ptzh-CNenfritjakoruesvi

UFC, Bellator MMA e Bare Knuckle FC anunciam eventos para os próximos meses

Apesar dos casos do novo coronavírus ainda não terem diminuído significativamente em algumas nações, alguns eventos já começaram a se mover gradualmente e, espera-se, que sejam realizados com segurança já no mês de maio.

É bem verdade que os promotores se inspiram no sucesso do Beisebol, esporte que está em pleno andamento em Taiwan - mesmo com estádios vazios - mas o maior incentivo veio mesmo do presidente americano Donald Trump.
Trump quer que as ligas esportivas profissionais dos EUA retomem as suas atividades o quanto antes.
Pois para ele, retomar a disputa desses campeonatos é de grande importância para a economia do país.

-“Nós queremos ter nossos esportes de volta, é muito importante. Estou cansado de ver jogos de beisebol de 14 anos atrás. Eu não tenho tido muito tempo para assistir. Diria que eu talvez veja um rebatedor, e aí volto ao trabalho.”-disse o presidente dos EUA.

E dessa forma, algumas promoções de lutas já estão anunciando o seu retorno para os próximos meses.

O Ultimate Fighting Championship, por exemplo, já confirmou o UFC 249 para 9 de maio, bem como outros dois eventos na sequência, todos em Jacksonville, Flórida, EUA.

A Flórida se mostrou uma opção viável para o UFC depois que a WWE ( uma companhia de lutas ‘coreografadas’ de wrestling profissional ) obteve permissão no início deste mês para continuar filmando shows no seu Performance Center, em Orlando.
O governador Ron DeSantis determinou que o Telecatch é uma “atividade essencial” e, para tanto, emitiu um pedido referente aos tais ‘negócios essenciais’, que incluía “funcionários em uma produção profissional de esportes e mídia com uma audiência nacional - incluindo atletas, artistas, equipe de produção, equipe executiva, equipe de mídia e quaisquer outros necessários para facilitar a inclusão de serviços de apoio a essa produção - somente se o local estiver fechado ao público em geral.”

Essa foi a ‘deixa’ para o UFC e embora o plano da franquia ainda seja controverso em meio à pandemia global de coronavírus, recebeu o apoio total da ESPN e do prefeito de Jacksonville, Lenny Curry.

-“O esporte desempenha um papel importante na vida das pessoas e pode trazer momentos de fuga em tempos difíceis. Estamos ansiosos para trazer o UFC aos fãs novamente.”- afirmou a ESPN em comunicado.

-“A organização do UFC é uma renomada marca de entretenimento que apresentou um plano seguro e sensato para usar esse local em Jacksonville, e estamos muito felizes por ter nossa cidade destacada nacionalmente na ESPN e ESPN +.”-acrescentou o prefeito Lenny Curry.

Além disso, o presidente do UFC, Dana White, afirmou que o seu projeto “Fight Island” ( ilha da luta, em português ) também é algo real, e que seu intuito é montar o octógono mais famoso do mundo à beira-mar já no mês de junho.

Já o presidente do Bellator MMA, Scott Coker, também revelou que planeja voltar ( à principio ) em julho, em um dos lotes de estúdios de cinema de Hollywood pertencentes a sua controladora, a ViacomCBS, em Los Angeles, Califórnia, ( EUA ), e começar com eventos fechados, sem público, pelo menos nos primeiros três ou quatro meses.

-“Queremos voltar lá o mais rápido possível, mas queremos fazê-lo da maneira certa, e no momento certo. Pois a saúde e a segurança vêm em primeiro lugar.”- adiantou o mandatário da organização.

E como não poderia deixar de ser, a maior promoção de boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing” ( como dizem os americanos ) da atualidade também estará retornando em breve.
Quem fez o anúncio foi o próprio David Feldman, presidente do Bare Knuckle Fighting Championship ( BKFC ), em suas redes sociais :

-“Meus piores dias tentando construir meu próprio negócio são muito melhores do que meus melhores dias tentando construir o de outra pessoa.
Grandes novidades sobre o BKFC na próxima semana. O retorno.”-escreveu Feldman.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 25/04/2020
_
Foto : O BKFC é a maior promoção de boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing” do mundo na atualidade. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Bare Knuckle Fighting Championship | Divulgação ).

Aos 48 anos, Shannon Briggs assina para lutar boxe ‘sem luvas’ no Bare Knuckle FC

O Bare Knuckle Fighting Championship ( BKFC ) continua não medindo esforços e está sempre investindo para se tornar a maior promoção de boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing” do mundo na atualidade.

Recentemente foi anunciado que a franquia dirigida por David Feldman assinou com o ex-campeão ‘linear’ dos pesos pesados de boxe Shannon Briggs ( 60-6-1, 53 KOs ).
O também ex-campeão mundial pela WBO continua sendo um nome notável nos esportes de combate.

Briggs, atualmente com 48 anos, luta desde os meados dos anos 90. Entre os seus adversários, constam alguns dos maiores nomes da história do boxe, incluindo George Foreman, Lennox Lewis, Ray Mercer e Vitali Klitschko, entre outros.

A vitória de Briggs em 1997 sobre Foreman, uma decisão majoritária, lhe rendeu o título ‘linear’ dos pesos pesados.

Em meados dos anos 2000, Briggs mais uma vez conquistou um título de boxe - desta vez o título da WBO - ao derrotar Sergei Liakhovich, no décimo segundo e último ‘round’.

A última luta do americano aconteceu em 2016, quando ele nocauteou o argentino Emilio Zarate em uma eliminatória de David Haye.

Conhecido pela alcunha de “The Cannon”, Briggs popularizou a hashtag ‘Let’s Go Champ’ nas mídias sociais, particularmente no Instagram, onde possui 341.000 seguidores.

-“Com quem você quer que eu lute ? Se eu não quebrar seu rosto ou suas costelas, isso não conta, certo ?”-escreveu para os seus fãs no Instagram, após assinar com o Bare Knuckle FC.

Alguns sugerem que o seu adversário no BKFC possa vir à ser o ex-peso pesado do UFC Jimi Manuwa ( 17-6 ). No entanto, nada está confirmado ainda.

Sobre a sua transição do boxe inglês para o boxe ‘sem luvas’, Briggs comentou :

-“Acho que vou fazer uma transição fácil para o “Bare Knuckle Boxing”. Eu posso nocautear as pessoas e posso boxear. Sou um nocauteador e é disso que se trata, ‘pegar’ e nocautear. Sou um ser humano único e diferente. Eu já fiquei na mente dos fãs, de uma nova geração de fãs que nem havia nascido quando eu comecei a lutar boxe, meu carisma não me abandona.”-disse Briggs, em recente entrevista concedida a George Ebro.

A estréia de Briggs no BKFC já foi anunciada, mas ele continua sem um oponente, data ou local especifico, mas com certeza o seu ‘debut’ pela promoção se dará quando a pandemia do novo coronavírus passar.

O veterano pugilista também revelou a sua motivação para continuar à lutar.

-“É por isso que eles me chamam de ‘colecionador de títulos’. Seria uma coisa impressionante, algo que ainda me motiva a ir à academia. Eu sempre gostei de desafios e esse é o desafio que está na minha frente neste momento da minha carreira. Eu deseja adicionar tantos títulos quanto possível ao meu ‘recorde’, do boxe até a WWE.”-finalizou Shannon Briggs.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 14/04/2020
_
Foto : O ex-campeão mundial da WBO e ex-campeão ‘linear’ dos pesos pesados continua sendo um nome notável nos esportes de combate. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Shannon Briggs | ( C ) Bare Knuckle Fighting Championship ).

Adriano “The Rock” Balby poderá lutar boxe ‘sem luvas’ no Bare Knuckle FC

Maior promoção de boxe ‘sem luvas’ ou “Bare Knuckle Boxing” da atualidade, o Bare Knuckle Fighting Championship ( BKFC ) continua trabalhando duro para se adaptar à realidade atual.

Já existem “várias opções sobre a mesa” : grandes acordos de televisão, locais maiores, novas contratações de lutadores e muito mais.

O presidente David Feldman e sua equipe também estão desenvolvendo novos conteúdos que manterão os fãs entretidos à medida que a pandemia do novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, se intensifica nos Estados Unidos.

E enquanto aguardam o retorno da normalidade, o Bare Knuckle FC continua contactando lutadores com vista à tê-los em seu ‘plantel’ para futuras lutas.

Um destes é o brasileiro Adriano “The Rock” Balby, que foi procurado pelo evento, devido ao seu histórico nas artes marciais mistas e ao seu poder de nocaute.

Para quem ainda não sabe, o manauara tem a experiência de já ter lutado em cinco categorias de peso diferentes ( 120, 110, 93, 84 e 77 Kgs ) e é Campeão internacional de MMA, com títulos conquistados em três continentes.

Adriano Balby acumula um ‘recorde’ de mais de 20 lutas no MMA, embora seu registro no site ‘Sherdog’ aponte apenas 16-03-0. Entre seus títulos conquistados recentemente está o de campeão dos meio-médios ( categoria até 77 kg ) do evento “REBEL FC” disputado na China.

Balby está em atividade nas competições de MMA desde 1998, quando as lutas eram disputadas praticamente sem regras, sem luvas e sem limite de peso, ou seja, ainda no formato do antigo ‘Vale Tudo’, por isso ele acredita que não terá dificuldades para se adaptar às regras do “Bare Knuckle Boxing” ou boxe ‘sem luvas’ e promete nocautear na sua estréia nesse evento que só cresce e para onde os lutadores brasileiros estão migrando.

Apesar do adiamento do BKFC 12 ( que estava originalmente programado para 11 de abril ) e do BKFC 13 ( marcado para o dia 16 de maio ), foi anunciado recentemente que o BKFC 11 ( que deveria ter sido realizado no dia 14 de março ), agora deverá ser promovido no 20 de junho.

Mesmo que a pandemia avance nos EUA e só comece à cair em julho, agosto ou “talvez até mais tarde”, o show ainda poderá ser remarcado mais uma vez.
O certo é que assim que a crise desapareça, a promoção voltará aos trilhos e o crescimento desse novo esporte de combate continuará.

Adriano Balby poderá lutar já nesse ‘card’ do BKFC 11.
Então ele se juntará à nomes como Gabriel “Napão” Gonzaga, Antonio “Bigfoot” Silva e Thiago “Pitbull” Alves, brasileiros que já fazem parte do ‘plantel’ de lutadores do BKFC, empresa que é sinônimo do esporte de boxe ‘sem luvas’ assim como o UFC é para o MMA no momento.

Outros nomes consagrados da franquia são o cubano Hector Lombard, que acumula participações nas maiores promoções de MMA do mundo, como o UFC, Bellator e PRIDE, entre outras, e o norte-americano Bobby Lashley, ex-Strikeforce e ex-Bellator, além de atual astro da WWE.
O lutador, que compete tanto no no MMA quanto no Pro Wrestling, já anunciou que deverá lutar no BKFC em 2021.

Assim sendo, só nos resta aguardar, pois o BKFC fará o seu retorno à indústria do esporte em um futuro relativamente próximo.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/03/2020
_
Foto acima :  O lutador Adriano Balby foi procurado pelo BKFC para lutar nos EUA. ( Créditos | Cortesia : Acervo pessoal Adriano Balby | Bare Knuckle Fighting Championship ).

Abaixo : O ‘flyer’ do BKFC 11, que deverá ser realizado no próximo dia 20 de junho. ( Créditos | Cortesia : Kevin Smith | Bare Knuckle Fighting Championship ).

89844939 2777314435708702 3714584401036705792 o b0ee7

Shannon Ritch desafia Wanderlei Silva novamente para uma luta no Bare Knuckle FC

Apesar de nunca ter sido proibido na Inglaterra, o “Bare Knuckle Boxing”, também conhecido como ‘boxe sem luvas’ foi banido dos EUA em 1892.
Assim como a história da modalidade, a sua prática também é controversa.

Atualmente há uma divisão de opiniões entre a comunidade médica, e alguns destes ( notadamente alguns médicos traumatologistas  ) não recomendam a sua prática, principalmente pela maior incidências de fratura nas mãos e na face.
Não podemos deixar de citar também o derramamento de sangue, é claro.

Do outro lado, há aqueles médicos ( principalmente em países do primeiro mundo ), que já conseguiram provar que qualquer modalidade de lutas ‘sem luvas’ é mais segura para a saúde ( do cérebro ) dos competidores do que qualquer esporte similar “enluvado”.
“O que não sangra para fora, sangra para dentro”, já dizia um antigo ditado.

Os promotores do “Bare Knuckle Boxing” aproveitam o ‘gancho’ e mandam um recado para os dirigentes da ‘nobre arte’ :

-“O ‘boxe sem luvas’ é tão seguro, se não mais seguro do que o ‘boxe com luvas’. Ter pugilistas sendo espancados por doze rounds e ter o cérebro escorrido de água [ referindo-se à desidratação drástica para o corte de peso ] é o que cria a lesão cerebral.”-diz Jim Freeman, Presidente da consagrada promoção BKB do Reino Unido, que consegue levar um grande público à O2 Arena, em Londres.
[ NOTA .: Há muitos promotores de boxe profissional, ou boxe inglês, ou ainda boxe “enluvado”, que não conseguem promover seus shows na O2 Arena ].

Não custa lembrar, ainda, que as lutas sob as regras do “Bare Knuckle Boxing” tem, no máximo, cinco rounds de dois minutos cada.

Não há como negar que toda essa polêmica tem trazido uma grande divulgação para a modalidade e desde 2016 o ‘boxe sem luvas’ vem ressurgindo nos EUA.
Atualmente, o “Bare Knuckle Boxing” é regulamentado na Flórida, Mississippi e Wyoming e está sob consideração em vários outros estados por toda a América do Norte.

A modalidade já está se tornando popular entre os pagantes do ‘pay-per-view’ e o público lota cada vez mais as arenas, como no caso do Bare Knuckle Fighting Championship (  BKFC ) 8, que rolou no sábado passado em Tampa, na Flórida ( EUA ).
No ‘main event’ ( evento principal ) do BKFC 8 vimos Gabriel “Napão” Gonzaga vencer Antonio “Bigfoot” Silva por nocaute a 1m50s do segundo round.

Entre os ‘vips’ que marcaram presença, nomes consagrados do MMA, como Fabrício Werdum, Hector Lombard e Wanderlei Silva.
Este último teria assinado para lutar pela promoção presidida por David Feldman, de acordo com a jornalista Amy Kaplan, em matéria publicada recentemente no FanSided e que foi replicada em outros portais, como o MMA Mania e MMA Japan.

Assim sendo, o norte-americano Shannon Ritch, que ostenta um cartel de 57-88-0-4 no MMA e 26-3-0 no ‘boxe sem luvas’, lançou um novo desafio ao brasileiro, para um duelo entre veteranos do PRIDE, mas sob as regras do ‘boxe sem luvas’.

-“Quero Silva. Eu só quero que todos saibam. Atualmente eu sou o detentor do cinturão de campeão dos pesos pesados do ‘Bare Knuckle Boxing’ ( International Heavyweight Superfight Bare KnuckleBoxing ) e eu vou colocar esse título em jogo na luta com Wanderlei Silva. Se ele quiser lutar no ‘Bare Knuckle’, eu adoraria recebê-lo no esporte.”-declarou Shannon, ao lançar o seu novo desafio.

Ritch é um lutador bem ranqueado no “Bare Knuckle Boxing”, de acordo com a conceituada publicação ‘National Police Gazette’, que em sua edição de 9 de julho de 2016 apontou o lutador em 1° lugar no ranking norte-americano e em 3° lugar no ranking mundial dos desafiantes do “Bare Knuckle Boxing” na categoria dos pesos pesados.

Este artigo é uma maneira de Shannon Ritch informar ao promotor David Feldman que ele quer lutar contra Wanderlei Silva.

Mas, e para você, caro leitor ...  Quem vence essa luta ? Shannon Ritch ou Wanderlei Silva ?

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 22/10/2019
_
Foto acima : O norte-americano Shannon Ritch lançou um novo desafio ao brasileiro Wanderlei Silva para uma luta de “Bare Knuckle Boxing” ou ‘boxe sem luvas’. ( Cortesia | Créditos : Acervo pessoal Shannon Ritch | Bare Knuckle Fighting Championship ).

Abaixo : A edição de 9 de julho de 2016 da ‘National Police Gazette’ que classificou Shannon Ritch em 1° e 3° lugar, nos rankings norte-americano e mundial do “Bare Knuckle Boxing”, respectivamente. ( Cortesia | Créditos : National Police Gazette  ).

74666299 10220705299322304 5589622450791907328 n b2f8a

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« October 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31

FreeCurrencyRates.com

 

Contador de visitas

0.png4.png0.png3.png9.png3.png0.png
Hoje:833
Ontem:942
Últimos 7 dias:3966
Mês:20284
Total:403930

Conectados simultaneamente

20
Online

21-10-21

Visitantes online

Parceiros

Go to top