EUA acusam China e Rússia de espalharem desinformação sobre o Covid-19

Os EUA acusaram a China e a Rússia de aumentar a cooperação para espalhar falsas narrativas sobre a pandemia de coronavírus, segundo a AFP.

Lea Gabrielle, coordenadora do centro de engajamento global do Departamento de Estado, que rastreia propaganda estrangeira, disse que Pequim está adotando cada vez mais técnicas aperfeiçoadas por Moscou.

“Mesmo antes da crise do Covid-19, avaliamos um certo nível de coordenação entre a Rússia e a RPC no campo da propaganda”, disse Gabrielle a repórteres. “Mas com essa pandemia, a cooperação se acelerou rapidamente.

“Vemos essa convergência como resultado do que consideramos pragmatismo entre os dois atores que desejam moldar a compreensão pública da pandemia de Covid para seus próprios propósitos”.

O centro de envolvimento global disse anteriormente que milhares de contas de mídia social ligadas à Rússia estavam espalhando conspirações sobre a pandemia, incluindo noções de que o vírus, detectado em Wuhan, na China, foi criado pelos Estados Unidos.

As tensões aumentaram recentemente, à medida que o secretário de Estado, Mike Pompeo, persistia com alegações de que o coronavírus se originou em um laboratório de Wuhan – apesar da OMS e do principal epidemiologista do governo dos EUA dizerem que não havia evidências de que o vírus veio de um laboratório.

O líder chinês Xi Jinping discutiu a cooperação sobre a pandemia em uma chamada telefônica com o presidente russo, Vladimir Putin, na sexta-feira.

Putin disse a ele que a Rússia “se opõe às tentativas de algumas forças de usar a epidemia como pretexto para culpar a China e permanecerá firmemente ao lado da China”, segundo a agência de notícias estatal Xinhua.

Fonte: Guardian/AFP // Créditos da imagem: Kevin Lamarque/Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.