Iraniano lutador de MMA quer se tornar o melhor peso pesado do mundo

Amir Aliakbari fez a sua estreia no MMA no evento Full Metal Dojo 7, realizado em 2015 na Tailândia. ( Créditos | Cortesia : ( C ) Full Metal Dojo | David Ash | @RIZINFF | ONE Championship ).

Amir Aliakbari, de 32 anos, é o primeiro atleta iraniano de classe mundial a seguir uma carreira nas artes marciais mistas. Antes de estrear no MMA, o ‘Sheik de Ferro’ – apelido pelo qual é conhecido – brilhou na luta greco-romana.

Em 2007-2008, ele competiu na Premier Wrestling League iranian  – uma liga profissional de Wrestling no Irã – e apesar de ser suspenso durante os Jogos Olímpicos de 2012 ( após ser pego em um teste ‘anti-doping’ ), ainda tornou-se um bicampeão mundial de Wrestling em 2013. No entanto, em dezembro daquele mesmo ano, foi banido para sempre da modalidade pela FILA, após uma segunda suspensão por ‘doping’ e tendo sido destituído da sua medalha de ouro.

Aliakbari fez sua estreia profissional no MMA em outubro de 2015, derrotando Hyung Chul-Lee por “TKO” no primeiro round de sua luta no evento Full Metal Dojo, realizado na Tailândia. Na época, sua carreira era gerenciada pelo empresário Mishal Abul, um investidor da Paradigm Sports Management, com quem havia assinado um ano antes.

Na sequência, ele lutou nas promoções Real Fighting Globe, Rizin Fighting Federation e ACB ( que posteriormente se tornaria ACA ), acumulando um ‘recorde’ no MMA de 10-01-0. Entre os seus adversários, destacamos as “estrelas” Heath Herring e Gerônimo “Mondragon” dos Santos. Seu único algoz até hoje foi o lendário Mirko “Cro Cop” Filipović.

Aliakbari havia assinado para lutar pelo UFC no ano passado, mas o seu contrato foi cancelado devido às atuais sanções dos EUA contra o Irã.

Agora, o lutador Persa que passou grande parte de sua carreira treinando e competindo na Ásia ( ele já lutou sete vezes no Japão ), parece destinado a passar mais tempo lutando naquele continente. Pois de acordo com o anuncio feito em 3 de agosto de 2020, ele assinou com o ONE Championship.

O iraniano é classificado como um dos melhores candidatos à peso pesado do mundo e, inclusive, já prometeu aposentar Brandon Vera, um veterano do UFC e atual detentor do título de campeão dos pesos pesados do ONE Championship.

-“Tudo o que sei na vida é ganhar ouro. É por isso que estou indo para o ONE, que me lembra os Jogos Olímpicos, é um espetáculo. Tive algumas ofertas de diferentes promoções, mas tenho alguns amigos que lutaram lá e eles me deram ótimas recomendações, principalmente sobre a forma como foram tratados. A Ásia tem os melhores fãs do mundo, e eles são muito respeitosos com os atletas e com o esporte.”-declarou o atleta, revelando as razões que o levaram à assinar com o ONE.

Em seguida, o iraniano mandou um recado para o atual campeão dos pesados da franquia :

-“Brandon Vera é um grande campeão que já existe há muito tempo, mas estou em um nível diferente. Depois que ele lutar comigo, vou deixar ele com dúvidas se ele quer lutar novamente. Nada desrespeitoso, mas só acredito que sou o melhor. Eu sou de uma raça diferente. Acredito que sou o melhor peso pesado do mundo na atualidade e vou provar isso.”-disse Amir, em recente entrevista concedida à ESPN.

O ONE Championship assinou com quatro lutadores iranianos apenas na primeira semana de agosto. Os promotores já falam em “uma invasão iraniana” e a mídia especializada questiona até onde esses atletas irão no ONE ?

Mas é fato – e todos concordam – que Amir é um lutador condecorado e apto à realizar as suas ambições.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 10/08/2020  

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments