ONE: “No Surrender” marca o retorno das competições de Muay Thai, Kickboxing e MMA à Tailândia

Único brasileiro no ‘card’, Fabrício Andrade finaliza em sua estréia no ONE Championship. ( Créditos | Cortesia : ( C ) ONE Championship | Divulgação ).

Após um hiato devido à pandemia, o ONE Championship está retomando os seus negócios aos poucos, e assim, juntando-se novamente à várias das maiores franquias de MMA do mundo, incluindo o UFC, Bellator MMA e Invicta FC. Melhor ainda, a promoção tem montado ‘cards’ de Muay Thai, Kickboxing e MMA que vem deixando os fãs mais do que satisfeitos.

Um bom exemplo foi o seu mais recente evento, o ONE: “No Surrender”, que foi realizado na última sexta-feira, 31 de julho, em Bangkok, na Tailândia, em um local vazio, sem público, mas cujo conteúdo foi transmitido ‘ao vivo’ no YouTube e em outras plataforma de “streaming”.
Além do ONE PH, ONE Sports e ONE One Sports +, o show também marcou o início da parceria do ONE Championship com a Cignal TV – a principal provedora de televisão paga nas Filipinas – e com a TV5 – uma das maiores redes de televisão aberta do país e líder nacional em inovação digital – que permitirão levar a competição à todos os telespectadores filipinos em plataformas de TV paga e de transmissão gratuita.

O acordo permitirá mostrar não apenas os eventos ‘ao vivo’, mas também uma rica biblioteca dos shows anteriores do ONE Championship em mais um passo da missão contínua da companhia em oferecer o melhor conteúdo esportivo a todos os sues telespectadores e assinantes, o que inclui a exibição de atletas filipinos do mais alto nível contra alguns dos melhores lutadores do mundo.

A novidade foi recebida com empolgação pelos atletas escalados para o ‘card’ e, com certeza, foi um incentivo à mais para a alta performance de todos ao longo da programação.

O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) marcou a vitória de Rodtang Jitmuangnon, que manteve o seu título de campeão de Muay Thai na categoria peso mosca diante do desafiante Petchdam Petchyindeeacademy, por decisão majoritária.

Rodtang já defendeu com sucesso o seu cinturão por três vezes desde que ganhou de Jonathan Haggerty em agosto passado. Ele também venceu Walter Gonçalves em sua primeira defesa, antes de derrotar Haggerty em uma revanche.

O “Homem de Ferro” possui um recorde de 263-42-10 em sua carreira. Ele vem de 12 vitórias em suas últimas 13 lutas.

Já o ‘co-main event’ ( ou “evento co-principal” ), mostrou Petchmorakot Petchyindeeacademy defendendo com sucesso o seu título de campeão mundial de Muay Thai do ONE na categoria peso pena com uma vitória por decisão sobre o lendário Yodsanklai Fairtex.

A luta marcou a quarta vitória consecutiva de Petchmorakot, que derrotou Pongsiri PK Saenchaimuaythaigym na disputa pelo título inaugural da categoria dos pesos penas em fevereiro.

Ele melhorou seu recorde na carreira profissional para 162-34-2 com o resultado de sexta-feira.

Já Superbon Banchamek lutou sob as regras do Kickboxing na categoria peso pena e venceu Sitthichai Sitsongpeenong por decisão unânime dos juízes, naquela que foi a sua décima vitória consecutiva desde junho de 2018.
A luta da última sexta-feira também foi a terceira entre Superbon e Sitthichai ( ambos lutaram anteriormente em duas ocasiões em 2016 ).

Também em ação na grande noite, a estrela multi-esportiva Stamp Fairtex – que deixou vago o título de campeã mundial de Kickboxing na categoria peso átomo do ONE conquistado diante de Janet Todd em fevereiro – voltou ao MMA colocando seu recorde perfeito em disputa contra Sunisa Srisen.

Após acumular três “KO’s” nos rounds iniciais em suas últimas lutas, Stamp Fairtex repetiu o feito e venceu sua adversária por nocaute também antes do término do primeiro round.

Único brasileiro no‘card’, Fabrício Andrade foi impressionante em sua estréia no ONE Championship ao finalizar Mark Abelardo com um mata-leão no segundo round. Foi a primeira luta do atleta do Tiger Muay Thai desde maio de 2019.

Por fim, Superlek Kiatmoo9 e Panpayak Jitmuangnon deram continuidade à sua rivalidade com um sétimo confronto de Muay Thai.
Superlek mantinha o placar de 1-4-1 das lutas anteriores e desta feita obteve a vitória por decisão unânime. O resultado marcou a primeira derrota de Panpayak desde fevereiro de 2017.

ONE: “No Surrender”
31 de julho de 2020
Bangcoc, Tailândia

Muay Thai : Rodtang Jitmuangnon (c) venceu Petchdam Petchyindeeacademy por decisão ( peso mosca )
Muay Thai: Petchmorrakot Petchyindeeacademy venceu Yodsanklai Fairtex por decisão ( Defesa do título dos penas )
Kickboxing : Superbon Banchamek venceu Sittichai Sitsongpeenong por decisão
MMA : Stamp Fairtex venceu Sunisa Srisan por nocaute técnico ( socos ) aos 3:59 do primeiro round
MMA : Fabrício Andrade venceu Mark Abelardo por finalização ( mata-leão ) aos 1:11 do segundo round
Muay Thai: Superlek Kiatmoo9 venceu Panpayak Jitmuangnon por decisão

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 01/08/2020

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments