Coronavírus: Principais notícias até agora (04/04)

Os casos globais do novo coronavírus já ultrapassaram 1 milhão e mais de 60.000 pessoas morreram, mostrou uma contagem da Reuters no sábado, em uma pandemia que atingiu a economia mundial.

Números Principais:

PaísCasosCuradosMortes
EUA276,579(+592)11,889(+1,490)7,101(+223)
Espanha124,736(+5,537)30,51311,744(+546)
Itália119,82719,75814,681
Alemanha90,45924,5751,275
França64,33814,0086,507
Irã55,743(+2,560)18,2783,452(+158)
Brasil9,216(+22)127365(+2)
Japão4,115(+302)1,13389(+1)
TOTAL1,114,692(+18,005)228,598(+2,418)60,053(+1,415)

Asia

  • A China homenageou os milhares que morreram no surto, exibindo a bandeira nacional a meio mastro em todo o país e suspendendo todas as formas de entretenimento.
  • As autoridades de alguns estados da Índia alertaram no sábado que os bloqueios para conter a pandemia poderiam ser estendidos em partes do país, já que o número de casos aumentou acima de 3.000.
  • A Austrália relatou uma queda sustentada de novas infecções e conduziu a maior operação marítima em tempo de paz no porto de Sydney, reabastecendo navios de cruzeiro estrangeiros antes de expulsá-los das águas locais. O governo Australiano pediu a mais de dois milhões de visitantes com vistos temporários, incluindo trabalhadores qualificados e estudantes e cerca de 203.000 turistas para voltar para casa se não conseguirem se sustentar em meio a uma crise econômica e ao desemprego causado pela pandemia.
  • Moscou pediu que todas as sanções sejam levantadas em todos os países do mundo para evitar novos surtos de coronavírus. O Kremlin instou o chefe das Nações Unidas, Antonio Guterres, a pressionar contra “medidas discriminatórias” que dificultam a resposta das nações. O apelo mais recente ocorre dias depois que Rússia, China, Síria, Irã, Coréia do Norte, Venezuela, Nicarágua e Cuba enviaram uma carta a Guterres exigindo que as sanções contra eles fossem levantadas.
  • Nas Filipinas, a polícia matou um homem de 63 anos depois que ele desrespeitou as regras do coronavírus e ameaçou policiais. “O suspeito foi advertido por um agente de saúde da vila … por não usar máscara facial”, disse a polícia em um relatório sobre o incidente na província de Agusan del Norte, no sul. “Mas o suspeito ficou com raiva, proferindo palavras provocadoras e, finalmente, atacou policiais usando uma foice”.

Europa

  • Espanha registrou 809 mortes por coronavírus nas últimas 24 horas, abaixo de 932 no período anterior e no segundo dia consecutivo em que o número caiu. O número total de mortos no país é de 11.744 no sábado, informou o Ministério da Saúde. O número de infecções registradas aumentou para 124.736 no sábado, ante 117.710 na sexta-feira.
  • Josep Borrell, alto representante da UE para assuntos externos, disse que as sanções não devem impedir a entrega de equipamentos e suprimentos médicos a países que tentam conter o surto de coronavírus. “A União Europeia também enfatiza que as sanções não devem impedir a entrega de equipamentos e suprimentos essenciais necessários para combater o coronavírus e limitar sua disseminação em todo o mundo”, afirmou. Ele acrescentou que a UE aplicaria exceções humanitárias para garantir que as sanções não atrapalhassem os esforços para combater a doença e incentivou “outras jurisdições a fornecer os esclarecimentos necessários para garantir que suas respectivas sanções não sejam obstáculo à luta global contra a pandemia”.
  • Os casos confirmados da Alemanha aumentaram 6.082 nas últimas 24 horas, uma ligeira queda em relação ao dia anterior, segundo dados do Instituto Robert Koch do governo (RKI). O país resgatou 200.000 cidadãos que estavam presos no exterior devido ao agravamento da pandemia. “Isso nem sempre foi fácil e houve alguns obstáculos na estrada”, disse o ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas, no Twitter. “Mas todos os envolvidos podem se orgulhar desse esforço”.

Americas

  • Dois dos principais pontos quentes de coronavírus dos EUA – Nova York e Louisiana – relataram seus maiores saltos nas mortes de COVID-19 ainda na sexta-feira, quando a Casa Branca enviou mensagens mistas sobre se os americanos deveriam cobrir seu rosto se se aventurarem ao ar livre.
  • Só a cidade de Nova York foi responsável por mais de um quarto das 7.077 mortes de coronavírus dos EUA registradas pela Universidade Johns Hopkins na sexta-feira. As infecções americanas conhecidas, que se aproximavam de 275.000 casos, representavam cerca de 25% dos mais de 1 milhão de casos relatados em todo o mundo.
  • Os brasileiros desaprovam cada vez mais a forma como o presidente Jair Bolsonaro lida com o surto e apoiam esmagadoramente as autoridades que ele criticou por defenderem medidas de distanciamento social, mostraram duas pesquisas. O Congresso aprovou um “orçamento de guerra” para combater o surto de coronavírus, com o projeto de lei estabelecendo um regime fiscal e financeiro especial para as despesas relacionadas ao estado de emergência em andamento. A proposta aliviaria os encargos fiscais e orçamentários por tomar medidas contra o surto e também concede poderes de emergência ao banco central do país.

Oriente Médio e África

  • No Paquistão, Imran Khan, disse que o país enfrenta algumas escolhas sombrias. Ele twittou: “No subcontinente, com uma alta taxa de pobreza, somos confrontados com a escolha gritante de ter que equilibrar entre um bloqueio necessário para desacelerar / impedir a propagação do Covid-19 e garantir que as pessoas não morram de fome e nossa economia não entra em colapso. Então, estamos andando na corda bamba”.
  • Irã pelo surto de coronavírus aumentou para 3.452 no sábado, com 158 mortes registradas nas últimas 24 horas, disse o porta-voz do Ministério da Saúde do país, Kianoush Jahanpour. O número de casos confirmados aumentou para 55.743, dos quais 4.103 estavam em estado crítico, disse ele na TV estatal. O Irã é o país mais afetado pela pandemia no Oriente Médio.
  • O coronavírus infectou mais de 3.000 pessoas na África Subsaariana e matou cerca de 100, levando alguns dos países mais pobres do mundo a fechar as fronteiras terrestres e marítimas.

Fonte: Reuters

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments