MMA retorna à Coréia do Sul com o lançamento do ARC em 23 de maio

O novo evento é fruto da união do Road FC com a AfreecaTV. ( Cortesia | Créditos : ( C ) Road FC | AfreecaTV | Divulgação ).

Após o retorno dos jogos de Beisebol ( em 21 de abril ) e de futebol ( em 8 de maio ) à Coréia do Sul, agora é chegada a vez da retomada das competições de artes marciais mistas naquele país do continente asiático.

Para esse reinício do MMA na Coréia do Sul, o Road FC assinou um acordo de parceria com a AfreecaTV, um serviço de ‘streaming’ de vídeo baseado na tecnologia P2P, para garantir a realização de um novo evento já no próximo dia 23 de maio.

O novo show se chamará AfreecaTV Road Championship ( ARC ) e a edição inaugural terá lugar no Hot6ix Afreeca Colosseum, uma arena de esportes eletrônicos, dentro da Lotte World Tower, no sul de Seul, capital do país.

O ARC é uma promoção profissional de MMA que visa lançar um conteúdo curto que poderá ser visto mais rápido pelos espectadores mais jovens.

As lutas consistirão de três rounds com duração de três minutos cada. Haverá um bônus em dinheiro para o lutador que vencer seu oponente por nocaute ou finalização nos primeiros 30 segundos do round inicial de cada luta.

Também haverá uma regra de 30 segundos para impedir que os lutadores parem a ação durante a luta no solo.

O ‘main event’ ( ou “evento principal” ) do ‘card’ de 23 de maio será uma luta de pesos-pesados, entre Heo Jae Hyuk ( 1-2 ) e Bae Dong Hyun ( 2-1 ).

Seguindo as diretrizes do governo para combater o novo coronavírus ( Sars-Cov-2 ), o vírus responsável pela doença Covid-19, o local do evento não permitirá que nenhum membro da platéia entre nas instalações.

Funcionários, treinadores e lutadores deverão usar uma máscara o tempo todo ( exceto durante as lutas, no caso dos atletas ), enquanto uma equipe médica estará de prontidão no local para atender a qualquer emergência. Ao entrar e sair, todos os indivíduos terão sua temperatura corporal verificada e desinfetantes para as mãos também estarão disponíveis.

A Coréia do Sul foi um dos países fora da China que foi mais afetado no início da crise do coronavírus, o que forçou o adiamento dos shows do Road FC programados anteriormente para 18 de abril e 16 de maio, mas na sequência o país conseguiu estabilizar as infecções.

O feito rendeu elogios da própria Organização Mundial de Saúde ( OMS ), que classifica o país como um dos mais gabaritados para se sobressair à essa crise mundial da saúde, com métodos que já se mostraram eficazes para rastrear e controlar possíveis surtos no futuro.

*Texto do colaborador Oriosvaldo Costa. | Escrito em 16/05/2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.