ptzh-CNenfritjakoruesvi

Dez japoneses são extraditados e presos no Japão por fraude

10 membros de um grupo de fraudadores japoneses são extraditados e presos no Japão.

Em novembro de 2019, 36 japoneses membros de um grupo de fraudes por telefone nas Filipinas foram presos. 18 deles foram extraditados ao Japão em fevereiro de 2020, e a maioria foram sentenciados à prisão.

Nesta quinta-feira (15), 10 desses membros foram extraditados e presos pela Polícia Metropolitana de Tóquio. O grupo, liderado por Ken Omata, 27, endereço e emprego desconhecidos, chegaram ao Aeroporto de Narita por volta das 15h30, e foram levados à delegacia após terem feito o teste para coronavírus.

Segundo a polícia, eles ligaram das Filipinas para uma mulher idosa que vive no Japão se passando por policiais, e um membro da grupo que estava no Japão recebeu ilegalmente 5 cartões de banco dela.

Os 10 japoneses seriam extraditados no ano passado, mas, devido à pandemia, eles não poderiam vir ao Japão e foram detidos em uma instalação do escritório de imigração por 1 ano e 8 meses.

Segundo a polícia, 8 japoneses restantes nas Filipinas serão extraditados brevemente.

Fonte: NHK

Amazon fecha 340 lojas online de companhia chinesa

Lojas operadas pela Shenzhen Youkeshu Technology foram fechadas por alegada violação de regras da Amazon.

A Amazon fechou 340 lojas online operadas por uma das maiores varejistas chinesas da plataforma no primeiro semestre deste ano, enquanto a gigante do e-commerce dos EUA intensifica sua repressão contra reviews pagos e outras violações.

A ação foi tomada contra lojas operadas pela Shenzhen Youkeshu Technology Co. por alegada violação de regras da Amazon, sem fornecer quaisquer detalhes, de acordo com um arquivo da matriz Tiza Information Corp.

As lojas afetadas, as operações as quais a Amazon proibiu ou congelou, formaram 30% da presença varejista total da Youkeshu na plataforma, de acordo com a Tiza.

Ela disse que mais de 130 milhões de yuans ($20.08 milhões) dos fundos da Youkeshu foram congelados e estimou que suas vendas no primeiro semestre deste ano devem ser reduzidas em 40 a 60 por cento.

A Tiza disse em seu arquivo que “regras em plataformas de e-commerce têm sido endurecidas, visto que violação de direitos e manipulação de reviews continuaram a aumentar”.

O caso da Youkeshu marca o mais recente golpe à comunidade “Made in China, vendida na Amazon”, incluindo varejistas da China continental que debandaram para a plataforma dos EUA em uma tentativa de alcançar clientes internacionais.

Enquanto a Youkeshu também operem lojas em outros sites incluindo eBay, Wish e Aliexpress, a companhia afiou seu foco na Amazon no ano passado com “um estoque estratégico” para a plataforma, disse a Tiza.

Fonte: China Morning Post

Monte Fuji: temporada para escalada depois de 2 anos

Depois de 2 anos sem abertura da rota, este ano as pessoas poderão escalar o monte mais famoso do Japão.

Na quarta-feira (23) o governo da província de Yamanashi informou que fará abertura da temporada para escalar o Monte Fuji, em 1.º de julho, depois de 2 anos.

Foi conduzida uma pesquisa de segurança da trilha de Yoshida, em ação conjunta com os funcionários da província de Yamanashi e do ENV-Ministério do Meio Ambiente. Confirmaram que é possível chegar ao cume. 

No ano passado, todas as quatro trilhas, incluindo as do lado da província de Shizuoka, foram fechadas devido à epidemia do novo coronavírus. Então, é a primeira temporada em 2 anos, neste verão.   

Os escaladores serão obrigados a apresentar uma folha de verificação de 7 itens, sobre sua saúde, na 5.ª estação. Além disso, as cabanas da montanha introduzirão um sistema de reservas para evitar aglomerações.

Em relação às três trilhas do lado de Shizuoka, o governo local está se ajustando com a meta de abertura em 10 de julho.

Fontes: ANN e Yomiuri

Hamamatsu: maior temperatura do país na terça-feira

Como se fosse um dia de pico de calor do verão, uma grande área do país teve registros de mais de 30 graus Celsius. Veja uma dica para saúde!

A onda de calor foi observada em ampla área, de Kyushu a Tokai, na terça-feira (8).

Segundo a AMJ-Agência de Meteorologia do Japão a maior temperatura do país foi observada em Hamamatsu (Shizuoka), na tarde de terça-feira. O marco foi de 34,3ºC.

Nas províncias de Kyushu, como Oita, Fukuoka, Yamaguchi e Kumamoto, foram constatadas temperaturas na faixa dos 33 aos 34 graus Celsius.

Tajimi (Gifu) e Kuwana (Mie) também entraram no ranking, em 6.º e 7.º lugares, com 33,5 e 33,4ºC. Em Toyota (Aichi) os termômetros marcaram 33,2ºC, ficando em 10.º lugar.

Às 13h o calor chegou ao pico em Nagoia, com 32,4ºC. Deu um salto de menos de 25 graus de manhã para a faixa dos 32.

Quando a alta temperatura se prolonga durante o dia e a noite, há elevado risco de hipertermia, por isso, requer cuidado.

Há previsão de que o calor continue na quarta-feira (9), de Kyushu a Kanto.

A dica é procurar fazer um exercício físico leve para acostumar o corpo a transpirar. O suor ajuda a regular a temperatura interna, por isso é importante.

Fonte: ANN 

Web sites temporariamente indisponíveis na terça-feira

No começo da noite de terça-feira muitos web sites dos EUA e Japão tiveram queda.

As páginas web das agências governamentais japonesas e do exterior, dos principais meios de comunicação e das compras online ficaram temporariamente indisponíveis por volta das 19h de terça-feira (8).

Foram do governo britânico, do Comitê Olímpico Internacional (COI), bem como dos ministérios japoneses.

Em relação à mídia, além das grandes empresas estrangeiras como New York Times, CNN, BBC, Guardian, Financial Times e Le Monde da França, tornou-se temporariamente impossível conectar-se aos sites do Yomiuri Shimbun, Nikkei Shimbun, ABEMA e outros do Japão.

Ainda, Amazon, Rakuten e Mercari também tiveram problemas, pois as pessoas não conseguiam abrir as respectivas páginas.

Segundo a empresa Fastly, provedora americana de serviços de computação nas nuvens, não foi um ataque cibernético a causa da queda por volta das 19h no Japão.

Aproximadamente duas horas e meia depois, declarou “confirmamos a recuperação de todos os serviços e resolvemos o problema”. O New York Times teria se recuperado rapidamente ao mudar para outro serviço de distribuição.

A falha ocorrida desta vez está relacionada a um problema técnico causado pela configuração do serviço.

A Fastly desenvolve um serviço para exibição de conteúdo no site em alta velocidade em todo o mundo, e é frequentemente usada por grandes empresas de mídia.

Fontes: News Digest, Asahi e NHK

Linha de trem - bala do Tibete é tão alta que passageiros precisam de oxigênio extra

Cerca de 90% da rota, que levou 6 anos para ser construída, fica a 3 mil metros acima do nível do mar. Veja o vídeo.

Pela primeira vez, viajantes no Tibete podem desfrutar das vistas montanhosas da área a alta velocidade.

Uma linha ferroviária de 435Km que conecta a capital Lhasa do Tibete com a cidade de Nyingchi entrou em serviço no dia 25 de junho, oferecendo às 31 regiões de nível provincial da China continental acesso a viagem de trem de alta velocidade.

47 túneis, 121 pontes

Construir uma ferrovia de alta velocidade no Tibete, apelidado de “telhado do mundo” não foi tarefa fácil.

Cerca de 90% da rota, que levou 6 anos para ser construída, fica a 3 mil metros acima do nível do mar.

A linha Lhasa-Nyincghi inclui 47 túneis e 121 pontes – os quais contam por 75% da rota inteira. Isso inclui a ponte ferroviária Zangmu de 525 metros de comprimento, a maior e mais alta ponte em arco de seu tipo no mundo.

Cerca de $5,6 bilhões foram gastos para construir a linha, que é servida pela série Fuxing de trens elétricos de alta velocidade desenvolvidos e operados pelo Grupo Estatal Ferroviário da China.

Viajando a altas altitudes, os trens Fuxing são equipados com sistemas automáticos de fornecimento de oxigênio, que mantêm os níveis a constantes 23,6% – ligeiramente mais altos do que a média de 21% encontrada em atmosferas normais.

As janelas dos trens são equipadas com uma camada especial de vidro designada para suportar os altos níveis de raios ultravioleta da região.

Eles operam a cerca de 160Km/h – mais lentos do que as velocidades máximas de 350Km/h que os viajantes têm em outras linhas da China.

Com a abertura da linha Lhasa-Nyingchi no Tibete, todas as 31 províncias na China continental agora são cobertas por ferrovias de alta velocidade.

Fonte: CNN Travel

Feriados de verão merecem atenção

Tanto em julho quanto em agosto têm feriados que foram antecipados.

As Olimpíadas e Paralimpíadas 2020 foram transferidas para o verão deste ano, com data de início marcada para 23 de julho.

Assim, quem comprou calendário ou agenda, ambos impressos, pode ver que está diferente do digital do smartphone.

O feriado do Dia do Mar seria em 19, segunda-feira, mas foi transferido para 22, quinta-feira.

O Dia do Esporte foi antecipado de 11 de outubro para 23 de julho, sexta-feira, para a abertura dos Jogos Olímpicos Tokyo 2020.

Como os Jogos Olímpicos terminam em 8 de agosto, o feriado do Dia da Montanha, dia 11, foi antecipado para essa data. Assim, 9, segunda-feira passa a ser data vermelha, compensando o domingo.

A mudança dos feriados ocorreu através de uma medida especial apenas para este ano, decidida pela revisão da Lei de Medidas Especiais dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tokyo 2020. O objetivo é reduzir o congestionamento durante as Olimpíadas e Paraolimpíadas, para que os atletas possam se mover paralelamente com os cidadãos.

Fonte: Asahi

Brasileiro morre ao ser prensado por rolos de papel durante trabalho

Brasileiro morre ao ser prensado entre rolos de papel na fábrica onde trabalhava em Shizuoka.

Por volta das 16h30 de quarta-feira (30), um brasileiro, de 65 anos, funcionários haken, morreu ao ser prensado por rolos de papel na fábrica onde trabalhava.

O acidente aconteceu na fábrica da Ide Paper Converting, em Fuji (Shizuoka), em máquina que descarrega pedaços de papel. A morte dele foi confirmada no hospital.

Segundo a Delegacia de Fuji, a cabeça dele ficou presa entre os rolos. Ele conseguiu retirar sua cabeça e sair do local, mas não resistiu aos ferimentos.

A delegacia investiga o caso sob a possibilidade de acidente no trabalho.

Fonte: Shizuoka Shimbum

Trilha Yoshida do Monte Fuji é aberta

Nesta quinta-feira (1º) somente algumas pessoas foram vistas subindo a trilha Yoshida, visto que chuva pesada caiu em ampla área do Japão.

O Monte Fuji reabriu nesta quinta-feira (1º) para a temporada de verão após ficar fechado no ano passado devido à pandemia de coronavírus.

Com medidas anti-infecção em curso, a mais popular das 4 rotas até o topo da montanha de 3.776 metros, a Yoshida no lado da província de Yamanashi, foi aberta.

A província de Shizuoka, que administra as outras três rotas restantes, disse que planeja abri-las em 10 de julho. A montanha estará acessível para os visitantes até 10 de setembro.

Como parte dos esforços para reduzir o risco de infecções, os visitantes são solicitados a preencherem fichas de condição de saúde e verificarem suas temperaturas antes de subirem a montanha, de acordo com a província de Yamanashi.

A Fuji Subaru Line, uma estrada que leva até metade do caminho até a montanha que fica aberta 24 horas em anos normais, reduziu suas horas de operação das 3h às 18h para diminuir o número de montanhistas que tentam fazer subidas rápidas durante a madrugada.

Nesta quinta-feira, somente algumas pessoas foram vistas subindo a rota Yoshida, visto que chuva pesada caiu em ampla área do Japão.

No ano passado, ambas as províncias fecharam todas as 4 rotas em meio à pandemia de coronavírus pela primeira vez desde 1960.

Fonte: News and Culture

Abertura da praia adiada por causa do tubarão

Uma cidade praiana resolveu adiar a abertura da temporada. Fica entre as províncias de Hiroshima e Fukuoka.

De acordo com as informações da prefeitura de Hofu (Yamaguchi), um veranista percebeu que havia um tubarão de 1,2 metro nadando a cerca de 10 metros da costa. 

O homem foi se banhar, vindo da cidade vizinha de Shunan, por volta das 10h30 de domingo (27). Ele gravou um vídeo e o encaminhou à prefeitura.

O visto por ele tem uma cabeça com formato característico, chamado como tubarão-martelo. 

No mesmo dia a prefeitura enviou funcionários para avisar do risco do tubarão. No dia seguinte instalou placas “proibido nadar” em 10 pontos da praia.

A prefeitura iria fazer a abertura oficial da temporada nessa praia, no primeiro final de semana de julho, mas por causa dele, resolveu adiar por duas semanas.

Fontes: Chugoku Shimbun e ANN

« July 2021 »
Mon Tue Wed Thu Fri Sat Sun
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31  

FreeCurrencyRates.com

Visitantes online

Contador de visitas

0.png1.png5.png7.png0.png4.png2.png
Hoje:400
Ontem:5790
Últimos 7 dias:17304
Mês:129699
Total:157042

Conectados simultaneamente

24
Online

29-07-21

Parceiros

Go to top