ptzh-CNenfritjakoruesvi

Rony ‘Jason’ vai lutar Boxe “sem luvas” nos meses de setembro e novembro em Londres

Rony ‘Jason’ Mariano, atleta ex-UFC e campeão do 1º The Ultimate Fighter Brasil deu início à novas metas em sua carreira. Profissional de MMA desde 2006, o cearense de Quixadá acaba de assinar um múltiplo contrato de lutas no ‘Bare Knuckle Boxing’ ( BKB ), um evento de Boxe ‘sem luvas’ presidido por Jim Freeman e sediado em Londres, no Reino Unido.

Lutador originário do Brazilian Jiu-Jítsu, Rony vem se apresentando em outras áreas. Sua última aparição em outra modalidade foi no Kickboxing, onde conseguiu uma boa vitória na decisão dos juízes sobre o equatoriano Aaron Cañarte, no evento WGP Kickboxing, que teve lugar em Fortaleza-CE, no dia 8 de dezembro.

Já a sua última luta no MMA aconteceu no evento RCC, realizado na Rússia, em 11 de novembro do ano passado, onde acabou sofrendo um revés para Aleksandr Grozin na luta que foi decidida por pontos.

Agenciado pela empresa WFS MANAGEMENT, Jason agora tem tudo emplacar também no Boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing”, como dizem os gringos. A modalidade é famosa por pagar melhores bolsas aos seus atletas, mais do que o MMA.
Além disso, o lutador também quer levar melhorias para a sua cidade, localizada na região do sertão central do Ceará.

-“Temos de estar prontos e preparados em várias áreas, seja dentro do ‘cage’ ou na vida, por isso que eu gosto de novos desafios. MMA já venci, KickBoxing já venci, Boxe ‘sem luvas’ também vou vencer e, caso dê tudo certo, vou vencer em outra área inusitada em minha vida e levar melhorias para minha terra natal, que é a cidade de Quixadá. É assim que eu gosto de viver, me motivando e vencendo sempre ! ”-disse Rony, adiantando seus projetos para a “Terra dos Monólitos”.

Em seguida, o lutador complementou :
-“A frase de maior impacto em toda minha carreira, inclusive no TUF Brasil foi essa : ‘Não importa de onde você venha, mais sim, o que importa é o tamanho dos seus sonhos’. Rony ‘Jason’ é Quixadá e a população de Quixadá e o Brasil estão com Rony ‘Jason’ ! ”-afirmou o também atleta da consagrada equipe Pitbull Brothers.

A luta de estréia de Rony ‘Jason’ no Boxe ‘sem luvas’ se dará na edição do ‘Bare Knuckle Boxing’ ( BKB ) de 12 setembro. O quixadaense ainda deverá fazer mais uma luta na liga BKB no dia 14 novembro deste ano, também em Londres. O contrato dele é de três anos, com duas lutas por ano.
Não custa lembrar que a organização costuma realizar seus eventos em ginásios do porte do The O2 Arena, sempre com os ingressos esgotados.

Segundo Joe Brown, diretor do BKB, a modalidade sempre foi regulamentada no Reino Unido. Além do que, existem pelo menos três outras promoções legais de “Bare Knuckle Boxing” por lá, como a ‘Bare Kunuckle Fighting’, por exemplo.

-“Quero novas emoções. Bater a poeira da minha bandeira de Quixadá e da minha bandeira do Brasil e polir a minha máscara. ‘ De Quixadá para o mundo!! ’ Osss”.-finaliza o casca-grossa, que apesar de ainda não ter um adversário definido para a sua estreia no BKB, mostra que realmente o “Jason Nunca Morre” ( “Jason Never Dies” ).

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 04/07/2020
_
Foto : O cearense assinou contrato para lutar na liga BKB em 12 setembro e 14 novembro deste ano, em Londres.  ( Créditos | Cortesia : ( C ) WFS Management | Instagram @wfsmanagement ).

‘Card’ do ONE Championship promete grandes lutas na Tailândia em 31 de julho

Após o sucesso dos eventos ONE Hero Series 13 e 14 realizados em Xangai, nos dias 20 e 21 de junho, respectivamente, agora o ONE Championship realizará um ‘card’ em grande escala pela primeira vez desde fevereiro.

O ONE: “No Surrender” terá lugar em Bangkok, capital da Tailândia, em 31 de julho. O evento acontecerá à portas fechadas e não será aberto ao público em geral.

Chatri Sityodtong, fundador e CEO do ONE Championship, também anunciou que lançará brevemente o “ONE Dark Series” e que transmitirá as lutas posteriormente, em vez de ‘ao vivo’.

Atualmente, a Tailândia tem restrições rígidas para quem viaja do exterior e apenas cidadãos tailandeses e portadores de permissão de trabalho podem entrar no país, mas tais regras deverão ser relaxadas um pouco à partir de 1º de julho e lutadores do exterior poderão competir no evento, desde que cumpram uma quarentena obrigatória de duas semanas.

O ‘card’ já está se modelando. Três lutas ( uma de kickboxing e duas de Muay Thai ) foram confirmadas com alguns dos grandes nomes do país.

O evento será encabeçado por uma luta entre Rodtang Jitmuangnon e Petchdam Petchyindeeacademy. O primeiro colocará seu título de campeão de Muay Thai na categoria peso mosca em jogo diante de seu compatriota e inimigo de longa data. Os dois atletas tiveram uma rivalidade acirrada no mundialmente famoso Estádio Rajadamnern, em Bangkok.

Enquanto isso, no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal”  ), Petchmorrakot Petchyindeeacademy colocará seu título de campeão de Muay Thai na categoria peso pena em jogo diante da ‘lenda viva’ Yodsanklai Fairtex. Este será um grande momento na carreira de ambos. Petchmorrakot terá a oportunidade de solidificar seu legado derrubando um verdadeiro ícone. Quanto a Yodsanklai, ele terá a chance de ganhar um título mundial do ONE, um dos prêmios mais valiosos do esporte.

O ONE: “No Surrender” também  contará com uma luta de Kickboxing entre os recém-contratados Superbon Banchamek e Sittichai Sitsongpeenong  em revanche bastante aguardada. Ambos já se enfrentaram duas vezes durante suas carreiras no Kunlun Fight e também no Glory.

ONE: “No Surrender”
31 de julho de 2020
Bangcoc, Tailândia

Muay Thai : Rodtang Jitmuangnon ( c ) x Petchdam Petchyindeeacademy ( título de
Muay Thai peso mosca )
Muay Thai : Petchmorrakot Petchyindeeacademy ( c ) vs. Yodsanklai Fairtex ( título de Muay Thai peso pena )
Kickboxing : Sittichai Sitsongpeenong vs. Superbon Banchamek ( peso pena )

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 02/07/2020
_
Foto acima : O ‘co-main event’ do ONE: “No Surrender” contará com uma disputa de título entre Petchmorrakot e Yodsanklai. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Abaixo : Chatri Sityodtong, fundador e CEO do ONE Championship, tomou a decisão após o sucesso do ONE Hero Series 13 e 14, em Xangai, na China. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

eye catch 1593245225 78400

Titãs Fight Comunidades com lutas de MMA, Boxe, Kickboxing, Muay Thai e Jiu-Jítsu em Florianópolis - SC

Aos poucos voltamos à ver alguma movimentação na cena do MMA brasileiro. Inspirados nos eventos de MMA realizados atualmente no Japão e em alguns outros países do continente asiático - além dos EUA, é claro - promotores, atletas e técnicos prometem para o dia 9 de agosto, em Florianópolis-SC, o Titãs Fight Comunidades, com lutas de MMA, Boxe, Kickboxing, Muay Thai e Jiu-Jítsu ( com e sem kimono ).

Já confirmaram presença no ‘card’ atletas vindos dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. Ainda existe a possibilidade de inclusão de dois lutadores vindos de Cuba.

O evento terá lugar na comunidade Chico Mendes, carente desse tipo de entretenimento e o intuito dos organizadores é fomentar o esporte como forma de inclusão social, além de revelar novos nomes para o MMA mundial, à exemplo do lutador internacional Mauricio “Bad Boy”, que até hoje mantém o Projeto CT Guetto Diamond Chico Mendes Fight. Além disso, os promotores também irão arrecadar alimentos para quem necessita, pois enquanto muitas pessoas estão retornando aos poucos às suas atividades e outras continuam seguras em casa, há milhares nas periferias que perderam seus empregos e estão desassistidas de várias maneiras.

O Titãs Fight Comunidades - que tem o apoio do presidente da comunidade Chico Mendes Edson Jesus - será o 1o evento à voltar em Florianópolis depois da paralisação total da cidade por causa da pandemia do coronavírus e será feito com responsabilidade.

O evento poderá ser realizado com público e os seus idealizadores irão colocar as cadeiras afastadas à uma distância segura, como parte das medidas de segurança necessárias, além de exigir o uso de máscaras pelos fãs do esporte e colocar álcool na bilheteria à disposição de todos.

Segundo o organizador Thiago Lapolli Fiorenzano da Silveira, também conhecido como “Tubarão”, o Titãs Fight Comunidades tem tudo para ser um dos eventos mais bonitos já organizados na região Sul do Brasil.

APOIE JÁ, POIS MUDANDO UMA VIDA VOCÊ GERA UMA REAÇÃO EM CADEIA QUE MUDA A REALIDADE :

Os atletas participantes aceitaram lutar de graça para promover o esporte e estão custeando suas vindas para a competição, pois o evento está funcionando sem receita financeira, como ingresso ou inscrições, e está dependendo inteiramente de trabalhos voluntários e doações de materiais. Já existem alguns poucos apoiadores.

Ainda assim, os organizadores precisam custear uma ambulância para garantir a segurança dos lutadores, bem como os serviços de um socorrista profissional, aluguel do octógono, cadeiras para o público presente, compra de material de higiene, entre outros itens.

Toda essa movimentação é importante porque dará oportunidade aos jovens que sonham seguir o caminho do esporte, pois se uma criança não é orientada pelas pessoas certas desde cedo, toda a sociedade poderá sofrer depois.

Por isso mesmo, os idealizadores da competição estão abertos para realizar parcerias com patrocinadores que queiram vincular sua marca ao Titãs Fight e também ao Projeto CT Guetto Diamond Chico Mendes Fight ( projeto social ).

-“E quem puder ajudar com qualquer valor, por favor, contribua para a nossa Vakinha. Não tenha vergonha de doar o valor mínimo, tudo é valioso para o evento existir e muitos objetivos estão em jogo. Muito obrigado.”-agradece Thiago Lapolli, o “Tubarão”.

Titãs Fight Comunidades
Data : 9 de agosto de 2020
Local : Ginásio da Comunidade Chico Mendes
Ingresso : Apenas 1 quilo de alimento
Horário : Jiu-Jitsu e NoGi de manhã / MMA, Boxe e Muay-Thai e K-1  ( Kickboxing ) a tarde.
Realização : Thiago Lapolli “Tubarão” / Apoio : Mauricio Machado e Edson Jesus.

CARD IMPERDÍVEL COM 40 LUTAS

( * O CARD É SUJEITO À ALTERAÇÕES ).

MMA:

[Main Event 66kg] Lucas Oliveira (CT Lagomar / Macaé - Rio de Janeiro) VS. Allan Guerra (Guerra Team São Paulo / Fadda JJ)

[Co-Main Event 75kg] Willian Fernandes “Mutante” - 07 vitórias (CT Strong) VS. Pedro Finger - 06 vitórias (CT Finger)

[77kg] Elvis Cubano (Guetto Diamond) X Thiago Moikano (Moikano Gold Team / Pelé Team)

[58kg] Daiane Trentin (Thiago Tubarão / Daiane Team) X SILVANIA “LEOA” (Wado DeLaRiva)

[61kg] Tiago “PitBull” Xavier (CT Lagomar / Macaé - Rio de Janeiro) X Ariel Chips (Black Top Team – Lages)

[77kg] Sandro “PitBull” (Guetto Diamond) X Jhonny Bran (Moikano Gold Team / Pelé Team )

[75kg] Brigido “Soldado Universal” (Wado DeLARiva) X Matheus Souza (OCSJJ / CT Finger)

[91KG] WELLINTON ALVES DO AMARAL (prof. Glautus) X RAFAEL “PANTERA” (prof. Guilherme Coutinho)

[61kg] Lucas Forquim (CT Finger) X Jack Quilante (Black Top Team – Lages)

[75k] Lucas “Japa” Santana (Japa MMA) X Dionata Machado (Winners MMA - Felino)

[85kg] CRISTIAN “CHACAL” (Thiago Tubarão) X EDUARDO SANTOS MAIA (Shotobushin)

KICKBOXING (Regras do K-1, sem cotovelos e duas joelhadas no ‘clinch’):

[75KG Master] MESTRE WADO (CT DeLaRiva Floripa) X FABIO ALEX (CT Strong/Overhand - CANOAS/SC)

[84kg] Alex Trindade (Anjos do Tatame) X Celso Rodrigo (Felino – Criciúma)

[Pesados] VICTOR EMANUEL (Tonhão Biguaçu) X RENAN SALVADOR (School Fight)

MUAY-THAI (Estilo Tailandês, com uso de cotovelos e ‘clinche’):

[75 Kg] João Vitor Senem (Tonhão Biguaçu) X Luiz (King Boxing Floripa)

[57kg, estreantes] Jhonatan “Açougueiro” (Marafiga Thai) X Adriano Santos (Mega Fight Team)

[63kg, 15 anos] Nicolas “Draco” Langher (Mega Fight Team) X Darwin Oliveira (King Boxing Floripa)

[43kg, 12 anos] Jeniffer Nascimento (Mega Fight - prof. Leandro Frederico) X Crislaine Marquesotti (Master Fight - prof. Cristiano / Blumenau)

[Infantil, 06 aninhos] NOAH (Mega Fight - prof. Leandro Frederico) X ISAC “SPIDER" (Anjos do Tatame)

BOXE (Válido pro Ranking do Titãs Boxe):

[Título 66kg] LUCIAN CLAUDIO (Marafiga Claudio Costa) - Vencedor do torneio Titãs 4 VS Desafiante: DANIEL PIKO (Felinos do Sul) -  Invicto na Copa Dojokai.

[Título 75kg] NATHANAEL MESQUITA (Flávio Alexandre) VS LEANDRO FREDERICO “LESTATT” (Mega Fight)

[95KG] VINICIUS KUMMER (Guetto Diamond) X EDGAR FARIAS (CM System)

[80kg] Alessandro Custódio (Wado DeLaRiva) X João Nunes (School Fight)

[66 kg] Luiz Hilário (Felinos do Sul) X Clevinho Motta (School Fight)

[63 Kg] Gustavo “Parazinho” (Tonhão Boxe) X Kelvem “Cascudo” (Felinos do Sul)

[42kg JUVENIL FEMININO] Heloísa Demérito (Mega Fight Team / Leandro Frederico) X Brenda Luiza (Marafiga Boxe / Claudio Costa

SEM KIMONO:

[100kg] Elton “Monstrão” Kimura (GFTEAM Palhoça) X Carlos André “Black” (Black Top Team – Lages)

JIU-JITSU

[76kg] Mauricio “BadBoy” Machado (Guetto Diamond) X Ronaldo Oliveira “Kako” (Fadda Jiu-Jitsu)

[74kg Master] Ronaldo “Felino” (ASM BJJ TEAM – Criciúma) X João Paulo (Team Bronx – Curitiba)

[74kg] Jorge Marcelo Missil (GFTEAM Palhoça) X Douglas Gonçalves (Infynit Brotherhood - Lages)

[84KG] Fernando “Sherek” (Sherek JJ – Curitiba) X Fabrício Tives (Infynit Brotherhood - Lages)

[61kg] Fabiano Crispim (Crispim Jiu-Jitsu) X Welinton (Infynit Brotherhood - Lages)

[Marrom 86kg] Alysson Santos (Ricardo Mello) X Jaisson Machida (Black Top Team – Lages)

[Roxa 79kg] Sandro Buralde (Guetto Diamond) X Thiago Branco (Rillion Gracie – Lages)

[Roxa 93kg] Ricardo “Tatau” Alexandre (Guetto Diamond) X MAX (Infynit Brotherhood - Lages)

[Azul até 90kg MASTER] ANTÔNIO JOÃO “TONHÃO” (Little John JJ) X ADRIANO “GAÚCHO” (ASM BJJ TEAM - Felino)

[Azul 65kg] MICHAEL (GFTEAM Palhoça) X Ariel Chips (Black Top Team – Lages)

[Azul 85kg] IGOR (GFTEAM Palhoça) X Carlos “PitBull” (The Brothers)

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/titas-fight-comunidades-nocauteando-a-fome

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/07/2020
_
Foto : Evento na comunidade Chico Mendes terá lutas com os professores e consagrados lutadores Mestre Wado, Alessandro Custódio, Mauricio “Bad Boy”, Ronaldo “Felino” , “Tonhão ” e Jorge Missil, entre outros. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Titãs Fight Comunidades | Divulgação ).

Resultados do ONE Hero Series 13 e 14 realizados no final de semana em Xangai, na China

O ONE Championship sediou seu primeiro evento ‘ao vivo’ após uma pausa de quatro meses devido a pandemia do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, que levou a organização a interromper temporariamente os seus shows programados para os meses de março à maio. Mas agora a franquia retornou à ação no coração da China.

Hua Fung Teh, presidente do grupo do ONE Championship na China, ficou encantado ao ver o retorno da organização ao seu país.

Na retomada de suas atividades, a promoção realizou dois ‘cards’ de lutas sem público em Xangai, com o ONE Hero Series 13 acontecendo no sábado à noite ( 20 de junho ), enquanto o ONE Hero Series 14 foi realizado na noite de domingo ( 21 de junho ).

O ‘card’ do ONE Hero Series 13 foi composto por três lutas de MMA e duas lutas de kickboxing do ONE Super Series. Já o ONE Hero Series 14 apresentou três lutas de MMA e duas kickboxing.

Destaque para o ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ONE Hero Series 13 protagonizado pelo nativo de Sichuan, Ze Lang Zha Xi, e o novato no ONE, Liang Hui.

Os dois já haviam lutado algumas vezes em eventos chineses de artes marciais mistas e novamente os atletas da categoria peso médio deram “tudo de si” dentro do ringue.

Após o término do confronto, o lutador Ze Lang Zha Xi obteve uma nova vitória sobre Liang por decisão unânime dos juízes.

Com o resultado, o representante do Enbo Gedou melhorou seu registro nas artes marciais mistas para 13-4-1, enquanto Liang caiu para um recorde profissional de 5-5-1.

Nas demais lutas de MMA da programação, quem brilhou foi Wang Zhen ( 3-5 ), que emergiu triunfante em sua luta na categoria peso mosca contra Zou Jin Bo ( 4-7 ), obtendo a vitória por decisão dividida depois de quase terminar a luta com um mata-leão no último minuto do duelo.

O destaque do kickboxing foi Yang Hua que passou os três rounds da sua luta com Wei Zi Qin em uma “trocação” franca de socos e chutes para obter a vitória por decisão dividida dos juízes.

Ao término da programação, as palavras de Hua Fung Teh mostravam otimismo :
-“Nós do ONE Championship temos o prazer de receber novamente os mais emocionantes eventos de artes marciais do mundo. Gostaria de agradecer pessoalmente a todos os fãs pelo apoio contínuo à nossa organização e aos nossos atletas. Xangai serviu como pano de fundo perfeito para o retorno do prestigiado ONE Hero Series, que visa mostrar o melhor dos jovens talentos de artes marciais da China. Ao impor rigorosas medidas sanitárias e de segurança, garantimos a prioridade à saúde e ao bem-estar de todos que fizeram desses eventos consecutivos um enorme sucesso.”-analisou o presidente do grupo do ONE Championship na China.

As lutas foram transmitidas nas plataformas de vídeo : Toutiao / Xigua da ByteDance, bem como no Douyin. A Qinghai TV e a Shenzhen TV5 também transmitiram os dois eventos de lutas, mas ambas as redes televisivas exibiram os dois ‘cards’ apenas na China.

O próximo evento do ONE já foi batizado de “Fists of Fury” e está programado para o dia 03 de julho.
O mesmo deverá ser realizado no Singapore Indoor Stadium, em Singapura.

Resultados do ONE Hero Series 13 :

MMA : Ze Lang Zha Xi venceu Liang Hui por decisão unânime
Kickboxing: Luo Chao venceu Zhao Jun Chen por decisão dividida
Kickboxing: Yang Hua venceu Wei Zi Qin por decisão dividida
MMA : Wang Zhen venceu Zou Jin Bo por decisão dividida
MMA : Fu Kang Kang venceu Wang Hu por finalização ( mata-leão ) aos 3:29 minutos do segundo round

Resultados do ONE Hero Series 14 :

Kickboxing : Xu Liu venceu Zhao Xiao Yu por decisão unânime
MMA : Zhu Kang Jie venceu Ayijiake Akenbieke por decisão unânime após três rounds
Kickboxing : Fu Qing Nan venceu Yuan Peng Bin por decisão dividida
MMA : Zhang Ze Hao venceu Gao Bo por nocaute aos 3:43 minutos do primeiro round
MMA : Li Zhe venceu Mo Hao Xiong por finalização ( mata-leão ) aos 3:16 minutos do primeiro round

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/06/2020
_
Foto : Ze Lang Zha Xi superou Liang Hui no ONE Hero Series 13. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Eventos de MMA do One Hero Series programados para 20 e 21 de junho em Xangai

Após acumular enormes perdas - que aumentam a cada ano - o ONE Championship anunciou na segunda-feira que estava cortando 20% de sua equipe em todo o mundo como forma de ‘garantir a sua longevidade’.

No entanto, Josh Gross - um jornalista especializado em MMA - comentou que as demissões vão muito além dos 20% que o ONE anunciou, com um número “mais próximo de 50% - 60% de seus trabalhadores, que inclui todos os contratados freelancers”.

Não custa lembrar que, somente em 2018, a empresa teve perdas de quase US $ 59 milhões, totalizando US $ 126 milhões em perdas acumuladas.

Também na segunda-feira, o CEO do ONE Championship, Chatri Sityodtong, anunciou um aumento de US $ 70 milhões em fundos de investidores institucionais. Apesar dessa injeção de dinheiro, ele disse que os cortes de empregos em áreas “não essenciais” são necessários para isolar a empresa contra uma desaceleração econômica esperada.

O financiamento extra veio de patrocinadores existentes e de um novo investidor institucional - um “fundo de US $ 20 bilhões” dos Estados Unidos cuja identidade será revelada nas próximas semanas.

A organização sediada em Singapura, que promove ‘cards’ de MMA, Muay Thai e kickboxing em toda a Ásia, tem entre 201 e 500 funcionários, de acordo com o seu perfil no LinkedIn.

Contudo, a promoção que não sediava um evento desde fevereiro, poderá retomar à promoção de shows de lutas já à partir do mês de Julho, de acordo com comentários do CEO Chatri Sityodtong concedidos à AFP : Agence France-Presse, ainda na segunda-feira.

Mas antes mesmo do retorno dos shows do ONE Championship no mês que vem, o One Hero Series, um torneio eliminatório que seleciona lutadores para os eventos principais da franquia, voltará à ser realizado em Xangai ( ou Shanghai ) já nos próximos dias 20 e 21 de junho, com o ONE Hero Series 13 e o ONE Hero Series 14, respectivamente.

O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ONE Hero Series 13 será uma revanche entre Ze Lang Zha Xi e Liang Hui. Os dois já lutaram algumas vezes na cena chinesa das artes marciais mistas.

Zha Xi ( 12-4-1 ) está vindo de uma vitória por decisão sobre Bu Huo You Ga no ONE Hero Series 12, em dezembro passado. Foi a terceira vitória consecutiva para o veterano do WLF.

Por sua vez, Hui ( 5-4-1 ), fará sua estréia no ONE Hero Series. Ele enfrentou Zha Xi pela primeira vez no Kunlun Fight 45 em 2016 e na ocasião a luta terminou empatada.

Anteriormente, todos os eventos do ONE Hero Series eram transmitidos no YouTube. O público em todo o mundo podia assistir ao evento completo ‘ao vivo’ bem como a sua reprodução na plataforma de “streaming” de vídeo gratuita.

Mas tanto o ONE Hero Series 13 quanto o ONE Hero Series 14 serão transmitidos apenas na China. Resta aos fãs de MMA fora daquele país buscar os resultados dos eventos posteriormente, em sites especializados.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 17/06/2020
_
Foto : Lenda vs. lenda. Demetrious Johnson vs. Bruce Lee, em concepção artística do ONE Championship. Lee continua à inspirar a nova geração de lutadores da China. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

MMA retorna à Coréia do Sul com o lançamento do ARC em 23 de maio

Após o retorno dos jogos de Beisebol ( em 21 de abril ) e de futebol ( em 8 de maio ) à Coréia do Sul, agora é chegada a vez da retomada das competições de artes marciais mistas naquele país do continente asiático.

Para esse reinício do MMA na Coréia do Sul, o Road FC assinou um acordo de parceria com a AfreecaTV, um serviço de ‘streaming’ de vídeo baseado na tecnologia P2P, para garantir a realização de um novo evento já no próximo dia 23 de maio.

O novo show se chamará AfreecaTV Road Championship ( ARC ) e a edição inaugural terá lugar no Hot6ix Afreeca Colosseum, uma arena de esportes eletrônicos, dentro da Lotte World Tower, no sul de Seul, capital do país.

O ARC é uma promoção profissional de MMA que visa lançar um conteúdo curto que poderá ser visto mais rápido pelos espectadores mais jovens.

As lutas consistirão de três rounds com duração de três minutos cada. Haverá um bônus em dinheiro para o lutador que vencer seu oponente por nocaute ou finalização nos primeiros 30 segundos do round inicial de cada luta.

Também haverá uma regra de 30 segundos para impedir que os lutadores parem a ação durante a luta no solo.

O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ‘card’ de 23 de maio será uma luta de pesos-pesados, entre Heo Jae Hyuk ( 1-2 ) e Bae Dong Hyun ( 2-1 ).

Seguindo as diretrizes do governo para combater o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, o local do evento não permitirá que nenhum membro da platéia entre nas instalações.

Funcionários, treinadores e lutadores deverão usar uma máscara o tempo todo ( exceto durante as lutas, no caso dos atletas ), enquanto uma equipe médica estará de prontidão no local para atender a qualquer emergência. Ao entrar e sair, todos os indivíduos terão sua temperatura corporal verificada e desinfetantes para as mãos também estarão disponíveis.

A Coréia do Sul foi um dos países fora da China que foi mais afetado no início da crise do coronavírus, o que forçou o adiamento dos shows do Road FC programados anteriormente para 18 de abril e 16 de maio, mas na sequência o país conseguiu estabilizar as infecções.

O feito rendeu elogios da própria Organização Mundial de Saúde ( OMS ), que classifica o país como um dos mais gabaritados para se sobressair à essa crise mundial da saúde, com métodos que já se  mostraram eficazes para rastrear e controlar possíveis surtos no futuro.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 16/05/2020
_
Foto : O novo evento é fruto da união do Road FC com a AfreecaTV. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Road FC | AfreecaTV | Divulgação ).

K-1 lança plataforma on-line “K-1 DX” para continuar avançando em tempos do ‘novo normal’

O K-1, que foi durante muito tempo a maior promoção de “trocação” ( ou ‘lutas em pé’ ) do mundo, está trabalhando para se manter durante esses tempos difíceis e além de continuar à realizar eventos de lutas ( sem público ), está inovando ao promover a mudança digital da indústria do entretenimento, além de criar novas oportunidades de lucro para o segmento das artes marciais.

Na quarta-feira, 13 de maio, a sede de publicidade da CyberAgent anunciou em um comunicado à imprensa que a sua subsidiária OEN Co., Ltd., em cooperação com a GEN Sports Management, lançou uma nova linha especializada on-line chamada “K-1 DX” ( K one DX ).

O lançamento faz parte das medidas para “apoiar os negócios”, e está relacionado à situação atual em que muitos entretenimentos, como os shows de artes marciais e performances ‘ao vivo’ foram cancelados devido à disseminação de novas infecções pelo coronavírus, e está relacionado também ao entretenimento de acordo com a era do ‘novo normal’.

Estes foram alguns dos motivos pelos quais o K-1 Japan Group decidiu estabelecer este novo conteúdo on-line exclusivo através do K-1 DX, com foco em projetos que não podem ser vistos nas competições regulares do K-1 e lutas de exibição como no canal da franquia no YouTube.

Além da possibilidade de realizar eventos de lutas on-line, a plataforma também permitirá que os fãs possam interagir e manter a comunicação com os lutadores e demais fãs, mediante o pagamento de uma taxa mensal por canal.

O “K-1 DX” disponibilizará ainda uma sala on-line, vendas de comércio eletrônico e troca de dinheiro ( digital ), entre outros recursos.

O primeiro “K-1 DX” será realizado de junho a julho e promete ser completamente diferente do K-1 Krush, K-1 KHAOS, e outros shows da famosa franquia, de acordo  com o produtor do K-1, Takumi Nakamura.

Desta vez, a OEN Co., Ltd., subsidiária da Cyber Agent Co., Ltd. especializada em suporte à digitalização para monetização na indústria do entretenimento, decidiu apoiar o K-1, mas existe uma boa possibilidade de distribuição dos eventos de MMA e de ‘grappling’ nesse mesmo formato em um futuro bem próximo.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 14/05/2020
_
Foto : O “K-1 DX” é uma nova plataforma digital suportada pelo OEN que promete uma transformação no mundo dos esportes. ( Cortesia | Créditos : ( C ) K-1 Group | ( C ) M- 1 Mídia Esportiva | ( C ) Cyber Agent Co., Ltd. | ( C ) OEN Co., Ltd. | ( C ) GEN Sports Management ).

Show de MMA Titan FC 60 será realizado no dia 29 de maio na Flórida, EUA

À medida que o mundo retoma as suas atividades gradativamente, as promoções de MMA também voltam a realizar os seus eventos. Com isso, o UFC não será a única franquia a realizar seus shows no mês de maio nos EUA, enquanto as restrições começam a diminuir.

Os oficiais do Titan Fighting Championship confirmaram que o Titan FC 60 será realizado na sexta-feira, dia 29 de maio, com cinco lutas de MMA e uma luta no estilo ‘Combat Grappling’.

O torneio terá lugar na Flórida, mas será realizado em um local não revelado e também não será aberto ao público. Contudo, será transmitido pelo UFC Fight Pass.

O Titan FC 60 foi anunciado oficialmente após conversas com o governo do estado, a Comissão Estadual de Boxe, o UFC, o prefeito de Miami e os senadores da Flórida, segundo Lex McMahon, diretor de operações do Titan FC.

-“Enquanto estamos empolgados em voltar à competição, trabalhamos duro para garantir a segurança de nossos atletas, nossos funcionários e funcionários da comissão que trabalharão conosco no evento. Trabalhamos no desenvolvimento de nosso plano de segurança com a Comissão de Boxe da Flórida e os governos estaduais e locais. Os principais componentes do nosso plano são: 1) números limitados no local, 2) testes, 3) distanciamento social prático e 4) ênfase no saneamento.”- disse McMahon.

No mês passado, o escritório do governador da Flórida, Ron DeSantis, considerou o esporte profissional de lutas como “atividade essencial”, uma vez que o entretenimento também é essencial para a vida humana, desde que as diretrizes sejam respeitadas em meio à pandemia do novo coronavírus.

Desde então, as gravações da WWE ( shows com lutas de ‘Telecatch’ ) e tês ‘cards’ consecutivos do UFC ( nos dias 9, 13 e 16 de maio, respectivamente  ) estão sendo realizados no estado da Flórida e o mundo norte-americano do MMA começou a passar para o próximo nível.

A atração principal do Titan FC 60 será uma luta no estilo ‘Combat Grappling’ entre Gesias “JZ” Cavalcante e Raush Manfio.

O brasileiro Gesias é famoso no continente asiático, principalmente no Japão, onde se apresentou em promoções de MMA do porte do K-1 HERO’S, DREAM e Ganryujima. O lutador também se tornou conhecido na China, onde lutou no Kungfu Union, um show de MMA realizado em Dalian ( uma grande cidade e porto marítimo do sul da província de Liaoning ).

Seu adversário, Raush Manfio, é um ex-campeão dos leves do Titan FC.

Segundo alguns jornalistas, o estilo ‘Combat Grappling’ é regulamentado pela ISKA e suas regras permitem golpes traumáticos ( como socos e chutes ), além técnicas de finalização, portanto o seu formato é bem próximo ao MMA.

Além dessa luta no estilo ‘Combat Grappling’, o Titan FC 60 contará ainda cinco lutas de MMA, como citamos anteriormente.

Veja como está o ‘card’ de lutas do “Titan FC 60” até o momento :

Titan FC 60
29 de maio de 2020
Flórida, EUA

Gesias “JZ” Cavalcante vs Raush Manfio - Combat Grappling
Frank Carrillo vs Ramy Hamed - MMA
Danny Sabatello vs Raymond Ramos - MMA
Mike Lilly vs Kendly St. Louis - MMA
Dany Gonzalez vs Sal Guerierro - MMA
Gustavo Villamil vs TBD - MMA

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 12/05/2020
_
Foto acima : O lutador brasileiro Gesias “JZ” Cavalcante, famoso no Japão, será a atração principal do Titan FC 60. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Gesias “JZ” Cavalcante | ( C ) fightsports | ( C ) FEG | Divulgação ).

Abaixo : O Titan FC 60 será transmitido pelo UFC Fight Pass. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Titan FC | Divulgação ).

36339969 10160354934080447 7941581537475035136 o e0c3e

Eventos com lutas de Muay Thai retornarão à partir do dia 15 de Junho

A pandemia de covid-19 atingiu o Muay Thai com força na Tailândia, com torneios e estádios sendo os primeiros a fechar devido a quarentena decretada em Bangkok à partir de 21 de março e que, inicialmente, duraria 14 dias. Com o aumento de casos e mortes, além da prorrogação do confinamento, o toque de recolher foi decretado.

Sem qualquer renda, muitos lutadores voltaram para suas províncias onde o treinamento parou. Os lutadores juntaram-se assim à milhões de desempregados por causa do vírus, que devastou as indústrias de turismo, entretenimento e restaurantes da Tailândia.
Para a maioria dos lutadores profissionais na Tailândia, o ringue serviu como uma saída da pobreza para eles e suas famílias.

O governo prometeu uma entrega mensal em dinheiro de 5.000 baht ( R$ 800 ) aos trabalhadores afetados.
Mas lutadores sem licença específica não são elegíveis para o auxílio, diz Jade Sirisompan, da Organização Mundial de Muay Thai.

Contudo, os lutadores poderão retornar aos ringues em breve, pois com o aparente controle da pandemia, a quarentena deverá terminar já no final de maio e a proibição das lutas nos estádios deverá cair em meados do mês de junho.

Inclusive, já foi anunciado pela mídia geral e especializada que os estádios de boxe tailandês ( Muay Thai ), notoriamente o Ratchadamnoen ( ou Rajadamnern ) e o Lumpinee, deverão reabrir em 15 de junho. A notícia também foi confirmada por um dos organizadores do esporte em Bangkok, capital e cidade mais populosa da Tailândia.

Sumet Suesattabongkoch, um promotor de Muay Thai do Estádio Ratchadamnoen, disse que as lutas provavelmente serão transmitidas apenas pela TV e que o público não poderá assistir às lutas dentro dos estádios.

-“A boa notícia é que há esperança para a indústria do boxe tailandês, pois já se comenta que os [estádios] serão destravados até, mais tardar, 15 de junho.”-disse Sumet.

Ele também expressou condolências por aqueles que morreram na pandemia do coronavírus e pediu ao governo tailandês para ajudar a indústria do Muay Thai que foi atingida com força pelo novo vírus.

-“Gostaria de pedir a todos da indústria do boxe tailandês que aguentem um pouco mais. Tudo ficará bem em breve.”-complementou Sumet.

Dezenas de infecções por coronavírus na Tailândia foram atribuídas a uma noite de lutas em 6 de março no Estádio Lumpinee. As lutas ocorreram nas instalações pertencentes ao exército, apesar de uma ordem de fechamento emitida pelo governo. A arena lotada levou a centenas de contaminações, incluindo o locutor, funcionários do estádio, políticos e oficiais do exército.

Mais tarde, os militares anunciaram uma investigação sobre o incidente, mas nenhum resultado foi publicado até o momento da publicação desta matéria.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 05/05/2020
_
Foto : O boxe tailandês se tornou popular em todo o mundo graças aos filmes de Jean Claude Van Damme e aos lutadores que representaram o Muay Thai nas competições de MMA, além de eventos como o K-1. ( Créditos | Cortesia : tvtoday.de | Pinterest.com | Divulgação ).

Entrevista exclusiva com o Grande Mestre João Rezende, Faixa Vermelha 9° Grau de Jiu-Jítsu

Hoje vamos ter um bate papo com o Grande Mestre João Rezende de Souza Filho, seguidor do Grande Mestre Oswaldo Baptista Fadda e um dos pioneiros do Jiu-Jítsu e Judô na Região de Ilhabela*, assim como em muitas regiões do Brasil.
O Grande Mestre João Rezende é originário da cidade de Muriqui, no estado do Rio de Janeiro, e é Faixa Vermelha 9°Grau nomeado pela FJJRio desde 2007.
Um dos principais GM da história do Jiu-Jítsu, o Grande Mestre Rezende possui uma vida de contribuição à Arte Suave.
Ao longo de sua trajetória esportiva, o Grande Mestre Rezende formou mais de 500 atletas em faixa preta, sempre com o mesmo objetivo : formar cidadãos por meio do esporte, mais precisamente pelo Jiu-Jítsu.
Ele é o fundador, Professor e Mestre da equipe PREV de Jiu-Jítsu.

Confira a entrevista exclusiva à seguir :

1) Mestre, à quantos anos o senhor prática artes marciais e quais foram suas artes de origem ?

Grande Mestre João Rezende : Comecei aos 7 anos de idade à praticar Judô com o Mestre Ricardo Andrade e Jiu-Jítsu com o Mestre Olandi Pinto Tavares, o ‘Faxada’, também responsável pela academia de Polícia sob a supervisão do GM Osvaldo Fadda. Prático Artes Marciais à setenta anos e agora me encontro com setenta e sete anos de idade.

2) Como foi a sua experiência de convivência com o Grande Mestre Fadda ? Conte um pouco sobre a sua migração para a academia Matriz Fadda.

Grande Mestre João Rezende : Eu tinha aproximadamente dez anos de idade, já treinava sob a tutela do GM Osvaldo Fadda, sendo que meus graus anteriores tinham sido reconhecidos pelo mesmo. Um dia, meu professor - na época o GM Olandi Pinto Tavares - chegou e me transferiu para a academia Fadda devido à dificuldade de mobilidade que eu tinha para treinar Judô e Jiu-Jítsu em diferentes academias. Ele me transferiu para a matriz afim de que eu treinasse em uma só academia e também tivesse uma convivência diária com o GM Osvaldo Fadda.

3) Fale pra gente um pouco sobre a sua vida na infância e o que lhe levou à prática das Artes Marciais ?

Grande Mestre João Rezende : Desde pequeno fui um garoto ativo em uma família de quatorze irmãos. Sempre tive que me defender, pois a porrada comia entre os garotos, ( hahaha ), “instinto de sobrevivência”, eu acho. Acredito que daí foi natural o interesse. Uma vez, com 14 anos, lembro que foi minha última briga com um irmão, eu me encontrava em ótima forma física, treinando todos os dias. Meu irmão, por um motivo banal, como a maioria de brigas de adolescentes e jovens veio me agredir e pelo simples fato da minha esquiva e projeção ele se cortou na janela de casa, chegando a dar até polícia ( risos ). Dali em diante, minhas técnicas foram comprovadas apenas nos ringues e na minha defesa fora de casa.

4) Apesar de ser um Fadda, sabemos que tem uma ótima relação com membros da família Gracie. Conte-nos um pouco sobre esse fato.

Grande Mestre João Rezende : Primeiramente, para mim a arte marcial foi feita para a união e para a evolução do ser humano. Não tenho, nem nunca tive, o porque ter algo contra eles, que muito pelo contrário, são grandes amigos que tenho. Por ex: adoro o Robson - “GM Carlos Robson Gracie, Presidente da FJJRio” - tive experiência de treinos com os grandes amigos Rolker, Royler e Rickson, pessoas das quais estimo muito, como também tive vivência em eventos dos meus tempos com Carlson e Hélio, entre outros.

5) Sabemos que você participou tanto de competições de Jiu-Jítsu, Vale Tudo, Luta Livre, e Judô como também de ‘Telecatch’. Conte-nos um pouco sobre isso.

Grande Mestre João Rezende : Há ... Vivíamos em um tempo em que o esporte precisava ser divulgado e mostrado ao país e competir naqueles tempos não era fácil, pois “valia tudo”, a agressividade era muito forte e nem sempre era possível dar um ‘show’ como competições. Dali veio a idéia do ‘Telecatch’, pois além de mostrarmos as técnicas, cada um tinha um personagem. O meu era o “galo valente”.

6) Qual a modalidade que mais lhe agradava disputar ?

Grande Mestre João Rezende : No início, eu gostava muito do Judô, mas depois que o tempo foi passando e as regras do Judô ficaram cada vez mais restritas, eu aderi ao Jiu-Jítsu e ao Vale Tudo.

7) Fale sobre a rivalidade Jiu-Jítsu vs. Luta Livre.

Grande Mestre João Rezende : Eu não diria rivalidade, pois isso denotaria uma inimizade, o que é fora da realidade, pois os esportes de artes marciais buscam os mesmos objetivos, o corpo e a mente sadias. O desejo de domínio sobre outros não faz parte da filosofia do Jiu-Jítsu. A violência e a intenção de infligir danos, a quem quer que seja, nunca é feita por integrantes legítimos de nosso grupo, nem mesmo quando há tensões extremas, pois não é isto que é ensinado nas academias. Lutadores com inclinação à violência, à homofobia, misoginia, são duramente repreendidos ou expulsos do nosso convívio. Não há qualquer estímulo à esse comportamento.

8) Conte-nos um pouco mais sobre a sua rotina em sua época de garoto na Academia Fadda.

Grande Mestre João Rezende : Todos os dias eu caminhava aproximadamente 15 km até o Bangu Atlético Clube, local no qual treinávamos na época, tempos em que treinávamos a parte física e a parte técnica, sendo que na parte física fazíamos muitos treinamentos em conjunto com a equipe de Futebol, além do Jiu-Jítsu.

9) Fale-nos sobre alguns de seus feitos como Mestre de Jiu-Jítsu, faixas pretas formados, número de alunos que passaram por sua equipe, premiações e etc.

Grande Mestre João Rezende : Primeiramente, minha maior honraria foi ter formado grandes homens em diferentes áreas da vida, pois o Jiu-Jítsu e a arte marcial como um todo foram feitos para isso. Depois disso, tive mais de 5 mil alunos que passaram por mim nesses anos, como também mais de quinhentos faixas pretas e honraria como ter sido o único do Jiu-Jítsu a ter carregado a tocha olímpica. Recebi a comenda de Honra do Coronel Telhada Junto ao GM Otávio de Almeida.

10) Cite alguns faixas pretas que passaram por sua academia, apenas alguns que lembre nesse momento.

Grande Mestre João Rezende : Roberto Penedo de Almeida, Vitor de Paula Souza, Eslim Viana, Giliard Xavier dos Santos, Pablo Rangel, Eber Pires, Fernando Rodrigues Mendes, Daniel Alves de Lucena, Thiago Gaia, Fabricio Medeiros, Ricardo Egídio, Alex Nogueira, Henrique ‘Macarrão’, Edson Silva, Renato Costa.

11) Quais foram alguns dos principais lutadores que viu em sua vida ?

Grande Mestre João Rezende : Pedro Hemetério, Shiaki Uchi, Aurélio Miguel, Marco Ruas, Rickson Gracie, Ivan Gomes, Carlson Gracie.

12) Para finalizar nosso bate papo, qual sua missão de vida ?

Grande Mestre João Rezende : Gosto de provar que todas as pessoas são capazes, essa é a  missão. Gosto de ensinar o respeito e que todos somos iguais e podemos chegar aonde quiser.

*NOTA .: *Ilhabela é um dos únicos municípios–arquipélagos marinhos brasileiros e está localizado no eixo São Paulo-Rio, próximo de cidades como São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba ( no Litoral Norte de SP ), e Paraty, Angra dos Reis e Ilha Grande ( no Rio de Janeiro ). Distante 210 km da capital paulista, e a 440 km da cidade do Rio de Janeiro, há várias maneiras de chegar à ilha.

*Entrevista concedida ao colaborador Oriosvaldo Costa em 03/05/2020 | Connection Japan
_
Foto acima : O GM Rezende é faixa vermelha 9° Grau desde 2007 e tem uma grande trajetória na arte suave com seus ensinamentos e apoio aos seus atletas. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal GM João Rezende | Divulgação ).

Abaixo : O GM Rezende recebendo homenagem de Daniel Lucena durante a 2ª edição do Encontro de Mestres e Professores ( em Santa Isabel, interior de São Paulo ), ao lado do Editor da Revista Master, Fábio Bueno, entre outros. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal GM João Rezende | Revista Master  | (C) Bueno Editora ).

78493621 779909139138878 7165372533523349504 n f7262

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png3.png9.png8.png2.png6.png0.png
Hoje:415
Ontem:1185
Últimos 7 dias:6436
Mês:14614
Total:398260

Conectados simultaneamente

13
Online

16-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top