Chileno suspeito de assassinar mulher japonesa será deportado para a França

O tribunal superior do Chile disse na sexta-feira que um homem suspeito de matar uma estudante japonesa será enviado à França em 23 de julho em resposta a um pedido de extradição dos promotores franceses.

Nicolas Zepeda Contreras, um chileno de 29 anos suspeito de matar Narumi Kurosaki na França em 2016, estará em prisão domiciliar antes de sua partida, em parte como medida de precaução contra a disseminação do novo coronavírus.

O paradeiro de Kurosaki, que era estudante da Universidade de Tsukuba, no Japão, é desconhecido desde que ela jantou com Zepeda e voltou com ele para o dormitório de sua universidade em Besancon, no leste da França, em 4 de dezembro daquele ano. Ela tinha 21 anos na época.

Devido à pandemia de coronavírus, Zepeda precisa ficar em quarentena por duas semanas antes de sua partida para a França, e os promotores chilenos solicitaram que o tribunal o colocasse em prisão domiciliar para esse fim.

Logo depois que Kurosaki desapareceu, Zepeda retornou ao seu país natal, o Chile. O corpo de Kurosaki não foi encontrado e Zepeda negou matá-la.

Fonte: Mainichi

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments