ptzh-CNenfritjakoruesvi
Crimes

Crimes (4)

Dez japoneses são extraditados e presos no Japão por fraude

10 membros de um grupo de fraudadores japoneses são extraditados e presos no Japão.

Em novembro de 2019, 36 japoneses membros de um grupo de fraudes por telefone nas Filipinas foram presos. 18 deles foram extraditados ao Japão em fevereiro de 2020, e a maioria foram sentenciados à prisão.

Nesta quinta-feira (15), 10 desses membros foram extraditados e presos pela Polícia Metropolitana de Tóquio. O grupo, liderado por Ken Omata, 27, endereço e emprego desconhecidos, chegaram ao Aeroporto de Narita por volta das 15h30, e foram levados à delegacia após terem feito o teste para coronavírus.

Segundo a polícia, eles ligaram das Filipinas para uma mulher idosa que vive no Japão se passando por policiais, e um membro da grupo que estava no Japão recebeu ilegalmente 5 cartões de banco dela.

Os 10 japoneses seriam extraditados no ano passado, mas, devido à pandemia, eles não poderiam vir ao Japão e foram detidos em uma instalação do escritório de imigração por 1 ano e 8 meses.

Segundo a polícia, 8 japoneses restantes nas Filipinas serão extraditados brevemente.

Fonte: NHK

Ameaças de explosão em várias universidades do Japão

O nome de domínio do remetente era de uma sequência de caracteres indicando se opor às Olimpíadas de Tóquio.

O comunicado informando “uma bomba-relógio foi colocada na universidade” foi enviado para a Universidade de Nagoia e à muitas outras do país.

O e-mail foi enviado na noite de terça-feira (25), incluindo para outras como a Universidade de Mie e a de Gifu. Para a Universidade de Yamanashi chegou na noite anterior, segunda-feira, enquanto para a de Toyama foi na tarde de terça-feira.

O conteúdo de todos eles é de ameaça de explosão na quinta-feira (27). Assim mesmo, a Universidade de Nagoia informou que não suspendeu as aulas, justificando que “não é uma ameaça limitada a uma instituição específica”.

Mas, as de Mie e Gifu suspenderam as aulas de quinta-feira e proibiram a entrada nos respectivos campus.

A Universidade de Yamanashi informou que na verificação do domínio constatou “uma sequência de caracteres que indica oposição às Olimpíadas de Tóquio”.

Várias universidades do país, de Kanto, Shizuoka e outras receberam a mesma ameaça.

Fontes: Nagoya TV, Sankei, NNN e Chiba Nippo

Coreia do Norte lançou vários mísseis de curto alcance

Foi o que divulgaram os principais jornais norte-americanos, como a primeira ação norte-coreana depois que Biden assumiu a presidência.

A imprensa americana informou na terça-feira (23), horário local, que a Coreia do Norte lançou vários mísseis de curto alcance no último final de semana.

É a primeira vez que se confirma esse tipo de ação depois que Joe Biden assumiu a presidência dos EUA.

A Coreia do Norte expressou insatisfação com os exercícios militares conjuntos conduzidos pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul a partir de 8 deste mês.

O governo Biden está revisando a política norte-coreana, mas o lançamento de mísseis pode aumentar as tensões.

Esses lançamentos não estão sujeitos às sanções da resolução do Conselho de Segurança da ONU, informaram os noticiários.

Fontes: NHK e FNN

Lei juvenil sofrerá mudanças para punir jovens de 18 e 19 anos

Governo anuncia que pretende mudar a lei juvenil para punir jovens entre 18 e 19 anos como "adultos".

Durante reunião de gabinete desta sexta-feira (19), os membros do Partido Liberal Democrata decidiram mudar a lei juvenil (shonen-ho) e reduzir a maioridade para 18 anos.

Os jovens de 18 e 19 anos continuarão a ser protegidos pela lei juvenil, mas terão uma classificação especial, de “jovens específicos” (tokutei shonen). A lei continuará a manter o Tribunal da Família como responsável pelos incidentes criminais de juvenis. Entretanto, a mudança aumentará a quantidade de incidentes que serão encarregados à promotoria.

Os casos que podem ser enviados à promotoria incluem assassinatos ou homicídios dolosos, roubos, incêndios, estupros, entre outros. Nesse caso, os jovens serão julgados da mesma forma de que adultos, podendo ter os seus nomes, fotos e informações pessoais divulgados.

Após o pedido formal ao parlamento, o Ministério da Justiça efetuará novas provisões para tratar os pessoas entre 18 e 19 anos como “jovens específicos”.

Fonte: NHK

« July 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Contador de visitas

0.png1.png5.png8.png5.png4.png5.png
Hoje:1903
Ontem:5790
Últimos 7 dias:18807
Mês:131202
Total:158545

Conectados simultaneamente

77
Online

29-07-21

Parceiros

Go to top