta acontecer.

Por sua parte, Conor disse que sua prioridade é Khabib - mas Ali afirmou que McGregor teria que ‘vencer outros adversários primeiro’ para só depois lutar com Nurmagomedov.

-“Ei, vadia, lute com Justin Gaethje, consiga uma vitória e depois volte para a disputa pelo título”.-disse Abdelaziz ao TMZ.

Abdelaziz ainda acrescentou que é incerto se Nurmagomedov estará interessado em lutar contra o americano ou o irlandês antes de sua luta contra Tony Ferguson pelo título dos leves do UFC, programada para ocorrer em 18 de abril no Brooklyn, Nova York, EUA.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 02/02/2020
_
Foto : O “manager” de Khabib - Ali Abdelaziz - disse que se encontrou recentemente com os sauditas para discutir possíveis oportunidades de lutas para o russo. ( Cortesia | Créditos : WME | UFC | Mayweather Promotions | TMZ ).

[ Rumor ] Oscar De La Hoya quer promover Tito Ortiz vs. Dan Henderson no Golden Boy MMA 2

Oscar De La Hoya é um ex-pugilista com dupla nacionalidade ( mexicana e americana ). Ele conquistou  vários títulos mundiais em seis diferentes categorias de peso de 1992 à 2008 e foi classificado como o “11º melhor boxeador ‘peso por peso’ de todos os tempos”.

Em 2002, ele também se tornou um promotor de boxe e, em 2018, decidiu entrar no jogo de MMA e desafiar Dana White e o UFC, sempre à frente da sua Golden Boy Promotions.

O ‘card’ inaugural do Golden Boy MMA, encabeçado pelo duelo “Liddell e Ortiz 3”, foi o maior ‘pay-per-view’ de um show ( não-UFC ) da história do MMA e um dos principais “PPV’s” de 2018.

Procurando continuar com o sucesso, Oscar De La Hoya já está trabalhando no Golden Boy MMA 2 e ele planeja executar a idéia de usar o nome familiar de Tito Ortiz mais uma vez.

Rumores dão conta que o oponente de Ortiz seria a ‘lenda-viva’ do UFC Dan Henderson.

Esse confronto entre Tito Ortiz, de 45 anos, com Dan Henderson, de 49 anos, seria definitivamente o ‘main event’ ( evento principal ) e provavelmente aconteceria na divisão dos meio-pesados.

Ortiz é detentor de um ‘registro’ 19-12-1 no MMA enquanto Henderson ostenta um ‘recorde’ de 32-15-0.

A natureza desafiadora da idade e das carreiras de 20 anos de Tito Ortiz e Chuck Liddell são provas do compromisso e trabalho duro de cada um.

Dan Henderson, afirmou que a luta com Tito Ortiz foi oferecida para ele. Nada é oficial ainda, mas ouvimos fontes próximas aos dois lutadores e estas dizem que Dan e Tito também querem que a luta aconteça.

Como prova de que está de volta ao jogo do MMA, Oscar disse como pretende trabalhar com outros lutadores e também comentou como planeja se “desvencilhar” do modelo de ‘pay-per-view’ :

-“Quero ver quem é um agente livre, quem me contata. E então construirei outro evento, mas construirei um grande evento. E não farei isso no ‘pay-per-view’. Farei isso em uma plataforma que não cobrará US $ 80, US $ 90. O ‘pay-per-view’ se foi. É por isso que Canelo Alvarez fará US $ 365 milhões sem lutar no pay-per-view.”-comentou Oscar, lembrando que o seu astro boxeador, Canelo Alvarez,  assinou recentemente um acordo de US $ 365 milhões com o serviço de “streaming” DAZN.

Seja como for, Oscar De La Hoya garante que o Golden Boy MMA estará de volta em breve, para competir novamente com o UFC e seu presidente Dana White como uma das maiores promoções da indústria do MMA.

-“Vou competir novamente com Dana White. Do jeito que comecei as promoções do Golden Boy, e agora somos a maior potência do boxe. É exatamente o que vou fazer com o MMA.”-concluiu De La Hoya.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 29/01/2020

_

Foto acima : Já consagrado como promotor de boxe, Oscar De La Hoya garante que também continuará com a promoção do MMA. ( Cortesia | Créditos : Drew Hallowell | Getty Images | AFP ).

Abaixo : Nada é oficial ainda, mas Dan e Tito também querem que a luta aconteça. ( Cortesia | Créditos : Golden Boy Promotions | Divulgação ).

OG ezS6E7cC gde16c6Fqrs9sBQsBLFBaEmbuGSW6mk 0c7da

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png4.png0.png3.png5.png7.png5.png
Hoje:478
Ontem:942
Últimos 7 dias:3611
Mês:19929
Total:403575

Conectados simultaneamente

13
Online

21-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top