Aplicativo de rastreamento de contatos da Covid-19 atinge 4 milhões de downloads no Japão

O aplicativo de rastreamento de contatos do Japão foi baixado mais de 4 milhões de vezes desde o seu lançamento, há uma semana, quando o governo tenta impedir uma segunda onda de infecções, agora que empresas e escolas reabriram.

O funcionário do Ministério da Saúde, Yasuyuki Sahara, disse que embora não haja número alvo para downloads, “queremos que o maior número possível de pessoas use este aplicativo”.

Aplicativos como esse podem interromper uma epidemia se o uso atingir 60% da população, de acordo com um estudo da Universidade de Oxford.

A tela do smartphone, vista em Yokohama, Japão, mostra uma versão de teste do aplicativo de confirmação de contato COVID-19, ou COCOA, lançado sexta-feira, 19 de junho de 2020, pelo Ministério da Saúde, Trabalho e Bem-Estar. O aviso diz “Não houve contato próximo (com o Covid-19)”. O aplicativo de rastreamento de coronavírus foi projetado para alertar os usuários se eles entrarem em contato com alguém com teste positivo para o coronavírus. Depois de instalado, o aplicativo registra dados via Bluetooth em telefones que ficam próximos por mais de 15 minutos. Créditos: Associated Press

Yuki Furuse, professor da Universidade de Kyoto, disse que há um debate sobre se o uso deve ser tão alto para ser eficaz, mas “quanto mais pessoas usam o aplicativo, mais ele será eficaz para a resposta ao surto”.

O Japão levantou um estado de emergência no final de maio. Ele superou a epidemia melhor do que a maioria dos países desenvolvidos, com quase 18.000 infecções e 969 mortes.

O aplicativo, chamado COCOA (App de Confirmação de Contato), foi desenvolvido pela Microsoft Corp. e está disponível para iPhone e dispositivos da Apple Inc. usando o software Android do Google.

Ele usa sinais Bluetooth para detectar o contato com usuários próximos com duração de 15 minutos ou mais. Se um usuário posteriormente testar positivo para o vírus, seus contatos poderão ser rastreados e notificados através do programa.

Vários países lançaram aplicativos de rastreamento de contatos, incluindo Austrália, Malásia, Grã-Bretanha, Índia, Alemanha e Itália.

Cingapura foi uma das primeiras com seu aplicativo TraceTogether lançado em março, mas as preocupações com a privacidade atrapalharam sua aceitação, levando a uma mudança para dispositivos portáteis.

O novo coronavírus, detectado pela primeira vez na China no final de 2019, já infectou mais de 9,62 milhões de pessoas no mundo e 488.467 morreram, de acordo com um registro da Reuters.

Fonte: Reuters/Japan Times // Créditos da imagem: Associated Press

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments