ptzh-CNenfritjakoruesvi

Suga: ‘determinação de que seja a última declaração de estado de emergência’

O estado de emergência é para mais 4 províncias e prazo estendido para Tóquio e Okinawa, além de 5 sob as medidas prioritárias.

O Primeiro-Ministro do Japão, Yoshihide Suga, fez pronunciamento às 19h de sexta-feira (30) para anunciar que decidiu adicionar 4 províncias sob o estado de emergência. São Saitama, Chiba, Kanagawa e Osaka, além de estender o prazo para Tóquio e Okinawa, que terminariam em 22 de agosto.

As medidas prioritárias de prevenção da propagação serão aplicadas às cinco províncias: Hokkaido, Ishikawa, Hyogo, Quioto e Fukuoka.

O período de aplicação dessas duas medidas emergenciais é entre 2 a 31 de agosto.

Infecção a uma velocidade jamais vista

“O número de pessoas recém-infectadas pelo novo coronavírus em todo o país continua a aumentar em muitas províncias, incluindo as áreas metropolitana e de Kansai. A infecção prolifera a uma velocidade nunca vista antes”, disse Suga.   

Destacou como principal fator para essa infecção explosiva a variante Delta. E demonstrou forte preocupação em relação à substituição do coronavírus convencional por essa cepa.

Fadiga da autocontenção

“Ao avançarmos na vacinação, decidimos tomar medidas sólidas em cada região, ampliar as províncias alvo dessas medidas, e estender o prazo, para evitar a falta de leitos”, explicou.  

“À medida que o período de autocontenção se torna mais longo, há preocupação sobre o aumento da fadiga”, disse Suga. Apelou para a população da faixa etária mais jovem para agir com cautela até que apareçam os resultados da vacinação.

Teste PCR antes de viajar

À população pediu para evitar sair ou se deslocar desnecessariamente agora no verão, especialmente no feriado de Obon. Caso necessite viajar para outra província, como retornar à terra natal, reiterou o de sempre – medidas preventivas completas – adicionando fazer o teste PCR, sem falta.

“Evite beber na rua, comer com pessoas que você não costuma encontrar, se reunir com um grande número de pessoas ou por muito tempo”, pontuou. Especialmente durante a realização da Tokyo 2020 encorajou as pessoas a assistirem às competições em casa, sem aglomerações.

Acelerar a verba de cooperação aos bares e restaurantes

“Há muito tempo que estamos causando incômodo aos bares e restaurantes. Faremos o possível para criar um ambiente para que os exames sejam mais simples, para os pedidos da verba de cooperação possam ser pagos prontamente. Em cada província, vamos ampliar o patrulhamento dos restaurantes e melhorar a eficácia das medidas”, prometeu. 

Que seja a última declaração do estado de emergência

“Quanto ao fim do estado de emergência, faremos uma análise concreta com foco na carga do sistema de assistência médica, como a taxa de utilização dos leitos, pacientes gravemente enfermos; juntamente com o status da vacinação. Mostraremos o caminho para a flexibilização das restrições à atividade econômica. Até o final de agosto, faremos o possível para tomar todas as medidas possíveis com a determinação de que esta declaração seja a última. Peço sinceramente a sua colaboração”, explicou e apelou.

Não pensa em lockdown

Quando questionado pelos repórteres se ele tem planos de considerar mudar a legislação para permitir o lockdown, respondeu que a inoculação é a solução, justificando que o país não se acostuma com esse método.

Declarou “minha maior responsabilidade é suprimir essa onda rapidamente”, acrescentando que é papel do governo proteger a vida e a saúde da população.

Caso queira, assista ao pronunciamento na íntegra.

Fontes: NHK e ANN

Suga inspeciona controles de quarentena em Haneda

O Primeiro-Ministro do Japão, Yoshihide Suga, inspecionou a quarentena e outras medidas antivírus no Aeroporto de Haneda em Tóquio. Ele instruiu funcionários a realizarem controles de fronteira rigorosos em preparação para as Olimpíadas e Paralimpíadas.

Em sua visita na manhã desta segunda-feira (28), Suga inspecionou primeiro o local onde funcionários da All Nippon Airways estão sendo vacinados contra a Covid-19. Ele também testou sistemas de check-in touchless que a Japan Airlines usa para prevenir infecções.

O primeiro-ministro então observou o procedimento para testes de antígeno em uma estação de quarentena e foi informado sobre medidas de fronteira preventivas.

Suga disse que o número de novas infecções está em uma tendência de declínio a nível nacional, com exceção de Tóquio e áreas ao redor que têm registrado um aumento gradual.

Ele disse que um forte senso de urgência é necessário para implementar medidas preventivas. Ele prometeu uma resposta rápida e flexível se necessário ao examinar de perto a situação.

Fonte: NHK

Suga afirma que não pensa em novo benefício para as famílias

Durante a difícil situação causada pelo novo coronavírus, Suga disse que não pensa em benefício como fez o antecessor na primeira situação de emergência.

Na quarta-feira (27) o Primeiro-Ministro do Japão teve que pedir desculpas por causa do flagrante de um parlamentar e também se explicou a respeito das dificuldades que passam muitas famílias por causa do segundo estado de emergência em 11 províncias.

O parlamentar Jun Matsumoto, do PLD-Partido Liberal Democrático, atualmente no poder, foi flagrado bebendo em 3 clubes noturnos em Ginza, após as 20h, em pleno período de estado de emergência. A hashtag #もういらないだろ自民党 (PLD: não precisamos mais)  entrou como tendência nas redes sociais.

Por conta disso, Yoshihide Suga teve que se desculpar durante a sessão do Comitê de Orçamento da Câmara dos Representantes.

Ainda durante a sessão, em resposta ao parlamentar do Partido Democrático Constitucional, Michihiro Ishibashi, Suga disse afirmou “não penso” em conceder o benefício de valor fixo especial, como foi feito durante a primeira declaração de estado de emergência, no governo Abe. E se justificou: “em última instância tem o seikatsu hogo”, o programa de apoio ao sustento.

No que diz respeito à imagem social “autoajuda, assistência mútua, assistência pública” que o primeiro-ministro almeja, os partidos da oposição  têm apontado que é o neoliberalismo que enfatiza a competição e a eficiência.

O terceiro orçamento suplementar previa a continuação dos benefícios para o sustento e do aluguel diante do pouco apoio para as pessoas em meio a essa situação difícil.  Mas o primeiro-ministro recusou. Enquanto isso, os partidos de oposição intensificam as críticas ao governo Suga.

O mesmo acontece nas redes sociais, com comentários criticando o governo. Entre eles há pedidos para que trabalhe em prol do povo, se compreende a dor do povo e questionamentos dos motivos de não realizar teste PCR e internação imediatamente.

Fontes: Asahi, Sports Hochi, FNN e Tokyo Shimbun.

Suga é criticado negativamente pelo mau exemplo

Na terça-feira (15) o Primeiro-Ministro foi criticado dentro e fora do seu partido político. O motivo é que logo após anunciar sobre a suspensão da campanha Go To Travel, foi para um refinado restaurante de Ginza, em Tóquio, para um jantar entre amigos, algo como bonenkai ou festa de confraternização de final de ano.

Chegou atrasado para o jantar, por causa do anúncio em coletiva de imprensa, e permaneceu lá dentro por 45 minutos, flagrado tanto na chegada quanto na saída.

Logo após a divulgação pela imprensa, a atitude foi chamada de Go To Bonenkai, em alusão à campanha.

Os membros desse jantar não estavam restritos aos do PLD-Partido Liberal Democrata, embora Nikai, o diretor estivesse presente. Havia presidente de clube de beisebol, artistas e críticos políticos. Um dos participantes afirmou para os repórteres que era bonenkai.

Os ministros do governo Suga vêm pedindo exaustivamente para evitar jantares e refeições com mais de 5 pessoas. Além disso, o próprio primeiro-ministro pediu ao povo que usasse máscara nas mesas das refeições, retirando-a para comer e depois recolocá-la.

Popularidade de Suga em queda

O jantar em 8 pessoas, ultrapassou o limite das 5, e ainda por cima, com maioria idosa, apontaram os noticiários.

Líderes dos partidos de oposição como o Komei e Democrático Constitucional lhe mandaram críticas como “teria sido melhor se abster, em meio à propagação da infecção”.

Suga vem sofrendo com suas atitudes de desrespeito ao povo por não se explicar sobre o Conselho de Ciências do Japão e sua popularidade vem em queda. Na semana passada caiu 14% e está com 42% de apoio do povo, segundo pesquisa da NHK, publicada na segunda-feira (14).

Se a tendência de declínio do índice de aprovação não for interrompida, é inevitável que a turbulência do partido se espalhe antes das eleições do próximo ano e a insatisfação com o governo Suga deverá aumentar ainda mais.

Fontes: NHK, FNN e Sponichi.

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png4.png0.png5.png1.png6.png5.png
Hoje:1121
Ontem:947
Últimos 7 dias:5201
Mês:21519
Total:405165

Conectados simultaneamente

22
Online

22-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top