Temporada de escalada no Monte Fuji é cancelada devido a coronavírus

A temporada de escalada no Monte Fuji, o pico mais alto do Japão, foi cancelada para este ano, depois que autoridades locais anunciaram na segunda-feira que as trilhas que levam ao cume permanecerão fechadas durante o verão devido ao novo coronavírus.

A Prefeitura de Shizuoka, que administra três das quatro trilhas que levam ao pico, fez o anúncio na segunda-feira, após um anúncio semelhante feito por uma prefeitura vizinha que administra a quarta trilha.

Shizuoka tomou a decisão de manter as trilhas fechadas porque “não podemos garantir a segurança dos escaladores”, pois as cabanas das montanhas e os centros de primeiros socorros serão fechados para impedir a disseminação do novo coronavírus, disse Yoshinari Nushida, chefe de seção do Escritório de obra pública do Monte Fuji.

Esta é a primeira vez desde o início da manutenção de registros que Shizuoka não abriu suas trilhas para a temporada de escalada, acrescentou.

Localizado cerca de 130 km a oeste de Tóquio, o Monte Fuji sobe para 3.776 metros e atrai multidões de caminhantes e turistas durante sua temporada de escalada, que vai de julho a setembro.

Cerca de 236.000 pessoas escalaram a montanha no ano passado, segundo o Ministério do Meio Ambiente.

O Japão viu cerca de 170.000 casos e 769 mortes do novo coronavírus a partir de segunda-feira. O número diário de novos casos caiu nos últimos dias, com novos casos em Tóquio chegando aos dígitos únicos.

O governo suspendeu seu estado de emergência na quinta-feira passada para a maior parte do país, exceto oito prefeituras, incluindo Tóquio, mas ainda está pedindo às pessoas que permaneçam vigilantes contra a propagação do vírus.

Fonte: Reuters // Créditos da imagem: REUTERS/Remo Casilli

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments