Número de mortos na Índia ultrapassa 20.000, sistema de saúde em estado crítico

O número de mortes por vírus na Índia ultrapassou 20.000 na terça-feira e, com mais de 719.500 casos confirmados, o país ultrapassou a Rússia e se tornou o terceiro mais atingido, depois dos Estados Unidos e do Brasil.

Autoridades disseram que a Índia registrou 22.252 novos casos e 467 mortes nas últimas 24 horas. O país está agora com uma média de 450 mortes por dia, o dobro do que estava vendo na primeira semana de junho.

O Ministério da Saúde e Bem-Estar Familiar disse que o número médio de casos positivos em Nova Délhi, capital da Índia, aumentou de 5.481 para 18.766 em cerca de um mês. A situação em Nova Délhi e Mumbai continua particularmente grave, pois os hospitais estatais estão repletos de doentes.

A Índia é um dos muitos países em desenvolvimento onde os líderes sentem que a situação econômica significa que eles não têm escolha a não ser priorizar a reabertura, apesar do aumento de infecções. Mas seu sistema de saúde pública está severamente sobrecarregado, e especialistas acreditam que ele pode chegar a um ponto de ruptura, já que o governo do primeiro-ministro Narendra Modi continua a facilitar um bloqueio nacional.

Vasudev Venugopal, especialista em saúde na cidade de Chennai, no sul da Índia, disse que o número crescente de casos se deve principalmente à disseminação da infecção em áreas densamente povoadas das principais cidades, com mercados lotados e quase sem distanciamento social. A Índia tem quase 720.000 casos no total, de acordo com um banco de dados do New York Times.

“Quanto mais o vírus viaja para estados populosos, maior o número de casos”, disse Venugopal. “O pior, ao que parece, ainda está por vir.”

Fonte: The NY Times // Créditos: Adnan Abidi / Reuters

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments