Agência meteorológica do Japão prevê chuvas com mais de 300 mm em Kyushu

A Agência Meteorológica do Japão (JMA) alerta para chuvas localizadas do oeste para o nordeste do Japão até 11 de julho devido a uma frente sazonal ativa de chuva que desestabilizou o clima em todo o país.

A agência alertou que fortes chuvas podem continuar a cair no Japão a partir de 12 de julho e está pedindo vigilância contínua contra deslizamentos de terra e inundações nos rios.

Na cidade de Hitoyoshi, na província de Kumamoto, no sudoeste do Japão, foi confirmada mais uma morte por chuvas torrenciais que caíram na região. Relatórios dizem que o número de mortos por chuvas na região de Kyushu atingiu 63.

Em Kyushu, entre os dias 9 e 10 de julho, foram registradas chuvas extremamente pesadas, que atingiam 30 milímetros por hora, em alguns lugares, causando desconforto entre os moradores de áreas que já haviam sido atingidas por inundações e deslizamentos de terra.

Segundo a JMA, a precipitação de uma hora em 10 de julho atingiu 52 milímetros na cidade de Minamiosumi, na província de Kagoshima; 50 milímetros na cidade de Nishinoomote, na província de Tanegashima. A cidade de Tsushima, na província de Nagasaki, registrou 62,5 milímetros de chuva em uma hora.

A frente de chuva deveria se mover lentamente para o sul e pairar sobre o Estreito de Tsushima entre a Coréia do Sul e o Japão até 12 de julho.

Durante o período de 24 horas até 11 de julho, eram esperados até 300 milímetros de chuva na região norte de Kyushu; 250 milímetros na região de Shikoku, no oeste do Japão; 150 milímetros no sul de Kyushu e na região de Tokai no centro do Japão; 120 milímetros na região de Kanto-Koshin, no leste e no centro do Japão, bem como na região de Chugoku, no oeste do Japão; 100 milímetros na região de Hokuriku, na costa do Mar do Japão, no centro do Japão; e 80 milímetros na região nordeste de Tohoku e na região oeste de Kinki.

Fonte: Mainichi // Créditos da imagem: Mainichi

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments