ptzh-CNenfritjakoruesvi

Items filtered by date: Quinta, 11 Março 2021

Saiba a origem dessa teoria nascida no Japão e as características da personalidade de cada um dos tipos sanguíneos.

É possível analisar o temperamento das pessoas pelo seu tipo sanguíneo? O autor garante que sim e até hoje essa prática perdura.

Tudo começou com a publicação de um livro, de autoria do professor Takeji Furukawa, da então universidade, que hoje é a Ochanomizu, em Tóquio.

A teoria intitulada Pesquisa dos Temperamentos Relacionados aos Tipos Sanguíneos foi lançada em 1927. Depois se transformou em livro e após várias publicações nas mídias isso se tornou referência. Faz parte da cultura do Japão.

Tipos sanguíneos

É sabido que grande grupo dos tipos sanguíneos é composto de 4: A, AB, B e O.

No Japão 38% tem o tipo A, ao contrário do Brasil onde a maioria é O.

Caso ainda não saiba seu tipo a recomendação é fazer doação de sangue em um dos postos, inclusive ambulantes, da Cruz Vermelha do Japão. O resultado sai na hora.

 

Tipo A

 

Uma das características forte é a gentileza e a atenção para com a outra, mesmo que ignore a sua opinião. É uma pessoa honesta, considerada “certinha” pois não consegue fazer coisas erradas.

É um tipo que age com forte razão e funciona, portanto, é improvável que se solte ao ponto de extrapolar.

Em relação à limpeza do ambiente é exigente e também é higiênica. Outra característica forte é a perseverança, então, tudo o que começa leva até o fim.

Por outro lado, um de seus pontos fracos pode ser a teimosia. E, como é perseverante, pode explodir repentinamente causando espanto nas outras pessoas.

Outro aspecto é a introspecção. Apesar de parecer sociável, tem seu lado escuro. Muitas vezes prefere passar um fim de semana longe de todos no seu cantinho, em casa. Isso ocorre quando não quer falar com ninguém.

Por ser prudente demais pode perder oportunidades de trabalho e se prejudicar no amor.

Muitas vezes esse amor pode ser pesado para o companheiro ou companheira.

Outro aspecto é que o romance para essas pessoas significa casamento, enquanto que para o outro lado, nem sempre. Por outro lado, quem se casar com uma pessoa do tipo A não terá traição, pois é muito fiel.

Como aprecia demais a família, valoriza o casamento.

Melhores profissões: funcionário público, professor, escritório, auxiliar administrativo, etc.

 

Tipo AB

 

É composto de um grupo pequeno no Japão, com apenas 9% da população. É uma pessoa tranquila e, se deixar, adora dormir. Também não gosta de coisas difíceis e, se puder, nos dias de folga prefere ficar na cama.

Apesar disso é uma pessoa curiosa e falante, alta tensão, e se não receber um corte não para. O que para ela é normal para os outros não é. Por exemplo, quando precisa baixar a tensão, eleva. E o contrário também. Chega a ser barulhenta aos ouvidos alheios.

Como é muito centrada em si, não consegue ouvir a opinião das outras ao redor e perde o foco com facilidade, mudando de assunto de uma hora para outra. Mas tem aspectos de genialidade e criatividade, além da intuição bem desenvolvida.

Por outro lado, faz bem o papel de divertir todo mundo e detesta brigas ou confusões.

Em relação ao amor, se entrega para quem gosta, mas quando não gosta é gelada. Se pressionada, foge. Se sentir atração corre atrás. Não gosta de relacionamentos melados.

Antes de se envolver com a pessoa amada é cautelosa. Mas depois, se entrega e confia.  

Melhores profissões: relacionadas à beleza, ilustração, apresentador, etc.

 

Tipo B

 

Em geral as do tipo B são dotadas de um charme extraordinário e com poder de atrair as pessoas. Fazem parte do universo de 22% da população. Não costumam se ater a detalhes e não ligam para pequenices. A pessoa do tipo B quer se destacar de qualquer mais do que ninguém. Não gosta de trabalhar em equipe, mas tem resiliência e é muito curioso.

Tem um lado meio nerd e, por isso, quando gosta de algo a tendência é de se viciar. É muito centrado em si e enjoa com facilidade das coisas.

Seu temperamento é de fazer as coisas no seu tempo e são desleixadas em relação ao cumprimento dos horários. Antes de falar com a pessoa do tipo B é preciso verificar se não está de mau humor ou zangada. Se estiver e falar, vai deixá-la enfurecida.

Em geral é muito gentil com a pessoa amada, mas fria com as demais. Com não tem interesse acha que não há necessidade de dar atenção.

Mesmo que perceba que a pessoa não tem interesse, não se incomoda e continua no ataque. O bom desse tipo é que mesmo que leve um fora, não fica pra baixo. Logo sai em busca de outro amor.

É um tipo que se descuidar sai com outras pessoas durante o namoro ou casamento.

Profissões interessantes: poeta, pintor, desenhista, entretenimento, artista, etc.

 

Tipo O

 

Apesar de não ser maioria no Japão, com 31%, é no mundo. Uma das características positivas fortes é ser aberta e receptiva. Também é sociável e não é de se importar com pequenices. Não costuma ficar com raiva, mas quando isso acontece saia de perto.

É alegre mas por outro lado costuma falar mal das outras, por isso, se mete em confusão.

Gosta de pessoas gentis e não tem vontade de se relacionar com as de temperamento muito forte. Nos dias de folga prefere ficar em casa.

Tem carisma, mas gosta de ser elogiada e tem um lado mimado ou que gosta de afagos.

Apesar de ser amável tem um lado frio que pode assustar. Como gosta do toque, às vezes pode acabar em briga.

No amor deixa aflorar a paternidade ou a maternidade, por isso, é preciso se cuidar para que a relação não fique como de pai/mãe com filho. Mas, como zela pela família a tendência é de valorizar o casamento. Por isso, há casamentos muito felizes.

No namoro ou casamento gosta de sair com outros casais, em clima de alegria.

As melhores profissões são as de artista, político, advogado, etc.

Lembre-se que não há nada de científico, porém é uma curiosidade ou teoria que nasceu no Japão.

Se gostou da matéria compartilhe com seus amigos!

 

Fontes: Ci.Nii, JPN Culture e Spicomi

Published in Japão

Homenagear a mãe com cravos é uma tradição no Japão. Saiba a origem e como se tornou tradição.

Quando chega esta época, a cidade de Nishio (Aichi), considerada a capital dos cravos, colhe e expede pelo menos 25 milhões dessas flores perfumadas. Toda essa quantidade vai para as floriculturas de todo o país. Apenas 48 produtores se empenham no cultivo para oferecer os mais bonitos para as mamães do Japão.

Mas, por que oferecer e homenagear a mãe com cravos?

A história começa lá atrás. A mãe de uma menina chamada Anna Jervis, dos Estados Unidos, morreu em 9 de maio de 1905. Três anos depois, em 10 de maio de 1908, Anna Jervis decorou o altar de cravos brancos para lembrar a falecida mãe, em uma igreja da Filadélfia. Distribuiu uma flor para cada um dos participantes da cerimônia.

O cravo era a flor preferida de sua mãe.

Por conta dessa atitude, institui-se o Dia das Mães no segundo domingo de maio. Essa data comemorativa foi estendida para vários outros países, incluindo o Brasil e o Japão.

Originalmente, diz-se que cravo é uma flor que floresceu das lágrimas que a Virgem Maria derramou sobre Cristo crucificado.

Cravos: costume à tradição

Assim, no Japão, na data comemorativa à mãe passou-se a oferecer essas flores. No entanto, era preciso distinguir a mãe viva daquela já partiu.

Então, os cravos vermelhos passaram a homenagear as mães vivas. E as crianças que perderam suas mães oferecem um cravo branco no altar ou no túmulo.

Com a diversidade de cores das perfumados flores tornou-se uma tradição entregar um buquê, um arranjo ou ou uma única flor para a mãe. Cravos rosa, coral, vermelho, amarelo ou outras cores simbolizam o amor materno.

As floriculturas só recomendam evitar de presentear a mãe com os brancos por causa do seu simbolismo, da homenagem póstuma.

Que tal expressar o seu amor entregando um belo arranjo de carnations (カーネション) para sua mãe ?

Fontes:  Belle Maison

Published in Japão

Nota de esclarecimento pública

Website gratuito, não cobrança os nossos leitores ou visitantes, o único objetivo e a divulgação da informação e notícias reais, todos os créditos são de suas respectivas fontes e autores.

Em conformidade com as Leis:

Em conformidade com Artigo 46, I da Lei 9610/98 Brasil - Artigo 46, I da Lei 9610/98 e Lei nº 5.250 de 9 de fevereiro de 1967 - Lei 2083/53 | Lei nº 2.083 de 12 de novembro de 1953.

Para maiores informações e suporte jurídico consulte nosso advogado colaborador: Raphael Guilherme da Silva - OAB/SP Sob o Nº 316.914.

Caso discorde de algum artigo removeremos o mesmo de imediatamente e nós desculpamos de forma publica mediante uma retratação conforme a Lei se assim for solicitado.

Desde já muito obrigado.

Este portal de notícias e uma iniciativa de um Grupo de colaboradores voluntários sobre registro no Japão -目標新聞 (コネクション・ジャパン). - connectionjapan.com .

E é mantido pelos seus voluntários e colaboradores a fim de permitir que a colônia de Brasileiros possa ter acesso a essas informações de forma gratuita e a todos os demais visitantes que assim desejarem acessa nosso website.

Algumas observações na Lei n.º 9.610/98.

Uso de obra autoral para fins de estudo ou crítica;

Uso de obra autoral para exposição de um produto (por exemplo: uma loja de porta-retratos que expõe um porta-retrato contendo uma foto);

Uso de obra autoral para fim privado (se você compartihar com alguém, já não é mais uso privado!);

E outras previstas na Lei n.º 9.610/98.

« March 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
1 2 3 4 5 6 7
8 9 10 11 12 13 14
15 16 17 18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28
29 30 31        

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Advertising area




Contador de visitas

0.png3.png7.png8.png4.png9.png6.png
Hoje:361
Ontem:516
Últimos 7 dias:361
Mês:53934
Total:378496

Conectados simultaneamente

1
Online

20-09-21

Parceiros

Go to top