Helicóptero médico cai em Fukushima, ferindo 7

Um helicóptero da polícia que transportava um coração para um transplante em um hospital de Tóquio foi atingido por ventos fortes e fez um pouso forçado em um arrozal em Koriyama, Fukushima, em 1º de fevereiro, ferindo sete pessoas a bordo.

O atraso do transporte e o impacto do pouso forçado impediram que ele fosse transplantado para um paciente em espera.

Nenhum dos feridos a bordo estava em risco de vida.

Após o acidente, o coração foi levado às pressas em um carro da polícia para o aeroporto de Fukushima, na prefeitura, onde um avião fretado estava esperando, cerca de uma hora e 10 minutos atrasado.

O órgão acabou sendo entregue ao Hospital da Universidade de Tóquio, na capital, onde o transplante estava programado para ocorrer.

No entanto, os cirurgiões do hospital optaram contra realizar o transplante.

Os médicos estavam preocupados com os efeitos do atraso e do impacto do pouso de emergência no órgão, de acordo com a Japan Organ Transplant Network, única organização do Japão que facilita doações de órgãos.

O coração foi doado por um homem na casa dos 50 anos que foi declarado com morte encefálica.

O helicóptero da polícia Azuma decolou de um hospital em Aizuwakamatsu, na prefeitura às 8 da manhã, com sete pessoas a bordo, incluindo policiais e médicos.

Às 8:10 da manhã, fez o pouso forçado quando chegou à bacia de Koriyama, onde foi emitido um alerta para ventos fortes, depois de voar sobre montanhas de quase 1.000 metros de altura.

A parte traseira do helicóptero estava quebrada e as hélices da aeronave estavam espalhadas por centenas de metros.

“O helicóptero se tornou instável devido aos fortes ventos”, disse o piloto de 38 anos, segundo a polícia da província de Fukushima. “Fiz o pouso forçado depois de procurar uma área sem casas.”

Das sete pessoas a bordo, quatro sofreram ferimentos graves, incluindo ossos quebrados.

O local do acidente fica a cerca de 15 quilômetros a sudoeste da estação JR Koriyama, com casas situadas nas proximidades.

O ministério dos transportes enviou investigadores ao local para coletar mais detalhes sobre o acidente em 2 de fevereiro.

“O helicóptero chegou perto com um som estridente e foi realmente assustador, pois parecia ter caído em uma casa”, disse uma mulher de 58 anos que testemunhou o acidente.

Fonte: Asahi // Créditos da imagem: Asahi/ Taro Kotegawa

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments