Japão e EUA iniciam parceria para a exploração lunar

O Japão e os Estados Unidos assinaram um documento sexta-feira para a cooperação na exploração lunar liderada pela NASA, com o Japão pretendendo enviar astronautas para a Lua na segunda metade da década de 2020.

Koichi Hagiuda, ministro da Educação, Cultura, Esportes, Ciência e Tecnologia, e James Bridenstine, administrador da Administração Nacional de Aeronáutica e Espaço, assinaram a declaração conjunta de exploração durante uma reunião virtual.

O documento disse que os dois lados pretendem oferecer à tripulação japonesa oportunidades no Gateway, uma pequena nave espacial que orbitará em torno da Lua, bem como na superfície lunar. O Gateway será equipado com alojamentos para astronautas, um laboratório de pesquisa e portos para a nave espacial visitante

“Demos um grande primeiro passo para ter o primeiro pouso japonês na superfície lunar”, disse Hagiuda em entrevista coletiva.

Os dois lados discutirão detalhes como o número de astronautas japoneses e suas atividades na superfície lunar, disseram autoridades do ministério.

O documento descreve a cooperação planejada para o programa Artemis da NASA, incluindo contribuições japonesas para o Gateway e a exploração da superfície lunar, informou a NASA em comunicado.

Através do programa Artemis, a NASA planeja pousar a primeira mulher e o próximo homem na Lua até 2024 e estabelecer exploração sustentável da superfície lunar com seus parceiros comerciais e internacionais até 2028.

O Japão planeja fornecer equipamentos, como componentes de energia, para o módulo Posto de Habitação e Logística da Gateway até 2022, de acordo com o documento.

O Japão também planeja fornecer componentes para suporte à vida e controle ambiental, bem como bombas de controle térmico para o Módulo Internacional de Habitação da Gateway, que será entregue à NASA pela Agência Espacial Europeia em 2025 para lançamento.

Fonte: Mainichi // Créditos da imagem: Kyodo

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments