Homem japonês preso por hackear dados de jogos em smartphone

Um trabalhador de escritório de 23 anos, foi acusado de acessar ilegalmente um smartphone que encontrou e hackear um jogo instalado nele, foi preso pela polícia da prefeitura de Saitama em 12 de março, disseram os que estavam próximos à investigação ao Mainichi Shimbun.

Fontes dizem que o homem da cidade de Asaka, norte de Tóquio, encontrou um smartphone deixado em uma loja de karaokê em 7 de maio de 2019, na cidade de Saitama, onde ele freqüentava como faxineiro. Ele é suspeito de acessar ilegalmente o jogo “Puzzle & Dragons” instalado no smartphone, transferir seus dados para seu próprio dispositivo sem permissão e alterar o nome de usuário da conta.

O homem é acusado especificamente de violar a Lei de Proibição de Acesso Não Autorizado a Computador, bem como de criação e uso não autorizado de registros eletromagnéticos privados e outros crimes.

Ele teria admitido as acusações, dizendo aos investigadores que “o fez porque o telefone não estava bloqueado e (o usuário do jogo) tinha uma classificação alta”.

Um trabalhador de escritório de 43 anos na cidade de Miyashiro, na província, havia perdido o smartphone no dia anterior. Mais tarde, ele confirmou com seus amigos de jogos que sua conta havia sido invadida e notificou a polícia.

O jogador supostamente ficou entre os primeiros 800, o que aparentemente é um nível extremamente alto em Puzzle & Dragons – no qual os usuários derrotam seus oponentes criando dragões e resolvendo quebra-cabeças. Os operadores anunciaram que o jogo havia sido baixado cerca de 53 milhões de vezes no Japão em outubro de 2019.

Fonte: Mainichi

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments