Ex-atleta olímpico, Kazuhiro Kokubo, condenado por contrabando de maconha

Na terça-feira, um tribunal condenou o ex-snowboarder olímpico, Kazuhiro Kokubo, a três anos de prisão, suspenso por quatro anos, por contrabandear cannabis dos Estados Unidos.

Kazuhiro Kokubo é retratado em 2009. Foto: Kyodo

O Tribunal Distrital de Tóquio considerou que o homem de 31 anos conspirou com um conhecido do sexo masculino, já considerado culpado, para contrabandear cerca de 57 gramas de um produto de maconha em dezembro de 2018 dos Estados Unidos, escondendo-o usando o Serviço de Correio Expresso para Tóquio que chegou a Narita aeroporto.

“Ele usa cannabis regularmente há mais de 10 anos, sua profunda conexão com ela é notável e não podemos descartar a possibilidade de ele repetir um crime”, disse o juiz Chikako Murata ao proferir a decisão.

“É lamentável que você tenha cometido o crime, apesar de possuir tais conquistas no snowboard”, disse Murata. “Eu quero que você se disciplina a partir de agora.”

Kokubo admitiu a acusação durante seu primeiro julgamento em 8 de janeiro, quando confessou ter usado cannabis pela primeira vez aos 14 anos e se desculpou por causar problemas às pessoas ao seu redor.

Ele prometeu não usar drogas novamente.

Os promotores procuraram um mandato de três anos e a equipe de defesa um mandato reduzido.

Kokubo competiu no halfpipe masculino nos Jogos de Inverno de Turim de 2006 e 2010 em Vancouver, chegando em 23 e 8º respectivamente.

Ele foi criticado por estar vestido de forma inadequada antes dos Jogos de Vancouver e foi banido da cerimônia de abertura.

Fonte: Mainichi

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments