ptzh-CNenfritjakoruesvi

Joe “Diesel” Riggs vence Melvin “The Young Assassin” Guillard no boxe ‘sem luvas’

 

O “Bare Knuckle Boxing”, também conhecido como boxe ‘sem luvas’, é uma modalidade esportiva que está experimentando um grande crescimento nos EUA e em vários países do continente europeu, recebendo muitos elogios de publicações conceituadas como Esquire, USA Today, Forbes, ESPN, New York Post, Los Angeles Times, Rolling Stone, TMZ, VICE, ET e US Weekly, entre outras gigantes da mídia estadunidense.

Selecionamos algumas citações destas mídias que costumam enaltecer a modalidade :

“Changing the future of combat sports forever”. ( Esquire )

“The next big show in the ring”. ( USA Today )

“Fighting in its purest form”. ( Forbes )

“Why Bare Knuckle Fighting Championship is the next billion dollar combat sport”. ( Forbes )

“These are the greatest, toughest athletes in the world. The fact that they’re not using glove makes them the toughest athletes in the world. I think thi is the future of fighting”. ( Shaquille O’neal )

No sábado, 9 de outubro de 2021, o ‘Bare Knuckle Fighting Championship’ promoveu o “BKFC Fight Night: Montana”, sediado na MetraPark Arena, em Billings, Montana, EUA. O evento foi transmitido ‘ao vivo’ no aplicativo da “BKTV”, com o as lutas preliminares começando à partir das 20h30, seguidas pelas principais atrações às 21h00 ( horário dos EUA ).

O ‘card’ contou com alguns dos competidores mais velhos do mundo das lutas se enfrentando, ao mesmo tempo em que destacou alguns dos novos talentos que a promoção quer “emplacar” na ‘terra do Tio Sam’ e no mundo.

No ‘main event’ ( e portanto “evento principal” ) da noite, dois veteranos grisalhos do MMA, Melvin “The Young Assassin” Guillard e Joe “Diesel” Riggs, ambos ex-atletas do ‘UFC’ e ‘Bellator’, se enfrentaram em uma luta amplamente visualizada pelos fãs do boxe ‘sem luvas’.

Guillard iniciou a luta impondo a “trocação”, enquanto Riggs decidiu apenas se defender primeiramente, em vez de responder aos socos. Riggs estudava o seu oponente nos segundos iniciais, até decidir que era hora de atacar.
A luta terminou por nocaute com apenas 59 segundos, após Guillard cair sobre a corda inferior do ringue.

Esta foi a quinta luta de Riggs sob a ‘bandeira’ do “BKFC”, que melhorou o seu ‘recorde’ na promoção para 3-1-1, enquanto seu ‘cartel’ no MMA registra 49 vitórias, 18 derrotas, 1 empate e 2 ‘No Contest’ ( ou seja, “sem resultado” ).
Guillard, por sua vez, tem um ‘cartel’ de incríveis 59 lutas no MMA, com 32 vitórias, 22 derrotas, dois empates e três combates “sem resultado”. No entanto, ele não tem uma única vitória no MMA desde 2014. De lá para cá, são nove derrotas e uma luta “sem resultado”. Já no boxe ‘sem luvas’, modalidade em que estreou em 2017, Guillard tem agora seis derrotas e apenas duas vitórias.

O ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) do ‘card’ nos trouxe uma luta entre duas mulheres extremamente fortes e resistentes. Christine Ferea ( veterana do ‘Invicta FC’ e ex-campeã do “BKFC”  ) e Calista Silgado ( que têm experiência no boxe ‘sem luvas’ e “enluvado” ) nos proporcionaram uma luta divertida.

Ferea venceu por nocaute no terceiro ‘round’ para marcar sua segunda vitória consecutiva por paralisação. Na coletiva de imprensa pós-luta, Ferera desafiou Bec Rawlings durante sua entrevista.

O próximo evento dessa série do ‘Bare Knuckle Fighting Championship’ será o “BKFC Fight Night Wichita: Rickels vs. Lane”, em 23 de outubro, no Kansas.
Em seguida teremos o “BKFC Fight Night: New York”, que está programado para 06 de novembro e que terá como ‘main event’ a disputa do título dos pesos pesados entre o atual detentor do cinturão, Joey Beltran, e o desafiante, Arnold Adams.
Depois será a vez do ‘BKFC 22’, em Miami, Flórida, no dia 12 de novembro, com o duelo “Hector Lombard vs. Lorenzo Hunt”, válido pelo título da categoria ‘cruiser weight’.

Confira os resultados do “BKFC Fight Night: Montana”, que incluem :

BKFC Fight Night: Montana
09 de Outubro de 2021
MetraPark Arena
Billings, Montana, EUA

‘CARD’ PRINCIPAL
Joe Riggs venceu Melvin Guillard por “KO” ( soco ) aos 0:59 do primeiro ‘round’
Christine Ferea venceu Calista Silgado por “KO” ( socos ) aos 1:34 do terceiro ‘round’
Lloyd Mix venceu Brett Fields por “KO” ( soco ) aos 0:14 do primeiro ‘round’
Leo Bercier venceu Luis Villasenor por “KO” ( socos ) aos 1:26 do segundo ‘round’
Tom Shoaff venceu Josh Wright por “TKO” ( socos ) aos 1:25 do segundo ‘round’
Bryant Acheson venceu Josh Watson por “KO” ( soco ) aos 0:30 do primeiro ‘round’
Jade Masson-Wong venceu Crystal Pittman por “TKO” ( paralisação médica ) aos 0:21 do terceiro ‘round’
Dallas Davison venceu JorDan Christensen por “TKO” ( paralisação médica ) aos 2:00 do segundo ‘round’

‘CARD’ PRELIMINAR
Sawyer Depee venceu James Dennis por “TKO” ( socos ) aos 1:01 do primeiro ‘round’
Kai Stewart venceu Darrick Gates por “TKO” ( socos ) aos 1:24 do primeiro ‘round’

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 12/10/2021
_
Legenda : Riggs vs. Guillard foi o ‘main event’ do “BKFC Fight Night: Montana”.
Foto acima : ( Cortesia | Créditos : ( C ) Acervo Pessoal Melvin Guillard / Joe Riggs | ( C ) MMA Junkie Staff | ( C ) USA Today Sports | Reprodução Twitter | ( C ) Bare Knuckle FC | Divulgação ).

Legenda : Joe Riggs vence luta de boxe ‘sem luvas’ no “BKFC Fight Night: Montana”.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Acervo Pessoal Joe Riggs | ( C ) MMA Junkie Staff | ( C ) USA Today Sports | Reprodução Twitter | ( C ) Bare Knuckle FC | Divulgação ).

*NOTA : TODAS AS MATÉRIAS DO AUTOR SÃO DISTRIBUÍDAS GRATUITAMENTE - DIVULGAÇÃO GRATUITA - INFORMAÇÃO ESPORTIVA*

 

 

Thiago “Pitbull” Alves se torna o 1° brasileiro campeão mundial de boxe ‘sem luvas’

O brasileiro Thiago “Pitbull” Alves fez história na noite de 26 de junho de 2021 ao se consagrar duplamente. Além de se tornar o primeiro campeão dos médios do Bare Knuckle Fighting Championship, ele também pode se orgulhar do fato de ser o primeiro brasileiro à conquistar um cinturão de campeão mundial na modalidade conhecida como boxe ‘sem luvas’.

Nascido em Fortaleza-CE, ele fez a sua estréia no MMA quando as competições desse esporte ainda eram realizadas no antigo formato de “Vale Tudo”. Com apenas 15 anos de idade, Thiago já lutava com atletas de 25 à 30 anos e era temido também nos torneios de Kickboxing. Posteriormente, mudou-se para os EUA e chegou à disputar o cinturão dos meio-médios ( até 77kg. ) do UFC ( em 2009 ). Já em setembro de 2020, depois de quase 15 anos no Ultimate, estreou no Bare Knuckle Fighting Championship, organização presidida por David Feldman, quando superou Julian Lane.

No último sábado do mês de junho, no Bare Knuckle FC 18, disputado em Miami, Flórida, EUA, Alves venceu uma batalha sangrenta contra Ulysses Diaz e levou o título da categoria, inédito para o nosso país.

O cearense começou o combate de maneira agressiva, mas sofreu com os ataques do adversário, que inclusive o derrubaram em uma ocasião. Os dois atletas ficaram ensanguentados logo no primeiro round. No round seguinte, o cubano derrubou o representante da American Top Team restando um minuto para o fim da parcial. “Pitbull”, no entanto, logo se levantou e voltou para a ‘trocação’. No terceiro round, o brasileiro voltou muito melhor que o adversário, chegando à aplicar-lhe três ‘knockdowns’ ao longo do último período, até que o árbitro decidiu paralisar a disputa para preservar a integridade física de Ulysses, que não se recuperou dos duros golpes que sofreu.

O BKFC 18 contou ainda com outras três disputas de título. Entre estas, destacamos a luta do peruano Luis “Baboon” Palomino, muito conhecido no sul da Flórida por sua carreira no MMA. Ele já ostenta um ‘registro’ de 3-0 ( 3 KO’s ) em lutas de “Bare Knuckle Boxing” e manteve o cinturão dos leves do BKFC por decisão unânime após os cinco rounds da luta com Tyler Goodjohn. Segundo a mídia especializada, Palomino continua provando que é o melhor ‘absoluto’ no esporte.

Já entre as mulheres, o destaque ficou para a ex-competidora do UFC Pearl Gonzalez que fez sua estreia no BKFC contra Charisa Sigala ( 0-1 ). Gonzalez pressionou a ação ao longo da luta e venceu por decisão unânime dos juízes ( 50-45, 50-45, 50-45 ). Após a luta, Gonzalez creditou a “mudança para o Brooklyn, onde treina com o Team Serrano” como uma virada de jogo em sua carreira.

Para detalhes adicionais sobre o BKFC 18, bem como maiores informações sobre os próximos eventos, favor acessar o site oficial da franquia : Bare Knuckle

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 30/06/2021
_

Legenda : O cearense conquistou o título da categoria, inédito para o nosso país.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Acervo pessoal Thiago “Pitbull” Alves | ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Reprodução Instagram ).

Legenda : A ex-competidora do UFC Pearl Gonzalez fez sua estreia no BKFC 18.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Divulgação ).

204173457 4078443282262471 6289854694578291903 n 8daee

 

O ‘boxe sem luvas’ cuidará dos seus lutadores após suas aposentadorias

O ‘boxe sem luvas’ é o esporte mais quente, de crescimento mais rápido e mais emocionante do mundo, e - à partir de agora - os promotores da modalidade cuidarão de seus lutadores após as suas aposentadorias. 

A maioria das ligas esportivas importantes nos EUA como NFL, NBA e MLB já fornece algum tipo de plano de pensão para atletas, geralmente como parte de um acordo coletivo de trabalho entre a liga e sindicatos de jogadores. Inspirado nisso, o Bare Knuckle Fighting Championships, popularmente conhecido pela sigla BKFC, se tornará a primeira grande promoção de esportes de combate da era moderna a estabelecer um plano de pensão para seus atletas; a Comissão Atlética do Estado da Califórnia mantém uma pensão para boxeadores que atendam aos requisitos de elegibilidade por tempo no ringue.
 
David Feldman, presidente e CEO do BKFC, disse em entrevista à mídia especializada que a ideia de um plano de previdência está sendo trabalhada há cerca de seis meses e que a promoção fará o anuncio durante o seu próximo grande evento, o BKFC 17, programado para Birmingham, Alabama, EUA, em 30 de abril, quando o novo plano de pensão terá início para os seus atletas.
 
-“Nossos lutadores são o ativo mais importante da empresa. Queremos garantir que eles sejam indenizados não só na noite da luta, mas também cuidados na aposentadoria. Para cada luta do BKFC, o dinheiro será colocado em uma conta de pensão para eles sacarem na aposentadoria.”-disse Feldman, garantindo que os atletas receberão os pagamentos em contas individuais de pensão após se aposentarem das lutas, ou no mínimo cinco anos após a promoção parar de fazer contribuições.
 
-“Nós colocamos um mínimo de cinco anos nisso, para que os lutadores tenham o dinheiro quando realmente precisarem.”-complementou o mandatário, esclarecendo que apenas os atletas que assinarem acordos de várias lutas serão elegíveis para o programa.
 
No entanto, o promotor não revelou maiores detalhes sobre como a promoção contribuiria para a conta, ou a porcentagem de dinheiro, se as contribuições seriam definidas como uma porcentagem das bolsas ou um valor definido por luta. Mas reiterou que o dinheiro será distribuído, uma vez que um lutador atenda aos requisitos para receber os pagamentos.
 
-“Uma empresa de serviços financeiros supervisionará o ‘BKFC Wealth Management Fund’, com o BKFC como o proprietário da apólice e os lutadores listados como coproprietários.”-concluiu Feldman.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 09/04/2021
_
Legenda : A iniciativa é do Bare Knuckle Fighting Championships. No flagrante, o presidente e CEO David Feldman, ladeado por Nguyen, Hart, Bedford, entre outros.
Foto : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Acervo pessoal David Feldman | ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Divulgação ).
 

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png3.png9.png9.png5.png1.png6.png
Hoje:705
Ontem:966
Últimos 7 dias:7692
Mês:15870
Total:399516

Conectados simultaneamente

17
Online

17-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top