Fugitivo em Osaka é capturado e condenado a 17 anos de prisão

Um homem que fugiu de uma delegacia na província de Osaka e ficou solto por 49 dias em 2018 foi sentenciado na sexta-feira a 17 anos de prisão por estupro, roubo e outros delitos.

Junya Hida, 32, acusado de várias ofensas repetidas, havia sido colocado em uma lista de procurados em todo o país depois que ele fugiu de uma sala onde se encontrou com seu advogado na noite de 12 de agosto de 2018.

Após a saída do advogado, Hida escapou da delegacia de Tondabayashi removendo uma divisória dentro da sala de entrevistas, de acordo com a decisão do ramo Sakai do Tribunal Distrital de Osaka.

Hida viajou pelas regiões ocidentais de Shikoku e Chugoku roubando bicicletas e comida pelo caminho. Ele foi preso em 29 de setembro por furtar bolos de arroz em Shunan, na província de Yamaguchi, a cerca de 400 quilômetros a oeste de Osaka.

Hida “causou danos à sociedade, e quebrou o equipamento da delegacia para fugir”, disse o juiz Takehiro Yasunaga ao entregar a decisão.

“Ele cumpriu pena de prisão várias vezes, mas cometeu crimes novamente pouco depois de ser libertado. Ele continua dando desculpas ilógicas e não encarou seriamente suas ações”, acrescentou o juiz.

O advogado de defesa de Hida disse que está considerando apelar da decisão.

Fonte: Mainichi // Créditos da imagem: Kyodo

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments