O que sabemos sobre o novo coronavírus?

Um novo coronavírus que matou 213 pessoas na China está se espalhando para outros países, alarmando especialistas em saúde.

De onde veio o vírus?

Acredita-se que o vírus tenha se originado no final do ano passado em um mercado de alimentos na cidade chinesa de Wuhan, que estava vendendo ilegalmente vida selvagem. Especialistas em saúde acham que pode ter se originado em morcegos e depois passado para os seres humanos, possivelmente através de outra espécie.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) foi alertada sobre vários casos de pneumonia em Wuhan no final de dezembro. Autoridades chinesas confirmaram que identificaram um novo vírus por semana.

O quanto é perigoso?

O novo vírus, identificado pelos cientistas como 2019-nCoV, é o acoronavírus, uma família de vírus que inclui o resfriado comum e doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

As infecções por coronavírus apresentam uma ampla gama de sintomas, incluindo febre, tosse, falta de ar e dificuldades respiratórias.

Não está claro o quão mortal é o novo vírus. Embora casos graves possam causar pneumonia e morte, pode haver muitos casos de doenças mais leves que não são detectadas. Muitos dos que morreram tinham condições médicas pré-existentes ou eram idosos, aqueles com sistema imunológico debilitado.

Como ele é transmitido?

O coronavírus pode ser transmitido por pessoa, embora não esteja claro a facilidade com que isso acontece. A maioria dos casos ocorre em pessoas que estiveram em Wuhan, familiares de pessoas infectadas ou trabalhadores médicos.

A transmissão é mais provável através do contato próximo com uma pessoa infectada por meio de partículas no ar provocadas pela tosse ou espirros, ou por alguém tocando uma pessoa infectada ou um objeto com o vírus nele e depois tocando sua boca, nariz ou olhos.

Para reduzir a probabilidade de transmissão, a OMS recomenda que as pessoas lavem frequentemente as mãos, cubram a boca e o nariz ao espirrar ou tossir e evitem contato próximo com aqueles que estão doentes.

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA dizem que as pessoas que desenvolvem sintomas como tosse e febre que estiveram na China nos últimos 14 dias devem ligar para um profissional de saúde para determinar se precisam ser testados.

Não há vacina.

Onde ele já chegou?

A grande maioria dos quase 10.000 casos identificados ocorreu na China, principalmente em Wuhan e nos arredores. Outros países com casos confirmados incluem Austrália, Grã-Bretanha, Camboja, Canadá, França, Alemanha, Índia, Japão, Malásia, Nepal, Sri Lanka, Cingapura, Tailândia, Coréia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos e Vietnã.

A OMS está analisando atentamente os casos de transmissão de pessoa para pessoa fora de Wuhan, o que sugere que ela pode ter o potencial de se espalhar ainda mais. A OMS diz que houve pelo menos oito casos de transmissão homem a homem em quatro países fora da China: Estados Unidos, Alemanha, Japão e Vietnã. A Tailândia também relatou um caso de transmissão de humano para humano.

Ele é parente do SARS?

O novo vírus é uma linhagem de coronavírus, como o SARS, que matou quase 800 pessoas em todo o mundo em 2002 e 2003.

Ao contrário da SARS, que também se originou na China, acredita-se que o novo vírus possa se espalhar durante o período de incubação de um a 14 dias, possivelmente antes de uma pessoa infectada apresentar sintomas.

O novo vírus não parece ser tão mortal quanto o SARS, mas houve mais casos em geral.

Fonte: Reuters // Créditos da imagem: China Daily via REUTERS

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments