ptzh-CNenfritjakoruesvi

Confira os resultados do Deep Jewels 33 realizado domingo no Japão

Na tarde de domingo, 20 de junho de 2021, o Deep Jewels 33 teve lugar no New Pier Hall, em Minato, Tóquio, capital do Japão. O evento foi ao ar ‘ao vivo’ às 23h, no horário do leste ( EUA ), via “Pay-Per-View”. Nobuyuki Sakakibara, o CEO do Rizin FF, estava presente, prestigiando as lutas.

O Deep Jewels é o maior show de MMA feminino do continente asiático na atualidade e o seu 33º evento foi marcado pela disputa do Grand Prix da categoria peso átomo, brilhantemente vencido por Saori Oshima - uma jovem atleta de 26 anos - que passou pela sul-coreana Si Woo Park e pela japonesa Hikaru Aono no mesmo ‘card’, se tornando assim, a nova campeã até 47,6kg da promoção, além de faturar o prêmio de 1 milhão de ienes.

No round inicial da última luta do ‘card’, Oshima acertou na esquerda e na direita, e tentou derrubar Hikaru Aono, que também procurou levar a luta para o chão continuamente. Mas esta se viu forçada à defender-se de várias tentativas de finalização durante o processo. Oshima ainda conseguiu “raspar” e tentou usar a guilhotina para estrangular a sua adversária.

Já no início do segundo período da luta de dois rounds, Aono conseguiu consolidar uma queda, mas Oshima parecia mais ‘escorregadia’ no chão, sendo capaz de “raspar” e tentar usar uma Kimura para finalizar. Ela manteve a primeira posição até o gongo sinalizar o término deste segundo round e deixando uma decisão fácil para os juízes.

A decisão foi 5-0 ( 20-17 × 2, 20-18 × 3 ), e Oshima - que conquistou o seu segundo título no Deep Jewels - melhorou para 6-2 enquanto Aono caiu para 8-5.
Na coletiva de imprensa após a luta, a nova campeã prometeu voltar ao ‘cage’ e fazer o seu melhor para manter os seus títulos. Ela também disse que aceitaria um convite do Rizin FF para lutar.

No início da programação do Deep Jewels 33, vimos as semifinalistas que foram derrotadas neste Grand Prix. Park ( 5-3 ) foi finalizada por Oshima, enquanto Mizuki Oshiro ( 2-4 ) foi finalizada por Aono.

Já Seika Izawa ( 3-0 ) finalizou Miki Motono ( 5-3 ) no primeiro round para se tornar a nova campeã da categoria peso palha do Deep Jewels.

Confira os resultados do “Deep Jewels 33” que incluem :

Deep Jewels 33
20 de Junho de 2021
New Pier Hall
Minato, Tóquio, Japão

Saori Oshima venceu Hikaru Aono por decisão unânime ( venceu o Grand Prix peso átomo )
Seika Izawa venceu Miki Motono por finalização ( “arm-bar” ) aos 3:32 do primeiro round ( conquistou o título da categoria peso palha )
Yukari Nabe venceu Mika Arai por decisão unânime
Namiko Kawabata venceu Shoko Fujita por decisão unânime
Eru Takebayashi venceu Otoha Nagao por decisão unânime
Yuko venceu Sayaka Hishinuma por “TKO” ( socos ) aos 1:31 do segundo round
Hikaru Aono venceu Mizuki Oshiro por finalização ( “arm-bar” ) aos 1:39 do primeiro round
Saori Oshima venceu Si Woo Park por finalização ( “arm-bar” ) aos 2:28 do primeiro round

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 21/06/2021
_
Legenda : Saori Oshima venceu o “Grand Prix peso átomo” do Deep Jewels.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Deep Jewels | ( C ) Deep Impact | (C) Gong Martial Arts | Divulgação ).

Legenda : A nova campeã, Saori Oshima, com o seu marido, Yuma Oshima, e suas filhas gêmeas.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Deep Jewels | ( C ) Deep Impact | (C) Gong Martial Arts | Divulgação ).

eye catch 1624170589 dce9a

 

Entrevista com Dinaldson Silva sobre Hugo Lira e TV Ring Torres - Vale Tudo MMA ( Vídeo )

Entrevista com Dinaldson Silva ao renomado canal do YouTube : ‘Padial Jiu-Jítsu’.
Dinaldson, conhecido como “Dolinha”, é responsável pelo resgate do trabalho de Hugo Lira, que fez muito pela promoção de lutas de Vale Tudo na Paraíba e Nordeste do Brasil.
Ele foi entrevistado pelo próprio Sandro Padial e pelo Historiador Fábio Quio Takao.

Veja os resultados do Rizin 28 realizado neste domingo no Japão

As artes marciais mistas retornaram ao histórico Tokyo Dome pela primeira vez em quase 20 anos na madrugada do domingo ( 13 de junho de 2021 ) com uma edição do Rizin Fighting Federation, maior evento de MMA do Japão na atualidade. Mas apesar do estádio ter capacidade para comportar entre 55 a 70 mil espectadores, o Rizin 28 só obteve autorização para receber um público de 10 mil pessoas e ainda assim com rigorosas medidas de segurança, incluindo o uso de máscaras e distanciamento social, entre outras. Tudo isso devido ao estado de emergência imposto pelo governo do país.

O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) deste ‘card’ foi uma luta na categoria peso pena entre o brasileiro Kleber Koike Erbst, ex-campeão do KSW, e o popular japonês Mikuru Asakura.
Koike havia prometido apagar Asakura antes da luta e cumpriu a promessa no segundo round, quando acertou uma série de golpes no “clinch” e puxou para a guarda, encaixando o triângulo para sufocar Asakura, que ficou inconsciente.
Com o resultado, Koike subiu para 28-5 enquanto Asakura caiu para 14-3.

No ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) vimos um desafio especial, ou seja, uma luta com ‘regras personalizadas’, em que o invicto “astro” japonês de 22 anos, Tenshin Nasukawa, encarou três oponentes, um à cada rodada, na seguinte ordem : Koki Osaki, Hiroya Kawabe e Hideo Tokoro.
As regras eram similares às do boxe, mas com o acréscimo do soco “superman” ( ou ‘superman punch’, se preferir ) e também do soco rodado.
Tenshin fez um bom - e duro - primeiro round com Osaki, e chegou a derrubar Hiroya com um soco na costela já no segundo período, indo para o último expediente com o veterano do MMA, Hideo Tokoro, fazendo-o ‘balançar’ várias vezes, mas sem conseguir o nocaute.
Após a luta, o empate foi oficialmente anunciado.

Já o brasileiro Roberto Satoshi e o lutador do Azerbaijão, Tofiq Musayev, disputaram o cinturão inaugural do peso leve da promoção. Musayev, campeão do GP dos leves do Rizin em 2019, conseguiu impedir a primeira tentativa de queda de Satoshi, mas o paulista - que é especialista em Brazilian Jiu-Jítsu - não desistiu e, apesar de terminar por baixo na segunda tentativa, encaixou um triângulo e forçou Musayev à bater, se tornando assim o primeiro campeão linear na categoria de peso pela organização nipônica.

O Rizin 28 também contou com uma parte das lutas da rodada de abertura do Grande Prêmio do Rizin na categoria peso galo. O torneio conta com a participação de 16 homens e neste ‘card’ vimos o ex-campeão Kai Asakura vencer Shooto Watanabe com socos do ‘Ground and Pound’, enquanto Naoki Inoue venceu Shintaro Ishiwatari após nocauteá-lo com “um tiro de meta”.

Outros dois participantes do GP dos galos, Hiromasa Ougikubo e Yuki Motoya também seguiram em frente no torneio após vencerem por decisão Takeshi Kasugai e Ryo Okada, respectivamente.

Confira os resultados do “Rizin 28” que incluem :

Rizin 28
13 de Junho de 2021
Tokyo Dome
Bunkyo, Tóquio, Japão

 

Kleber Koike venceu Mikuru Asakura com uma finalização por estrangulamento ( triângulo ) aos 1:49 do segundo round
Tenshin Nasukawa x Koki Osaki, Hiroya Kawabe e Hideo Tokoro - Empate
Roberto Satoshi venceu Tofiq Musayev com uma finalização por estrangulamento ( triângulo ) aos 1:12 do primeiro round
Kai Asakura venceu Shooto Watanabe por “TKO” aos 3:22 do primeiro round [ rodada de abertura do GP dos galos ]
Naoki Inoue venceu Shintaro Ishiwatari por nocaute aos 2:01 do primeiro round [ rodada de abertura do GP dos galos ]
Hiromasa Ougikubo venceu Takeshi Kasugai por decisão unânime [ rodada de abertura do GP dos galos ]
Yuki Motoya venceu Ryo Okada por decisão unânime [ rodada de abertura do GP dos galos ]
Yutaka Saito venceu Vugar Karamov por decisão dividida
Shoma Shibisai venceu Tsuyoshi Sudario com uma finalização por estrangulamento ( “mata-leão” ) aos 1:39 do terceiro round
Satoshi Yamasu venceu Noah Bey por decisão dividida

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 13/06/2021
_
Legenda : Kleber Koike venceu em sua primeira luta principal contra uma “estrela” do Rizin.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : @RIZINFF | Divulgação ).

Legenda : Roberto Satoshi se tornou o primeiro campeão linear peso leve do Rizin.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : @RIZINFF | Divulgação ).

image 1623580708 e01a3

 

Chang Min Yoon vence Jia Wen Ma por finalização no ONE: “Full Blast - Parte II”

O ONE Championship: “Full Blast - Parte II” aconteceu na sexta-feira ( 11 de junho ), à noite, no Singapore Indoor Stadium, em Singapura. O evento foi transmitido nos EUA com atraso no “ B / R Live ” ( horário do leste ).
O ‘card’ de quatro lutas contou com duas lutas de artes marciais mistas, uma luta de Muay Thai e uma luta de Kickboxing.

No ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação, Mongkolpetch Petchyindee ( Tailândia ) enfrentou Elias Mahmoudi ( França ) em uma disputa de Muay Thai.
Mongkolpetch entrou na luta com três vitórias em suas três participações dentro do ‘cage’ do ONE. Ele não lutava há quase um ano, quando venceu Sok Thy no ONE: “No Surrender 3”.
Seu adversário na última noite, Mahmoudi, é o quarto no ranking do peso mosca de Muay Thai. Ele já lutou no Japão no K-1 World GP ( em 2016 e 2017 ). Sua última luta foi no ONE: “Mark Of Greatness”, no final de 2019, quando venceu Lerdsila Chumpairtour.

Após três rounds de muita ‘trocação’, Mongkolpetch ( que manteve o fluxo total no último período ), acabou vencendo por decisão majoritária.

Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) trouxe Tsogookhuu Amarsanaa, um lutador da Mongólia que treina no Jackson Wink MMA, nos Estados Unidos. O mongol deu as boas-vindas ao invicto Ben Wilhelm, ( 4-0 ), atleta da Gracie Technics que havia finalizado todos os seus oponentes na carreira até aqui.

Amarsanaa também venceu a sua luta por decisão dos juízes após três rounds, naquela que foi a primeira exibição difícil de Wilhelm. O havaiano experimentou a derrota pela primeira vez e caiu para 4-1. Já Amarsanaa mostrou que pode causar problemas para qualquer um na divisão de peso leve e também melhorou tecnicamente durante o seu hiato. Seu recorde agora é de 6-2.

Em outro duelo de MMA da noite, vimos Jia Wen Ma ( China ) enfrentar Chang Min Yoon ( Coréia do Sul ) em uma luta na categoria de peso pena.
O sul-coreano vinha de quatro vitórias consecutivas e manteve esse ‘recorde’ com uma finalização rápida no primeiro round. Yoon fez uso de um arremesso de quadril enfático no início da luta para deixar Ma de costas. Ele logo encaixou o seu braço esquerdo sob o queixo do seu oponente. Não ficou claro se o lutador chinês realmente “bateu” em sinal de desistência, mas com o estrangulamento “mata-leão” cada vez mais apertado, o árbitro decidiu encerrar a luta.
O ‘registro’ de Ma cai para 6-4, enquanto Yoon sobe para 5-1.

No desafio de Kickboxing, Taiki Naito, ex-campeão japonês de “Shoot Boxing” no peso super galo ( 55 kg ) e que já acumula participações no ONE, encarou o lutador de Sanshou, Wenfeng Wang, cujo ‘recorde’ é de 41 vitórias, 8 derrotas e 1 empate.
O atleta do Japão acabou vencendo o chinês por decisão majoritária após três rounds.

O próximo evento do ONE Championship está programado para o dia 9 de julho. No entanto, com o governo de Singapura decidido à aliviar suas últimas restrições relacionadas ao coronavírus à qualquer momento, poderíamos ver o show do ONE: “Empower” remarcado para antes disso.

Por agora fique com os resultados do ONE: “Full Blast - Parte II” que incluem :

ONE: “Full Blast - Parte II”
11 de Junho de 2021
Singapore Indoor Stadium
Kaalang, Singapura

Muay Thai: Mongkolpetch Petchyindee venceu Elias Mahmoudi por decisão majoritária dos juízes
MMA: Tsogookhuu Amarsanaa venceu Ben Wilhelm por decisão unânime
MMA: Chang Min Yoon venceu Jia Wen Ma por finalização com estrangulamento ( mata-leão ) aos 1:46 do primeiro round
Kickboxing: Taiki Naito venceu Wenfeng Wang por decisão unânime

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 12/06/2021
_
Legenda : Chang Min Yoon venceu Jia Wen Ma com um “mata-leão”.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Legenda : Chang Min Yoon comemorando a vitória sobre Jia Wen Ma.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Yoon Chang Min Ma Jia Wen FULL BLAST II 1920X1278 1 1536x1022 154ee

Fique por dentro das novidades em torno dos Jogos Olímpicos de Tóquio

O comitê organizador dos “Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio 2020” negou que os patrocinadores japoneses tenham pedido o adiamento das competições para o período de setembro a outubro, de acordo com o jornal Financial Times.

A reportagem também informou que a decisão de permitir os espectadores nas Olimpíadas só seria tomada até o último momento possível, provavelmente em 24 de junho.

Por outro lado, cerca de 80 por cento dos atletas qualificados para as “Olimpíadas de Tóquio” já foram vacinados e o Comitê Olímpico Japonês também busca mais doações de vacinas para tornar os Jogos o mais seguros possível.

A ‘terra do Sol Nascente’ também estaria considerando vacinar cerca de 70.000 voluntários para a ‘maior festa do esporte mundial’. O plano, inclusive, já foi divulgado pela ministra olímpica Tamayo Marukawa.

Ainda como parte das medidas preventivas, os membros da mídia do exterior que entrarem no Japão poderão ser monitorados por “GPS” para garantir que eles sigam as regras que serão explicitadas na terceira edição dos chamados “Playbooks” no final deste mês, segundo o CEO da “Tokyo 2020”, Toshiro Muto.

Em meio à tantas outras novidades surgidas em torno dos Jogos na última semana, destacamos uma em especial para a comunidade das artes marciais mistas. A “lenda-viva” do MMA, Kazushi Sakuraba, de 51 anos, foi homenageada no Japão com o direito de carregar a tocha olímpica em seu país. A cerimônia fez parte dos preparativos para a realização das Olimpíadas. O evento está programado para ter início no dia 23 de julho, com o encerramento marcado para o dia 8 de agosto.

Sakuraba ficou mundialmente famoso por suas performances no ringue do extinto evento japonês Pride. Entre os seus combates mais lembrados, citamos as suas quatro vitórias sobre representantes da família Gracie: Royler, Royce, Renzo e Ryan.

O feito rendeu ao ídolo japonês o apelido de ‘Gracie Hunter’ (‘Caçador de Gracie’). Ao todo em sua carreira no MMA profissional, Sakuraba acumulou 26 vitórias, sendo 19 por finalização, 17 derrotas, um empate e dois ‘no contests’ (sem resultado).

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 11/06/2021
_
Legenda : Lendário lutador de MMA, Kazushi Sakuraba carregou a tocha Olímpica no Japão.
Foto : ( Créditos | Cortesia : Acervo Pessoal Kazushi Sakuraba | Reprodução e Divulgação Instagram ).

 

Confira os resultados do Double G FC 7 realizado Sábado na Coréia do Sul

 O show de MMA Double G FC 7 aconteceu na noite de sábado, ( 05 junho de 2021 ), na KBS Arena, em Seul, capital da Coréia do Sul. O público prestigiou o evento ‘ao vivo’ no ginásio, embora em número limitado.

A “atração principal” e portanto ‘main event’ do ‘card’ foi uma disputa em que Jun Young Hong derrotou Gi Bum Moon para acrescentar outro cinturão à sua coleção de títulos, no caso, o de campeão do peso pena, que estava vago.

Hong, de 32 anos, - e um protegido do “Zombie” coreano - pressionou desde o início tentando prender Moon na grade do ‘cage’. Houve muita movimentação e “trocação” em pé e, apesar do representante do Zombie MMA ter acertado chutes com mais frequência, o round inicial terminou com os dois homens lutando no “clinch”.

Já no segundo período da luta, Moon mostrou-se muito mais agressivo e conectou golpes de boxe que foram bastante eficazes. Ele também mostrou eficiência nos socos de direita ou esquerda combinados com chutes. Foi quando Hong desferiu um curto ‘gancho’ de esquerda que deixou o seu adversário com as “pernas bambas”.
Mas após o seu oponente utilizar uma joelhada, Moon segurou-o ao longo da ‘gaiola’ e manteve a posição, buscando uma recuperação.

No expediente final, os lutadores voltaram para o centro do ‘cage’, onde Hong fez uso do bom e velho estilo do ‘Zumbi Coreano’, retomando o seu domínio, contra-atacando e defendendo-se, quando preciso. Até porque, Moon também atacou ferozmente, sem economizar a “gasolina do tanque”, durante estes cinco minutos finais.

Mas faltando apenas 90 segundos para o término do terceiro round, Hong conseguiu uma queda e passou para as costas de Moon, tentando garantir a vitória por decisão. Esta realmente veio por decisão unânime dos jurados e Hong subiu para 11-6-1, enquanto seu oponente caiu para 10-5.

Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) vimos uma luta sem brilho pela disputa do título provisório do peso meio médio, em que Yong Joo Lim passou a maior parte de cada round evitando o confronto franco com o seu oponente e sofrendo várias penalidades. Como resultado, Han Seul Kim conquistou facilmente a vitória, apesar desta só ter vindo após os três rounds estipulados para a disputa.

Os dois atletas são conhecidos por lutar no contra-ataque e hesitaram em tomar a iniciativa. Assim sendo, houve muito pouca ação. Mas mesmo assim, Kim conseguiu a sua redenção, ( após sofrer derrota no Double G FC 5 ), enquanto Lim, por outro lado, caiu para 1-4 como profissional de MMA.

Em outra luta da programação, Won Bin Ki e Sung Kwon Kim se enfrentaram pelo cinturão de campeão dos leves, com o primeiro nocauteando o segundo aos 57 segundos do terceiro round.
Ki ( 14-7 ) finalmente arrematou o cinturão de leves após perder na tentativa anterior durante Double G FC 5, enquanto Kim ( 5-7 ) já perdeu quatro das suas últimas cinco lutas.

Entre as mulheres, Bo Hyun Park venceu Yerin Hong na disputa do título de campeã inaugural do peso átomo feminino. A vitória veio por finalização com um estrangulamento passados 4 minutos e 47 do primeiro round. Park ( 4-1 ) obteve assim a sua segunda vitória consecutiva por finalização, enquanto Hong caiu para 3-2 com essa derrota, quando vinha de uma seqüência de três vitórias consecutivas.

Confira os resultados do “Double G FC 7” que incluem :

Double G FC 7
05 de Junho de 2021
KBS Arena
Seul, Coréia do Sul

Jun Young Hong venceu Gi Bum Moon por decisão unânime após três rounds
Han Seul Kim venceu Yong Joo Lim por decisão unânime após três rounds
Won Bin Ki venceu Sung Kwon Kim por “TKO” ( golpes ) aos 57 segundos do terceiro round
Bo Hyun Park venceu Yerin Hong por finalização ( estrangulamento ) aos 4 minutos e 47 do primeiro round
Sang Won Kim venceu Jae Hyun So por “TKO” ( golpes ) aos 3min e 45seg do primeiro round
Jae Hyuk Bang venceu Da Won Yoon por decisão unânime após três rounds
Je Il Jung vs Young Hoon Lee terminou em empate após três rounds
Muhammad Sufi venceu Jae Hyun Choi por “TKO” ( interrupção do médico ) no segundo round
Hyun Ji Jang venceu Chae Hyun Kim por “TKO” ( lesão no joelho ) após dois rounds
Seung Jun Lee venceu Tserendash Azjargal por decisão unânime após três rounds

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 06/06/2021
_
Legenda : Jun Young Hong venceu Gi Bum Moon para conquistar o título do peso pena no Double G FC 7.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Double G FC | Divulgação ).

Legenda : Bo Hyun Park se tornou a primeira campeã do peso átomo feminino no Double G FC 7.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Double G FC | Divulgação ).

Bo Hyun Park punches Ye Rin Hong 300x200 a94d5

 

Confira os resultados do ONE: “Full Blast” realizado hoje em Singapura

 

Nesta sexta-feira, 28 de maio de 2021, o ONE Championship, maior organização de artes marciais do mundo, promoveu o ONE Championship: “Full Blast”, sediado no Singapore Indoor Stadium, em Singapura.
 
O ‘card’ de cinco lutas contou com três lutas de MMA. Destaque para o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) entre o indiano Kantharaj Agasa e o principal peso mosca da China, Xie Wei. 
 
O indiano entrou na competição com um histórico mais impressionante do que seu oponente chinês e os dois homens alternaram bons momentos nos dois rounds iniciais, que contaram com muita ‘trocação’ e algumas tentativas de quedas.
 
Porém, Agasa, já com sangue escorrendo de um ferimento, optou por não voltar para o terceiro e último round.
 
Com a vitória, Wei melhorou o seu “recorde” para 7-3 e suas lutas pelo ONE Championship tem sido extremamente impressionantes até agora, com duas vitórias por paralisação médica e uma derrota ( por decisão ) discutível para o peso mosca Danny Kingad. O mesmo não pode ser dito de Agasa, citado no ‘site’ da franquia como “o melhor lutador de MMA da Índia”, que caiu para 11-3, depois de uma estreia nada impressionante.
 
Já o ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação nos trouxe uma batalha há muito esperada entre dois dos principais competidores de Muay Thai na categoria peso galo. Saemapetch Fairtex, simplesmente o 1º colocado no ranking da divisão, acabou parando o lutador que ocupava o 3º lugar, Kulabdam Sor. Jor. Piek Uthai, com um golpe de mão esquerda no corpo do “Meteorito Esquerdo”, ainda no round inicial.
 
Anteriormente, tivemos mais uma luta de MMA, em que o peso pena Edward Kelly ( 13-8 ) conquistou uma vitória por decisão dividida sobre Ahmed Faress ( 16-4 ). O egípcio chegou perto de concretizar uma tentativa de finalização com um triângulo já no segundo round, mas perdeu força no período final e viu a interrupção da sua seqüência de vitórias, após a leitura das papeletas dos juízes.
 
No início da noite, Anthony Do ( 8-4 ) finalizou Liang Hui ( 5-7-1 ) com um triângulo em um concurso de peso-chave.
 
Confira os resultados do ONE: “Full Blast” que incluem :
 
ONE: “Full Blast”
28 de Maio de 2021
Singapore Indoor Stadium
Kaalang, Singapura
 
Muay Thai: Saemapetch Fairtex venceu Kulabdam Sor Jor Piek U-Thai por nocaute aos 2:01 do primeiro round
MMA: Xie Wei venceu Kantharaj Agasa por “TKO” ( desistência ) após dois rounds de 5:00 cada
Kickboxing: Miles Simson venceu Santino Verbeek por decisão unânime
MMA: Edward Kelly venceu Ahmed Faress por decisão dividida
MMA: Anthony Do venceu Liang Hui por finalização ( triângulo ) aos 3:55 do segundo round
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 28/05/2021
_
Legenda : Xie Wei superou Kantharaj Agasa no ONE: “Full Blast”.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
Xie Wei winner 78801
 
Legenda : Xie Wei comemorando a vitória sobre Kantharaj Agasa.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
 

Atleta sul-coreana Celine Haga vence no Peak Fighting 12

 

Celine Haga é uma das melhores lutadoras de MMA da atualidade. Nascida na Coreia do Sul, ela foi adotada por pais de Oslo, Noruega, onde viveu desde a sua infância. Após iniciar a prática do Jiu-Jítsu, ela também começou à treinar com lutadores ‘underground’ de MMA, em um porão sob um antigo shopping em Oslo, em uma época em que o esporte ainda era ilegal na Noruega.
 
Em busca de se tornar uma profissional da modalidade, ela decidiu se mudar para o Japão para treinar, embora não conhecesse ninguém e nem falasse japonês. Foi quando se tornou uma “sparring” ( parceira de treinos ) de Megumi Fujii, pupila de Josh Barnett e uma das lutadoras de MMA mais famosas da ‘terra do Sol Nascente’. As duas se deram bem na academia e Celine passaria três anos indo e voltando entre a Noruega e o Japão.
 
Foi uma época difícil na carreira da atleta. Ela estava melhorando, mas perdeu 11 de suas primeiras 12 lutas. Depois, ela venceu suas 9 lutas seguintes, chegando à vencer uma dos melhores lutadoras do Japão. Isso foi bom para sua confiança, mas ruim para a sua carreira.
 
Os promotores japoneses pararam de lhe dar lutas, exceto uma em que a sua oponente colocou algo ‘ilegal’ em sua luva ( que ela usou para quebrar o osso orbital do rosto de Celine ) e, como consequência, a sul-coreana teve que ir ao hospital por três meses e ainda teve um problema de “visão dupla” por um ano.
Esse tipo de ‘incidente’ teria motivado muitos à desistir, mas a atleta encontrou forças para continuar e se inspirar positivamente, mesmo em um período tão complicado.
 
Na sequência, Celine acabou voltando para a Noruega, mas continuou treinando, além de mergulhar nos estudos da psicologia do esporte. Sua confiança era notória e o seu talento estava comprovado.
Posteriormente ela foi adimitida na renomada Jackson Wink MMA Academy do Novo México, em Albuquerque, Novo México, EUA, onde treinaria por três meses, sendo que esses três meses eventualmente se transformaram em cinco anos e meio, quando a lutadora decidiu morar na academia e treinar quase todos os dias.
 
No último sábado, ( 22 de Maio de 2021 ), ela voltou à lutar MMA no Peak Fighting 12, promovido pela Arkansas’s Premier MMA Promotion. O evento teve lugar no Texarkana Arkansas Convention Center, em Texarkana, Arkansas, Estados Unidos. Celine acabou vencendo a sua adversária, Shannon Goughary, ( 4-5-0 ), apos conseguir uma finalização no segundo round.
 
No caminho de volta para casa, Celine recebeu boas notícias. Depois de um ano e meio sem lutar, agora - de repente - ela tem duas lutas em três semanas.
 
A guerreira agradece aos seus companheiros de equipe e treinadores da Factory X Muay Thai / MMA / BJJ e Landow Performance, além dos seus patrocinadores : Chris Calderon, Combat News, Foundation Therapy, Íons Performance Care e WomenOfcombat, sem esquecer de Veronica Castillo, que lhe ajudou com a sua dieta ( que ela promete seguir melhor da próxima vez ).
Celine ( agora com um “recorde” de 18-11-0, no MMA ) finaliza mandando um recado para todos os seus amigos próximos, ( ‘vocês sabem quem vocês são’ ), segundo ela : “eu amo vocês” !!
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 27/05/2021
_
Legenda : A atleta voltou à vencer depois de um ano e meio sem lutar.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : Acervo Pessoal Celine Haga | ( C ) Peak Fighting | ( C ) Arkansas’s Premier MMA Promotion | Divulgação ).
 
Legenda : Celine Haga após uma sessão de treinos de MMA.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) WomenOfcombat | Divulgação ).
 
rsw 1300h 800 4a4d6
 

Atleta ‘ex-UFC’ José Maria Tomé “No Chance” assina com o Centro Oeste Fight ( COF )

 

Nossos correspondentes internacionais nos informam quando, onde e contra quem será a mais nova participação do ‘ex-UFC’ José Maria Tomé, o “No Chance”, em competições de artes marciais mistas.
 
Ele irá lutar no dia 26 de junho de 2021, em Brasília, no Distrito Federal, no evento Centro Oeste Fight 12. Seu adversário será o atleta carioca Lucas oliveira de Faria, em luta válida pelo título de campeão interino da categoria peso mosca. O confronto será transmitido ‘ao vivo’ e gratuitamente no YouTube. A informação também foi confirmada pelo jornalista Leandro Alarcon, do ‘Podcast’ sobre MMA : “Resenha da Luta”.
 
Com um cartel composto por 39 vitórias, 9 derrotas e 2 “No Contest”, José Maria “No Chance” tentará a sua 40ª Vitória e o seu 5º cinturão na carreira profissional de MMA.
 
O lutador nascido em Alto Santo ( cidade localizada no estado do Ceará, na região Nordeste do Brasil ) está morando desde dezembro do ano passado no Marrocos, país localizado no norte da África. 
Ele comentou sobre o seu ‘camp’ e quais são as suas expectativas para a luta.
 
-“Eu estou com boas expectativas para essa luta. Fazem dois anos que estou sem lutar por conta da pandemia do coronavírus, assim como muitos atletas que não tem contrato com as grandes franquias. Aqui no Marrocos treino com alguns dos melhores ‘Kickboxers’ da Holanda, e também estou treinando muito Jiu-Jítsu. Estou muito feliz em voltar ao cenário nacional do MMA.”-disse José Maria. 
 
Ele também revelou que o Marrocos tem um bom suporte para que ele possa se dedicar única e exclusivamente aos seus treinos. 
O atleta virá para o Brasil apenas na semana da luta.
 
Dono de um dos mais extensos ‘recordes’ do mundo em sua categoria de peso, “No Chance” tem se destacado por sua garra e técnica desde o início da sua carreira, enfrentando qualquer adversário dentro da categoria peso mosca. Já lutou, inclusive, contra John Lineker, também um ‘ex-UFC’ e atual aspirante ao título do peso galo do ONE Championship.
 
José Maria também é campeão de MMA no Brasil em promoções do porte do Circuito Talent, LFC e Arena Fight. Além disso, ele ainda é detentor do cinturão do RUF MMA 29 ( RUF MMA : Ringside Unified Fighting ), conquistado em 6 de Outubro de 2018, no Arizona, EUA, diante do peso-mosca mongol Rentsen Otgontulga.
 
O Cearense, que acumula ainda participações no evento russo ACB, também tem recebido propostas para voltar à lutar em outras promoções de MMA na Rússia.
 
Já o seu adversário, Lucas oliveira de Faria, é um  faixa preta de Jiu-Jítsu que tem um registro de 26 vitórias e 8 derrotas, conquistado em torneios de MMA do porte do Shooto Brasil e FutureMMA, entre outros. Ele também  já lutou eventos na Rússia.
 
O Centro Oeste Fight ( COF ) é considerado o maior evento de MMA do Centro Oeste brasileiro e nasceu dos anseios do lutador de MMA Danilo Noronha para proporcionar lutas de qualidade e popularizar cada vez mais o esporte no Brasil e Brasília, em particular. A promoção vem trabalhando duro e já conta com uma estrutura semelhante à dos grandes eventos nacionais e internacionais da modalidade.
 
A organização promete novas edições do COF ao longo do ano após a etapa do próximo dia 26 de junho.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/05/2021
_
Legenda : A luta entre José Maria “No Chance” e Lucas Oliveira será transmitida ‘ao vivo’ e gratuitamente no YouTube.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Centro Oeste Fight | Divulgação ).
 
Legenda : O ‘flyer’ de divulgação do “COF 12”. 
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Centro Oeste Fight | Divulgação ).
186564232 1656947094516096 6390692324803534153 n 49969
 

Japonesa Ayaka Miura vence brasileira Rayane Bastos por finalização no ONE: “Dangal”

 

No sábado, 15 de maio de 2021, o ONE Championship promoveu o ONE: “Dangal”, no Singapore Indoor Stadium, em Singapura. O ‘card’ foi composto por quatro lutas de artes marciais mistas e uma luta de Muay Thai.
 
No ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação vimos Arjan Bhullar ( 11-1 ) fazer história ao se tornar o primeiro lutador de origem indiana à ganhar o título dos pesos pesados do ONE Championship e o segundo homem a deter o título da categoria na franquia de propriedade de Chatri Sityodtong.
 
Para realizar tal façanha ele teve que ‘detonar’ o então campeão Brandon Vera ( 16-9 ) por nocaute técnico no segundo round. Após Vera iniciar o segundo período “disparando” longos ‘jabs’ à distância, Bhullar - um ex-atleta olímpico de Wrestling - tentou quedas em seu adversário. Após Vera se agarrar à grade do ‘cage’, Bhullar finalmente levou o seu oponente ao chão, onde definiu a luta ao impor um pesado ‘ground and pound’ em Vera. 
 
O ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) trouxe um duelo na categoria peso pena sob as regras do Muay Thai, onde o astro tailandês Tawanchai PK Saenchai, de apenas 22 anos de idade, acertou um chute espetacular na cabeça do irlandês Sean Clancy para vencer por nocaute no terceiro assalto do confronto.
 
Em outra luta de MMA do ‘card’, Gary Mangat melhorou o seu “recorde” para 16-3 com uma vitória por decisão unânime sobre Roshan Mainam, da Índia ( 6-3 ).
 
Outra lutadora da Índia, Ritu Phogat ( 4-1 ), também sofreu revês semelhante. Ela perdeu para a norte-americana Bi Nguyen ( 6-6 ), mas por decisão dividida dos jurados, após três rounds.
 
Já o momento mais aguardado do ONE: “Dangal” - ao menos para nós, brasileiros - foi outra luta entre mulheres e que contou com a presença da paraense Rayane Bastos. A atleta da Equipe JB, estava invicta até então com quatro vitórias e um empate.
 
Contudo, a japonesa Ayaka Miura usou a técnica em que é especialista, o “scarf-hold americana”, para finalizar a brasileira com apenas 2m58 da luta realizada em peso “combinado” ( ou seja, ‘casado’ ) de 58kg. Esta foi a sexta vitória de Miura entre as 11 na carreira com essa mesma técnica, em que ela parte do controle lateral e aplica uma americana com as pernas ( ‘keylock’ ).
 
Confira os resultados do ONE: “Dangal” que incluem :
 
ONE: “Dangal”
15 de Maio de 2021
Singapore Indoor Stadium
Kaalang, Singapura
 
MMA : Arjan Bhullar venceu Brandon Vera por “TKO” ( socos ) aos 4:27 do segundo round 
Muay Thai: Tawanchai PKSaenchaigym venceu Sean Clancy por “KO” ( chute na cabeça ) aos 0:35 do terceiro round 
MMA : Bi Nguyen venceu Ritu Phogat por decisão dividida
MMA : Ayaka Miura venceu Rayane Bastos por finalização com ‘keylock’ ( “scarf-hold americana” ) aos 2:58 do primeiro round
MMA : Gary Mangat venceu Roshan Mainam por decisão unânime
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 19/05/2021
_
Legenda : Ayaka Miura finalizou Rayane Bastos com a sua “marca registrada”.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).
 
Legenda : Finalização incrível de Ayaka Miura sobre Rayane Bastos.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Reprodução YouTube | Divulgação ).
s4e05m screenshot923215 ac032
 

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png4.png0.png3.png8.png4.png2.png
Hoje:745
Ontem:942
Últimos 7 dias:3878
Mês:20196
Total:403842

Conectados simultaneamente

24
Online

21-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top