Coronavirus: Coréia do Sul apresenta 346 infecções, cidade de Daegu em alerta

A Coréia do Sul registrou outro grande salto nos casos de coronavírus, enquanto o país luta para conter a propagação da doença mortal.

O número de infecções aumentou de 142 para 346, disseram autoridades no sábado, com a maioria dos casos ligados à cidade de Daegu e região duas horas ao sul de Seul.

Acredita-se que uma mulher de 61 anos em Daegu esteja no centro da rápida disseminação e acredita-se que tenha passado a infecção a dezenas e possivelmente centenas de companheiros de culto na controversa Igreja Shincheonji de Jesus.

Dos novos casos, 91 foram localizados em um hospital no condado de Cheongdo, uma área a cerca de 25 km de Daegu, que foi designada como uma das “zonas de cuidados especiais” pelo governo.

O condado está intimamente ligado à Igreja de Shincheonji de Jesus e é o local de nascimento de seu fundador, Lee Man-hee, que vestiu o manto de Jesus Cristo e afirma que levará 144.000 pessoas com ele para o céu no dia do julgamento.

Os casos na Coréia do Sul aumentaram onze vezes desde que a mulher de 61 anos se tornou o 31º caso registrado pelos centros coreanos de controle e prevenção de doenças na terça-feira.

O centro também disse no sábado que outra pessoa morreu após contrair o vírus, elevando o total para duas.

Daegu está em alerta total contra a propagação do vírus e fechou edifícios públicos e atrasou o início do período escolar em uma semana. Suas ruas geralmente movimentadas foram paralisadas, com um grande número de pessoas relatando apenas supermercados abertos em meio à pressa de comprar comida e outros suprimentos. Tropas nas bases militares da Coréia do Sul e dos EUA foram confinadas em quartéis.

As pessoas fazem fila para comprar alimentos e suprimentos em um supermercado em Daegu, Coréia do Sul, na sexta-feira. Fotografia: Noh Yeo Jin / AP

“O pânico está tomando conta”, disse Huh Mi-yeon, morador de Daegu, à Associated Press. “As pessoas têm medo de qualquer situação em que encontrariam outra pessoa”.

Na China, a comissão nacional de saúde disse no sábado que havia 397 novos casos confirmados de infecções por coronavírus na sexta-feira, ante 889 novos casos no dia anterior.

Isso eleva o número total acumulado de casos confirmados na China continental até agora para 76.288.

O número de mortos pelo surto na China continental atingiu 2.345 no final de sexta-feira.

A província central de Hubei, o epicentro do surto, registrou 106 novas mortes, enquanto na capital da província de Wuhan, 90 pessoas morreram.

Como a Organização Mundial da Saúde alertou na sexta-feira que a janela de oportunidade para impedir a propagação do vírus estava se estreitando, e este parecia estar se espalhando mais amplamente pelo mundo. Quatro pessoas já morreram com o vírus no Irã e a Itália registrou seu primeiro caso fatal na noite de sexta-feira.

Na Austrália, seis pessoas evacuadas de volta para Darwin do navio Diamond Princess, atingido pelo vírus, no Japão, deram positivo para o Covid-19. Outras três pessoas que desenvolveram sintomas estavam sendo testadas no sábado.

Havia 170 australianos no voo de evacuação e todos foram verificados quanto a sintomas antes de deixar Yokohama, onde foram mantidos no navio.

Fonte: Guardian/AFP/Reuters/AP // Créditos da imagem: Kim Hyun-tae/AP


Leandro Ferreira | Connection Japan ®

Editor "jornalista", analista de sistema, webmaster, programador, "nerd". Amo animes, as vezes jogo League of Legends . Luto, pelo meu amado Pai, que Deus o tenha e abençoe a todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.