Michael Atkinson: Oficial da inteligência diz que agiu de forma adequada

Michael Atkinson, o principal vigilante da Comunidade de Inteligência dos EUA, disse no domingo que foi demitido pelo presidente Donald Trump por agir de maneira imparcial ao lidar com a denúncia de denunciantes que desencadeou uma investigação de impeachment do presidente no ano passado.

“É difícil não pensar que a perda de confiança do presidente em mim deriva do fato de ter cumprido fielmente minhas obrigações legais como um inspetor-geral independente e imparcial”, disse Atkinson em comunicado.

No final da sexta-feira, a Casa Branca disse a Atkinson, inspetor geral da Comunidade de Inteligência, que ele seria afastado de seu cargo em 30 dias.

Atkinson foi uma figura-chave na véspera do impeachment, tendo encontrado credível uma queixa de um denunciante ainda não identificado dentro do governo de que Trump abusou de seu escritório na tentativa de solicitar a interferência da Ucrânia nas eleições de 2020 nos EUA para seu benefício político.

O presidente reclamou no sábado que, depois de receber a denúncia, Atkinson não veio falar com ele sobre isso na Casa Branca.

“Ele é uma desgraça total”, disse Trump durante um briefing sobre a nova pandemia de coronavírus.

Fonte: Reuters // Créditos da imagem: REUTERS/Jonathan Ernst

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments