ptzh-CNenfritjakoruesvi

Items filtered by date: Domingo, 14 Março 2021

Conheça mais essa tradição de Ano Novo do Japão e saiba como se proceder e sobre a quantia em dinheiro.

Com a ocidentalização as famílias costumam trocar presentes no Natal mas não deixam de preservar a antiga tradição do otoshidama (お年玉).

A história mostra que na antiguidade o chefe da família dividia o omochi, aquele bolinho de arroz, entre os familiares, em pedaços para cada um, no Ano Novo. Com o tempo isso foi mudando para moedas – no sentido de dinheiro.

Hoje em dia a tradição continua. São oferecidos dinheiro em espécie dentro dos envelopes (pochibukuro) com a escrita お年玉. Não são compreendidos como presente, mas para seu uso pessoal ou para poupança. O importante é a intenção, pois todas as crianças ficam muito agradecidas pelo gesto.

Se tem filhos ou sobrinhos frequentando a escola japonesa pode ser que fiquem contentes em receber o envelope.

Para cada faixa etária e laços os valores são diferentes. Nesta matéria serão informados os valores médios da sociedade considerando que são crianças, filhos, sobrinhos ou netos, da família. E quando se diz crianças, incluem-se até os estudantes universitários.

Antes de mais nada a recomendação é ir a uma papelaria ou até mesmo na loja de ¥100 para comprar os envelopes. Outra dica é passar no banco e trocar as cédulas já usadas pelas novas.

Otoshidama para os filhos, sobrinhos e netos

De 0 a 2 anos: tem famílias que costumam entregar ¥1.000 mas o comum é uma moeda de ¥500. Convém guardar – muitas vezes na poupança – porque nessa tenra idade pode até nem entender

De 3 a 6 anos: o comum é uma cédula de ¥1.000 mas há quem dê até ¥3.000

Do primeiro ao terceiro ano primário: em geral costuma-se colocar ¥3.000

Do quarto ao sexto ano primário: ¥3.000 ou ¥5.000, mas jamais ¥4.000 porque não é um bom número no Japão

Ginasial: pelo menos ¥5.000

Colegial: em geral, ¥10.000

Universitário: ¥10.000 ou mais

Otoshidama para filhos de conhecidos

Em geral os valores não mudam muito dos filhos dos parentes. Mas hoje em dia não se costuma oferecer aos universitários.

Etiqueta da entrega

O envelope tem frente e verso. Em geral, na frente se escreve o nome de quem vai receber e no verso o nome de quem oferece, sempre em kanji ou katakana e na vertical. Há envelopes que vêm com o espaço para o destinatário e remetente no verso como os da foto.

Como não se sabe se receberá visitas a recomendação é deixar comprado os envelopes extras e, claro, dinheiro na carteira.

Outro detalhe importante é que mesmo sendo uma cédula nova, se não dobrá-la não caberá no invólucro. A etiqueta recomenda colocar a cédula na sua frente, com o lado direito voltado para cima e dobrar, da esquerda para a direita. 

Na era digital

No momento atual pode-se entregar, no lugar das cédulas, cartões como Quo Card ou do iTunes, Amazon e outros. Desde que não tenha o número 4 na soma, como por exemplo 4 mil, 9 mil ou 14 mil ienes, pois trazem mau agouro.

Fontes: Quo Card e O-Uccino

Published in Japão
Segunda, 15/Março/2021

Pagode com feijoada

Published in Agenda

O maior desejo das grávidas e suas famílias é orar para que o bebê venha com saúde e segurança. E as famílias querem orar pelos filhos!

A alegria da gestação, a espera pela vinda do bebê, a expectativa de formar uma nova família e a esperança de que venha saudável. Esses sentimentos e emoções são os mesmos para a futura mamãe e para o futuro papai.

Também para os irmãos, avós e tios. Por isso, familiares e gestantes, maridos e companheiros, acompanham a mulher gestante ou a que quer engravidar para orar e pedir a proteção divina desde a hora do parto até a criação do bebê.

Que tal aproveitar o feriado de Ano Novo e fazer uma visita? Vale a pena orar, pedir, agradecer e, quem sabe, comprar um amuleto. Os templos e santuários também protegem as crianças.

*Como este ano o mundo está sofrendo com a pandemia, no Japão também é preciso tomar cuidado com as aglomerações. Evite ir nos 3 primeiros dias do Ano Novo. Ou, se for, procure manter distanciamento social e leve álcool em gel, lembrando de usar máscara.

Templos e santuários para o parto das gestantes, felicidade dos bebês e crianças.

Suitengu, em Tóquio

Suitengu (水天宮) é um dos mais famosos santuários xintoístas, protetor das gestantes, do bom parto e da vinda segura dos bebês. Tanto as gestantes visitam para agradecer pela bênção, quanto o marido ou os familiares da grávida vão comprar o amuleto, em forma de sino, de proteção.

suitengu fc4da

Foto: Suitengu, em Tóquio (HP)

Kishimojindo, em Tóquio

Este é um templo com mais de 700 anos de histórias de proteção e bênçãos. O nome Kishimojindo é o mais popular, mas o verdadeiro é Ikoyamaho Akedera (威光山法明寺). Há várias lendas sobre a deusa que segurou a árvore de gingko para dar à luz, como a da protetora das crianças. Para quem vai ter bebê em breve, para quem quer orar pelos filhos, para a segurança da família, para que os filhos cresçam seguros e para a proteção da saúde, este templo é altamente recomendado.

Amabiki Kannon, Rakuhoji, em Ibaraki

A Amabiki Kannon (deusa) é a protetora do templo Rakuho (楽法寺, lê-se Rakuhoji). O templo é datado do ano 587 e é famoso por proteger o parto e os bebês. É considerado um local sagrado e de forte energia, onde habita o deus da longevidade.

É um templo tombado pelo patrimônio histórico pelo seu valor cultural da humanidade. Fica dentro de uma bela paisagem e tem um famoso jardim de hortênsias no verão. Confira o vídeo.

Ryukoji, em Chiba

Este templo Ryuko (龍湖寺, lê-se Ryukoji), é famoso por abençoar quem deseja ser mãe, a gestante, o parto seguro e a criação dos filhos. As pessoas que vão até lá orar, pedir ou agradecer escrevem nas placas de madeira (絵馬, lê-se ema) para que tudo se concretize. A deusa é representada por uma estátua, coberta com um manto e com olhar gentil, que olha pelas crianças.

Otonashi Jinja, em Shizuoka

Esse santuário xintoísta chamado Otonashi (音無神社, lê-se Otonashi Jinja), tem a Princesa Toyotama como deusa de proteção. Como ela teve um parto suave, as gestantes vão até lá para serem abençoadas por ela. A deusa é conhecida como protetora dos bons partos e das crianças.

Koyasu Jinja, em Gifu

Fica próximo às águas termais Minami Kodakara (みなみ子宝温泉), perto da cidade de Mino. O santuário é simples mas famoso por proteger o parto e receber bem o recém-nascido. De tão famoso, as águas termais que ficam bem próximas, têm o nome que identifica o local sagrado. Toque aqui para abrir o mapa do santuário.

koyasu f1a02

Foto:  Jinja próximo às águas termais, que ficaram famosas por causa do santuário (HP).

Fujisengen Jinja, em Nagoia

Dentro do conhecido bairro Osu, o santuário Fujisengen (富士浅間神社, lê-se Fujisengen Jinja), é um local famoso na região. As mulheres e familiares vão até lá pedir a proteção da deusa, a Princesa Yasuyama, para as bênçãos do parto seguro e fácil, do bebê, do crescimento da criança e zelo para a saúde. Dentro da área também tem um maneki inari, a raposa protetora da sorte e dos negócios.

fujisengen 46c05

Gokonomiya Jinja, em Quioto

Um dos pontos mais famosos pela sua água limpa, Fushimi, é onde tem templos, santuários xintoístas e fábricas de saquê. Também é onde fica esse santuário famosíssimo entre as futuras mamães e famílias. Uma das formas de ler a sorte é o adivinho da água, colocando o papel em imersão para ler a mensagem. É um local sagrado que vale a pena ser visitado.

Gokonomiya a532b

Foto: Fica em Fushimi, Quioto, no local onde as águas são limpas e puras (Wikipedia).

Bandaiji Kannondo, em Hiroshima

Abuta Kannon (阿伏兎観音) é a deusa deste templo, construído sobre uma rocha, de frente para o Mar do Seto. A deusa é famosa e procurada pelas futuras mamães e pelas famílias. Elas escrevem os pedidos na tabuleta de madeira que tem uma imagem de peito. Também compram amuletos para a proteção na hora do parto e receber o amado bebê.

Bandaiji ca75d

Foto:  Famoso templo sobre a rocha no Mar de Seto, em Hiroshima.

Compartilhe esta matéria com casais amigos!

Fontes e fotos: divulgação e Travel

Published in Japão

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« March 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Advertising area




Contador de visitas

0.png3.png7.png8.png5.png0.png1.png
Hoje:366
Ontem:516
Últimos 7 dias:366
Mês:53939
Total:378501

Conectados simultaneamente

1
Online

20-09-21

Parceiros

Go to top