Mais de 50.000 viajam para ver a evento da tocha olímpica no Japão, apesar do vírus

Cerca de 52.000 pessoas reuniram-se na estação JR Sendai, no nordeste do Japão, em 21 de março, para ver a tocha olímpica dos Jogos de Tóquio, quando a chama foi colocada em exibição à frente do revezamento da tocha, criando um ambiente excessivamente congestionado em meio à pandemia de coronavírus.

A chama foi mostrada ao público como parte de uma exposição itinerante pelas prefeituras de Miyagi, Iwate e Fukushima que foram duramente atingidas pelo Grande Terremoto no Japão no leste de 2011. O governo da província de Miyagi, que organizou o evento, esperava que cerca de 10.000 pessoas aparecessem na estação na capital da província de Sendai.

Na realidade, porém, mais de cinco vezes esse número chegou a ver a tocha, formando uma linha de mais de 500 metros por várias horas – um ambiente em que o risco de transmissão de vírus era alto.

Em resposta, o co-organizador do evento, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio, anunciou que implementaria novas regras para a exibição da tocha a partir de 22 de março, nas quais as linhas serão espaçadas por pelo menos 1 metro e Nos casos em que os freqüentadores do evento criam congestionamento, os organizadores consideram um período de intervalo ou cancelam a exibição.

Fonte: Mainichi // Créditos da imagem: Mainichi/Daisuke Wada

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments