ptzh-CNenfritjakoruesvi

Jorge Masvidal anuncia a 2ª edição do Gamebred Fighting Championship

 

O lutador da categoria de peso meio-médio do UFC, Jorge “Gamebred” Masvidal, anunciou a 2ª edição do ‘Gamebred Fighting Championship’, uma liga que promove lutas sob as ‘regras profissionais unificadas de MMA’, mas ‘sem luvas’. Esse tipo de combate se chama “bare knuckle”, e a escolha por ele não foi por acaso.
Antes de alcançar a fama no MMA, Masvidal ficou conhecido por competir em “lutas de rua” promovidas pelo lendário ‘Kimbo Slice’. Na época, os vídeos deste tipo de lutas faziam muito sucesso no YouTube.
Por isso, Masvidal quer dar à outros lutadores a chance de fazer o mesmo e está procurando o próximo grande “lutador de rua” para chegar até as grandes promoções profissionais, seguindo os seus passos e os de ‘Kimbo’.

Os lutadores que assinam com o ‘Gamebred Fighting Championship’ tem uma cláusula em seus contratos que permite que eles assinem com o UFC, caso recebam uma oferta.
Mas a liga de “Gamebred” também promove eventos de MMA “com luvas” em estados onde as lutas ‘sem luvas’ não são permitidas.

O programa de Masvidal junta-se à um campo crescente de promoções, incluindo o “Bare Knuckle Fighting Championship”, que organizou vários eventos de boxe ‘sem luvas’ em alguns estados norte-americanos e à algumas outras ligas em países do continente europeu.

Por falar no “BKFC”, o ‘Gamebred Fighting Championship’ também assinou um contrato de transmissão de um ano com a “Bare Knuckle TV”, que irá transmitir exclusivamente o conteúdo de promoções de lutas ‘sem luvas’.

Agora, de acordo com publicação feita nas redes sociais do lutador, o ‘Gamebred Fighting Championship 2’ terá lugar em Biloxi, Mississippi, USA, ( mesmo local do evento inaugural do GFC ) no próximo dia 11 de setembro de 2021.

O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ‘card’ trará o brasileiro Antonio ‘Bigfoot’ Silva ( 19-13-0 ) em uma luta contra Alex Nicholson ( 14-9-0 ) - como Masvidal também anunciou durante uma aparição no “The MMA Hour”.
Além de sua seqüência de derrotas no MMA, Silva também foi batido pelo compatriota Gabriel Gonzaga em luta de boxe ‘sem luvas’ no “BKFC”. Nicholson, por sua vez, acumula lutas em promoções do porte do CamSoda Legends, LFA, PFL e no próprio Ultimate Fighting Championship.

Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) teremos um duelo entre o lutador favorito dos fãs e veterano do Pride FC, Charles Bennett ( 30-41-2 ), diante de Robert Emerson ( 20-15-0 ), que vem de derrotas no ACA e WFCA 54.

Entre as mulheres, a veterana do UFC e do BKFC, Maia Kahaunaele ( 6-5-0 ) - da equipe Cobra Kai, de Victorville, Califórnia - medirá forças com Isis Verbeek ( 3-1-0 ), vinda da Holanda e que acumula participações no Invicta FC, Kunlun Fight, Glory e Shoot Boxing.

A outra luta do ‘card’ trará o grandalhão Rashaun Jackson ( 5-4-0 ) diante do experiente lutador de MMA Johnathan Ivey ( 41-57-0 ).

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 19/08/2021
_
Legenda : O lutador favorito dos fãs e veterano do Pride FC, Charles Bennett, lutará com Robert Emerson.
Foto acima : ( Cortesia | Créditos : ( C ) Gamebred Fighting Championship | Divulgação ).

Legenda : O promotor do GFC, Jorge Masvidal, é atleta da categoria de peso meio-médio do UFC.
Foto abaixo : ( Cortesia | Créditos : ( C ) Gamebred Fighting Championship | Divulgação ).

maxresdefault 1 de254

 

Destroços de avião de guerra dos Estados Unidos usado na Segunda Guerra são encontrados no litoral do Maranhão

Destroços de uma aeronave dos Estados Unidos, de 1943, usada durante a Segunda Guerra Mundial, foram encontrados na Baía do Tubarão, no município de Humberto de Campos, cidade a 153 km de São Luís e localizado no norte do Maranhão.

O achado histórico e inusitado aconteceu durante uma oficina ministrada pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária do Maranhão (Setres), na última semana. A aeronave caiu há 78 anos no litoral maranhense.

Os destroços são parte do avião tipo Bombardeiro B-25, que fazia rota entre África e o Brasil. A aeronave era um modelo clássico usado durante a Segunda Guerra Mundial, por conter um bom armamento defensivo e sendo empregado com sucesso em missões na África, Mediterrâneo e Itália.

A aeronave chegou a ser fornecida há vários países aliados dos Estados Unidos durante a Segunda Guerra, como a China, Indonésia, França e o Brasil.

 30758 whatsapp image 2021 07 01 at 19.12.53 8377375021138282013 1a713

Destroços da aeronave norte-americana foram encontrados durante oficina realizada pela Secretaria de Estado do Trabalho e da Economia Solidária do Maranhão (Setres). — Foto: Almir Praseres

Após a descoberta, um integrante da equipe técnica da secretaria, o escritor Wellington Matos, entrou em contato com o Departamento de Forças Armadas dos Estados Unidos, que confirmou que se tratava de um avião que pertenceu à frota norte-americana.

Segundo o departamento, a aeronave seguia para o norte da África, para participar de confrontos de guerra. Durante a viagem, o avião com seis militares norte-americanos passou por problemas e caiu. Toda a tripulação morreu.

b 25d 41 29710 pacific prowler 2 e9121

Imagem do Bombardeiro B-25D, avião militar de guerra dos Estados Unidos, encontrado esta semana no Maranhão — Foto: Reprodução/Aviões Militares

Com a ajuda de pescadores experientes da região e equipes da secretaria, foi iniciado o resgate dos restos da aeronave. Foram usados detectores de metal, sensor de batimetria e a partir disso, foi localizado o trem de pouso do avião, que pesa aproximadamente 5 toneladas.

“A queda do Bombardeiro B-25D, durante a II Guerra Mundial, é um caso de um acidente que estava afundado na história. Era de conhecimento de alguns moradores, de forma superficial, mas não havia uma correlação do que se tratava, ou sua finalidade”, explica Wellington Matos.

De acordo com a Prefeitura de Humberto de Campos, a descoberta vai estimular a criação do Museu Histórico do município e enriquecer a história do município, que tem pouco mais de 26 mil habitantes.

 30758 d 30758 whatsapp image 2021 07 01 at 19.12.47 1 5508483096700836195 4893089379203584857 3d36d

Trem de pouso da aeronave foi encontrada nesta semana, na Baía do Tubarão, no Maranhão. — Foto: Almir Prasere

Fonte: g1.globo.com

Thiago “Pitbull” Alves se torna o 1° brasileiro campeão mundial de boxe ‘sem luvas’

O brasileiro Thiago “Pitbull” Alves fez história na noite de 26 de junho de 2021 ao se consagrar duplamente. Além de se tornar o primeiro campeão dos médios do Bare Knuckle Fighting Championship, ele também pode se orgulhar do fato de ser o primeiro brasileiro à conquistar um cinturão de campeão mundial na modalidade conhecida como boxe ‘sem luvas’.

Nascido em Fortaleza-CE, ele fez a sua estréia no MMA quando as competições desse esporte ainda eram realizadas no antigo formato de “Vale Tudo”. Com apenas 15 anos de idade, Thiago já lutava com atletas de 25 à 30 anos e era temido também nos torneios de Kickboxing. Posteriormente, mudou-se para os EUA e chegou à disputar o cinturão dos meio-médios ( até 77kg. ) do UFC ( em 2009 ). Já em setembro de 2020, depois de quase 15 anos no Ultimate, estreou no Bare Knuckle Fighting Championship, organização presidida por David Feldman, quando superou Julian Lane.

No último sábado do mês de junho, no Bare Knuckle FC 18, disputado em Miami, Flórida, EUA, Alves venceu uma batalha sangrenta contra Ulysses Diaz e levou o título da categoria, inédito para o nosso país.

O cearense começou o combate de maneira agressiva, mas sofreu com os ataques do adversário, que inclusive o derrubaram em uma ocasião. Os dois atletas ficaram ensanguentados logo no primeiro round. No round seguinte, o cubano derrubou o representante da American Top Team restando um minuto para o fim da parcial. “Pitbull”, no entanto, logo se levantou e voltou para a ‘trocação’. No terceiro round, o brasileiro voltou muito melhor que o adversário, chegando à aplicar-lhe três ‘knockdowns’ ao longo do último período, até que o árbitro decidiu paralisar a disputa para preservar a integridade física de Ulysses, que não se recuperou dos duros golpes que sofreu.

O BKFC 18 contou ainda com outras três disputas de título. Entre estas, destacamos a luta do peruano Luis “Baboon” Palomino, muito conhecido no sul da Flórida por sua carreira no MMA. Ele já ostenta um ‘registro’ de 3-0 ( 3 KO’s ) em lutas de “Bare Knuckle Boxing” e manteve o cinturão dos leves do BKFC por decisão unânime após os cinco rounds da luta com Tyler Goodjohn. Segundo a mídia especializada, Palomino continua provando que é o melhor ‘absoluto’ no esporte.

Já entre as mulheres, o destaque ficou para a ex-competidora do UFC Pearl Gonzalez que fez sua estreia no BKFC contra Charisa Sigala ( 0-1 ). Gonzalez pressionou a ação ao longo da luta e venceu por decisão unânime dos juízes ( 50-45, 50-45, 50-45 ). Após a luta, Gonzalez creditou a “mudança para o Brooklyn, onde treina com o Team Serrano” como uma virada de jogo em sua carreira.

Para detalhes adicionais sobre o BKFC 18, bem como maiores informações sobre os próximos eventos, favor acessar o site oficial da franquia : Bare Knuckle

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 30/06/2021
_

Legenda : O cearense conquistou o título da categoria, inédito para o nosso país.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Acervo pessoal Thiago “Pitbull” Alves | ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Reprodução Instagram ).

Legenda : A ex-competidora do UFC Pearl Gonzalez fez sua estreia no BKFC 18.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Divulgação ).

204173457 4078443282262471 6289854694578291903 n 8daee

 

Atleta sul-coreana Celine Haga vence no Peak Fighting 12

 

Celine Haga é uma das melhores lutadoras de MMA da atualidade. Nascida na Coreia do Sul, ela foi adotada por pais de Oslo, Noruega, onde viveu desde a sua infância. Após iniciar a prática do Jiu-Jítsu, ela também começou à treinar com lutadores ‘underground’ de MMA, em um porão sob um antigo shopping em Oslo, em uma época em que o esporte ainda era ilegal na Noruega.
 
Em busca de se tornar uma profissional da modalidade, ela decidiu se mudar para o Japão para treinar, embora não conhecesse ninguém e nem falasse japonês. Foi quando se tornou uma “sparring” ( parceira de treinos ) de Megumi Fujii, pupila de Josh Barnett e uma das lutadoras de MMA mais famosas da ‘terra do Sol Nascente’. As duas se deram bem na academia e Celine passaria três anos indo e voltando entre a Noruega e o Japão.
 
Foi uma época difícil na carreira da atleta. Ela estava melhorando, mas perdeu 11 de suas primeiras 12 lutas. Depois, ela venceu suas 9 lutas seguintes, chegando à vencer uma dos melhores lutadoras do Japão. Isso foi bom para sua confiança, mas ruim para a sua carreira.
 
Os promotores japoneses pararam de lhe dar lutas, exceto uma em que a sua oponente colocou algo ‘ilegal’ em sua luva ( que ela usou para quebrar o osso orbital do rosto de Celine ) e, como consequência, a sul-coreana teve que ir ao hospital por três meses e ainda teve um problema de “visão dupla” por um ano.
Esse tipo de ‘incidente’ teria motivado muitos à desistir, mas a atleta encontrou forças para continuar e se inspirar positivamente, mesmo em um período tão complicado.
 
Na sequência, Celine acabou voltando para a Noruega, mas continuou treinando, além de mergulhar nos estudos da psicologia do esporte. Sua confiança era notória e o seu talento estava comprovado.
Posteriormente ela foi adimitida na renomada Jackson Wink MMA Academy do Novo México, em Albuquerque, Novo México, EUA, onde treinaria por três meses, sendo que esses três meses eventualmente se transformaram em cinco anos e meio, quando a lutadora decidiu morar na academia e treinar quase todos os dias.
 
No último sábado, ( 22 de Maio de 2021 ), ela voltou à lutar MMA no Peak Fighting 12, promovido pela Arkansas’s Premier MMA Promotion. O evento teve lugar no Texarkana Arkansas Convention Center, em Texarkana, Arkansas, Estados Unidos. Celine acabou vencendo a sua adversária, Shannon Goughary, ( 4-5-0 ), apos conseguir uma finalização no segundo round.
 
No caminho de volta para casa, Celine recebeu boas notícias. Depois de um ano e meio sem lutar, agora - de repente - ela tem duas lutas em três semanas.
 
A guerreira agradece aos seus companheiros de equipe e treinadores da Factory X Muay Thai / MMA / BJJ e Landow Performance, além dos seus patrocinadores : Chris Calderon, Combat News, Foundation Therapy, Íons Performance Care e WomenOfcombat, sem esquecer de Veronica Castillo, que lhe ajudou com a sua dieta ( que ela promete seguir melhor da próxima vez ).
Celine ( agora com um “recorde” de 18-11-0, no MMA ) finaliza mandando um recado para todos os seus amigos próximos, ( ‘vocês sabem quem vocês são’ ), segundo ela : “eu amo vocês” !!
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 27/05/2021
_
Legenda : A atleta voltou à vencer depois de um ano e meio sem lutar.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : Acervo Pessoal Celine Haga | ( C ) Peak Fighting | ( C ) Arkansas’s Premier MMA Promotion | Divulgação ).
 
Legenda : Celine Haga após uma sessão de treinos de MMA.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) WomenOfcombat | Divulgação ).
 
rsw 1300h 800 4a4d6
 

O boxeador Michael Nunn ( 57 anos ) vence o lutador de MMA Pat Miletich ( 52 anos ) nos EUA

Quando a luta de kickboxing entre o ex-campeão mundial de boxe nas categorias dos pesos médios ( IBF ) e super médios ( WBA ), Michael Nunn ( 57 anos ), e o ‘Hall of Famer’ e ex-campeão do UFC, Pat Miletich ( 52 anos ), foi anunciada no início desse ano, muita gente achou que a notícia se tratava de uma ‘fake news’ e nada mais. Mas estes só esqueceram que a promoção havia sido anunciada pelo sempre competente Monte Cox, ex-‘manager’ de Miletich e promotor veterano que já organizou mais de 100 eventos de boxe e mais de 700 shows de MMA por todo o meio-oeste americano, quando esteve à frente de franquias do porte do Quad City Ultimate, Adrenaline MMA e Extreme Challenge, desde os primeiros dias das artes marciais mistas nos EUA. Após alguns adiamentos, a luta foi remarcada e finalmente realizada no sábado, 18 de julho de 2020, quando o evento Miletich vs. Nunn: “Clash of Legends” teve lugar no Mississippi Valley Fairgrounds, em Davenport, Iowa. O evento foi assistido por uma multidão estimada em torno de 3.500 espectadores, e mais de 90% destes fãs que compareceram ao local expressaram sua liberdade, recusando-se a usar máscaras ou qualquer forma de proteção facial, apesar da atual pandemia. Entre os espectadores, destacamos celebridades do porte dos ex-campeões do UFC Tim Sylvia e Matt Hughes. Houve um total de 11 lutas e muitos lutadores locais no ‘card’, incluindo dois ex-lutadores do UFC, que fizeram suas primeiras aparições no boxe profissional. Entre estes, gostaríamos de destacar Jeremy Horn ( 44 anos ), ex-lutador do UFC, Bellator e PRIDE, que agora está lutando em Salt Lake City. Horn conquistou uma vitória no terceiro round por nocaute técnico sobre o peso médio de 50 anos de idade, Marty Lindquist, de Blaine, Minnesota. Também não poderíamos deixar de citar o duelo entre Jason Medina (52 anos ), que possui um cartel no MMA de 21-15-1, e Sean Huffman ( 42 anos ), cujo ‘record’ no MMA é de 22-36. Os veteranos competiram sob as regras do Kickboxing e Medina venceu por decisão dos juízes, após quatro rounds. Mas a atração mais aguardada do “Clash of Legends” e, portanto, ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programção, foi a já citada luta de quatro rounds sob as regras do kickboxing entre Michael Nunn e Pat Miletich. Iniciada a luta, os dois homens ocuparam o centro do palco, tentando devolver algo aos fãs e às “Quad Cities” ( termo que designa as cidades que estão na fronteira entre os estados norte-americanos de Illinois e Iowa ), onde os veteranos são verdadeiros heróis locais. Os competidores provaram porque já foram considerados os melhores em seus respectivos esportes, e foi bom ver que, depois de todo o tempo fora do ringue, os fãs locais ainda os apreciam bastante. Nunn ( 58-4, 38 KOs como lutador de boxe ) usou sua vantagem de alcance e altura de maneira eficaz para impedir Miletich ( 29-7-2 no MMA ) de chutar e mostrou alguns dos ‘dribles’ que o tornavam intocável quando ele estava no auge. Miletich acertou Nunn algumas vezes com chutes nas pernas e até o derrubou no terceiro round com um chute bem posicionado, mas não conseguiu igualar-se à eficiência dos socos de Nunn. Ao final, Nunn acabou superando o sempre corajoso Miletich, vencedo-o por decisão dividida ( 39-37, 37-39 e 40-36 ). Miletich - o ‘kickboxer’ filho de imigrantes croatas - admitiu após a luta que, ao mesmo tempo em que está um pouco decepcionado com o resultado do duelo, também sente-se satisfeito por ter voltado à ação em seu local de nascimento, Davenport, Iowa. Vida que segue. Quanto à Michael Nunn, apesar de não ter lutado desde 2002 por ter cumprido uma sentença de 16,5 anos de prisão por tráfico de drogas entre 2002 e o ano passado, este marcou uma ‘virada’ em sua vida e pretende “dar um gás” em sua carreira de lutador, pois logo após a luta manifestou o seu desejo de lutar com o também boxeador Roy Jones Jr, em confronto que poderá acontecer em 2021. Michael - que também nasceu em Davenport, Iowa - mais do que pagou suas dívidas e agora é livre para fazer o que quiser com a sua vida e se ele deseja continuar lutando e ganhar “o seu pão de cada dia”, quem somos nós para lhe dizer que não? Ambos os competidores demonstraram estar em condições físicas decentes e saíram do ringue com grandes sorrisos no rosto, felizes com os resultados dos seus esforços, em uma cena que não vemos frequentemente em esportes como o boxe. *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 29/07/2020
_
Foto acima : A luta entre o ex-campeão mundial de boxe nas categorias dos pesos médios ( IBF ) e super médios ( WBA ), Michael Nunn ( 57 anos ), e o ‘Hall of Famer’ e ex-campeão do UFC, Pat Miletich ( 52 anos ), foi realizada no evento “Clash of Legends”. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Quad-City Times | Monte Cox | Divulgação ). Abaixo : O público, estimado em torno de 3.500 espectadores, foi presenteado com uma luta franca do início ao fim entre os dois ídolos locais. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Quad-City Times | Monte Cox | Divulgação ).

5f13dc443015b.image a68f9

Show de MMA Titan FC 60 será realizado no dia 29 de maio na Flórida, EUA

À medida que o mundo retoma as suas atividades gradativamente, as promoções de MMA também voltam a realizar os seus eventos. Com isso, o UFC não será a única franquia a realizar seus shows no mês de maio nos EUA, enquanto as restrições começam a diminuir. Os oficiais do Titan Fighting Championship confirmaram que o Titan FC 60 será realizado na sexta-feira, dia 29 de maio, com cinco lutas de MMA e uma luta no estilo ‘Combat Grappling’. O torneio terá lugar na Flórida, mas será realizado em um local não revelado e também não será aberto ao público. Contudo, será transmitido pelo UFC Fight Pass. O Titan FC 60 foi anunciado oficialmente após conversas com o governo do estado, a Comissão Estadual de Boxe, o UFC, o prefeito de Miami e os senadores da Flórida, segundo Lex McMahon, diretor de operações do Titan FC. -“Enquanto estamos empolgados em voltar à competição, trabalhamos duro para garantir a segurança de nossos atletas, nossos funcionários e funcionários da comissão que trabalharão conosco no evento. Trabalhamos no desenvolvimento de nosso plano de segurança com a Comissão de Boxe da Flórida e os governos estaduais e locais. Os principais componentes do nosso plano são: 1) números limitados no local, 2) testes, 3) distanciamento social prático e 4) ênfase no saneamento.”- disse McMahon. No mês passado, o escritório do governador da Flórida, Ron DeSantis, considerou o esporte profissional de lutas como “atividade essencial”, uma vez que o entretenimento também é essencial para a vida humana, desde que as diretrizes sejam respeitadas em meio à pandemia do novo coronavírus. Desde então, as gravações da WWE ( shows com lutas de ‘Telecatch’ ) e tês ‘cards’ consecutivos do UFC ( nos dias 9, 13 e 16 de maio, respectivamente  ) estão sendo realizados no estado da Flórida e o mundo norte-americano do MMA começou a passar para o próximo nível. A atração principal do Titan FC 60 será uma luta no estilo ‘Combat Grappling’ entre Gesias “JZ” Cavalcante e Raush Manfio. O brasileiro Gesias é famoso no continente asiático, principalmente no Japão, onde se apresentou em promoções de MMA do porte do K-1 HERO’S, DREAM e Ganryujima. O lutador também se tornou conhecido na China, onde lutou no Kungfu Union, um show de MMA realizado em Dalian ( uma grande cidade e porto marítimo do sul da província de Liaoning ). Seu adversário, Raush Manfio, é um ex-campeão dos leves do Titan FC. Segundo alguns jornalistas, o estilo ‘Combat Grappling’ é regulamentado pela ISKA e suas regras permitem golpes traumáticos ( como socos e chutes ), além técnicas de finalização, portanto o seu formato é bem próximo ao MMA. Além dessa luta no estilo ‘Combat Grappling’, o Titan FC 60 contará ainda cinco lutas de MMA, como citamos anteriormente. Veja como está o ‘card’ de lutas do “Titan FC 60” até o momento : Titan FC 60
29 de maio de 2020
Flórida, EUA Gesias “JZ” Cavalcante vs Raush Manfio - Combat Grappling
Frank Carrillo vs Ramy Hamed - MMA
Danny Sabatello vs Raymond Ramos - MMA
Mike Lilly vs Kendly St. Louis - MMA
Dany Gonzalez vs Sal Guerierro - MMA
Gustavo Villamil vs TBD - MMA *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 12/05/2020
_
Foto acima : O lutador brasileiro Gesias “JZ” Cavalcante, famoso no Japão, será a atração principal do Titan FC 60. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Gesias “JZ” Cavalcante | ( C ) fightsports | ( C ) FEG | Divulgação ). Abaixo : O Titan FC 60 será transmitido pelo UFC Fight Pass. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Titan FC | Divulgação ).

36339969 10160354934080447 7941581537475035136 o e0c3e

UFC, Bellator MMA e Bare Knuckle FC anunciam eventos para os próximos meses

Apesar dos casos do novo coronavírus ainda não terem diminuído significativamente em algumas nações, alguns eventos já começaram a se mover gradualmente e, espera-se, que sejam realizados com segurança já no mês de maio. É bem verdade que os promotores se inspiram no sucesso do Beisebol, esporte que está em pleno andamento em Taiwan - mesmo com estádios vazios - mas o maior incentivo veio mesmo do presidente americano Donald Trump.
Trump quer que as ligas esportivas profissionais dos EUA retomem as suas atividades o quanto antes.
Pois para ele, retomar a disputa desses campeonatos é de grande importância para a economia do país. -“Nós queremos ter nossos esportes de volta, é muito importante. Estou cansado de ver jogos de beisebol de 14 anos atrás. Eu não tenho tido muito tempo para assistir. Diria que eu talvez veja um rebatedor, e aí volto ao trabalho.”-disse o presidente dos EUA. E dessa forma, algumas promoções de lutas já estão anunciando o seu retorno para os próximos meses. O Ultimate Fighting Championship, por exemplo, já confirmou o UFC 249 para 9 de maio, bem como outros dois eventos na sequência, todos em Jacksonville, Flórida, EUA. A Flórida se mostrou uma opção viável para o UFC depois que a WWE ( uma companhia de lutas ‘coreografadas’ de wrestling profissional ) obteve permissão no início deste mês para continuar filmando shows no seu Performance Center, em Orlando.
O governador Ron DeSantis determinou que o Telecatch é uma “atividade essencial” e, para tanto, emitiu um pedido referente aos tais ‘negócios essenciais’, que incluía “funcionários em uma produção profissional de esportes e mídia com uma audiência nacional - incluindo atletas, artistas, equipe de produção, equipe executiva, equipe de mídia e quaisquer outros necessários para facilitar a inclusão de serviços de apoio a essa produção - somente se o local estiver fechado ao público em geral.” Essa foi a ‘deixa’ para o UFC e embora o plano da franquia ainda seja controverso em meio à pandemia global de coronavírus, recebeu o apoio total da ESPN e do prefeito de Jacksonville, Lenny Curry. -“O esporte desempenha um papel importante na vida das pessoas e pode trazer momentos de fuga em tempos difíceis. Estamos ansiosos para trazer o UFC aos fãs novamente.”- afirmou a ESPN em comunicado. -“A organização do UFC é uma renomada marca de entretenimento que apresentou um plano seguro e sensato para usar esse local em Jacksonville, e estamos muito felizes por ter nossa cidade destacada nacionalmente na ESPN e ESPN +.”-acrescentou o prefeito Lenny Curry. Além disso, o presidente do UFC, Dana White, afirmou que o seu projeto “Fight Island” ( ilha da luta, em português ) também é algo real, e que seu intuito é montar o octógono mais famoso do mundo à beira-mar já no mês de junho. Já o presidente do Bellator MMA, Scott Coker, também revelou que planeja voltar ( à principio ) em julho, em um dos lotes de estúdios de cinema de Hollywood pertencentes a sua controladora, a ViacomCBS, em Los Angeles, Califórnia, ( EUA ), e começar com eventos fechados, sem público, pelo menos nos primeiros três ou quatro meses. -“Queremos voltar lá o mais rápido possível, mas queremos fazê-lo da maneira certa, e no momento certo. Pois a saúde e a segurança vêm em primeiro lugar.”- adiantou o mandatário da organização. E como não poderia deixar de ser, a maior promoção de boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing” ( como dizem os americanos ) da atualidade também estará retornando em breve.
Quem fez o anúncio foi o próprio David Feldman, presidente do Bare Knuckle Fighting Championship ( BKFC ), em suas redes sociais : -“Meus piores dias tentando construir meu próprio negócio são muito melhores do que meus melhores dias tentando construir o de outra pessoa.
Grandes novidades sobre o BKFC na próxima semana. O retorno.”-escreveu Feldman. *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 25/04/2020
_
Foto : O BKFC é a maior promoção de boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing” do mundo na atualidade. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Bare Knuckle Fighting Championship | Divulgação ).

Confira os resultados do “King of the Cage: Pure Vengeance” que rolou sábado nos EUA

Em 1998, Terry Trebilcock lançou sua promoção King of the Cage, com sede em Fontana, Califórnia, nos EUA, com seu primeiro evento sendo realizado em uma quadra de tênis. Naqueles idos tempos, as artes marciais mistas ( ou simplesmente MMA, na sigla em inglês ), eram então conhecidas como “No Holds Barred” ( “não existem regras”, ou ainda, ‘NHB FIGHTING’ ), e estavam à beira da extinção. Ao longo destes anos de sangue, suor e lágrimas, King of the Cage provou ser parte integrante da evolução das artes marciais mistas. Nenhuma outra franquia de MMA nos EUA promoveu mais lutas que o King of the Cage. Em setembro de 2007, Trebilcock vendeu o KOTC para a ProElite. Dois anos depois, em julho de 2009, ele readquiriu 100% do KOTC e, simultaneamente, firmou um contrato de ‘joint venture’ com a Mark Burnett Productions ( “Survivor”, “Apprentice”, “Celebrity Apprentice” e “The Contender” ) para iniciar o desenvolvimento de um ‘Reality Show’ que foi ao ar em três temporadas na MTV. Na sequência, Trebilcock firmou uma parceria com o empresário e investidor Mark Cuban - também proprietário do Dallas Mavericks ( NBA ) - que garantiu a transmissão do KOTC em seu canal HDNet. Mais recentemente, em julho do ano passado, foi relatado que Terry Trebilcock, ainda presidente do King of the Cage, se recusou à liberar Drako Rodriguez, que substituiria Sean O'Malley em uma luta contra Marlon Vera, no UFC 239. Atualmente, o King of the Cage é uma das mais tradicionais e sólidas promoções de MMA do mundo. O KOTC promove e continua promovendo centenas de shows em todo o mundo, incluindo 17 estados dos Estados Unidos e países pelo mundo, como: Inglaterra, Cingapura, Hong Kong, Canadá e Austrália. O show também ajudou inúmeros atletas à sedimentar as suas carreiras. Lutadores do porte de : Forrest Griffin, Quinton “Rampage” Jackson, Rashad Evans, ‘Krazy Horse’, Keith Berry, Mac Danzig, Paul Buentello, Urijah Faber, Joe Stevenson, Diego Sanchez e Thiago Alves, além de lendas como Don Frye, Shonie Carter, Dan Severn e Vernon “Tiger” White. Hoje em dia, o KOTC está disponível no ‘Pay-Per-View’ sob demanda para mais de 50 milhões de residências em mais de 25 países. O KOTC também é exibido na Fox Sports Net, que transmite as lutas para mais de 200 milhões de lares. O mais recente show da franquia, batizado de “King of the Cage: Pure Vengeance” aconteceu no sábado ( 01 de fevereiro ), no Chinook Winds Casino, Lincoln City, Oregon, EUA. No ‘main event’ ( evento principal ), vimos Daniel Stewart derrotar Gibran Alvarez por decisão unânime, com todos os três juízes pontuando a luta com 30 a 27. Já no ‘co-main event’ ( evento co-principal ), Grace Cleveland foi capaz de derrotar Angela Danzig por decisão dividida com as pontuações de 29-28, 29-28, 28-29. Os resultados do “King of the Cage: Pure Vengeance” incluem : King of the Cage : Pure Vengeance
01 de fevereiro de 2020
Chinook Winds Casino
Lincoln City, Oregon, EUA LUTA # 1
Devoreaux Craigen venceu Justin Rosenberry
Nocaute
1:05 Round 1 LUTA # 2
Hayden Maggard venceu Brandon Miller
Decisão Unânime ( 29-28 Todos os 3 Juízes ) LUTA # 3
Roberto Hernandez venceu Jordan Anderson
Decisão unânime ( 29-28, 29-28, 29-27 ) LUTA # 4
Aaron Bowles venceu Matt Russo
TKO / Golpes
1:01 Round 2 LUTA # 5
Arnold Jimenez venceu Tristan Lindi
Decisão unânime ( 30-37, 30-27, 30-26 ) LUTA # 6
Leon Klee venceu Fernando Alvarado
TKO / Lesão ( Ombro Deslocado )
1:49 Round 1 LUTA # 7
Cash Quiroga venceu David Converse
TKO / Golpes
3:53 Round 2
* Quiroga conquistou o título vago do peso mosca do KOTC LUTA # 8
Brandon Nunn venceu Chris Gates
Decisão Unânime ( 30-27 Todos os 3 Juízes ) LUTA # 9
Grace Cleveland venceu Angela Danzig
Decisão dividida ( 29-28, 29-28, 28-29 ) LUTA # 10
Daniel Stewart venceu Gibran Alvarez
Decisão Unânime ( 30-27 Todos os 3 Juízes ) *Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 03/02/2020
_
Foto : King of the Cage ( KOTC ) é uma promoção de artes marciais mistas ( MMA ) baseada no sul da Califórnia , EUA, desde 1998. ( Cortesia | Créditos : Terry Trebilcock | Divulgação KOTC ).

O ‘boxe sem luvas’ cuidará dos seus lutadores após suas aposentadorias

O ‘boxe sem luvas’ é o esporte mais quente, de crescimento mais rápido e mais emocionante do mundo, e - à partir de agora - os promotores da modalidade cuidarão de seus lutadores após as suas aposentadorias. 

A maioria das ligas esportivas importantes nos EUA como NFL, NBA e MLB já fornece algum tipo de plano de pensão para atletas, geralmente como parte de um acordo coletivo de trabalho entre a liga e sindicatos de jogadores. Inspirado nisso, o Bare Knuckle Fighting Championships, popularmente conhecido pela sigla BKFC, se tornará a primeira grande promoção de esportes de combate da era moderna a estabelecer um plano de pensão para seus atletas; a Comissão Atlética do Estado da Califórnia mantém uma pensão para boxeadores que atendam aos requisitos de elegibilidade por tempo no ringue.
 
David Feldman, presidente e CEO do BKFC, disse em entrevista à mídia especializada que a ideia de um plano de previdência está sendo trabalhada há cerca de seis meses e que a promoção fará o anuncio durante o seu próximo grande evento, o BKFC 17, programado para Birmingham, Alabama, EUA, em 30 de abril, quando o novo plano de pensão terá início para os seus atletas.
 
-“Nossos lutadores são o ativo mais importante da empresa. Queremos garantir que eles sejam indenizados não só na noite da luta, mas também cuidados na aposentadoria. Para cada luta do BKFC, o dinheiro será colocado em uma conta de pensão para eles sacarem na aposentadoria.”-disse Feldman, garantindo que os atletas receberão os pagamentos em contas individuais de pensão após se aposentarem das lutas, ou no mínimo cinco anos após a promoção parar de fazer contribuições.
 
-“Nós colocamos um mínimo de cinco anos nisso, para que os lutadores tenham o dinheiro quando realmente precisarem.”-complementou o mandatário, esclarecendo que apenas os atletas que assinarem acordos de várias lutas serão elegíveis para o programa.
 
No entanto, o promotor não revelou maiores detalhes sobre como a promoção contribuiria para a conta, ou a porcentagem de dinheiro, se as contribuições seriam definidas como uma porcentagem das bolsas ou um valor definido por luta. Mas reiterou que o dinheiro será distribuído, uma vez que um lutador atenda aos requisitos para receber os pagamentos.
 
-“Uma empresa de serviços financeiros supervisionará o ‘BKFC Wealth Management Fund’, com o BKFC como o proprietário da apólice e os lutadores listados como coproprietários.”-concluiu Feldman.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/04/2021
_
Legenda : A iniciativa é do Bare Knuckle Fighting Championships. No flagrante, o presidente e CEO David Feldman, ladeado por Nguyen, Hart, Bedford, entre outros.
Foto : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Acervo pessoal David Feldman | ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Divulgação ).
 

Coreia do Norte lançou vários mísseis de curto alcance

Foi o que divulgaram os principais jornais norte-americanos, como a primeira ação norte-coreana depois que Biden assumiu a presidência.

A imprensa americana informou na terça-feira (23), horário local, que a Coreia do Norte lançou vários mísseis de curto alcance no último final de semana.

É a primeira vez que se confirma esse tipo de ação depois que Joe Biden assumiu a presidência dos EUA.

A Coreia do Norte expressou insatisfação com os exercícios militares conjuntos conduzidos pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul a partir de 8 deste mês.

O governo Biden está revisando a política norte-coreana, mas o lançamento de mísseis pode aumentar as tensões.

Esses lançamentos não estão sujeitos às sanções da resolução do Conselho de Segurança da ONU, informaram os noticiários.

Fontes: NHK e FNN

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« September 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30      

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Advertising area




Contador de visitas

0.png3.png7.png8.png4.png8.png6.png
Hoje:351
Ontem:516
Últimos 7 dias:351
Mês:53924
Total:378486

Conectados simultaneamente

1
Online

20-09-21

Parceiros

Go to top