ptzh-CNenfritjakoruesvi

1ª Etapa do Campeonato Cearense de Boxe reunirá atletas de todo o estado em Limoeiro do Norte

Como parte da evolução do “cross traininig” muitas academias de lutas estão mantendo horários com aulas específicas de Boxe e, ainda como consequência desse processo, vários atletas estão competindo em torneios amadores de Boxe para ‘afiar as mãos’ e obter um melhor rendimento nas competições de artes marciais mistas.

Entrando nessa onda, Limoeiro do Norte - Já conhecida como a “Cidade do MMA” - poderá se tornar em breve um novo polo da ‘Nobre Arte’. O município localizado no interior cearense irá sediar no dia 28 de março a 1ª Etapa do Campeonato Cearense de Boxe, competição que deverá contar com mais de 40 lutas valendo até 50 pontos no ranking estadual.

Segundo Emanoel Barroso, presidente do Conselho Cearense de Boxe Amador e Profissional ( CCB ), o evento trará novas categorias este ano, como a categoria de ‘Portadores de Necessidades Especiais’ e a ‘Categoria para Homens e Mulheres Trans’.

-“É uma forma de inserir estas pessoas no esporte dando as devidas condições de equidade para que possam competir com regulamento próprio sem nenhum tipo de privação”.-afirmou o presidente do CCB, esperando que a iniciativa estimule os demais estados e que a repercussão atinja proporções internacionais.

O evento - que é o mais importante da categoria no estado - também contará com divisões para crianças a partir de 7 anos de idade, e para adultos maiores de 40 anos.

Esse campeonato reunirá competidores de todo o estado do Ceará e promete ser o primeiro de uma série de eventos que serão realizados na região do Vale do Jaguaribe.

Para participar do Campeonato Cearense de Boxe, os atletas devem acessar o site oficial da entidade : ccboficial.org  até o dia 15 deste mês ( prazo máximo para as inscrições ). O público que quiser prestigiar o evento contará com ingresso social R$ 5,00 + 1kg de alimento.

Não custa lembrar que o atual presidente do CCB, Emanoel Barroso, tem uma vasta experiência como competidor de Boxe profissional, Taekwondo e MMA.

Conhecido pela alcunha de “Massa Bruta”, o faixa preta 3º Dan em Taekwondo diz que seu apelido agora será “Staff Bull” e já está preparando a sua volta aos ringues e ‘cages’.

A realização da 1ª Etapa do Campeonato Cearense de Boxe em Limoeiro do Norte, aliás, mostrou-se viável graças à parceria com Gean do Vale, promotor de eventos de artes marciais mistas, como o LFC, onde Emanoel Barroso fez algumas das lutas mais importantes em sua carreira no MMA.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 05/03/2020
_
Foto : O dinâmico presidente do Conselho Cearense de Boxe Amador e Profissional ( CCB ), Emanoel Barroso , atuando como arbitro em um evento no Projeto Social Esportivo De Boxe Paupina. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Emanoel Barroso | Conselho Cearense de Boxe Amador e Profissional ).

Resultados do “Deep 94 Impact”, show de MMA que foi realizado dia 1º de março em Tóquio, Japão

O show de MMA “Deep 94 Impact” realizado no dia 1º de março ( Domingo ), foi sucesso absoluto no Korakuen Hall em Tóquio, Japão.

O ‘main event’ ( evento principal ) foi estelar, como os veteranos do RIZIN, Yuki Motoya ( 23-8 ) e Takafumi Otsuka ( 27-16-1 ).

O ex-campeão dos pesos médios e do peso médio do “Deep Impact”, Yuki Motoya, esperava se recuperar após a perda de seu título de campeão do peso galo no ano passado. Isso não seria tarefa fácil, no entanto, pois do outro lado do ‘cage’ estava o ex-campeão dos penas e dos galos do “Deep Impact”, Takafumi Otsuka.

Contudo, Motoya demonstrou uma precisão clínica ao golpear ao longo de três rounds, acertando Otsuka com combinações punitivas na cabeça e corpo.

Embora Otsuka fosse um bom desafio para Motoya, ele esteve sempre um passo atrás ao longo da luta. Assim sendo, todos os três juízes do lado do ‘cage’ deram à vitória este último.

Em outra luta pelo título, esta no ‘co-main event’ ( evento co-principal ), o “rei” dos médios Ryuichiro Sumimura ( 14-8 ) defendia seu trono contra o ex-campeão Yuta Watanabe ( 22-9-4 ).

O atual campeão bombardeou seu oponente com combinações de boxe nítidas. Watanabe buscou então algumas quedas, mas Sumimura foi capaz de manter a luta em pé por todo o inicio de round.

Já o segundo round mostrou a versatilidade de ambos os competidores enquanto eles lutavam no chão.

No round final, Sumimura e Watanabe mantiveram o ritmo intenso da luta, enquanto trocaram duros golpes por cinco minutos.

Ao final, os esforços de Sumimura foram suficientes para lhe render uma vitória por decisão unânime dos juízes e melhorou o seu recorde para 15-8. Por outro lado, Watanabe caiu para 22-10-4 e viu sua sequência de três vitórias ser interrompida.

Em outros lutas do ‘card’, Kyosuke Yokoyama ( 12-8 ) foi o autor de uma vitória por finalização, apagando Daisuke Tatsumi ( 13-9 ) com um forte estrangulamento ( triângulo de braço ) no terceiro round.

Além disso, um lutador vindo da Tailândia e veterano do ONE Championship Kritsada Kongsrichai ( 7-5 ) fez sua estreia no “Deep Impact”, mas amargou uma derrota para Kosuke Terashima ( 16-15-5 ) no segundo round.

Sobre as novidades referentes aos outros eventos de MMA no Japão, o Pancrase 313 não será mais realizado no dia 8 de março. O evento foi adiado devido ao coronavírus.
Mas já foi confirmada uma nova data.

Agora será no dia 12 de abril, no mesmo dia que o Pancrase 314. Esse dia receberá agora um ‘card’ duplo da promoção.
As lutas da edição 313 ocorrerão durante o dia, e as da edição 314 à noite.

Quanto ao “Deep Impact” ( foco principal desta matéria ), este também já teve o seu próximo ‘card’ - “Deep 95 Impact” - anunciado para o dia 6 de maio de 2020 ( quarta-feira / feriado ), novamente no Korakuen Hall, em Tóquio.

Antes disso, porém, a promoção realizará mais um ‘card’, o “Deep ☆ Kick 43” - versão com disputas de Kickboxing da franquia - cujas lutas terão lugar no Texpia Osaka, no domingo, 5 de abril de 2020.

Por agora, confira os resultados do “Deep 94 Impact” :

Deep 94 Impact
1º de março de 2020
Korakuen Hall
Tóquio, Japão

Yuki Motoya venceu Takafumi Otsuka por decisão unânime ( 30-27 × 3 )
Ryuichiro Sumimura venceu Yuta Watanabe por decisão unânime ( 29-28 × 5 )
Kyosuke Yokoyama venceu Daisuke Tatsumi por finalização ( estrangulamento ) no terceiro round
Kosuke Terashima venceu Kritsada Kongsrichai por finalização ( golpes ) no segundo round
Kizaemon Saiga venceu JACK por TKO ( golpe no corpo ) no primeiro round
Makoto Shinryu vs. Haruo Ochi terminou em um empate – Exibição de  Grappling ( Jiu-Jítsu sem Kimono )
Yamato Fujita venceu Chikara Shimabukuro por decisão unânime ( 20-18 × 3 )
Takuya Oyama venceu Harry Stallone por desclassificação ( joelhadas ilegais ) no primeiro round
Koya Kanda venceu Raiki Endo por decisão unânime ( 20-18 × 3 )
Kunihisa Sasa venceu Fuhito Hasegawa por decisão unânime ( 20-18 × 3 )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 03/03/2020
_
Foto : O lutador Motoya acertou a sua direita muitas vezes em Otsuka. ( Créditos | Cortesia : Deep Impact | Gonkaku ).

Show de MMA “Deep 94 Impact” será realizado dia 1º de março em Tóquio, Japão

Apesar das preocupações à cerca do impacto do novo coronavírus, oficialmente chamado COVID-19, vários promotores confirmaram a realização dos próximos eventos de MMA no Japão.

O “Pancrase 313” será realizado no dia 8 de março e o “RIZIN.22”, inicialmente programado para o dia 19 de abril, anunciou mais algumas novas lutas ontem.

O “Deep 94 Impact” também está confirmado e será realizado no próximo dia 1º de março ( Domingo ). O evento terá lugar no Korakuen Hall, em Tóquio, capital do Japão.

Como medida preventiva contra o novo coronavírus nesse próximo evento do “Deep Impact”, um desinfetante será instalado próximo à entrada do local.

Ainda como como resposta ao surto do novo coronavírus, os funcionários do evento também irão usar máscaras. Além disso, eles estarão convidando o público presente a lavar as mãos, a desinfetar com álcool, gargarejar e também usar máscaras.

Mas o surto acabou afetando o evento de uma outra forma.
Um lutador que viria da Coréia do Sul, o jovem Jae Woong Byun ( 2-1 ), não pôde entrar no país devido ao novo coronavírus. Assim sendo, seu adversário, Makoto Takahashi ( 10-1-1 ) ficará sem lutar.

Outra novidade é que Tatsumitsu Wada ( 22-11-2 ), atual campeão dos pesos moscas do “Deep Impact” e atualmente lutando pelo ONE Championship, devolveu o seu cinturão. Assim sendo, foi anunciado que Makoto “Shinryu” Takahashi ( 10-1-1 ) será o quinto campeão do “Deep Impact” na categoria peso mosca.

O ‘main event’ ( evento principal ) da programação será entre Yuki Motoya ( 23-8 ) e Takafumi Otsuka ( 27-16-1 ), em luta válida pela categoria dos  pesos médios. Eles já lutaram mais de 50 vezes sob a bandeira do “Deep Impact”. No entanto, eles estão atualmente em trajetórias de carreira muito diferentes.

Motoya, ex-‘rei’ dos pesos médios do ‘Deep’, tinha apenas uma derrota - para Kyoji Horiguchi - em suas 17 lutas até 2019. À partir daí, infelizmente, ele perdeu três lutas consecutivas.

Mas não custa lembrar que Motoya já venceu nomes como Je Hoon Moon ( no “Deep 84 Impact” ) e Makoto Kamaya ( no “Deep 86 Impact” ) e Kazuma Sone ( No “RIZIN.12” ). Contudo, ele acabou perdendo sua última luta para Patchy Mix no evento de ano novo, “RIZIN.20”.

Já Takafumi Otsuka, também ex-campeão do peso médio além de ex-campeão do peso pena do ‘Deep’, venceu Rikuto Shirakawa por nocaute técnico em apenas 36 segundos no ‘Deep 91 Impact’.

Ele também venceu Yuki Takano  no ‘Deep 93 Impact’, apenas duas semanas antes do show de ‘réveillon’ de Nobuyuki Sakakibara, em que Motoya foi derrotado.

Otsuka já lutou com a elite do mundo do MMA, de Bibiano Fernandes à Rafael dos Anjos, e está lutando contra os melhores na última década.

No ‘co-main event’ ( evento co-principal ) veremos uma luta pelo cinturão dos meio médios entre Ryuichiro Sumimura ( 14-8 ) e Yuta Watanabe ( 22-9-4 ).

Sumimura venceu suas últimas sete lutas pelo ‘Deep’ e é o atual campeão até 77.1 kg. No entanto, o lutador de 33 anos sofreu derrotas recentes no “RIZIN.21” e no Bellator MMA Japan.

Watanabe, por sua vez, está vindo de uma série de vitórias em três lutas, entre estas, uma vitória por decisão sobre Yoichiro Sato no ‘Deep 90 Impact’. Esses dois lutadores se enfrentaram pela primeira vez em 2016, com o campeão Sumimura vencendo por mata-leão.

Confira abaixo o ‘card’ do “Deep 94 Impact” que será composto por 12 lutas.

Deep 94 Impact
1º de março de 2020
Korakuen Hall
Tóquio, Japão

Yuki Motoya X Takafumi Otsuka
Ryuichiro Sumimura X Yuta Watanabe
Yasuyama Yokoyama X Daisuke Tatsumi
CORO X Dream Man
Kizaemon Saiga X Jack
Chikara Shimabukuro X Yamato Fujita
Ryosuke Oyama X Harry Stallone
Kouya Kanda X Kiyo Endo
Hashan Fucht X Shinasahisa Sasa
Yasutaka Ishigami X Kazuki Shibuya
Masato Nakamura X Tamizuumiryoku Xiang
Momoka Yoshikawa X Maya

[Cancelado]

Makoto Takahashi X Jae Woong Byun

( *O ‘card’ é sujeito à alterações )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 28/02/2020
_
Foto : O ‘Deep Impact’ foi lançado em janeiro de 2001. Atualmente,o evento promovido por Shigeru Saeki é um dos mais tradicionais do Japão. ( Créditos | Cortesia : Deep Impact | Divulgação ).

Surto de Coronavírus no Japão poderá forçar o adiamento de eventos por duas semanas

O CEO do RIZIN, Nobuyuki Sakakibara, falou sobre os desenvolvimentos futuros após o torneio “RIZIN.21”, realizado em 22 de fevereiro de 2020 ( sábado ) na Hamamatsu Arena, em Shizuoka.

Foi anunciado anteontem que o próximo ‘card’ da franquia, o “RIZIN.22”, deverá ser realizado no dia 19 de abril ( domingo ), na Yokohama Arena.

Contudo, Sakakibara comentou sobre as suas preocupações à cerca do impacto do novo coronavírus, oficialmente chamado COVID-19.

-“Estou preocupado com a forma como a infecção pelo coronavírus se espalhará por aqui, mas dependerá de quando será o pico do surto e quando este chegará ao fim, como você pode ver nos exemplos de outros patógenos. Ouvi dizer que as bactérias desaparecerão se a temperatura exceder 20 graus, mas, em qualquer caso, eu estarei atento às informações e continuo tendo em mente que nós estaremos bem prepararemos para o dia 19 de abril e realizaremos o torneio ”.-afirmou Sakakibara.

Na tarde de quarta-feira ( 26 de março ), o primeiro-ministro do Japão Abe Shinzo pediu que todos os eventos esportivos e culturais sejam suspensos ou limitados durante duas semanas, como parte da luta para conter a disseminação do coronavírus no país.

Abe Shinzo - que em maio de 2019 adotou a estrutura tradicional de nomes no Japão, com o sobrenome na frente - afirmou que esse período é importante para deter a disseminação da infecção.

-“Considerando que as próximas duas semanas são extremamente importantes para evitar a propagação da infecção, solicitaremos a suspensão, adiamento ou redução do tamanho ( dos eventos ) nesse período, pois o governo considera existir um risco de transmissão em larga escala nos eventos esportivos e culturais em todo o país”.-disse Abe, no Parlamento, ao pedir aos organizadores que considerem cancelar ou adiar seus eventos, embora isso não seja obrigatório.

Em resposta à esse pedido, a indústria das artes marciais anunciou o cancelamento do “SHOOT BOXING Hanayashiki Extreme.4”, que seria realizado em 1º de março no Asakusa Hanayashiki / Asakusa Flower Theatre, em Tóquio.

O mundo do boxe decidiu adiar um torneio doméstico marcado para março e, os dirigentes da Luta Livre ( modalidade conhecida aqui no Brasil como ‘Telecatch’ ), anunciaram que a New Japan Professional Wrestling cancelará 11 torneios de 1 à 15 de março, mas que retornará às suas atividades posteriormente.

Uma outra opção seria fazer que nem a liga de beisebol de Tóquio, que informou que realizará partidas sem espectadores até o dia 15 de março.

Quanto às Olimpíadas, os preparativos para os próximos Jogos Olímpicos de Tóquio ainda estão em andamento apesar do coronavírus, informou o Comitê Olímpico Internacional ( COI ) também na quarta-feira.

-“Os preparativos para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 continuam como planejado. Contramedidas contra doenças infecciosas constituem uma parte importante dos planos do Tóquio 2020 de sediar Jogos seguros e protegidos. Tóquio 2020 continuará a colaborar com todas as organizações relevantes que estão monitorando cuidadosamente qualquer incidência de doenças infecciosas e analisará quaisquer medidas preventivas necessárias a todas as organizações envolvidas”.-afirmou o serviço de imprensa do COI.

O COI disse ainda que estava em contato com a Organização Mundial de Saúde ( OMS ) e seus próprios especialistas médicos :

-“Temos plena confiança de que as autoridades relevantes, em particular no Japão e na China, tomarão todas as medidas necessárias para resolver a situação”.-explicou o serviço de imprensa.

Os políticos japoneses estão confiantes com relação à realização das Olimpíadas em seu país :

-“O COI está se preparando para os Jogos de Tóquio tal como programado. Continuaremos nossos preparativos para que o COI possa tomar decisões sensatas”.-afirmou a ministra Seiko Hashimoto, no Parlamento.

Segundo os especialistas, a epidemia deve durar de dois a três meses, com algumas previsões apontando para o seu término depois de abril.

Nesse caso, o surto poderia afetar um pouco mais o mundo do MMA no Japão.
Será que haverá uma logística propícia para a realização do “RIZIN.22” em 19 de abril ?

Nós esperamos que sim e aproveitamos para parafrasear Zhang Jifeng, vice-diretor do Instituto de estudos japoneses na Academia Chinesa de Ciências Sociais, quando este disse :

-“Do fundo do coração, esperamos que o Japão melhore em breve e que juntos possamos desfrutar dessa celebração do esporte e do renascimento”.-declarou Zhang.

Por agora, fiquem com as lutas anunciadas para o “RIZIN.22” até o momento.

RIZIN.22
19 de Abril de 2020
Yokohama Arena
Yokohoma, Japão

Manel Kape (c) vs. Hiromasa Ogikubo ( pelo cinturão do peso galo )
* Mikuru Asakura x Kotetsu Boku ( peso leve ) *
* TBC

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 27/02/2020
_
Foto : A medida se faz necessária até que o surto arrefaça, após o seu pico. Mas o CEO do RIZIN Nobuyuki Sakakibara ainda está esperançoso quanto à realização do “RIZIN.22” em 19 de abril. ( Créditos | Cortesia : @RIZINFF | MMA Japan ).

Chatri Sityodtong oferece emprego de US $ 250.000 ao vencedor de novo reality show

Você tem o que é preciso para ser “o aprendiz” de Chatri Sityodtong?

Apenas algumas horas depois do presidente e CEO do ONE Championship, Chatri Sityodtong, anunciar várias lutas pelo título nos próximos ‘cards’ do ONE: “Infinity 1” e ONE: “Infinity 2”, o mandatário também anunciou o lançamento do ‘The Apprentice: ONE Championship Edition’.

O ‘The Apprentice: ONE Championship Edition’ reunirá o famoso reality show de competição e a maior franquia global de mídia esportiva da história da Ásia.

Esta nova edição do ‘The Apprentice’ será apresentada pele próprio Chatri e estará sob licença da MGM Television. O show contará com dezesseis participantes escolhidos em todo o mundo, que competirão em desafios de alto risco projetados para testar seus limites. O vencedor receberá uma oferta de emprego de US $ 250.000 ao ingressar no ONE Championship por um ano sob a orientação do próprio Chatri Sityodtong.

O reality show será produzido internamente pelo ONE Studios e será executado nas plataformas linear e de “streaming” em toda a região pan-asiática no segundo semestre do ano. O programa também será distribuído pelas principais redes de televisão e canais digitais em todo o mundo.

A história de vida de Sityodtong - da pobreza à riqueza - é inspiradora, e motiva milhões de pessoas em todo o mundo, já tendo sido reportada na BBC, CNN, Bloomberg TV, CNBC e outras grandes mídias.

Mais recentemente, ele foi escolhido pela conceituada revista Forbes como um dos magnatas da próxima geração da Ásia. Sityodtong - que tem mais de 35 anos de experiência em artes marciais como estudante, lutador, professor e treinador - também foi nomeado “Rei das Artes Marciais da Ásia” pelo Financial Times e a 2ª pessoa “mais poderosa dos esportes da Ásia” pela FOX Sports, além de ter sido introduzido no ‘Hall da Fama’ da consagrada publicação Black Belt Magazine em 2019.

Sityodtong é um orador perene nas principais conferências de negócios do mundo, como a Forbes Global CEO Conference, Milken Institute, CNBC Asia Business Leaders Awards, YPO Edge, Global Entrepreneurship Summit ( GES ), Cannes Lions, Asian Leadership Conference e outros.

Ele também possui MBA pela Harvard Business School e bacharelado pela Tufts University, além de ser um empreendedor residente no INSEAD, uma das melhores escolas de negócios do mundo.

Sityodtong também foi destaque como matéria de capa em revistas do porte da Inc, Esquire, Playboy, CEO, Wealth, Tatler, The Peak, MillionaireAsia, Black Belt, e outras.

Além de Sityodtong, CEOs de toda a Ásia se juntarão a ele como juízes convidados em cada episódio do novo reality show.

Embora as competições de negócios sejam conduzidas e julgadas por esses CEOs, os desafios físicos contarão com atletas do ONE Championship, que competirão contra os participantes selecionados em jogos de atletismo e resistência. O programa acontecerá em diferentes cidades da Ásia e a primeira temporada será composta por 13 episódios.

Os interessados em participar do ‘The Apprentice: ONE Championship Edition’ deverão seguir Chatri Sityodtong no seu Instagram oficial ( @yodchatri ) e postar um vídeo de 1 minuto falando sobre “por que você merece ser um dos 16 participantes”.

Você DEVE marcar Chatri ( @yodchatri ) e incluir a Hashtag #ApprenticeONE em sua postagem para se qualificar. Verifique se seu perfil está definido como público.

Para aumentar suas chances de ser selecionado, peça a seus amigos e familiares que deixem comentários no perfil do Chatri no Instagram, dizendo por que eles acham que você merece participar do programa.

Não custa lembrar que, ao enviar um vídeo pelo Instagram, você concorda com os termos e condições daquela plataforma.

O ‘The Apprentice: ONE Championship Edition’ pode ser o mais difícil da história de todos os programas ‘Apprentice’.

Você poderá se inscrever para o show enviando o formulário disponibilizado no site oficial do ONE Championship.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 26/02/2020
_
Foto : ‘The Apprentice: ONE Championship Edition’ reunirá 16 participantes de todo o mundo e promete ser o mais difícil da história de todos os programas ‘Apprentice’. ( Cortesia | Créditos : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Resultados do Deep Jewels 28 realizado no New Pier Hall, em Tóquio, Japão

A maior liga feminina de MMA da atualidade voltou com o seu 28º ‘card’ de lutas na segunda-feira de manhã ( feriado nacional ), no New Pier Hall, em Tóquio, Japão.

O Deep Jewels 28 foi manchete por conta dos nomes escalados para a competição, que foi prestigiada por uma multidão de mais de 830 pessoas.

O ‘evento principal’ da programação ficou por conta da ex-lutadora do RIZIN, “King” Reina Miura ( 11-3 ) que enfrentou Nitchanan “Andre The Rocket” Thubtrai, naquela que seria a primeira luta profissional da tailandesa no Deep Jewels.

Outra atleta vinda da Tailândia, Suwanan “Amp The Rocket” Boonsorn ( 4-3 ), de 23 anos, enfrentou Emi Sato ( 4-4 ), do Japão, na rodada de abertura do torneio Microweight ( 44,5 kg ) do Deep Jewels.

Em outra luta do torneio Microweight, Mizuki Furuse venceu Yasuko “Ikuko” Tamada por decisão majoritária dos juízes.

Destaque para Moe Sasaki que venceu Sae Kokuho por decisão unânime ( 20-18, 20-18, 20-18 ) após dois rounds de 5:00 na luta ‘alternate’ ( reserva ) do torneio Microweight . Ela seguirá em frente na competição no caso de uma das finalistas não poder continuar.

Não poderíamos deixar de citar o duelo na categoria 49 kg com a lutadora de MMA e ‘idol’ Nanaka Kawamura, do “grupo de ídolos underground” Kamen Joshi ( que significa “Masked” Girls , em inglês, ou ‘garota da máscara’, em português ), de Akihabara - distrito do bairro de Chiyoda, em Tóquio.
Sua adversária, Mika Sakamoto, é uma atleta que já competiu pelas promoções DEEP Impact e no próprio Deep Jewels.

Kawamura começou a luta agressivamente e conseguiu acertar algumas sequências de socos antes de agarrar Sakamoto contra a grade.
Sakamoto reverteu a situação com uma queda e, na sequência, trabalhou com o ‘ground and pound’, para castigar a sua adversária.
Mas Kawamura voltou à ficar de pé e atacou Sakamoto com ganchos de esquerda e direita, em sequências que levaram o árbitro à interromper a luta aos 2:56 do primeiro round.
O grupo “MaskGirls” - que planeja conquistar toda a Ásia com o seu sucesso - está “mandando bem” com a sua representante no MMA.

O Deep Jewels 28 foi transmitido ‘ao vivo’ no canal da franquia no YouTube e também na página do DEEP Impact. O show deve estar disponível para “streaming” sob demanda nos próximos dias.

Confira os resultados completos do “Deep Jewels 28” abaixo.

Deep Jewels 28
24 de fevereiro de 2020
New Pier Hall
Tóquio, Japão

Reina Miura venceu “Andre The Rocket” por nocaute técnico ( socos ) no 1º round
Suwanan “Amp The Rocket” Boonsorn venceu Emi Sato por finalização ( chave-de-braço ) no 1º round - 1st Rd Microweight Tournament
Mizuki Furuse venceu Yasuko Tamada por Decisão Maioritária ( 20-18 × 2, 19-19 ) - 1st Rd Microweight Tournament
Miki Motono venceu Nongpan “The Rocket” por “TKO” ( Strikes ) no 1º round
Nanaka Kawamura venceu Mika Sakomoto por “TKO” ( Socos ) no 1º round
Sakura Mori venceu Otoha Nagao por decisão da maioria ( 19-18 × 2, 19-19 )
Chisato Wada venceu Tomoko Inoue por nocaute técnico ( direto de esquerda ) no 1º round
Moe Sasaki venceu Sae Kokuho por Decisão Unânime ( 20-18 × 3 ) – Alternate Microweight Tournament

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 25/02/2020
_
Foto acima : Um dos destaques do ‘card’ foi Nanaka Kawamura, do grupo “MaskGirls”. Ela acabou vencendo sua luta com Mika Sakomoto. ( Créditos | Cortesia : Deep Jewels | Arama Japan ).

Abaixo : Originária do Muay Thai, a atleta Suwanan “Amp The Rocket” Boonsorn aparece no flagrante momentos antes de aplicar a finalização que lhe garantiu a vitória sobre a japonesa Emi Sato. ( Créditos | Cortesia : Deep Jewels | Gonkaku ).

IMG 4436 2 fc2a4

Resultados do RIZIN 21 : Mikuru Asakura e Victor Henry vencem suas lutas enquanto “Shrek” é derrotado

No sábado, 22 de fevereiro, o RIZIN Fighting Federation sediou o seu 21º evento em Hamamatsu, Japão.

Mikuru Asakura ( 12-1 ), irmão de Kai, continua à impressionar dentro do ringue do RIZIN e encabeçou essa 21ª edição que teve lugar na Hamamatsu Arena.
Asakura, que conquistou um impecável ‘recorde’ de 7-0 desde que ingressou no RIZIN há menos de dois anos, teve pela frente Daniel Salas ( 16-6-1 ), conhecido pelos telespectadores do “The Ultimate Fighter: Latin America 2” ( ‘reality show’ do UFC ), em um confronto no peso pena.
Asakura acabou vencendo por interrupção do árbitro, após um chute na cabeça seguido por socos no final do segundo round.
Após a luta, Asakura foi desafiado pelo ex-campeão dos leves do ONE Championship, Kotetsu Boku.

Victor Henry ( 19-4 ) era o outro nome notável desse ‘card’. O peso galo americano ganhou destaque quando competiu sob a bandeira do Pancrase e também conquistou o cinturão do DEEP em março passado. Na sequência, Henry fez uma estréia bem-sucedida no RIZIN, em agosto.
Na luta deste sábado, o protegido de Josh Barnett acabou vencendo o veterano japonês Masanori Kanehara ( 27-13-5 ) com uma sequência de socos passados apenas 45 segundos do segundo round.

O RIZIN 21 também foi bom para a família Souza, pois os brasileiros Roberto Satoshi e Marcos Souza saíram vitoriosos em seus desafios depois de terminar 2019 com derrotas.

A única luta exibição de Jiu-Jítsu da programação trouxe o faixa-preta Roberto Satoshi Souza em um duelo eliminatório de um contra cinco. Ele tinha 10 minutos para finalizar seus cinco oponentes, caso contrário seria declarado perdedor. Satoshi foi eficiente e usou técnicas varidas para finalizar Yuki Nakai ( lenda japonesa do Jiu-Jítsu ), Edison Kagohara ( embaixador japonês do Jiu-Jítsu ), Koji Shigemitsu ( também praticante da “arte suave” ), Hiroshi Shinagawa ( comediante ) e Yua Kimura ( medalhista de ouro do ADCC ).

Já o seu irmão Marcos Yoshio de Souza ( 8-2-0 ) nocauteou o português Falco Neto ( 11-10-0 ) em menos de 90 segundos em uma luta de MMA.

Em uma das lutas mais badaladas do show, o peso pesado Roque Martinez, de Guam ( 14-5-2 ) encarou o judoca japonês Hideki Sekine ( 7-3 ).

Sekine tentou derrubar corajosamente o Campeão do megaton do DEEP, mas não obteve êxito. Martinez definiu a luta à seu favor com socos e “tiros de meta” ( ‘espécies’ de “chutes de futebol” ) aos 3:57 do primeiro round.

Sekine declarou após a luta:

-“Estou decepcionado. Mas não é o fim, não é o fim. Eu vou me levantar, vou começar a treinar hoje à noite mesmo. Tenho certeza que voltarei ao RIZIN novamente e vou vencer. Eu queria ter um bom desempenho para os meus colegas de polícia.”-disse ele, em lágrimas, durante um depoimento à equipe do Yahoo Japan.

Sekine “Shrek” Hideki ( nascido em Shizuoka, em 13 de agosto de 1973 ) é um antigo detetive da polícia da província de Shizuoka. Ele se transformou em um lutador profissional na casa dos quarenta anos, com o Judô aprendido na infância e no Jiu-Jítsu que ele começou à praticar quando trabalhava como  criminalista. Ele tem muitas conquistas no Jiu-Jítsu, incluindo o campeonato All Japan Brazilian Jiu-Jítsu Championship. Sekine também tem estado ativo nos ringues profissionais de Luta Livre ( modalidade conhecida em nosso país como ‘Telecatch’ ) e acumula participações em companhias como All Japan, Hard Hit e Real Japan. Competindo também no MMA, ele se tornou popular por lutar em promoções do porte do DEEP, Ganryujima e ONE Championship, entre outras.

O evento que contou com lutas de MMA e Kickboxing foi exibido no pay-per-view à meia-noite ( horário local ).

Os resultados do “RIZIN 21” incluem :

RIZIN 21
22 DE Fevereiro de 2020
Hamamatsu Arena
Hamamatsu, Japão

MMA

Mikuru Asakura venceu Daniel Salas por nocaute ( chute na cabeça e socos ) no segundo round ( 2:34 )
Victor Henry venceu Masanori Kanehara, por nocaute técnico ( TKO )  no segundo round ( 0:45 )
Roque Martinez venceu Hideki Sekine por nocaute técnico no primeiro round ( 4:04 )
Marcos Yoshio de Souza venceu Falco Neto por nocaute técnico no primeiro round ( 1:27 )
Yuto Hokamura venceu Kenji Kato por finalização no primeiro round ( mata-leão ) ( 4:21 )
Naoki Inoue venceu Trent Girdham por decisão unânime
Vugar Karamov venceu Kyle Aguon por decisão unânime

Kickboxing

Kousuke Jitsukata venceu Ryo Sakai por nocaute no primeiro round ( 1:28 )
Kenichi Takeuchi venceu Naoya por decisão unânime
Henry Cejas venceu SEIDO por decisão unânime
YUYA venceu KOUKI por nocaute no primeiro round ( 2:30 )
Masaji Tozuka x Masahiro Ozawa – empate por decisão majoritária

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 23/02/2020
_
Foto acima : A luta entre os pesos pesados Hideki “Shrek” Sekine e Roque Martinez foi um dos destaques do RIZIN 21. ( Créditos | Cortesia : @RIZINFF | Yahoo Japan ).

Abaixo : Mikuru Asakura nocauteou Daniel Salas no ‘evento principal’ do RIZIN 21 em Hamamatsu, no Japão. ( Créditos | Cortesia : @RIZINFF | MMA Japan ).

S20B5774 cad2b

PE FIGHT 7 : ‘Card’ com 16 lutas movimenta o MMA em Recife

Maior evento de MMA do estado de Pernambuco na atualidade, o Pernambuco Fight, ( ou PE FIGHT, se preferir ) retornará com a sua 7ª edição no dia 18 de abril de 2020. As lutas terão lugar no Parque Santos Dumont, em Boa Viagem, Recife, Pernambuco, à partir das 16:00 horas.

Promotor do PE FIGHT, Glauber Barbosa é bastante conhecido pelo público de MMA devido ao seu trabalho como árbitro em todos os eventos da modalidade em Pernambuco : GFC, SLF e KEZEN FIGHT, além do Brabos Combat, evento do estado de Alagoas que já foi indicado para disputar o troféu Oswaldo Paquetá : o ‘Oscar do MMA nacional’, como “o evento revelação de 2016”.

Glauber, que produziu sozinho todas as edições do PE FIGHT até os dias de hoje, sempre se preocupou com a segurança e integridade física dos atletas, contratando profissionais particulares, como árbitros, policiais militares, um grupo de socorristas de bombeiros civis, além de uma UTI móvel, médico e paramédicos.

Com o objetivo de confrontar os lutadores do MMA Pernambucano e atletas de outros estados da região nordeste, esse ‘card’ contará com 16 lutas casadas.

Para se ter uma ideia, algumas das principais equipes de Pernambuco estarão participando do evento : One Fight Team; Jacaré Team; Paulo Franco Team e a Arena Feitosa.
Representando o Rio Grande do Norte, teremos a consagrada equipe Kimura, de Natal, com 03 atletas, e da Paraíba virá a equipe Chute Fight, também com 03 atletas.

Destaque para a luta entre o invicto João Paulo “King” ( 6-0 ), de Natal-RN, e Ulisses Netto ( 4-2 ), de Recife-PE.
João Paulo tornou-se famoso por suas vitórias no Gêmeos Fight e Shooto Brasil, enquanto Ulisses Netto já mostrou muito do seu talento no São Lourenço Fight, GFC e Caveira Fight.

A revanche entre o representante da cidade de Paulista, Júlio Célio Luciano do Sacramento Filho ( 3-4 ), e o representante de Nossa Senhora do Ó, Raylande Monteiro ( 1-1 ), promete ser um dos pontos altos da programação.

Nosso colaborador Oriosvaldo Costa ( 3-3-1 ), conhecido como “Mr Kung Fu”, também estará participando do PE FIGHT 7. Ele irá lutar com Gledson Nunes ( 3-1 ), um veterano do ‘A Batalha Fighting Championship’, competição já tradicional no estado de Pernambuco.

Outra luta interestadual bastante aguarda será entre Valdir Rodrigues ( 2-3 ) de Campina Grande-PB e Johnatan Vicente ( 2-1 ), do estado de Pernambuco.

No ‘co-main event’ ( evento co-principal ), o atleta Daniel “Neguinho” Oliveira ( 4-0 ) irá disputar o cinturão da categoria 61kg com o duro lutador Hojerry “Tratorzinho” Herald Viana ( 3-0 ).
Enquanto Daniel Oliveira venceu todos os seus oponentes no GFC e no Paulista Fight MMA, Hojerry Herold construiu sua carreira nas promoções OCFC, Sentoki Keiji e também no Paulista Fight MMA.
O duelo entre invictos promete.

Já o ‘main event’ ( evento principal ) trará a aguardada revanche entre Maicon “Mamute” ( 6-3 ) e Tiago “Boi” ( 11-16 ).
Nascido Michael Douglas Felipe do Nascimento e conhecido pela alcunha de Maicon “Mamute”, o lutador da cidade de São Lourenço da Mata venceu a sua última luta com o experiente atleta Tiago “Boi” no Paulista Fight MMA, em novembro passado.
Natural de Olinda-PE, “Boi” acumula participações em promoções do porte do GFC, Octagon Fight, Snake FC, Kezen Fight e no próprio PE FIGHT.
A luta entre “Mamute” e “Boi” será válida pelo cinturão de campeão da categoria dos pesos pesados.

Confira abaixo o ‘card’ completo do PE FIGHT 7.

PE FIGHT 7
18 de abril de 2020
Parque Santos Dumont
Boa Viagem
Recife, Pernambuco

( córner azul X córner vermelho )

1- Júlio Célio X Raylande Monteiro
2- Valdir Rodrigues ( PB ) X Johnattan Vicente
3- Gabriel Brito X Sandoval Ferreira
4- Oriosvaldo Costa ( CE ) X Gledson Nunes
5- Heverton Vasconcelos X Wilson Santos
6- Paulo Henrique X Raphael Cruz
7- Nilson Instigado ( PB ) X Rafael Alves
8- Hosllan Alves X Davi Renan
9- Felipe Alves X Vitor Hugo
10- Stênio Barbosa ( PB ) X Elielton Fernandes ( RN )
11- Glauco Ferreira X Anderson “Índio”
12- Caio Machado X Daniel Virginio ( RN )
13- Gustavo Silva X Herinque Carvalho
14- Ulisses Netto X João Paulo “King” ( RN )
15- Daniel “Neguinho” Oliveira X Hojerry “Tratorzinho” Herald
16- Maicon “Mamute” X Tiago “Boi” Buarque

P.S.: O ‘card’ é sujeito à alterações.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/02/2020
_
Foto acima : Os pesos pesados Maicon “Mamute” e Tiago “Boi” farão a luta principal do PE FIGHT 7. ( Créditos | Cortesia : Glauber Barbosa | Divulgação PE FIGHT 7 ).

Abaixo : O ‘co-main event’ também trará uma disputa de cinturão entre Daniel “Neguinho” Oliveira e Hojerry “Tratorzinho” Herald pela categoria 61kg. ( Créditos | Cortesia : Glauber Barbosa | Divulgação PE FIGHT 7 ).

87387781 502318857138080 7813080896277315584 n 8a33b

Evento japonês REBELS anuncia novas ( e radicais ) regras de artes marciais mistas

Foi realizada uma conferência de imprensa no dia 18 de fevereiro ( terça-feira ), em Tóquio, capital do Japão, para anunciar as novas regras de MMA que passarão à vigorar no torneio do “REBELS.65”, que acontecerá no próximo dia 24 de abril de 2020 ( sexta-feira ).

O novo conjunto de regras tem o nome provisório de “Ultimate Kick Boxing” ( UKB ) e não prevê nenhuma decisão das lutas pelos juízes, a vitória só poderá ser obtida por ‘nocaute’ ( ‘knockout’ ou ‘KO’, se preferir ). Se não houver um ‘nocaute’ no primeiro round de cinco minutos, então será solicitado um segundo round de três minutos. Caso não aconteça um ‘nocaute’ nesse round extra, será declarado um empate.
Lembrando que três “nocautes técnicos” ( o termo “technical knockout” é abreviado como ‘TKO’ ), correspondem à um ‘nocaute’ ou “KO”.

Os lutadores deverão usar luvas de dedo abertas e as regras permitem socos, chutes, cotoveladas, joelhadas e quedas, além de um pouco de luta no solo.

Se um dos lutadores estiver no chão, seu oponente poderá golpeá-lo, se esse ataque for instantâneo. Nesse caso, poderão seu utilizadas cotoveladas, ‘ground and pound’, tiros de meta ( na cabeça do adversário caído ) ou “pisões” em todas as partes do seu corpo. Mas se estes ataques não forem feitos imediatamente, o lutador será obrigado à recuar e esperar que o seu adversário se levante.

Ainda com relação ao trabalho de luta no solo, será permitido golpear da posição de montada, e até mesmo usar cabeçadas, mas novamente, esses ataques terão que ser instantâneos, ou seja, feitos imediatamente.

Estrangulamentos serão proibidos, mas as demais técnicas de finalização deverão ser permitidas.

Cortes provocados por cotoveladas serão classificados como algo semelhante à um “TKO”.

Contudo, é preciso lembrar que essas regras só serão implementadas em cada luta se ambos os lados concordarem.

-“Lutadores que resistem às luvas de dedo abertas poderão usar luvas de boxe de seis onças ( 6 oz ), e eliminar as cotoveladas. Estamos à procura de oponentes entre 70 e 80 kg.”.-explicou Yamaguchi Genki, representante do REBELS.

-“Quando eu praticava o Muay Thai há dez anos atrás ou mais, já acreditava que era melhor fazê-lo com luvas de dedos abertas. Naquela época, quase ninguém concordava, mas hoje estão fazendo isso normalmente no ONE Championship. Eu acredito que o nosso novo conjunto de regras combina com os lutadores de MMA que não são bons em estrangular, e estaremos levando apenas a parte mais interessante das artes marciais mistas para o nosso público”.-complementou Yamaguchi.

Para motivar ainda mais os lutadores, já foi introduzido um sistema de prêmios para as lutas e três empresas já informaram que irão ofertar aproximadamente 100.000 ienes cada, para ser distribuído entre os competidores. Em caso de empate, o prêmio em dinheiro será adicionado ao valor que será pago na próxima luta do torneio. Também serão distribuídos prêmios pelos nocautes.

Além disso, o “REBELS.65” também contará com outras lutas empolgantes.

Destaque para a primeira luta pelo título feminino do REBELS, REBELS-BLACK ( sem cotoveladas ), na categoria de 46 kg.
Nessa disputa, Punchan Rina ( 1ª colocada na categoria pelo ranking do REBELS ) enfrentará Misaki Morita ( ex-campeã do J-GIRLS e atualmente participando da Shoot Boxing Girls S-Cup ) em luta programada para três rounds de três minutos, mais um round de três minutos, se necessário.

Esta será a primeira luta entre mulheres à ser considerada para o ‘evento principal’ do “REBELS.65”. Obviamente, ambas as lutadoras serão as primeiras no Korakuen Hall.

Antes desse ‘card’, entretanto, acontecerá o “REBELS.64”, já no próximo dia 29 de fevereiro, composto por lutas de Kickboxing e Muay Thai. Esse evento também terá lugar no Korakuen Hall.

O ‘main event’ ( evento principal ) do “REBELS.64” será uma luta entre o japonês Hiroki Suzuki e o brasileiro Shely Santana, sob as regras do Kickboxing.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 19/02/2020
_
Foto : Kohei Tokuji ( centro ), ladeado pelas lutadoras Puchan Rina ( esquerda ) e Misaki Morita ( direita ), atletas que disputarão o título feminino no torneio do REBELS. ( Créditos | Cortesia : REBELS(レベルス) |  Divulgação ).

Camila Rivarola retornará ao MMA no Zeus FC 4 em Seul

Embora a ameaça do “COVID-19” - anteriormente denominado “coronavírus Wuhan” - esteja cancelando eventos em toda a Ásia, a Coréia do Sul aparentemente conteve a disseminação do vírus dentro do país e as preocupações com a segurança diminuíram, com o governo incentivando publicamente os cidadãos a continuar suas vidas diárias “normalmente”.

Assim sendo, o Swiss Grand Hotel Convention Hall ( antigo Grand Hilton Hotel ) em Seul, capital da Coréia do Sul, será palco do Zeus FC 4, no próximo dia 29 de fevereiro.

A promoção de MMA já anunciou três confrontos que apresentam uma mistura de promissores lutadores locais e talentosos atletas internacionais.

Kwon Hye Lin ( 2-3 ) enfrentará Camila Rivarola ( 2-2-1 ) em um confronto da categoria peso palha. Kwon, 27 anos, é uma lutadora de Taekwondo com um ataque pesado. Na última aparição da atleta de 27 anos, ela venceu com joelhadas no segundo round de uma luta de Kickboxing no Max FC 20.

Já Rivarola, uma lutadora da Suécia que agora treina em Paris, França, é um veterana do Bellator MMA e campeã de Kickboxing. Apesar de ter apenas dois anos de carreira no MMA, a ‘kickboxer’ tem muita experiência em competir no território inimigo.
Com passagens por promoções do porte do 100% Fight, Le ROI DU FIGHT 2019 e XFN, entre outras, a atleta figura entre as primeiras colocadas dos principais ‘rankings’ femininos peso por peso da França, Reino Unido e Irlanda.

Além disso, uma luta intrigante na categoria peso mosca entre Choi Seung Guk ( 3-1 ) e Kerwin Tan ( 0-0 ) também está programada. Choi, um discípulo do Zumbi coreano no MMA, passou muito tempo competindo nas ligas amadoras e se tornou profissional em 2018.

Depois de acumular um ‘recorde’ de 1 a 1 em seu primeiro ano, ele melhorou e obteve duas vitórias consecutivas no ano seguinte.

Seu oponente, Tan, é uma promessa das Filipinas que representa o Hitman MMA, onde treina com o veterano do ONE Championship, Burn Soriano.

Por fim, Jo Jung Yong ( 0-0 ) e Jung Ho Won ( 0-2 ) se enfrentarão em um confronto no peso leve. Enquanto Jo fará sua estréia na promoção, Jung entrará nessa luta vindo de uma sequência de duas derrotas.

Apesar de ter anunciado apenas três lutas para esse ‘card’, o Zeus FC já está pensando no futuro e promete fazer novos shows em um ritmo mais acelerado daqui para a frente.

Zeus FC 4
29 de fevereiro de 2020
Swiss Grand Hotel Convention Hall
Seul, Coréia do Sul

Kwon Hye Lin vs Camila Rivarola ( peso palha )
Choi Seung Guk vs Kerwin Tan ( peso mosca )
Jo Jun Yong vs Jung Ho Won ( peso leve )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 17/02/2020
_
Foto acima : Veterana do Bellator MMA, Camila Rivarola também é campeã de Kickboxing. Na imagem, Rivarola aparece com o cinturão do Battle Arena. ( Créditos | Cortesia : Arquivo pessoal Camila Rivarola | Zeus FC | Bellator MMA | Battle Arena ).

Abaixo : Veterana do Bellator MMA, Camila Rivarola também é campeã de Kickboxing. Na imagem, Rivarola aparece na pesagem antes da sua luta no XFN. ( Créditos | Cortesia : Arquivo pessoal Camila Rivarola | Zeus FC | Bellator MMA | XFN ).

Camila ranking f8752

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png3.png9.png8.png9.png5.png4.png
Hoje:143
Ontem:966
Últimos 7 dias:7130
Mês:15308
Total:398954

Conectados simultaneamente

16
Online

17-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top