Turismo global pode cair em até 80% durante a pandemia

O setor de turismo vive sua maior crise desde o fim da Segunda Guerra Mundial, e a queda no número de viagens pode chegar a 80% em 2020. A estimativa é de um relatório divulgado nesta quinta-feira pela Organização Mundial do Turismo (OMT).

No primeiro trimestre deste ano, os desembarques de turistas caíram 22% – em março, a cifra chegou a 57%. As regiões mais afetadas foram Ásia e Europa.

“O mundo enfrenta uma crise sanitária e econômica sem precedentes. O turismo foi duramente atingido, com milhões de empregos em risco num dos setores da economia com maior necessidade de mão de obra”, afirmou o secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili.

As companhias aéreas foram duramente afetadas desde o início do surto na China, no final de 2019, com a maioria dos voos em terra. Os grupos hoteleiros, os operadores de cruzeiros e os operadores turísticos também estão sofrendo.

A OMT, uma agência da ONU, tinha previsto no início do ano que o turismo internacional cresceria até 4% em 2020, mas mudou as suas previsões no final de março, estimando um declínio de entre 20% e 30%.

Agora, estima a agência, na melhor das hipóteses, com as restrições de viagem começando a diminuir no início de julho, as chegadas de turistas poderão ficar 58% menores. Se as fronteiras e as restrições de viagem só forem levantadas no início de dezembro, a queda será de 78%. Se as restrições forem levantadas no início de setembro, o organismo das Nações Unidas prevê uma queda de 70%.

Segundo estes cenários, a queda das viagens internacionais poderia conduzir a uma queda de 910 bilhões para 1,2 bilhão de dólares em receitas provenientes do turismo. Entre 100 e 120 milhões de empregos diretos no setor de turismo desapareceriam.

A indústria do turismo é responsável por cerca de 10% do Produto Interno Bruto e empregos do mundo.

Fonte: DW/Reuters/AP // Créditos da imagem: DPA/ S. Stein

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments