ptzh-CNenfritjakoruesvi

Thiago “Pitbull” Alves se torna o 1° brasileiro campeão mundial de boxe ‘sem luvas’

O brasileiro Thiago “Pitbull” Alves fez história na noite de 26 de junho de 2021 ao se consagrar duplamente. Além de se tornar o primeiro campeão dos médios do Bare Knuckle Fighting Championship, ele também pode se orgulhar do fato de ser o primeiro brasileiro à conquistar um cinturão de campeão mundial na modalidade conhecida como boxe ‘sem luvas’.

Nascido em Fortaleza-CE, ele fez a sua estréia no MMA quando as competições desse esporte ainda eram realizadas no antigo formato de “Vale Tudo”. Com apenas 15 anos de idade, Thiago já lutava com atletas de 25 à 30 anos e era temido também nos torneios de Kickboxing. Posteriormente, mudou-se para os EUA e chegou à disputar o cinturão dos meio-médios ( até 77kg. ) do UFC ( em 2009 ). Já em setembro de 2020, depois de quase 15 anos no Ultimate, estreou no Bare Knuckle Fighting Championship, organização presidida por David Feldman, quando superou Julian Lane.

No último sábado do mês de junho, no Bare Knuckle FC 18, disputado em Miami, Flórida, EUA, Alves venceu uma batalha sangrenta contra Ulysses Diaz e levou o título da categoria, inédito para o nosso país.

O cearense começou o combate de maneira agressiva, mas sofreu com os ataques do adversário, que inclusive o derrubaram em uma ocasião. Os dois atletas ficaram ensanguentados logo no primeiro round. No round seguinte, o cubano derrubou o representante da American Top Team restando um minuto para o fim da parcial. “Pitbull”, no entanto, logo se levantou e voltou para a ‘trocação’. No terceiro round, o brasileiro voltou muito melhor que o adversário, chegando à aplicar-lhe três ‘knockdowns’ ao longo do último período, até que o árbitro decidiu paralisar a disputa para preservar a integridade física de Ulysses, que não se recuperou dos duros golpes que sofreu.

O BKFC 18 contou ainda com outras três disputas de título. Entre estas, destacamos a luta do peruano Luis “Baboon” Palomino, muito conhecido no sul da Flórida por sua carreira no MMA. Ele já ostenta um ‘registro’ de 3-0 ( 3 KO’s ) em lutas de “Bare Knuckle Boxing” e manteve o cinturão dos leves do BKFC por decisão unânime após os cinco rounds da luta com Tyler Goodjohn. Segundo a mídia especializada, Palomino continua provando que é o melhor ‘absoluto’ no esporte.

Já entre as mulheres, o destaque ficou para a ex-competidora do UFC Pearl Gonzalez que fez sua estreia no BKFC contra Charisa Sigala ( 0-1 ). Gonzalez pressionou a ação ao longo da luta e venceu por decisão unânime dos juízes ( 50-45, 50-45, 50-45 ). Após a luta, Gonzalez creditou a “mudança para o Brooklyn, onde treina com o Team Serrano” como uma virada de jogo em sua carreira.

Para detalhes adicionais sobre o BKFC 18, bem como maiores informações sobre os próximos eventos, favor acessar o site oficial da franquia : Bare Knuckle

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 30/06/2021
_

Legenda : O cearense conquistou o título da categoria, inédito para o nosso país.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Acervo pessoal Thiago “Pitbull” Alves | ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Reprodução Instagram ).

Legenda : A ex-competidora do UFC Pearl Gonzalez fez sua estreia no BKFC 18.
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Bare Knuckle Fighting Championships | Divulgação ).

204173457 4078443282262471 6289854694578291903 n 8daee

 

Empresa que negociou Covaxin recebeu R$ 66 mil de clínica e é alvo de ação

BRASÍLIA – A Precisa Medicamentos, empresa que negocia a vacina indiana Covaxin, recebeu R$ 66 mil da MDC Vacinas, clínica privada de Porto Alegre (RS), como pagamento adiantado pelo envio de doses do imunizante.

O valor total dos produtos contratados era de R$ 660 mil. A entrega, porém, nunca aconteceu porque a lei não permite a venda de vacinas pelo mercado privado e a vacina indiana ainda não tem aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No dia 18 de junho, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu acatar o pedido da clínica gaúcha e determinou o bloqueio das contas da Precisa. A representante brasileira do laboratório indiano Bharat Biontech chegou a pedir que o processo na Justiça ficasse em sigilo, o que foi negado pelo TJ-SP.

Como mostrou o Estadão, em janeiro, a Precisa assinou um contrato com Associação Brasileira de Clínicas Privadas (ABCVAC) para que a iniciativa privada pudesse imunizar contra o coronavírus com o produto da Índia.

O contrato era de 5 milhões de doses e previa cinco faixas de preços, que variavam de acordo com a quantidade adquirida. Caso todas as doses tivessem sido vendidas ao preço mínimo, a Precisa receberia US$ 163,55 milhões (ou R$ 804,666 milhões na cotação atual do dólar, de R$ 4,92). Nas compras acima de 100 mil doses, o preço unitário é o menor possível e cada uma sairia por US$ 32,71 (R$ 160,93 ). A menor quantidade possível de ser adquirida (2 mil a 7,2 mil doses), cada imunizante ficaria a US$ 40,78 (R$ 200,63). O contrato não estabelece o valor pelo qual as clínicas venderiam cada dose a seus clientes.

O acordo também prevê que as clínicas que fechassem negócio com a Precisa poderiam requerer seu dinheiro de volta caso a Covaxin não obtivesse autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) até 15 de abril. Caso que acontece com a cliente de Porto Alegre.

Até agora, porém, a agência concedeu apenas uma autorização excepcional para a importação de parte das doses compradas pelo Ministério da Saúde. A Precisa apresentou nesta terça-feira, 29, um novo pedido para uso emergencial do imunizante no País. Em um revés para a empresa intermediadora, o governo federal decidiu suspender o contrato em que receberia 20 milhões de doses da Covaxin. A decisão aconteceu com base em suspeitas de corrupção no processo.

Em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid na sexta-feira, 25, Luis Ricardo Fernandes Miranda, chefe do setor de importação do Ministério da Saúde, afirmou ter sofrido pressão de superiores para acelerar a compra do imunizante indiano. O servidor apontou uma tentativa de pagamento antecipado e, ao lado do irmão, o deputado Luis Miranda (DEM-DF), se reuniu com Bolsonaro em março para apontar indícios de corrupção no acordo.

Na ocasião, segundo o deputado, o presidente atribuiu as suspeitas a “mais um rolo” do deputado Ricardo Barros (Progressistas-PR), ex-ministro da pasta e atual líder do governo na Câmara.

Ainda segundo Miranda, Bolsonaro disse que acionaria a Polícia Federal para investigar o caso, mas nenhuma investigação foi aberta na época.

Fonte: O Estado de S.Paulo.

CPI da Covid tem apoio para ser prorrogada, mas Pacheco resiste

BRASÍLIA – O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), resiste a prorrogar de imediato por mais três meses a CPI da Covid. Pacheco avalia consultar os líderes de partidos na Casa para decidir sobre o adiamento do fim da CPI, que investiga ações e omissões do governo do presidente Jair Bolsonaro na pandemia do coronavírus.

Senadores que defendem a continuidade da comissão não descartam um novo apelo para que o Supremo Tribunal Federal (STF) obrigue o Senado a prorrogar a CPI, caso Pacheco cause dificuldades. “Essa análise deve ser feita ao final do prazo de 90 dias da Comissão Parlamentar de Inquérito. E, por certo, será feita nessa ocasião”, disse Pacheco durante a sessão plenária ontem. Até terça-feira, o pedido tinha 34 das 27 assinaturas necessárias pela prorrogação.

Na segunda-feira, o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), apresentou um requerimento solicitando que os trabalhos da CPI continuem por três meses. Se não houver recesso, cenário mais provável, a comissão acaba em 26 de julho.

A prorrogação ocorre no momento em que a CPI segue uma nova linha de investigação, que apura uma suspeita de corrupção para a compra de vacinas, incluindo a Covaxin. Segundo o deputado Luis Miranda e o irmão dele, o servidor do Ministério da Saúde Luis Ricardo Fernandes Miranda, o presidente Jair Bolsonaro foi alertado sobre problemas no contrato.

“Já estão coletadas todas as assinaturas para a prorrogação dos nossos trabalhos. Já adentramos em uma nova fase da investigação. As fases que ficaram para trás restam comprovadas por depoimentos, por informações, por confissões, e nós estamos também, paralelamente, fazendo a transferência dos sigilos e detalhando a problemática que esta CPI reúne”, disse o relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB-AL).

Para que o prazo da CPI seja prorrogado por mais três meses, Pacheco precisa ler o requerimento em uma sessão do plenário do Senado, assim como fez na instalação do colegiado. O governo pode agir para retirar as assinaturas antes da leitura do documento no plenário, barrando a prorrogação da CPI.

Em abril, o presidente do Senado só autorizou o funcionamento da comissão após ser obrigado por decisão do Supremo. Pacheco tem manifestado insatisfação com o governo, mas mantém a porta aberta para interlocução. Na semana passada, por exemplo, ele criticou o veto de Bolsonaro ao projeto que aumenta a área de atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) em Minas Gerais e afirmou que o Ministério da Economia tem “insensibilidade social”.

Fonte: O Estado de S.Paulo.

Entrevista com Dinaldson Silva sobre Hugo Lira e TV Ring Torres - Vale Tudo MMA ( Vídeo )

Entrevista com Dinaldson Silva ao renomado canal do YouTube : ‘Padial Jiu-Jítsu’.
Dinaldson, conhecido como “Dolinha”, é responsável pelo resgate do trabalho de Hugo Lira, que fez muito pela promoção de lutas de Vale Tudo na Paraíba e Nordeste do Brasil.
Ele foi entrevistado pelo próprio Sandro Padial e pelo Historiador Fábio Quio Takao.

Atleta ‘ex-UFC’ José Maria Tomé “No Chance” assina com o Centro Oeste Fight ( COF )

 

Nossos correspondentes internacionais nos informam quando, onde e contra quem será a mais nova participação do ‘ex-UFC’ José Maria Tomé, o “No Chance”, em competições de artes marciais mistas.
 
Ele irá lutar no dia 26 de junho de 2021, em Brasília, no Distrito Federal, no evento Centro Oeste Fight 12. Seu adversário será o atleta carioca Lucas oliveira de Faria, em luta válida pelo título de campeão interino da categoria peso mosca. O confronto será transmitido ‘ao vivo’ e gratuitamente no YouTube. A informação também foi confirmada pelo jornalista Leandro Alarcon, do ‘Podcast’ sobre MMA : “Resenha da Luta”.
 
Com um cartel composto por 39 vitórias, 9 derrotas e 2 “No Contest”, José Maria “No Chance” tentará a sua 40ª Vitória e o seu 5º cinturão na carreira profissional de MMA.
 
O lutador nascido em Alto Santo ( cidade localizada no estado do Ceará, na região Nordeste do Brasil ) está morando desde dezembro do ano passado no Marrocos, país localizado no norte da África. 
Ele comentou sobre o seu ‘camp’ e quais são as suas expectativas para a luta.
 
-“Eu estou com boas expectativas para essa luta. Fazem dois anos que estou sem lutar por conta da pandemia do coronavírus, assim como muitos atletas que não tem contrato com as grandes franquias. Aqui no Marrocos treino com alguns dos melhores ‘Kickboxers’ da Holanda, e também estou treinando muito Jiu-Jítsu. Estou muito feliz em voltar ao cenário nacional do MMA.”-disse José Maria. 
 
Ele também revelou que o Marrocos tem um bom suporte para que ele possa se dedicar única e exclusivamente aos seus treinos. 
O atleta virá para o Brasil apenas na semana da luta.
 
Dono de um dos mais extensos ‘recordes’ do mundo em sua categoria de peso, “No Chance” tem se destacado por sua garra e técnica desde o início da sua carreira, enfrentando qualquer adversário dentro da categoria peso mosca. Já lutou, inclusive, contra John Lineker, também um ‘ex-UFC’ e atual aspirante ao título do peso galo do ONE Championship.
 
José Maria também é campeão de MMA no Brasil em promoções do porte do Circuito Talent, LFC e Arena Fight. Além disso, ele ainda é detentor do cinturão do RUF MMA 29 ( RUF MMA : Ringside Unified Fighting ), conquistado em 6 de Outubro de 2018, no Arizona, EUA, diante do peso-mosca mongol Rentsen Otgontulga.
 
O Cearense, que acumula ainda participações no evento russo ACB, também tem recebido propostas para voltar à lutar em outras promoções de MMA na Rússia.
 
Já o seu adversário, Lucas oliveira de Faria, é um  faixa preta de Jiu-Jítsu que tem um registro de 26 vitórias e 8 derrotas, conquistado em torneios de MMA do porte do Shooto Brasil e FutureMMA, entre outros. Ele também  já lutou eventos na Rússia.
 
O Centro Oeste Fight ( COF ) é considerado o maior evento de MMA do Centro Oeste brasileiro e nasceu dos anseios do lutador de MMA Danilo Noronha para proporcionar lutas de qualidade e popularizar cada vez mais o esporte no Brasil e Brasília, em particular. A promoção vem trabalhando duro e já conta com uma estrutura semelhante à dos grandes eventos nacionais e internacionais da modalidade.
 
A organização promete novas edições do COF ao longo do ano após a etapa do próximo dia 26 de junho.
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/05/2021
_
Legenda : A luta entre José Maria “No Chance” e Lucas Oliveira será transmitida ‘ao vivo’ e gratuitamente no YouTube.
Foto acima : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Centro Oeste Fight | Divulgação ).
 
Legenda : O ‘flyer’ de divulgação do “COF 12”. 
Foto abaixo : ( Créditos | Cortesia : ( C ) Centro Oeste Fight | Divulgação ).
186564232 1656947094516096 6390692324803534153 n 49969
 

Campeonatos de “tapa na cara” viram ‘febre’ no Nordeste do Brasil

Conhecido popularmente como “tapa na cara” aqui no Brasil, o esporte chamado de ‘tapa esportivo’ ou ‘slapping’ pelos gringos, experimenta um grande crescimento pelo mundo nos dias atuais. 
 
Os campeonatos do gênero são realizados há muito tempo nos Estados Unidos, principalmente no Texas. No entanto, esses torneios nunca foram profissionais, mas amadores. 
 
Pelo que consta, o primeiro campeonato profissional foi realizado em Moscou ( Rússia ) em maio de 2018. Já o primeiro campeonato mundial de ‘tapas esportivos’ foi realizado em 20 de março de 2019 na cidade siberiana de Krasnoyarsk ( também na Rússia ).
 
Assim sendo, os russos são citados pela maioria como os criadores da modalidade, uma vez que a mesma se popularizou naquele país. Por outro lado, alguns poucos outros clamam que os criadores do esporte são, de fato, os americanos.
 
As competições da modalidade consistem em participantes que devem desferir os golpes, em rodadas alternadas, com a maior força possível no rosto e perde quem desistir.
Mas é preciso atentar para as regras : só pode bater com os dedos e as mãos, nada de usar o pulso. O tapa não pode pegar no ouvido, nos olhos ou na têmpora do rival.
 
Em abril do ano passado, o lutador de MMA Wagner da Conceição Martins, o ‘Zuluzinho’, participou de um desses concursos, em Moscou, cuja premiação era de 150 mil rublos russos ( cerca de R$ 10 mil ).
 
Famoso no mundo todo, principalmente no Japão e na Rússia, o filho do lendário ‘Rei Zulu’, encarou o lutador Vasily Kamotsky, conhecido como “o campeão dos tapas”.
 
Após uma sequência de golpes duros, os dois atletas decidiram dividir o prêmio. Desta maneira, o duelo terminou empatado e cada um voltou para casa com 75 mil rublos russos ( R$ 5 mil aproximadamente ). A competição foi mostrada pelo programa Esporte Espetacular da Rede Globo.
 
De volta ao Brasil, Zuluzinho - que é natural do Maranhão - promoveu o 1° campeonato de “tapa na cara”, em São Luís, capital do estado, em 5 de dezembro. A competição - que contou com o apoio do vereador Astro de Ogum - foi um sucesso de público e crítica.
 
Na sequência, foi a vez de Imperatriz, a segunda cidade mais populosa do estado do Maranhão, sediar a 2ª edição do campeonato de “tapa na cara”, em 30 de janeiro.  A competição, que teve lugar no Imperial Shopping, mais uma vez foi um sucesso.
Um dos grandes campeões dessa etapa - que teve o patrocínio da Black Skull, entre outros - foi o lutador “gafanhoto mão de pedra”.
 
Agora, Zuluzinho - que tem um registro no Sherdog de 22 lutas, sendo 12 vitórias, nove derrotas e uma luta ‘no contest’ ( ou seja, “sem resultado” ) - fará o seu retorno como profissional de MMA no Fight Nights Global, na Rússia.
 
Contudo, ele promete que ainda realizará a 3ª edição do campeonato de “tapa na cara”, novamente no Maranhão, até o final deste ano.
Mas será que diante de tanto investimento nas competições, a modalidade finalmente irá ‘pegar’ aqui no Brasil ?
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 05/02/2021
_
Foto : Um dos ‘flagrantes’ da 2ª edição do campeonato de “tapa na cara”.  ( Créditos | Cortesia : Acervo Pessoal Wagner Martins | Divulgação ).

Nova promoção de MMA e Kickboxing Rondônia Champions Day estreia no mês de abril em Porto Velho

A cidade de Porto Velho, capital do estado de Rondônia, é reconhecida no cenário nacional do MMA como uma grande reveladora de talentos. O município, que é o terceiro mais populoso da Região Norte - atrás apenas de Manaus e Belém - sempre foi muito ativo quando o assunto era eventos de MMA.
 
Agora, após ficar praticamente doze meses impedido de sediar eventos devido à crise sanitária em nosso país, o município de Porto Velho receberá o maior evento de artes marciais mistas do estado.
 
Trata-se do Rondônia Champions Day, promoção de MMA e Kickboxing com doze lutas divididas em “undercard”, “card principal”, super lutas e disputas de cinturões. O show será realizado no dia 03 de abril.
 
Sempre trabalhando em prol do esporte rondoniense, o promotor Júnior Oliveira - que já realizou mais de vinte eventos de MMA em mais de dez anos de atividades - promete um show com os melhores lutadores de Rondônia, além de atletas convidados vindos do Acre e Amazonas, entre outros estados da região Norte do Brasil.
 
Destaque para o acreano Thomas Bryan ( até 61kg ), representante da Chute Boxe do seu estado. As últimas luta do atleta foram em eventos de MMA e K-1 disputados em Porto velho e Rio Branco ( Acre ). Seu cartel é composto por quatro vitórias e uma derrota.
 
Também gostaríamos de citar Carlos Cainan ( 80kg ), jovem atleta local, muito agressivo e que não gosta de deixar a luta ir parar nas mãos dos juízes. O invicto lutador estará buscando a sua quarta vitória no MMA. Não é à toa que Carlos fará o ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação.
 
Além disso, o evento seguirá todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), responsável pela doença Covid-19.
 
Logicamente também não haverá venda de ingressos, pois a pandemia do coronavírus forçou as promoções esportivas no mundo inteiro a realizarem seus eventos sem a presença do público, para evitar aglomerações e a propagação da doença. 
 
Contudo, o show contará com a transmissão de todas as lutas ‘ao vivo’ pela RedeTV! Rondônia ( emissora de televisão que opera no canal 17 e é afiliada à RedeTV! de São Paulo ).
 
Quem levará a melhor no Rondônia Champions Day ? Confira o ‘card’ completo abaixo.
 
RONDÔNIA CHAMPIONS DAY
03 de abril de 2021
Porto velho-RO
 
PRELIMINAR
 
01 - categoria 71kg / modalidade K1
Luan Max (Porto Velho)
X
Lucas Aviz (Porto Velho
 
02 - categoria 54kg / modalidade K1
Jean Lucas (índio)
X
Dalvan (Neném)
 
03 - categoria 54kg / modalidade K1
Abne Amorim (Porto Velho)
X
Carlos Eduardo (Porto Velho)
 
04 - categoria 63,5kg / modalidade K1
Anderson Julio (Cacoal)
X
Luiz Robert (Porto Velho)
 
05 - categoria 75kg / modalidade K1
Victor Villar (Porto Velho)
X
Mayter Luter King (Porto Velho)
 
06 - categoria 60kg / modalidade K1
Leandro Silva (guajará mirim)
X
Atila Silva (Porto Velho)  
 
07 - categoria 52kg / modalidade K1
Laura Floresta (Porto Velho)
X
Fernanda Navalho (Porto Velho)
 
CARD PRINCIPAL
 
08 - categoria 70kg / modalidade MMA
Bryan Felipe (Porto Velho)
X
08 - Walison Latino ( Mato Grosso)
 
09 - categoria 77kg / modalidade K1
Cleyton Santos (Cacoal)
X
09 - Natan Sagat (Porto Velho)
 
10 - categoria 61,2kg modalidade MMA
André Rodrigues (Cacoal)
X
10 - Thomas Bryan (Rio Branco)
 
co-luta principal
11 - categoria 63,5 / modalidade K1
Iago “Jason” (Porto Velho)
X
11 Cristiano Ferreira (Humaitá)
 
LUTA PRINCIPAL
12 - categoria 80kg / modalidade MMA
Carlos Cainan (Porto Velho)
X
12 - Charles Oliveira (Porto Velho)
 
( *o ‘card’ é sujeito à alterações )
 
WE ARE COMING !
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/02/2021
_
Foto acima : O ‘flyer’ de divulgação do Rondônia Champions Day.  ( Créditos | Cortesia : ( C ) Rondônia Champions Day  | Divulgação ).
 
Abaixo :  O promotor Júnior Oliveira. ( Créditos | Cortesia : AP Júnior Oliveira | Divulgação ).
 
144809348 728901654496325 6905963444478091508 n 4dd91

Brasília - DF sediou o retorno do WGP Kickboxing no último sábado

No sábado, 23 de janeiro, tivemos o retorno em grande estilo do WGP Kickboxing, em sua primeira edição regional, em Brasília-DF. A promoção voltou à ativa depois de mais de um ano de inatividade por conta da pandemia do Covid-19.
 
O WGP Brasília foi realizado seguindo todos os protocolos e medidas de segurança para prevenção contra o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ),  responsável pela doença Covid-19. Também não foram comercializados ou distribuídos ingressos, uma vez que não seria permitida a presença de qualquer tipo de público.
 
O evento na capital nacional foi viabilizado através de emenda parlamentar do Deputado Distrital Martins Machado, destinada à Secretaria de Esportes e Lazer do Distrito Federal. O Deputado Martins tem apoiado constantemente, não somente ações de desenvolvimento do esporte Kickboxing, mas também de muitos outros esportes. 
Também não podemos esquecer de citar o apoio do Deputado Júlio César Ribeiro.
 
O maior show de ‘trocação’ do Brasil na atualidade foi novamente realizado pela CBKB, com chancela internacional da WAKO Pró e contou com a transmissão ‘ao vivo’ dos canais Bandsports, Combate e Fox. 
 
Esta edição do WGP na capital federal reuniu, além de atletas “rodados”, novos valores do Kickboxing brasileiro, notadamente do DF, que tem se destacado muito no cenário competitivo a modalidade.
 
O ‘card’ coroou dois novos campeões dos torneios eliminatórios do WGP, que tiveram que vencer duas lutas na noite ( cada ). André Martins ( até 71,8kg ) e Júlio Assunção ( até 64,5kg ), que venceram ( nas finais ) Geova Sabino e Mateus Pereira, respectivamente.
Assim sendo, o primeiro levou para casa o título de campeão do GP dos meio médios ( até 71,8kg ), enquanto Assunção, o grande prospecto da região centro-oeste do Brasil, tornou-se campeão do GP dos super leves ( até 64,5kg ).
 
Nas ‘Special Fights’ o duelo entre Guilherme Monteiro e Wellington Mourão foi muito intenso, com bons momentos para os dois lados. Ao final dos três rounds, melhor para Guilherme, que obteve a vitória por decisão unânime em uma das melhores lutas da noite.
 
Entre os lutadores da categoria peso pesado, Guilherme Julio fez bonito ao dominar e mostrar muito preparo físico para vencer João Pedro Simão por decisão unânime.
 
Já Rafael Andrade foi superior a Bruno dos Santos em boa parte da luta e levou a vitória por decisão dividida.
 
O evento contou ainda com outras cinco lutas no “Undercard” ou ‘card’ preliminar, com destaque para o triunfo de Reginaldo Brito por nocaute diante de Yuri Pereira.
 
WGP Kickboxing Brasília
Sábado, 23 de janeiro de 2021
Brasília-DF, Brasil
 
CARD PRINCIPAL:
Andre Martins venceu Geova Sabino por nocaute aos 2m45s do R3
Julio Assunção venceu Mateus Pereira por decisão unânime
Guilherme Monteiro venceu Wellington Mourão por decisão unânime
Guilherme Julio venceu João Pedro Simão por decisão unânime
Rafael Andrade venceu Bruno dos Santos por decisão dividida
Geova Sabino venceu Jeremias Henrique por decisão dividida
André Martins venceu Elder Dias por nocaute aos 2m30s do R2
Mateus Pereira venceu Meijy Portela por decisão unânime
Julio Assunção venceu João Pedro Moreira por decisão unânime
 
CARD PRELIMINAR
Reginaldo Brito venceu Yuri Pereira por nocaute
Lucas Silva venceu Celso Ribeiro por pontos
Rony Henrique venceu Pedro Victor por pontos
Hiago Pereira venceu Rômulo Araújo por pontos
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 26/01/2021
_
Foto acima : André Martins foi um dos destaques do WGP Brasília. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Honney Pereira | ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).
 
Abaixo : O ‘flyer’ de divulgação do WGP Brasília ( WGP BSB ) realizado em 23 de janeiro. ( Créditos | Cortesia : ( C ) WGP Kickboxing | ( C ) CBKB | ( C ) WAKO Pró | Divulgação ).
 
5a1a95d4c420210112043034 99704
 

Titãs Fight Comunidades com lutas de MMA, Boxe, Kickboxing, Muay Thai e Jiu-Jítsu em Florianópolis - SC

Aos poucos voltamos à ver alguma movimentação na cena do MMA brasileiro. Inspirados nos eventos de MMA realizados atualmente no Japão e em alguns outros países do continente asiático - além dos EUA, é claro - promotores, atletas e técnicos prometem para o dia 9 de agosto, em Florianópolis-SC, o Titãs Fight Comunidades, com lutas de MMA, Boxe, Kickboxing, Muay Thai e Jiu-Jítsu ( com e sem kimono ).

Já confirmaram presença no ‘card’ atletas vindos dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo. Ainda existe a possibilidade de inclusão de dois lutadores vindos de Cuba.

O evento terá lugar na comunidade Chico Mendes, carente desse tipo de entretenimento e o intuito dos organizadores é fomentar o esporte como forma de inclusão social, além de revelar novos nomes para o MMA mundial, à exemplo do lutador internacional Mauricio “Bad Boy”, que até hoje mantém o Projeto CT Guetto Diamond Chico Mendes Fight. Além disso, os promotores também irão arrecadar alimentos para quem necessita, pois enquanto muitas pessoas estão retornando aos poucos às suas atividades e outras continuam seguras em casa, há milhares nas periferias que perderam seus empregos e estão desassistidas de várias maneiras.

O Titãs Fight Comunidades - que tem o apoio do presidente da comunidade Chico Mendes Edson Jesus - será o 1o evento à voltar em Florianópolis depois da paralisação total da cidade por causa da pandemia do coronavírus e será feito com responsabilidade.

O evento poderá ser realizado com público e os seus idealizadores irão colocar as cadeiras afastadas à uma distância segura, como parte das medidas de segurança necessárias, além de exigir o uso de máscaras pelos fãs do esporte e colocar álcool na bilheteria à disposição de todos.

Segundo o organizador Thiago Lapolli Fiorenzano da Silveira, também conhecido como “Tubarão”, o Titãs Fight Comunidades tem tudo para ser um dos eventos mais bonitos já organizados na região Sul do Brasil.

APOIE JÁ, POIS MUDANDO UMA VIDA VOCÊ GERA UMA REAÇÃO EM CADEIA QUE MUDA A REALIDADE :

Os atletas participantes aceitaram lutar de graça para promover o esporte e estão custeando suas vindas para a competição, pois o evento está funcionando sem receita financeira, como ingresso ou inscrições, e está dependendo inteiramente de trabalhos voluntários e doações de materiais. Já existem alguns poucos apoiadores.

Ainda assim, os organizadores precisam custear uma ambulância para garantir a segurança dos lutadores, bem como os serviços de um socorrista profissional, aluguel do octógono, cadeiras para o público presente, compra de material de higiene, entre outros itens.

Toda essa movimentação é importante porque dará oportunidade aos jovens que sonham seguir o caminho do esporte, pois se uma criança não é orientada pelas pessoas certas desde cedo, toda a sociedade poderá sofrer depois.

Por isso mesmo, os idealizadores da competição estão abertos para realizar parcerias com patrocinadores que queiram vincular sua marca ao Titãs Fight e também ao Projeto CT Guetto Diamond Chico Mendes Fight ( projeto social ).

-“E quem puder ajudar com qualquer valor, por favor, contribua para a nossa Vakinha. Não tenha vergonha de doar o valor mínimo, tudo é valioso para o evento existir e muitos objetivos estão em jogo. Muito obrigado.”-agradece Thiago Lapolli, o “Tubarão”.

Titãs Fight Comunidades
Data : 9 de agosto de 2020
Local : Ginásio da Comunidade Chico Mendes
Ingresso : Apenas 1 quilo de alimento
Horário : Jiu-Jitsu e NoGi de manhã / MMA, Boxe e Muay-Thai e K-1  ( Kickboxing ) a tarde.
Realização : Thiago Lapolli “Tubarão” / Apoio : Mauricio Machado e Edson Jesus.

CARD IMPERDÍVEL COM 40 LUTAS

( * O CARD É SUJEITO À ALTERAÇÕES ).

MMA:

[Main Event 66kg] Lucas Oliveira (CT Lagomar / Macaé - Rio de Janeiro) VS. Allan Guerra (Guerra Team São Paulo / Fadda JJ)

[Co-Main Event 75kg] Willian Fernandes “Mutante” - 07 vitórias (CT Strong) VS. Pedro Finger - 06 vitórias (CT Finger)

[77kg] Elvis Cubano (Guetto Diamond) X Thiago Moikano (Moikano Gold Team / Pelé Team)

[58kg] Daiane Trentin (Thiago Tubarão / Daiane Team) X SILVANIA “LEOA” (Wado DeLaRiva)

[61kg] Tiago “PitBull” Xavier (CT Lagomar / Macaé - Rio de Janeiro) X Ariel Chips (Black Top Team – Lages)

[77kg] Sandro “PitBull” (Guetto Diamond) X Jhonny Bran (Moikano Gold Team / Pelé Team )

[75kg] Brigido “Soldado Universal” (Wado DeLARiva) X Matheus Souza (OCSJJ / CT Finger)

[91KG] WELLINTON ALVES DO AMARAL (prof. Glautus) X RAFAEL “PANTERA” (prof. Guilherme Coutinho)

[61kg] Lucas Forquim (CT Finger) X Jack Quilante (Black Top Team – Lages)

[75k] Lucas “Japa” Santana (Japa MMA) X Dionata Machado (Winners MMA - Felino)

[85kg] CRISTIAN “CHACAL” (Thiago Tubarão) X EDUARDO SANTOS MAIA (Shotobushin)

KICKBOXING (Regras do K-1, sem cotovelos e duas joelhadas no ‘clinch’):

[75KG Master] MESTRE WADO (CT DeLaRiva Floripa) X FABIO ALEX (CT Strong/Overhand - CANOAS/SC)

[84kg] Alex Trindade (Anjos do Tatame) X Celso Rodrigo (Felino – Criciúma)

[Pesados] VICTOR EMANUEL (Tonhão Biguaçu) X RENAN SALVADOR (School Fight)

MUAY-THAI (Estilo Tailandês, com uso de cotovelos e ‘clinche’):

[75 Kg] João Vitor Senem (Tonhão Biguaçu) X Luiz (King Boxing Floripa)

[57kg, estreantes] Jhonatan “Açougueiro” (Marafiga Thai) X Adriano Santos (Mega Fight Team)

[63kg, 15 anos] Nicolas “Draco” Langher (Mega Fight Team) X Darwin Oliveira (King Boxing Floripa)

[43kg, 12 anos] Jeniffer Nascimento (Mega Fight - prof. Leandro Frederico) X Crislaine Marquesotti (Master Fight - prof. Cristiano / Blumenau)

[Infantil, 06 aninhos] NOAH (Mega Fight - prof. Leandro Frederico) X ISAC “SPIDER" (Anjos do Tatame)

BOXE (Válido pro Ranking do Titãs Boxe):

[Título 66kg] LUCIAN CLAUDIO (Marafiga Claudio Costa) - Vencedor do torneio Titãs 4 VS Desafiante: DANIEL PIKO (Felinos do Sul) -  Invicto na Copa Dojokai.

[Título 75kg] NATHANAEL MESQUITA (Flávio Alexandre) VS LEANDRO FREDERICO “LESTATT” (Mega Fight)

[95KG] VINICIUS KUMMER (Guetto Diamond) X EDGAR FARIAS (CM System)

[80kg] Alessandro Custódio (Wado DeLaRiva) X João Nunes (School Fight)

[66 kg] Luiz Hilário (Felinos do Sul) X Clevinho Motta (School Fight)

[63 Kg] Gustavo “Parazinho” (Tonhão Boxe) X Kelvem “Cascudo” (Felinos do Sul)

[42kg JUVENIL FEMININO] Heloísa Demérito (Mega Fight Team / Leandro Frederico) X Brenda Luiza (Marafiga Boxe / Claudio Costa

SEM KIMONO:

[100kg] Elton “Monstrão” Kimura (GFTEAM Palhoça) X Carlos André “Black” (Black Top Team – Lages)

JIU-JITSU

[76kg] Mauricio “BadBoy” Machado (Guetto Diamond) X Ronaldo Oliveira “Kako” (Fadda Jiu-Jitsu)

[74kg Master] Ronaldo “Felino” (ASM BJJ TEAM – Criciúma) X João Paulo (Team Bronx – Curitiba)

[74kg] Jorge Marcelo Missil (GFTEAM Palhoça) X Douglas Gonçalves (Infynit Brotherhood - Lages)

[84KG] Fernando “Sherek” (Sherek JJ – Curitiba) X Fabrício Tives (Infynit Brotherhood - Lages)

[61kg] Fabiano Crispim (Crispim Jiu-Jitsu) X Welinton (Infynit Brotherhood - Lages)

[Marrom 86kg] Alysson Santos (Ricardo Mello) X Jaisson Machida (Black Top Team – Lages)

[Roxa 79kg] Sandro Buralde (Guetto Diamond) X Thiago Branco (Rillion Gracie – Lages)

[Roxa 93kg] Ricardo “Tatau” Alexandre (Guetto Diamond) X MAX (Infynit Brotherhood - Lages)

[Azul até 90kg MASTER] ANTÔNIO JOÃO “TONHÃO” (Little John JJ) X ADRIANO “GAÚCHO” (ASM BJJ TEAM - Felino)

[Azul 65kg] MICHAEL (GFTEAM Palhoça) X Ariel Chips (Black Top Team – Lages)

[Azul 85kg] IGOR (GFTEAM Palhoça) X Carlos “PitBull” (The Brothers)

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/titas-fight-comunidades-nocauteando-a-fome

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/07/2020
_
Foto : Evento na comunidade Chico Mendes terá lutas com os professores e consagrados lutadores Mestre Wado, Alessandro Custódio, Mauricio “Bad Boy”, Ronaldo “Felino” , “Tonhão ” e Jorge Missil, entre outros. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Titãs Fight Comunidades | Divulgação ).

Thunder Fight promoveu 36 lutas de MMA no último domingo em São Paulo

 

Uma das principais promoções de MMA do Brasil, o Thunder Fight promoveu no último domingo ( 02 de Maio ), o seu 26º evento com 3 três lutas profissionais e 33 amadoras, em São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo.
 
Os organizadores tomaram todos os cuidados diante do atual estado de calamidade que afeta o país e cumpriram todos os protocolos de segurança relacionados à pandemia do novo coronavírus. Também devido à crise sanitária o Thunder Fight 26 foi realizado sem público e com um “Staff” reduzido, o que não impediu o sucesso do evento.
 
O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) da programação foi uma luta de MMA profissional entre Davi Bittencourt ( 3-2-0 ) e Marcos ‘Thailandes’ Degli ( 0-1-0 ), dois atletas extremamente talentosos e considerados promessas do MMA nacional. Ao término da luta, em que os dois lutadores se movimentaram bastante e alternaram posições no solo, Davi Bittencourt acabou vencendo por decisão dividida dos jurados. A mídia especializada está classificando este como um dos melhores duelos da temporada 2021 até agora.
 
Já no ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ) vimos Nicolas Sávio ( 3-3-0 ) impôr o seu domínio para obter a vitória sobre Edjanio Silva ( 2-2-0 ) por decisão unânime dos jurados.
 
Na primeira luta profissional da noite, Adriano Brandão ( 2-1-0 ) conseguiu impor um impressionante nocaute sobre Denilson Batista ( 0-1-0 ) em menos de dois minutos de luta.
 
No MMA amador, alguns destaques foram Thiago Canhas, que conquistou mais uma vitória no Thunder Fight ao nocautear Antonio Marcos no terceiro round, e a sensação Thiago Caetano, que emplacou seu quinto triunfo na organização ao finalizar Jhonatas Marinas no segundo round.
 
De acordo com o presidente da companhia, Marcelo Kina, o Thunder Fight deve realizar mais oito eventos profissionais de MMA em 2021, além de 09 edições amadoras até o final do ano.
Já no próximo domingo ( 09 de Maio ), o “Thunder Strikers 2” será realizado na capital paulista.
 
Confira os resultados do “Thunder Fight 26” que incluem :
 
Thunder Fight 26
02 de Maio de 2021
São Bernardo do Campo-SP, Brasil
 
MMA PROFISSIONAL
Davi Bittencourt derrotou Marcos ‘Thailandes’ Degli por decisão dividida dos jurados
Nicolas Sávio derrotou Edjanio Silva por decisão unânime dos jurados
Adriano Brandão derrotou Denilson Batista por nocaute técnico no 1R
 
MMA AMADOR
Thiago Caetano derrotou Jhonatas Marinas por finalização no 2R
Thiago Canhas derrotou Antonio Marcos por nocaute técnico no 3R
Gabriel Hardt derrotou Vinicius Eduardo por decisão dividida dos jurados
Clarissa Nabes derrotou Iris Machado por desistência
Samuel Cassimiro derrotou Luiz Henrique Alves por finalização no 1R
Ana Santos derrotou Maria Julia por finalização no 1R
Davis Sales derrotou Erivelton Samurai por nocaute técnico no 1R
Heloise Moraes derrotou Priscila por decisão unânime dos jurados
Pablo Soares derrotou Marion Silva por decisão unânime dos jurados
Denis da Cruz derrotou Kevin Matheus por decisão dividida dos jurados
Daniel Romão derrotou Marcondes Fernandes por decisão unânime dos jurados
Geovani Palacious derrotou Bruno Silva por decisão unânime dos jurados
Matheus Lino derrotou Gustavo Gobbi por decisão unânime dos jurados
Leandro Douglas derrotou Matheus Castro por desistência
Isley Silva derrotou Lucas Alves por decisão unânime dos jurados
Aline Mendes derrotou Angélica Mendes por nocaute técnico (interrupção médica)
Lucas Augusto derrotou Alberto Ferreira por decisão unânime dos jurados
Luã Magalhães derrotou Romario Barbosa por decisão unânime dos jurados
Everton Vieira derrotou Jeferson Oliveira por finalização no 1R
Emerson Apache derrotou Mauricio Santos por finalização no 2R
Vinicius Senger derrotou Murilo Mateus por decisão unânime dos jurados
Rafael Costa derrotou Fabricio Viti por finalização no 1R
Anderson Costha derrotou Fabio Nascimento por nocaute técnico no 1R
Douglas Santos derrotou Luiz Neves por decisão unânime dos jurados
Leandro Pires derrotou Lucas Gabriel por decisão unânime dos jurados
Victor Vigilato derrotou Matheus Gonçalves por decisão unânime dos jurados
Ricardo Patena derrotou Luciano Ferreira por decisão unânime dos jurados
Rodrigo Almeida derrotou Clayton Ferreira por finalização no 1R
Moises Santos derrotou Luiz Felipe Gino por nocaute técnico no 2R
Micael Silva derrotou Samuel Câmera por finalização no 1R
Gabriel Leandro derrotou Rodrigo Lopes por decisão unânime dos jurados
Junior Pedroso derrotou Tiago Felipe por decisão unânime dos jurados
Antonio Jorge derrotou Romilton Melo por finalização no 2R
 
*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 05/05/2021
_
Legenda : Evento foi realizado em São Bernardo do Campo, no estado de São Paulo.
Foto : ( Créditos | Cortesia : ( C )  Thunder Fight | ( C ) IstoÉ |  ( C ) Lance |  ( C ) UOL | Divulgação ).
 
 

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png4.png0.png3.png9.png0.png4.png
Hoje:807
Ontem:942
Últimos 7 dias:3940
Mês:20258
Total:403904

Conectados simultaneamente

27
Online

21-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top