“Conseguimos retardar a disseminação do vírus”, diz Merkel

A Alemanha era líder no Ocidente na luta contra a pandemia e, em seguida, líder no reinício gradual e calibrado da vida pública. A chanceler Angela Merkel tinha uma mensagem esperançosa para o país na quarta-feira: está funcionando.

Merkel anunciou a segunda grande fase de suspensão do bloqueio da Alemanha, um marco que, segundo ela, foi possível pelo sucesso que o país teve em suspender algumas restrições sem permitir o ressurgimento do vírus. Nesse período, novas infecções realmente diminuíram.

“Atingimos a meta de retardar a disseminação do vírus”, disse a chanceler após se reunir com os chefes dos 16 governos estaduais da Alemanha.

“Acho que podemos dizer hoje que temos a primeira fase da pandemia atrás de nós”, acrescentou.

Nos próximos dias, ela disse, escolas, creches, lojas e restaurantes poderão reabrir e os hotéis seguirão até o final do mês.

Essa é uma notícia econômica bem-vinda, não apenas para os alemães, mas também para a Europa, que busca a Alemanha, sua maior economia, para mostrar o caminho para sair da paralisia causada pela pandemia.

Mas, como ela fez antes, Merkel alertou que qualquer retrocesso no controle do vírus levará à reimposição de controles. Se algum estado tiver um aumento nos casos, Berlim poderá impor restrições regionais.

A Alemanha fez muito mais testes no início do surto do que qualquer outro grande país ocidental e fez mais rastreamento de contatos. Isso permitiu que pessoas infectadas, mas assintomáticas, se isolassem mais cedo e pessoas doentes se tratassem mais cedo.

Essas são algumas das razões pelas quais o país teve um alto número de infecções confirmadas, mas relativamente poucas mortes, cerca de 7.000. Duas semanas atrás, tornou-se o primeiro grande país ocidental a começar a suspender seu bloqueio.

Mas, mesmo com a reabertura da Alemanha, as coisas permanecerão longe do normal. Os alunos irão à escola em turnos alternados. O distanciamento social em público permanecerá obrigatório, assim como o uso de máscaras em alguns lugares.

“Devemos estar cientes de que ainda estamos no início da pandemia e continuaremos a lidar com o vírus por um longo tempo”, disse Merkel.

Fonte: NY Times // Créditos da imagem: Emile Ducke/The New York Times

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments